Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
16/11 - MAGIC KINGDOM (data correta)

 mensagem postada em 27/11/2007 - 08:11:42hs
 
 

Já tinha ido ao MK quando fui ao MMVC, porém só tinha ido até o Castelo da Princesa e ficado naquela rua principal.

Chegamos e fomos pela esquerda já que a maioria das pessoas estavam pela indo pela direita. Ótima opção, cheguei na Big Thounder Mountain Railroad e não tinha fila, fui duas vezes. Desisti de ir na Splash Mountain porque não estava querendo me molhar.
Depois fomos ao 3D Pirates of the Caribbean - adorei... nossa, quase não dá para acreditar que são bonecos.
Depois fomos:
- The Haunted Mansion (muito legal, com efeitos especiais bem legais).
- It´s small world (tudo bem, éramos os únicos adultos sem filhos... mas não to nem aí, cantava até a versão brasileira da musiquinha ("Há um mundo bem melhor, todo feito pra você...").
- Peter Pan´s Flight
- Visitamos a casa da Minie (a casa do Mickey estava fechada).
- Demos a volta ao parque com o trenzinho.

Almoçamos um sanduiche e batata frita (nossa - que novidade !!!).
Encontrei alguns personagens e tiramos algumas fotinhos...
Por último fui ao Space Mountain e fomos embora mortos de cansados, pois estava muito quente neste dia.
Acabei não assistindo o show Wishes.... Deixa para a próxima...

Amanhã é dia de MGM, trocar de hotel e pegar o carro.

 


 
18/10 - Islands Of Adventure

 mensagem postada em 27/11/2007 - 04:11:04hs
 
 


