Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
03/12/2008- Orlando /Universal Studios/Premium Out

 mensagem postada em 12/12/2007 - 12:12:00hs
 
 

Dormimos por volta das 5 e meia da manhã e as 7 e meia eu já estava cutucando meu noivo. – Mooooorrrrr, bora pra Universal porque eu tenho um roteiro a seguir, se a gente dormir mais vai atrapalhar o esquema...e aí??? Eu tava só a “capa do batman”-tradução: tava com sono, com sono e com sono...e ele logo pulou da cama e...vamos simbora então. Fazer o que né...”TÁ NO INFERNO ABRAÇA O CAPETA” – obrigada Feres! Bom gente descemos pro café da manhã prontos...porque se voltássemos e víssemos a cama a gente desistia. O salão do café era bem bonito, mas o cardápio não...tinha ovos mexidos q não tinham gosto , uns migáus de não sei o q...panquequinhas, bacon, carne/salame moído com batatas picadas, salsichinha apimentada, melão, pêssego em caldas(???), queijo cottage, pão de forma e umas roscas e muffins enormes...e suco de laranja industrializado, além de leite gelado, achocolatado, iogurte, água, chá e cháfé (é gente...não era café...definitivamente). Comi umas torradinhas com cottage e suquinho de laranja...melãozinho e tava tudo beleza. O noivo comia o tradicional americano – acho que o estômago masculino aceita mais essas coisas fortes de manhã né...inexplicável!!!! Vamos pegar nosso rumo: - Fala Sônia, onde deveremos ir...Universal Studios – kkkkkkk- a Sônia não entendeu e mandou a gente pro estacionamento dos funcionários – a Aline ou a Rosilene contou que foi parar lá também...(foi uma das duas...ou as duas) – a gente andou um pouquinho e descobrimos o caminho certo (digita no GPS que vc quer ir para o City Walk ou IOA) é tudo o mesmo complexo. Chegamos no edifício de estacionamentos (11 dólares para estacionar)...pooooxxxxaaaa bem diferente de 13 anos atrás (aliás gente, tive uma visão muito diferente mesmo de tudo- foi como se tivesse ido pela primeira vez)...muito organizado. Ficamos no King Kong bem pertinho das escadas rolantes. E anda...anda, revista de bolsas, anda, lojinha, anda, anda,carros do Nascar, fotinhas, mais fotinhas, anda, anda, fotos e mais fotos e bilheteria – chegamos as 9 e meia da manhã e estava as moscas...muito vazio!!!! Não pude passar no Ronaldo antes e por isso tive que comprar os convites por lá mesmo – gente...mesmo com o parque vazio...comprem antes!!! Todos os ingressos...aconselho!!! Bom, moça quero um ingresso só pra Universal...pra 2 pessoas. – Senhora, 2 parques saem por 86 dólares...1 parque só é 76 dólares. – Não moça...eu quero só um parque (ta maluca???) – mas só poderia ir mesmo só na Universal...no IOA era legal tmb...poderia ter comprado, mas não tinha tempo gente...não briguem comigo...só Universal e pronto...e além do mais é só uma semaninha tenho outros planos...se fossem mais dias...pode ter certeza...compensa! Mas vamos lá...entramos o parque estava vaziiiioooo...pra onde a gente vai? Pega o guia...ahhhh segue o fluxo!!!! Pra onde forem...vamos também e entramos no Shreek 4D – kkkkk, muito bom gente, ri bastante, SEM FILAS...melhor ainda. Vamos agora para o Twister- fraco demais...sem graça e depois vamos para a Revenge of the Mummy...opa...tem q guardar seus pertences no guarda-volumes ao lado...vamos lá...guardei minha bolsinha...vc coloca a digital e pode deixar por 45minutos sem pagar nada...opppssss...volta...a câmera fotográfica também...meu noivo foi no outro guarda-volumes...bora lá...que beleza não ter filas...MUITO bom...adorei, quero ir de