Well, como não aluguei carro, comprei quatro transfers na agência de viagens, que me buscariam e levariam do hotel para IOA, Universal, SW e BG. Então, neste dia, ficou acertado da van chegar às 08hs no hotel. E não é que deu certo?! Com a “sorte” que nós estávamos fiquei com medo do cara esquecer de buscar a gente, mas 07:50h da matina, o Pedro chegou e fomos para o Island. Combinamos dele nos pegar às 22:30hs naquele dia para aproveitar bem o City Walk depois do parque.
Lá chegando, praticamente tudo às moscas, passamos pela esteirinha que fica gritando a cada um segundo: “watch out”. Tá lembrado?
Olha é muito bonito aqueles lados da Universal, belos jardim, belos hotéis, super demais!
Aí fomos devagarinho, passeando, tirando fotos belíssimas do Hard Rock Café, que é maravilhoso e avistamos a torre do IOA. Ah, e já combinamos que iríamos jantar no Bubba Gump!
O parque abriu às 9hs, nós entramos e fiquei maravilhada! O cenário é belíssimo, muito bem feito, é de abrir a boca. O único problema é que ainda não possui a “magia” que a Disney tem, mas não tem como deixar de visitar. Logo na entrada tem os mapas em português com a bandeira do Brasil para chamar a atenção. Adorei!
Andamos mais um pouco e aí vimos a bichona: Incredible Huck Coaster! Que linda, toda verde, cheia de curvas! Chuchu beleza! Vamos lá, saímos correndo e prontos para entrar a mocinha diz: tem que guardar a mochila (em Inglês, é claro!) nos lockers. Ok, no problems! É fácil viu, parece difícil à primeira vista, mas é fácil. Preste atenção na localização e nas instruções, porque tem vários lockers parecidos e se você se perder, vai ter que ficar tentando abrir em todos.
Não tinha ninguém, fila de cinco minutos e lá vamos nós para a primeira fila do Huck. Gente, muito bom, principalmente o início que parte rápido e já vira, meu, é muito legal. Assim que saímos, entramos de novo e lá vamos nós! Show!
Sem saber muito o que fazer, achamos por bem retirar a mochila do locker e seguimos para o Homem Aranha. Tava bem vazio aquela hora da manhã. É bom chegar cedo, porque você consegue fazer os principais brinquedos sem pegar fila e quando chega o povão, você só vai repetir os que mais gostou.
Eu sei que todo mundo fala que o Homem Aranha é o melhor brinquedo de Orlando, mas deixa eu reclamar um pouquinho? Não gostei tanto assim, acho que falaram tanto que eu fui esperando uma coisa do outro mundo e aí vi que não é bem assim. É muito bom, mas na minha opinião, tem brinquedo melhor (não me batam, não me batam!).
Saindo de lá, foto com a estátua do homem aranha na lojinha (aí o maridão gostou, comprou até uma camiseta!) e vimos o Doctor´s Doom, o elevador, tava marcando cinco minutos, levou quinze, mas tudo bem. A surpresa (devo contar?) não está na descida, então “prestenção” meu filho, senão vai ter torcicolo!
Feito esta parte do parque, resolvemos ir para a próxima, dos cartoons. Aí a -- palavra censurada -- aqui viu a Ripsaw Falls e tava marcando cinco minutos. Legal, entrei correndo, não tinha uma alma na fila, aí comecei a ver o pessoal que estava saindo do brinquedo: literalmente ensopados! O problema é que eu detesto ficar molhada, não sei, não gosto que a roupa fique grudando em mim. Por causa disso, o maridão se empolgou e quis, porque quis ir. Até tirou a meia e guardou lá no s... (é lá mesmo!) para não molhar. Fazer o quê, quem tá na chuva é para se molhar, então lá fomos nós.
O brinquedo é legal, mas não molha muito, na realidade ENSOPA! A minha calcinha ficou ensopada (desculpe, mas é verdade). Se você estiver com os passaportes originais na mochila, como eu, coloque-os dentro de um saquinho plástico (como eu) para não molhar, porque além de tudo que o brinquedo já molha, o povinho sem coragem, fica colocando moedinhas numas pistolas e jogam água em você de fora do brinquedo. É mania isso lá. Pra mim é igual chutar cachorro morto, mas fazer o quê?
Bom depois dessa, querer ir no Popey (tipo Kali River Rapids) pode esquecer! Não fui nem a pau e fingi que não existia este brinquedo e meu marido nem perguntou, afinal ele tava indo pela primeira vez (neste parque eu também), eu tinha o poder do MAPA, então ele fazia o que eu queria! Hehehehe
De lá fomos para o Jurassic Park. Super legal, a criançada vai adorar, porque os cenários são incríveis. Vi o Pteranossauro (sei lá se é isso), mas é aquele que você vai sentado no Pterano.... e voa. Tempo de fila: 60 minutos e assim ficou até o parque fechar. Desisti e não fui. Vá te catar, uma hora de espera por esse brinquedo que não faz nada? Deixa pra próxima. Em compensação no River Adventure fomos quatro vezes. Olha esse brinquedo é muito bom, porque toda a ambientação é legal e a descida então, SUPRA SUMO e o melhor, não molha tanto. Então vá, vá mesmo!
Nossa! Tô cansada, posso parar um pouco? Depois continuo...

 


 
3o. DIA - 25/11 A NOITE

 mensagem postada em 27/11/2007 - 08:11:08hs
 
 

Chegamos do Animal Kingdom, descansamos um pouco e fomos ao Downtown Disney, ás 21:00 iríamos assitir o Cirque Du Soleil (fomos mais cedo seguindo a dica da Chris que adorou o lugar).

Pois bem, o All Star estava super agitado aquela semana, cheio de crianças que voltavam correndo dos parques para ir para a piscina... todos os dias estavamm bem quentes, mas nada insuportável.