novo...vamos das uma volta no parque e voltaremos depois, está vazio mesmo. Voltamos ao guarda-volumes para pegar as coisas e...o noivo tinha esquecido o número dele...cabecinha nas férias...ficamos 20 minutos até achar...e achar tmb qual era a digital q ele gravou pq até isso ele esqueceu! Bora então pra outro brinquedo...vamos ao Men in black, mais um guarda-volumes e eu vou sozinha guardar as coisas – hum...atirar nos monstrinhos???? Gostei não – fraco...saindo de lá uma lojinha e o noivo quis comprar uma garrafinha de Alien para tomar refris...4,85+tx=5,28dolares com a primeira abastecida de refri dentro, sem brincadeira...1,5litros de refri...caro né...mas bonitinho...depois cada abastecida de refri ficaria por 0,69 dólares. Legal pra uma família grande...economiza muito hein! Mas só nós dois...haja refri pra beber...vamos embora...pro Terminator 2 – 3D...ahhh tinha horários fixos pra começar...só daqui a 40 minutos...vamos andar mais...e olha lá os Simpsons...não resisti, fui tirar foto com eles...que legal gente...logo ao lado tinha uma lojinha...o noivo comprou um Hommer com sainha de Ula- Ula e ele cantava quando aperta um botão.....pra colocar no carro...aí ele fica com aquele gingado...kkkkk...muito legal esse foi 14,95+tx e uma camiseta por 19,95+tx. Bora andar...paramos no Beverly Hills Boulangerie para fazermos um lanchinho. Comemos um sanduíche frio que acompanhava umas frutinhas...delícia e o refrigerante refil do Alien...O parque estava lindo, decoração de Natal....grupinhos aqui e ali com músicas...coreografia na rua...legal...mas bora pro Terminator... é legalzinho...mas gostei mais do Shreek...e fomos no Jimmy Neutron’s – ahhhh nem conheço esse desenho...mas foi super bonitinho...legal...não deixem de ir...ele passeia e encontra todos os personagens dos desenhos do Nickelodeon. AAAAAAAAAiiiiii agora to cansada...não agüento mais...vamos tirar foto com a Dora a exploradora? Ahhhh eu vou sozinha pq o noivo acha q é coisa de florzinha...então fui...em homenagem a minha afilhada...que vai gostar da historinha q vou contar pra ela. E...vamos embora????? O que?!?!?!?!? 2 horas da tarde e ir embora????? Ahhh sim...tô cansada...e a múmia??? Vamos de novo...ahhh vamos deixar pro ano que vem né? Mais disposição...bora? bora então...saímos...andamos pro estacionamento tirando foto de tudo...subimos a escada rolante em direção aos cinemas do city walk...olhá lá o Hard Rock, vamos??? Ahhh...não, voltamos depois...então rumamos para o hotel e no meio do caminho...arrependimento. Estamos em Orlando e vamos dormir as 3 horas da tarde...NO WAY...vamos pelo menos para o Premium Outlet...Bora...iebaaaaaaaaaaaaa...- Fala Sônia...e fomos. Chegando lá...Nike...um tênis lindo feminino por...ahhhh depois eu detalho na sessão de preços né???? KKKKKKK....Andamos, andamos e andamos, o noivo quis comer no Taco Bell...ihhhh não gosto de pimenta...então eu passo...e depois, andamos até as 7 da noite...aí não dava mais...mas tudo muito fantástico...preços ótimos. Já estávamos entrando nas lojas e escorando nas araras e balcões de roupas e...vamos mesmo embora de verdade? Vamos...e...pára no walgreens...comprar comida congelada pro microwaves e achocolatado hersheys para beber...(valeu gente pelo conselho, bom demais! – e pra quem ainda não conhece...comprem...não vão arrepender!)...e bora pro quarto do hotel...banho, comida congelada pronta para comer e cama...desmaiamos mesmo...as 8 e meia da noite (para nós brasileiros eram11 e meia da noite...ái que sono!).

 


 
02/12/2007 – saída Goiânia/Brasília/Manaus/Panamá/

 mensagem postada em 11/12/2007 - 11:12:03hs
 
 

Estávamos a postos as 6:30 da manha de um belo domingo, no aeroporto. O avião da Tam saiu pontualmente fazendo escala em Brasília. Em Brasília um funcionário Tam ofereceu uma passagem em outra companhia aérea e mais 300 reais para quem fornecesse os assentos...o outro vôo sairia 10 minutos antes do vôo deles. Concordamos em ceder e fomos nós com 600 reais de crédito(300 para cada) para voarmos pela Tam válidos por um ano. Ahhh legal né, já achei q o dia estava começando com muita sorte. Chegamos em Manaus e a espera seria de 7 horas para a saída do vôo para o Panamá (cansativo, mas a ida valeu muito a pena, esperem eu relatar a volta). Bom, estávamos animados e cheios de energia, uma mala apenas para os 2 com pouquíssimas coisas dentro e 2 bagagens de mão e entramos num táxi e fomos conhecer a cidade.Ahhh, antes a gente almoçou num restaurante de lá que fica no último pavimento superior do aeroporto (o único – atendimento ruim...se forem...comam no Bobs que fica no pavimento do checkin). Arrumamos um ótimo taxista que nos mostrou os pontos turísticos da cidade. Vimos o teatro, a praça do teatro, as ruas onde funcionavam a Zona Franca de Manaus que hoje estão abandonadíssimas, o mercado próximo ao rio Negro e alguns outros pontos. No geral, esperava mais de Manaus – me desculpem quem gosta – mas foi uma opinião pessoal e também pode ser que realmente não conheci tudo o que tem de interessante também. No total foram 2 horas de “city tour”e então voltamos para o aeroporto para aguardar o vôo. Achei pequeno o aeroporto, comparado com o da minha cidade ele é enorme, mas achei com pouca estrutura física, a polícia federal estava fechada para fazermos a declaração dos eletrônicos. Fomos fazer o check in – legal...só umas 10 pessoas na frente. O que???? 1 hora pra atender 10 pessoas...muito lento o pessoal da Copa em Manaus – poxa – depois de toda a espera...espera mais um pouco porque a polícia federal ainda está ausente...mais 1 hora de espera....ufa! vamos declarar nossas 2 câmeras e...putzzz o palmtop – made in Brazil também?????? Sim senhor, o produto made in Brazil teve que ser declarado, pode??? É gente...relaxa que o povo de lá é quem manda...mandou a gente obedece! Vamos passar pelo raio-x...e...meu gloss teve q ficar pra trás...só porque não estava no MALDITO do ZIPLOC fechadinho...Isso mesmo gente, coloca o gloss a pequena porção de pasta dental no Ziploc porque senão fica mesmo. Mas não me importei muito porque o gloss tava no fim...e mais uma meia horinha de atraso...e simbora pro Panamá – vôo gostoso, jato da Embraer...2 poltroninhas de cada lado...um pouco mais largas, deu pra dormir gostoso, serviram um sanduichinho de ciabatta com peito de peru – tava gostoso e um bombonzinho parecido com o milkbar daqui da nestlé. Chegando ao Panamá...duty free...aí a mão cossou...queria começar a gastar ali mesmo...baratinho...melhor que no Brasil...mas só deu tempo mesmo de ir no banheirinho...enorrrrmmmeee a fila e em 20 minutinhos tivemos que embarcar de novo, nova revista nas malinhas de mão e...bora pra Miami...o vôo saiu no horário certo! Avião 737, apertadinho. Estávamos cansados, mas ainda felizes...estávamos a 2horas e meia só de Miami. Jantar no avião – comidinha já tava me enjoando...penne com queijo e presunto...não deu pra comer tudo e...logo as luzes...de Miami...muito organizadinho...muito retinho...já repararam como Miami é bonita a noite de cima? Eram 11 e meia da noite de Miami – 2 horas e meia no Brasil. Imigração – deu pau geral no sistema deles...uns 20 minutos de espera- éramos os terceiros da fila – e fomos. Gente que senhor mau educado...nem um boa noite nem nada...abriu os documentos, jogou na mesa, pediu pra eu colocar o dedo indicador esquerdo e depois o direito, depois o mesmo pro meu noivo e...jogou os passaportes carimbados na mesa...acho que mulher dele deveria ter dormido de calça jeans... mas os policiais da alfândega foram muito gentis.....welcome to the U.S.A. – aí sim...”thankx a lot” – estamos felizese por estar aqui tmb...Bora pra Hertz pegar nosso carrinho...desce as escadas rolantes, atravessa a rua e fica no meio da ilha dos carros...abana a mão quando vir o ônibus da Hertz...eeeeiiiiii aqui...era uma mulher simpática que nos levou até a loja pertinho do aeroporto e...ui...meu fly and drive pagou apenas 118 dólares por um carrinho econômico...sem nada...nem taxas nem seguros...inclui aí moça - ALL INCLUSIVE - é né...mais GPS...pq não quero me perder...não temos tempo...time is money...hein?!?!?!?! Temos que pagar 360 dólares a mais????? Sério gente...foi isso...revisamos tudo...não cái no conto do Fly and Drive sem pesquisar não...mas...blza...tem q ser vai ser...opppsssss peraí...mais um probleminha...seu noivo não poderá dirigir aqui...Why not?!?!?!?!?!Esqueceu a carteira de motorista dele do Brasil – levou só a carteira internacional e a moça da Hertz não aceitou nem por “reza braba” que ele podia dirigir...bom...num pode não pode (carteira de motorista do Brasil vale, carteira internacional só vale com a presença da carteira do Brasil, entenderam?)...eu vou ser a motorista...ninguém merece gente! Pegamos um Corolla – super – 2008, novinho em folha...que delícia dirigir (o noivo queria pegar outro...sei lá os nomes dos carrões...mas pra mim estava ótimo – parecia meu carrinho aqui do Brasil – civic 2002 – mas muuuuiiiittttooooo melhor)...eram 1 e 20 da manha????? Vamos dormir aqui em Miami ou vamos para Orlando??? Ahhhhh o hotel tá pago lá em Orlando...o roteiro feito. Bora pra Orlando...mas só NINJA que nem a gente faria uma loucura dessas...estrada deserta, um retão só a Turnipike (aliás, digita no GPS Turnipike só não bem, pq senão não vai achar...digita aí Ronald Reagan Turnipike, ok?) – GPS erramos as saídas no início – mas a Sônia – nossa GPS era maravilhosa...foi amor a primeira vista, a gente falava: - Fala Sônia e ela dizia tudo...vira a direita , vire a esquerda, pessoal, obedeçam a Sônia, se vc erra ela calcula pra vc a nova rota! (Beijos Sônia- estamos com saudades!!!!)...muitos animais na pista...atenção...muita atenção...e eu via fadinhas...via o mickey...epaaaaaaaaaa!!!!! to com sono...e o bonitinho dormindo de roncar no banco do passageiro (co-piloto de araque). Ainda bem que existem os Plazzas né???? Ahhhhh que beleza os Plazas...moço quero um café...um flash power e...vamos embora com o som mais altinho pra dar uma animada. Gente não faça isso...fomos doidos mesmo...alias...fui MALUCA...mas chegamos...são e salvos! Oi moça do hotel (Orlando Metropolitan Resort)...estou muuuuiiiiitttttooo cansada, agiliza pra mim???? Ela tava de plantão...mal humorada...5 horas da manhã??? Quer o q né? Só os loucos q nem a gente chegam nesse horário pra atrapalhar o soninho dela...e espera e espera e...pronto...quarto grande...camas confortáveis...banho e cama!