Ansiedade, vamos ao Downtown... quando chegamos lá + - 18:00 h, fiquei apaixonada... foi amor a primeira vista... amei aquele lugar. Enlouqueci na loja da Disney, Toy e Lego, estava pior que as crianças pequenas, mexia em tudo e queria comprar tudo... gastamos um bom tempo na loja e fomos ao Planet Hollywood, como não tínhamos feito reserva, fomos ao balcão e perguntamos se podíamos comer por ali mesmo. A atendente disse que não tinha problema e pedimos uma massa com camarão (um prato para os dois era suficiente, pois a porção era bem grande). Tomamos alguns chopinhos da Buddeweiser e chegou o nosso prato. Quando o garçon nos serviu, começou a colocar algo em cima que eu não vi e tive uma reação de desespero.... STOP PLEASE. Pensei que era pimenta, mas era queijo ralada... UFA !!!! Menos mal... dei minha primeira garfada... com muito gosto.. mas muito gosto mesmo e...... SOCORRO, ISTO ESTÁ CHEIO DE PIMENTA - CHOPP, CHOPP, CHOPP.....
Esquecemos de pedir "no peper" e o prato já veio naturalmente com pimenta... enfim, não conseguimos comer, não conseguimos mesmo. Depois que cheguei aqui, me disseram que poderíamos pedir para trocar, mas deixa para lá... vamos comer uma pipoquinha no Cirque Du Soleil.
Fomos ao show... nossa, que show... nunca tinha ido e fiquei alucinada (aliás, com o que eu não ficava alucinada em Orlando ?).
Pegamos o ônibus para o All Star, super tranquilo... e tudo por uma boa noite de sono.

ESQUECI DE MENCIONAR - XO OLHO GORDO !!!
Uma semana antes de viajar o que eu descubro ???? Uma infecção renal, ainda bem que eu desconfiei, fui logo ao pronto socorro e comecei a tomar os remédios. 3 dias antes de viajar o que acontece ???? Abre uma enorme herpes no meu lábio esquerdo... Toma remédio, passa pomada e nada da desgraçada melhorar. Enfim...algumas fotos estou eu com uma "feridinha" na boca... até tentei disfarçar com a maquiagem, mas não resolveu muito.
Aliás, senti muito o tempo seco lá em Orlando. Minha pele ficou seca, meus lábios racharam e os do meu namorido também. Para quem mora em região úmida, sugiro levar uma manteiga de cacau.

Hj a noite eu continuo os demais relatos... tenho que trabalhar... o cartão de crédito agradece.

Bjão

 


 
17/10 - Epcot - A Revanche

 mensagem postada em 27/11/2007 - 07:11:16hs
 
 

Continuando...
Da Itália fomos para os Estados Unidos. Nada demais. Bonitinho apenas. O que tava acontecendo de diferente era um show do......, ah não sei, não lembro mais o nome. O show era por causa do evento de gastronomia e vinhos que estava ocorrendo lá na época, então tinha shows todos os dias com cantores famosos, mas no meu dia, não lembro!
No Japão, próximo da lista, além de super bonito, dentro da loja tem um cara que fica tirando pérola das ostras, você pode inclusive comprar a pérola, escolher a ostra. É bem legal, vale à pena ver.
Até este momento eu estava com aquela dor na lombar que não passava de jeito nenhum, não agüentava mais, porém eu estava no Epcot e nada me derrubaria até chegar no Marrocos. Lá meu marido deu um chilique, disse que tava cansado, com os pés doendo, que não agüentava carregar sacolas, com fome, ou seja, uma p... briga no Epcot. Então, lá vai a dica para quem tem marido chato: se você estiver nos hotéis Disney não seja burra, mande entregar as compras no hotel. Pare a cada uma hora e sente em algum banquinho, compre uma breja, dê uns beijinhos e aí vá embora curtir o resto da parada.
Bom, aí depois da “fight” as coisas perderam um pouco da graça. Apenas passei pela França e quando cheguei na Inglaterra e Canadá já estava de noite e nem as fotos saíram legais.
Aí foi aquele negócio de fazer as pazes e fomos tentar comer alguma coisa. Depois de amargar 20 minutos na fila do restaurante externo do México, meu marido pediu burrito e eu pedi um churro. Pessu, fala sério, que p... de churro era aquele? Parecia um pedaço de pau com açúcar e canela em cima! É do tamanho de uma espada e se você bater aquele troço na cabeça de alguém, mata! Háháhá.
Cara, é muito ruim, sem gosto, duro, olha só matando esse povo mesmo. Aí me lembrei dos churros que a gente tem aqui, macios e recheados com doce de leite, chocolate, coco, nossa, só no Brasil é que tem comida boa. Fiquei pensando que o cara que paga R$ 1,00 no bandejão da Prefeitura em Sampa come melhor do que os americanos. Do burrito não vou nem comentar, só pela cara do meu marido e depois da briga, achei melhor ficar quieta...
Aí fomos esperar a hora dos fogos e tentar pegar um lugarzinho ao redor da lagoa. Começa o Illuminations, meu, você não vai mais esquecer! É “translumbrante”, lindo de morrer, chorei é claro, porque você fica agradecendo à Deus o tempo todo por você ser aquele 0,5% da população brasileira que tem a possibilidade de poder ver um troço destes na vida. É demais!
Amanhã tem Islands! Bjs.