 


 
ACABEI DE CHEGAR

 mensagem postada em 11/12/2007 - 04:12:08hs
 
 

Oi pessoal do VPO, estava morrendo de saudades desse site. Senti muita falta de entrar aqui todos os dias. Acabei de chegar e irei fazer meus relatos para contribuir com todos vocês que me ajudaram e a quem irei ajudar para fazer seus roteiros. Irei escrever tudo primeiro, por aqui no word, para não esquecer nenhum detalhe (guardei recibo de tudo para repassar os preços). Além da fantástica Orlando estive por 2 dias na cidade do Panamá. Bom...foram apenas 8 dias...mas muita coisa pra contar. Aguardem!!!

 


 
Compras em Malls

 mensagem postada em 11/12/2007 - 04:12:00hs
 
 

5) Compras – Malls
Orlando não é feito só de outlets. Pelo contrário, têm lojas e malls para tudo que é lado. Nos malls, as lojas são basicamente as mesmas em todos eles. Florida Mall, Mall at Millenia e Altamonte Mall. Alguma coisa diferente no Mall at Millenia, mas inacessível a maioria dos bolsos.
Começo pelo Festival Bay, localizado na ID, praticamente na frente do Prime Designer. Mall muito estranho, pois não se vê uma viva alma dentro, além dos funcionários. Não sei como se sustenta. Fui somente nas lojas que eu já conhecia. Steve & Barry’s e United World Soccer. A primeira tem tudo o que você possa imaginar de camisetas e moletons de universidades americanas, a preços muito baixos. Vende outras coisas também, muito baratas, embora eu não tenha conferido a qualidade. Não comprei nada, mas era uma das poucas lojas que tinha algum cliente dentro. Para adolescentes que adoram roupas dom estampas de universidades e times americanos é uma boa pedida. A United World Soccer foi uma decepção. É uma loja que se propunha a ter camisetas e artigos de times de futebol (soccer) de todo mundo, mas tem muito pouca coisa, a preços um pouco salgados (cerca de 80 dólares em média cada camiseta). Para quem gosta de moda surfe, no mesmo mall tem uma loja da Ron Jon.
Na verdade, o que vale a ida no shopping é a Fuddruckers. Para quem gosta de hambúrguer tradicional, com carne de verdade e um pão gostoso e enorme é uma pedida. É tudo muito grande. Recomendo o com bacon com cheddar. Nem pense em compará-lo com Mac e BK, é infinitamente melhor. Minha esposa pediu uma Ceasar Salad e se assutou com o tamanho. Enorme. No lugar, tudo é grande. Vale a visita.
Altamonte Mall – cerca de 15 milhas pela I4, direção Disney – Downtown Orlando. Fácil de chegar. Lá, por exemplo, tinha o Wii, na Game Stop, artigo raríssimo em Orlando. Alguns tênis na Finish Line e na Footlocker também só vimos nessas lojas do Altamonte. Bem menos turistas e basicamente as mesmas lojas do Florida Mall.
Em relação ao Florida Mall e Altamonte Mall, vale a conferida na Macys e na Dillards no que diz respeito a roupas masculinas de relógios. Na Macys, a turistada tem direito a 11% de desconto em qualquer item. No Florida Mall, por exemplo, basta ir até o segundo andar, colocar o nome e o número do passaporte em uma folha que a atendente dá na hora o cartão. Aos mais tímidos ou com inglês menos fluente, não há motivo para preocupação, é tudo muito automático, mal precisa falar. Nessas duas lojas há artigos de moda masculina da Pólo, Tommy, etc, artigos bem diferentes daqueles vendidos nos outlets. Entretanto, normalmente mais caros. Porém, há várias liquidações. Na Dillards, todos os produtos da Tommy, com exceção das camisetas pólo, estavam com 50% de desconto. Os artigos eram basicamente os mesmos da Macys, mas pela metade do preço. Vale a pena conferir relógios também nas duas lojas, geralmente mais baratos do que em outros lugares.
Em todas as vezes que fui para Orlando, fui até o Florida Mall, mas confesso que nunca tinha visto tanta gente falando português e espanhol. O procedimento adotado lá foi o seguinte: compras compartilhadas com a esposa até a hora do almoço. Aliás, o Florida Mall merecia uma praça de alimentação bem melhor não? Depois, nos dividimos, ela para a MAC, VS e Sephora da vida e eu para as de roupas, games, com encontro marcado à tardinha na M&Ms, que continua com a promoção de ganhar de brinde se não me engano meia libra de M&M por cada U$ 25,00 dólares gastos.
Como eu disse no primeiro post, ficamos indo e vindo dos malls e outlets. Em uma dessas idas, tinha Wii na Game Stop do Florida Mall, assim que abriu, mas foi rapidinho tudo. Também vi o videogame no Altamonte Mall e no Oaks Mall (onde fui encontrar um amigo que me levou um Wii encomendado há um tempo atrás. Fica em Gainesville, cerca de 110 milhas de Orlando. Para quem não achar, no esquisito free shop do Panamá tinha por 310 dólares.
Próximo capítulo - compras fora de malls

 


 
17/11 - UNIVERSAL E CIRQUE

 mensagem postada em 11/12/2007 - 10:12:37hs
 
 

Acordei as 07:15 e fiquei feliz com a manchete do weather channel que dizia que não faria tanto frio. O waffle do café da manhã ainda estava bom. Por volta das 09:30 estávamos na Universal Studios. Pouca gente. Entramos e fomos direto ao Shrek , Twister e na Múmia (muito boa essa montanha russa, com uns efeitos bem legais). Para entrar em alguns brinquedos tinha que deixar as mochilas nuns lockers. Até 45 minutos (se não me engano) é gratuito. Não tem mistério não, é bem tranqüilo. Após fomos assistir o Fear Factor: tirando a parte nojenta da comida é uma competição legalzinha de ser ver. Na saída fomos direto ver os Irmãos Cara de Pau e o Bettlejuice. São bons shows. Bem produzidos. Como tinha visto os horários, saíamos de um e íamos para outro, sem espera nenhuma.
Depois fomos ao tubarão (uma fila de uns 30 minutos), sei lá, nada demais, apenas para dizer que fui. O MIB é muito legal, e a fila era pequena, acho que nem 20 minutos.
Demos uma passeada, algumas fotos com uns personagens (leão do Madagascar - gosto muito desse desenho), sentamos para o lanche, ET (sem grandes emoções) e Exterminador do Futuro (uma das melhores atrações de Orlando). Eu queria assistir o Universal Horror Make up Show, mas era no mesmo horário do Exterminador, assim, tive que esperar um pouco para ver a ultima sessão. Eu gostei muito, dei muita risada. Os apresentadores não pouparam uma senhora da Rússia e algumas crianças (como bem disse um: “aqui não é Walt Disney onde temos que agradar as crianças”).
Já era 17:00 e eu ainda tinha que passar no Prime, pois as poucas peças de roupa que eu tinha trazido estavam sujas e não tinha uma roupa para ir ao Cirque de Soleil. O Ronaldo tinha avisado que nesse final de semana a cidade ia encher pois tinha um jogo de futebol americano universitário. Não deu outra, a ID estava um inferno, o estacionamento do Prime (que estava em obras) lotado. Só deu tempo de uma parada rápida na Tommy para comprar uma camisa e uma jaqueta.
Fomos para o Cirque du Soleil, o transito no sábado a noite da I-4 estava complicado, em vários momentos ficávamos parado no meio da rodovia. O Cirque é muito bom. Vale a pena cada centavo. Além do espetáculo, a música é ao vivo; eu recomendo. Os lugares vendidos pelo Ronaldo são bem localizados (ao nosso lado sentou uma moça de Foz do Iguaçu que também tinha comprado o ingresso com ele).
Downtonw Disney é bem legal, tem o House of Blues, Virgin além de várias lojas interessantes. Fomos jantar no Planet Hollywood, curtimos, tiramos aquelas tradicionais fotos de turista e voltamos para o hotel. O trecho entre a saída da I-4, ID e Universal Blvd estava impossível, nunca vi tanto policial junto em Orlando. A ID estava fechada e a polícia mandando todo mundo seguir em frente.
Era só carrão, “tunado”, rodas muito bonitas, estilo aquele filmes americanos, muitos negros com dentes e correntes enormes de ouro, com o som bombando. Coidiloco mesmo. Para variar, chegamos no hotel e capotamos.