 


 
3o. DIA - 25/11 - ANIMAL KINGDOM

 mensagem postada em 26/11/2007 - 11:11:57hs
 
 

Outro dia... outra dificuldade para acordar... o corpo doía mais ainda...

Vamos em frente, estamos na Disney:
Fomos ao Animal (que no final foi o parque que eu menos gostei, achei meio parecido com Beto Carreiro).
Chegamos ao parque, tiramos algumas fotos do Photo Pass (que vale a pena, pois as fotos são lindas, porém tem que aproveitar bastante, pois se tirar 100 ou 200 fotos, o preço é o mesmo).
Fomos ao Expedition Everest - Como não tinha fila alguma, falei para o namorido, vamos, ela é bem fraquinha, olha quanta criancinha... e lá fomos... coitado, quando a montanha russa começou a descer de ré, pensei que ele ia ter um treco, até compramos a foto onde eu estou com cara de felicidade total e ele com cara de apavorado. Eu fui mais uma vez, ele prometeu que não iria em mais brinquedo emocionante algum.
Saímos de lá e fomos ao 3D It´s Tough to be a Bug, bem legal...
Depois fomos ao Dicovery Island Trails, Kilimajaro Safaris, Kali River Rapids (que achei pouco emocionante pelo que se molha), e ver os diversos animais do parque.
Almoçamos no Rainforest Café, uma delícia, o garçom soube que éramos brasileiros e pediu para colocar música de axé para tocar.
Saímos de lá mais ou menos ás 14:00 h e fomos para o hotel descansar.
No outro dia teríamos um dia longo... Magic Kingdom...

 


 
2o. DIA - EPCOT - 24/11

 mensagem postada em 26/11/2007 - 11:11:39hs
 
 