Vinicius e Pricila: não tinha parado para pensar nessa possibilidade do uso do GPS. Como não era meu objetivo fazer as atividades que vocês comentaram, nem pensei sobre isso.
Mesmo assim, acho que a internet tem sites (tipo o google maps e mapquest) que podem fazer esse serviço que o GPS faz. Ai fica ao gosto do cliente.

 


 
Carlos

 mensagem postada em 11/12/2007 - 12:12:40hs
 
 

Fiquei duas vezes no Travelodge da American Way, a a primeira delas em dezembro de 2005 e última em março agora de 2007. É daqueles hotéis com quartos tipo aquário, sabe? Os corredores são abertos e no quarto há um vidro enorme (com cortinas, é claro), voltado para o corredor. Para você ir para o quarto, não precisa passar pela portaria, pois do estacionamento há vários acessos para os quartos, dependendo da localização dele. Em dezembro de 2005, o hotel estava em boas condições, mas tivemos o azar de ficar em um quarto próximo a um dos elevadores, que não estava 100%. Cada vez que era acionado era um barulhão. Agora em março, o hotel estava caindo aos pedaços, com muitas coisas estragadas, com os quartos muito sujos e com funcionários de muita má vontade. Dizem que foi ou está sendo reformado. Não conferi agora. Então fico devendo. Se foi é uma boa pedida, principalmente pelos preços e pela boa localização. Se não foi, eu, se fosse vc, faria o máximo para tentar trocar.

 


 
Compras

 mensagem postada em 11/12/2007 - 12:12:13hs
 
 