DIA 24/11 -
Acorda cedo que é dia de ir para o Epcot.... quando levantei da cama, quase desisti... minhas pernas doíam, minhas costas doíam, meus braços doíam... tudo doía. Me arrependi amargamente de não ter deixado este dia morto, sem fazer nada, quem sabe curtir a piscina do hotel.
Mas, vamos encarar. Pegamos o ônibus para o Epcot... achei muito comodo e o trajeto é super rápido (10 min).
Oba, hj tem brinquedo !!!
Chegamos lá e o parque estava vazio, pegamos um fast pass para o Soarim e fomos tomar um café da manhã ali perto, no Sunshine Seasons, comemos um lanche super gostoso, eu tomei Coca-Cola e o namorido um café (US$ 18,00).
Após o café fomos The Seas With Nemo... bem brinquedo de criança, mas após o café não poderia ir em algo muito emocionante, até porque o namorido não gosta de brinquedos radicais.
Tinha uma pequena fila e de lá fomos ao Mission Space... Depois que entrei pensei que ia passar mal e neste o namorido foi comigo (lá dentro ele queria sair - não deixei, não podia passar vergonha). Super legal, a sensação é bem estranha.
Saímos de lá e fomos ao Living With The Land. Legalzinho.. bem tranquilo.
Depois fomos ao Soarin... Adorei...aquele cheirinho de laranja.
Ainda não estávamos com fome e fomos dar uma volta pelos países. Amei todos, lá encontrei o Pluto e pedimos para um Frances tirar uma foto nossa.... o doido cortou a cabeça pode ? Deixa pra lá, ele não falava inglês e até pedirmos novamente...
Vimos o filme do Canadá, da Noruega, o show lindo nos EUA, a Oktoberfest na Alemanha. Aliás, no pavilhão da Alemanha resolvemos comprar dois casacos da Adidas e ficamos conversando com a vendedora (que é alemã), falei para ela que a minha cidade (Blumenau) é de imigrantes alemães e que temos a Oktoberfest, que é considerada a 2a. maior festa da cerveja do mundo... e a guria não conhecia... do Brasil só tinha ouvido falar do RJ e SP... Ok, deixa pra lá.
Na Noruega eu provei o perfume Laila, mas acabei não comprando. Resolvemos jantar no México. Pedimos um prato e o vendedor disse que deveria ser dois... pensanmos e ok, tudo bem. Besteira pura, 1 prato deu para nós dois e o outro prato sobrou, só peguei algumas tortillas. Depois desta, não pedíamos mais dois pratos, primeiro pedíamos 1, se ficávamos com fome, pedíamos outro.
Voltamos aos brinquedos, fomos ao Honey, I Shrunk the Audience e fomos ao Test Track (que eu amei).
Saímos de lá e ficamos próximo ao México para ver o show Illumination.
Hora de voltar para o hotel.. banho e cama.

 


 
COMEÇAREI O MEU RELATO - 1o. DIA 22/11

 mensagem postada em 26/11/2007 - 10:11:58hs
 
 

"Primeiramente quero agradecer todos que postaram suas dicas no site, pois foi de extrema importância para o sucesso da minha viagem. Desta forma quero dividir minha experiência para que eu possa contribuir de alguma forma".

Vamos lá:
Depois de ter conhecido todo o Brasil (não que isto era minha prioridade, mas não tinha $$ sucifiente para ir ao exterior da forma que eu queria). Então este ano decidi que iria fazer a minha primeira viagem internacional...

Como nunca tinha ido para o exterior, decidi pelo seguinte:
Usar minhas milhas
Pacote terrestre contendo:
Transfer Aeroporto - Hotel
5 dias no All Star Resort
5 dias no Quality Inn
7 dias de carro com seguro completo

Saímos dia 22, numa linda manhã de sol de domingo. Pensei.. estava viagem será o máximo. Eu e meu namorido (namorado/noivo e futuro marido), fomos de carro até Floripa, pegamos um vôo para Congonhas, de lá pegamos um ônibus até Guarulhos. Estava usando minhas milhas e não tinha outro jeito...
Ok, chegamos em Guarulhos ás 14:00, sendo que nosso vôo seria ás 2:00 do dia 23. Matamos um tempo, quer dizer, um tempão até fazer no check-in. Fomos para a sala de embarque e a primeira parada no Duty Free:
Base MAC - US$ 25,00
Pó MAC - US$ 22,00
Rímel MAC - US$ 12,00
Pincel para aplicar base MAC - US$ 36,00 (dura 10 anos).
Ok, hora de embarcar... apesar das minhas milhas serem TAM, me colocaram num vôo da AA. Nem dei muita bola, estava indo para os States, não me interessa como... grande engano... quando entrei naquele avião eu queria morrer.... as poltronas super apertadas, meu joelho batia no banco da frente e o coitado do meu namorido então com 1,93 m. Engoli a minha raiva e fomos, acordadinhos até Miami. Chegamos em Miami ás 7:00 h e foi super tranquilo passar pela imigração: Passamos juntos e o cara perguntou:
- Nosso grau de relacionamento.
- Propósito da nossa viagem.
- Quantos dias.

Passado isto fomos matar mais um tempo no aeroporto de Miami (fiquei alucinada com o tamanho do aeroporto), apesar de viajar muito pelo Brasil, nunca tinha visto um aeroporto daquele tamanho. Hora de comer e meu primeiro susto: Pizza só de Peperoni ou Queijo (frango com caturipy, milho, palmito... nem pensar). O refrigerante pequeno era um copo gigante. Conhecemos um americano que estava vindo do Brasil e tinha ficado alguns dias em Campo Alegre, uma cidade aqui do interior de SC e a primeira coisa que ele me falou: Você vai estranhar a comida (mas eu entrarei em detalhes mais tarde).
Ok, embarcamos para Orlando e chegamos em uma linda tarde de sol, e este sol perdurou pelos 10 maravilhosos dias que eu fiquei por lá.
Pegamos o ônibus para o All Star Resort.
Chegamos lá... (que hotel encantador), corre para desfazer mala, tomar banho e pegar o ônibus para o MK, íamos a festa do Mickey Merry Very Christimas.
Quase tive uma parada cardíaca quando cheguei ao MK, era de noite, tudo decorado de natal... Até aquele momento não tinha caído a minha ficha que eu estava na Disney.. sim, eu estava lá... nossa, eu me diverti tanto com a parada, estava pior que aquelas criancinhas pequeninhas que acreditam em tudo. Eu olhava o castelo todo iluminado e não tinha como não achar que ali mora uma princesa, que tem um príncipe, etc.
Ok... vimos a parada, comemos umas besteirinhas (pipoca, doce) e retorno para o hotel, pois no outro dias iríamos ao EPCOT.

 


 
Conhecer Primeiro o Brasil

 mensagem postada em 26/11/2007 - 10:11:39hs
 
 

Essa história todo mundo já ouviu aqui pelo menos uma vez tenho certeza.

Que desculpa mais esfarrapada não é? Se perguntar para essa pessoa: Você ganhou uma viagem para o Nordeste ou Pantanal, ou para a Disney, o que você prefere, com certeza a resposta vai ser diferente, o Brasil vai ficar para trás.

Acho tão legal quando um amigo ou alguém da família vai fazer uma viagem (nacional ou internacional), fico bombardeando a pessoa de perguntas e faço questão de saber tudo depois, pois acho muito legal. Se conheço dou dicas, se não conheço quero pegar dicas, para ir algum dia.

Tem pessoas que são muito invejosas mesmo...Dá até dó!

 


 
Vouchers Disney e Universal

 mensagem postada em 26/11/2007 - 09:11:37hs
 
 

No pacote que comprei da agência de viagem (já inclui os ingressos da Disney e Bush Gardens), com os valchers da Disney, pegamos os ingressos na MGM que foi o primeiro parque que fomos. Pegamos uma fila com umas três pessoas na frente, foi rápido uns 20 minutos, e sem problema algum. Eles já nos deram os ingressos para os 6 dias, que usamos em todos os parques que fomos.

Já do Bush Gardens já nos deram os ingressos mesmo, só passamos eles pela catacra quando chegamos.

Os ingressos da Universal comprei pela internet. Vi alguém aqui falando que via as folhas de sulfite. É isso mesmo, comprei pela internet, imprimi aqui, sai um para cada pessoa com nome e código de barras, você imprime numa folha de sulfite.

É só chegar na island of Adventure ou MGM, e passar direto na catraca, onde eles lêem o código de barras. Só tomem cuidado para não molhar, principalmento no IOA que tem brinquedos que molham muito. Molhamos um pouco os nossos, sorte que não foi no código de barras.