4) Compras
Como eu disse no primeiro tópico sobre a viagem, o intuito único era o de compras. Em outros posts aqui no VPO, eu manifestei um descontentamento sobre a qualidade das roupas nos outlets de Orlando, em comparação com outlets da Califórnia ou com o Woodbury de NY. Isso porque, nas últimas vezes em Orlando, era nítida a existência de roupas de pior qualidade em algumas lojas, aparentemente destinadas para turistas, etc., enquanto nos outros lugares vendiam as mesmas roupas de primeira linha, só que sobras de coleções passadas. Felizmente, parece que eu estava enganado...muito enganado. Muita coisa boa em todas as lojas e com preços excelentes. Em relação aos outlets, reforço o que já foi dito aqui. As lojas são repetidas. Muitas delas estão presentes no Prime, no Premium e no LBVFS. Vá em todas elas, porque são bastante diferentes. Não falo somente em tamanhos, que às vezes existem em uma delas e nas outras não, mas em produtos diferentes mesmo e também preços. Por exemplo, blusões de lã mais grossos da Tommy estavam por 29,99 nas lojas do Prime e do Premium. No LBVFS, os mesmos blusões estavam 39,99. Somente dois dias depois baixaram para 29,99. Blusões de linha na mesma loja do LBV tinham preços promocionais de 30% do valor mais baixo etiquetado, ficando em torno de 23 dólares. Tal promoção só existia na loja da Tommy do LBVFS, nas outras nem existiam tais blusões. Aliás, a prateleira com tais blusões nessa promoção estava dentro do provador, provavelmente aguardando o momento adequado para ir para o interior da loja. Então, aos mais viciados, vasculhem os provadores também.
Prime: vai ser certamente o melhor e mais bonito outlet de Orlando. Todas as boas lojas do Premium estarão no Prime em 2008, quando a última fase das obras estiver concluída. Como fica no final da ID, o acesso não é tão bom como o do Premium. Mesmo assim promete muito para o ano que vem. Já estão abertas lojas exclusivas em outlets de Orlando, como a Columbia, conhecida pelos casacos, e a U.S Polo. Para quem gosta daqueles coletes fofinhos (mulheres especialmente), na Columbia tem, de muito boa qualidade. De fato, há casacos de tudo que é tipo, desde os feitos para a neve até mais formais. Comprei um mais formal, que é praticamente para chuva, pois bem fininho por U$ 24,00e uma bermuda, tipo cargo, por U$ 14,00. Na Tommy do Prime, há muitos brasileiros trabalhando, principalmente à noite. Em dezembro, até dia 15, as lojas ficarão abertas das 9h às 21h. De 15 a 23, das 8h às 22h. Dia 26, das 7h às 22h e depois até o final do mês das 9h às 21h. Abrirá no Prime uma loja da Brooks Brothers, já existente no Premium, onde você poderá achar roupas masculinas mais formais. A loja é um pouco cara, mas há alguns belos blusões em promoção (cerca de 70 dólares, mas de excelente qualidade).
Premium: ainda é o mais freqüentado e por isso o mais complicado para achar numeração. Por exemplo, tênis na Nike, de numeração 6 ou 6,5 para mulheres e 10 para homens você dificilmente achará no final do dia. Mas fique de olho, pois vão repondo os estoques no curso do dia. Os homens que eventualmente desejarem algum calçado feminino, peguem com numeração entre 1,5 e 2,0 números superiores ao número que seria no calçado masculino. Assim, aquele homem que calça 10, poderá achar algum tênis feminino que caiba no pé da numeração 11,5 e 12.
Falando em Nike, minha única decepção na viagem foi a Nike Clearance, da 192. Antes, garimpando bem e dando sorte, dava para achar muita coisa boa. Agora, aquilo virou o fim do mundo dos artigos da Nike, o lixão da Nike. Para homens, só artigos de tamanho XXXXXL. Para mulheres, uma ou outra coisa ainda se acha, mas é difícil. A loja aumentou de tamanho, mas decaiu na mesma proporção. Não vale mais o deslocamento até lá, a menos que você queira ir na Super Target que tem um pouco antes (marco 13 da 192).
Lake Buena Vista Factory Stores: para mim, a revelação da viagem. Muita variedade e pouca gente. Tênis da Nike das mais variadas numerações difíceis ou impossíveis de encontrar nas outras lojas, lá tinha. Tommy idem. Na Hard Rock Outlet, dá para achar uma ou outra coisa boa ou pelo menos conhecer cidades que você nem imaginava que existissem. No mesmo outlet, tem uma loja da Carter com barbadas para crianças.
Próximo capítulo: mais compras em Malls e variados.

 


 
Levar baixinhos

 mensagem postada em 10/12/2007 - 06:12:32hs
 
 

Bem sobre esse assunto, temos um pensamento, minha esposa e eu, nossos filhos sempre estarão melhores conosco do que com qualquer pessoa, mesmo vó, vô, dindo, dinda, que com certeza os amam tanto quanto nos, por isso eles nao nos acompanham apenas onde nao é possivel mesmo eles irem, como boates, ou jantares em lugares noturnos improprios a menores, ou é claro em algum lugar que eles nao queiram ir ( minha maior ja tem 16 anos e a algum tempo em algumas ocasioes pode optar em ir ou não conosco.Quanto ao menor que fara dois anos em fev ( na Disney), sempre nos acompanha onde vamos, se ele nao puder ir mesmo, ou tiver algum problema nos nao vamos, pois parece-nos estranho dizer que fraldas, mamadeiras, papinhas, soninhos causem problemas aos pais ou ainda aos pequenos, sao situações que sao inevitaveis, e que refletem vida em familia,
Nosso baixinho ja viajou conosco para varios lugares, é claro que nosso ritmo é outro, mas sempre é emocionante ver cada reação dele e pricipalmente a nossa.
acredito que quem ganha com a viagem somos nos, que em mais um momento especial teremos a presença dos seres mais especias em nossas vidas , nossos filhos.
Dizer que eles nao se lembrarão, nao sei, mas eu me lembro de cada sorriso e choro de meus pequenos, e tenho certeza que Em Orlando conosco será infinitamente melhor do que em qualquer lugar com outra pessoa .
Por isso digo, viagem e levem sempre os baixinhos, com 6 meses, 1 ano, dois anos, enfim sempre, a viagem será sempre melhor com eles do que sem, e eles com certeza se pudessem escolher gostariam de ir conosco, mas sempre lembrando que quando a viagem é em familia, todos cedem para o bem de todos.