Mas sabe o que fizemos para nos previnirmos, deixamos o e-mail com os ingressos no computador de uma amiga aqui no Brasil. Se perdessemos ou acontecesse algo com nossos ingressos, ligariamos para ela, ela passaria o e-mail para o hotel, ai era só imprimir e usar de novo. O engraçado é que logo no primeiro dia você cadastra suas digitais na catraca, acho que já teve algum engraçadinho que tentou passar os ingressos para outras pessoas. Ai com digital não tem jeitinho de brasileiro que dê jeito. Mas não era só para brasileiros a digital não, era para todos.

Veja bem, os meus ingressos valiam para 7 dias, usei 2 dias, se tivesse alguém que eu quisesse passar meus ingressos logo que fui embora, eles poderiam usar por mais 5 dias de graça? Não poderiam não pois os ingressos, estavam vinculados ás minhas digitais, e se não me engano nos parques da Disney também era assim, tinha dia que pediam para por nossos dedos, outros não... Muito legal esse sistema!

 


 
02/11 SEA WORLD / "MAGIC" Compras

 mensagem postada em 26/11/2007 - 08:11:15hs
 
 

Demorei, mas voltei!
Continuando depois de Epcot e MK no terceiro dia fomos ao Sea World.
Coloquei no meu roteiro Sea World e compras no mesmo dia porque achei que no maximo as 3h ficaria livre...Mas não foi bem assim.
Tenho uma filhinha, ”um doce de criança”, signo escorpião, me desculpem os escorpianos, mas que gênio indomável, ela com certeza vai trabalhar para o IBAMA, a própria defensora dos animais, super ecológica!
Chegamos às 9h estava abrindo, o estacionamento ainda estava bem vazio, na entrada quem revistou minha bolsa foi uma “senhorinha” brasileira uma graça, só que ela deu dicas demais.No meu roteiro coloquei os horários seguidos às 10h (clyde&seamore), 10:45(Pets Ahoy), 12h (Odyssea), Almoço, 1:30h(Believe), 2:30h(Blue Horizons) e missão cumprida, rumo as compras, ate parece, conseguimos cumprir o roteiro acima , mas meu bebezinho que ouviu todas as dicas daquela brasileira não esqueceu e quis conferir, meu marido também “ecológico” foi na dela, afinal coitadinha da criança, ela se encantou tanto com toda aquela natureza que analisou cada arvore, visitaram tudo, tubarões, tartarugas, arraias, lagos, jacaré, joaninhas, taturanas, minhoquinhas e tudo mais que vocês possam imaginar eu em alguns lugares até andava na frente, depois chamava os dois no radio e me encontrava, fiquei estressada, quase 6h o parque ia fechar consegui ir embora.Estava desesperada para ir as compras não consegui colocar no meu roteiro um dia só para compras, fizemos em dez dias, ou melhor, oito noites, sete parques e Cirque Du Soleil.
Saímos do parque, não sei se vocês se recordam meu marido foi campeão em se perder, conclusão cheguei no Florida Mall às 7h, parecia uma louca, criança cansada, meu marido quis comer, depois entramos na loja da Disney uma horinha perdida, ai meu marido ecológico caiu na real que estava em Orlando, começou a ver os preços dos óculos, calças, perfumes e surtou!Queria comprar tudo só que faltava uns vinte minutos para fechar, entramos na Abercrombie e só sai de lá quando apagaram as luzes.Fui embora frustrada, não comprei nada pra mim.
Se bem que toda essa correria de parques deixou meu marido sensibilizado, vou ate contar só para vocês do site o lado bom desta historia, como fui uma coitadinha, não trouxe quase nada, só presentes para os outros, meu marido esta me mandando de volta em fevereiro com meu bebe, preciso comprar muitas coisas da lista da Waldete.
Amanha continuo meu relato sobre o dia 03/11 tem Animal Kingdom, Bibbidi Bobbidi Boutique...Uma emoção para qualquer mãe e Cirque Du Soleil.
Beijos

 


 
 
Quando anoitece é possível observar no segundo andar da Mansão Mal-Assombrada na janela acima da porta de entrada a figura de um fantasma passando entre os cômodos.