 


 
3) Cadê as malas, carro e Hampton Inn

 mensagem postada em 10/12/2007 - 05:12:11hs
 
 

3) Cadê as malas, carro e Hampton Inn South Universal
Na chegada, a imigração foi tranqüila. Agente de imigração fazendo força até para ser simpático. Fez as perguntas de praxe como, por exemplo, quanto tempo vão ficar, motivo da viagem, etc. Ele viu o visto da Austrália e os carimbos de entrada na Nova Zelândia e fez perguntas sobre tais países, como se os conhecesse (fez isso ou para nos testar, o que não acredito, ou para ser simpático mesmo). Não fizemos alfândega, porque, obviamente, depois de tanta confusão, com cancelamentos, atrasos e mudanças de vôo, as malas não chegaram junto com a gente. Apenas entregamos o papel da alfândega para um funcionário e passamos direto, ou seja, nem as malas de bordo passaram no scanner. Com isso, mais uma fila e um pouco de stress. Enquanto minha esposa ficou na fila para registrar a ocorrência com as malas junto aos funcionários da Copa (aparentemente, todos do vôo cancelado pela manhã tiveram o mesmo problema), eu fui para a fila da Budget retirar o carro. Normalmente, nos dividimos na chegada, pois a Budget costuma ter filas. Dessa vez não havia. Foi bem rápido. Sempre alugo pela Budget, modalidade all inclusive. Faço a consulta pela internet, vejo quanto pagaria se fizesse a reserva por conta e passo para a minha agente de viagens, que sempre bate o preço. Alugamos um carro classe C, da madrugada de domingo para segunda até as 14h de sábado e saiu U$ 219,00. Achei bem razoável. Mesmo quando não fiz all inclusive, achei a Budget melhor, pois não ficam empurrando seguros, upgrades, etc. Uma vez me explicaram que a Budget seria a única locadora em que o funcionário do balcão não ganha comissão pelo o que empurra para os clientes. Não sei se isso ainda vale. Com a Budget, você pega a chave, atravessa a rua, acha o box do carro e só, simples.
Considerações sobre a Copa: eu também tinha feito outras viagens pela Copa, sempre sem problemas, a última delas também para Orlando. Em todas ocorrem problemas como os que enfrentamos agora. Passei algo semelhante com a AA. Acho que, no final das contas, eles fizeram tudo o que podiam fazer, apenas de uma forma muito, mas muito mal organizada. Imagino que o pessoal do stand by não deva pensar o mesmo, principalmente os que estavam viajando pela primeira vez para Orlando.
Hampton Inn South Universal: do Panamá, providenciei que o hotel fosse avisado que não chegaríamos no domingo, a fim de evitar qualquer outro problema de no show, embora estivesse pago (52 dólares a diária). Em Orlando, eu já tinha ficado no Confort Lake Buena Vista, no Suítes, no Travelodge da American Way e no Days Inn, alguns deles mais de uma vez. Achamos o Hampton disparado o melhor deles. Limpíssimo, com quartos equipados com micro e frigobar e um café da manhã excelente. Além dos tradicionais muffins, sucrilhos, frutas, iogurte, sucos, rosquinhas, etc, tradicionais de qualquer breakfast continental, sempre existiam pelo menos duas opções de pratos quentes salgados, como um hamburguer de frango, uma pequena pizza, salsicha, rabanada, etc. Excelente. O acesso também é outro ponto forte. Por ser na Kirkman, o acesso para qualquer ponto é muito fácil e rápido, sendo possível evitar os engarrafamentos da ID. A menos que o cliente seja muito exigente, desejando luxos que para Orlando, como se passa o tempo inteiro na rua, são desnecessários, acho o hotel perfeito.
Ah, as malas chegaram no dia seguinte, na segunda-feira, por volta do meio-dia, mas só fomos vê-las por volta das 22h, quando retornamos ao hotel.
Próximo capítulo: Prime, Premium, Altamonte, Oaks Mall, LBV e outros – temos um vício

 


 
VOLTEI ( infelizmente) ..

 mensagem postada em 10/12/2007 - 03:12:23hs
 
 

Bm pessoal !!!
Infelizmente para mim, ontem a noite voltei.
O passeio não poderia ser diferente de maravilhoso.
Não fui a parque algum. Estive na Universal e Seea apenas para renovar meus passaportes ( foi o motivo que usei como desculpa para ir até lá, já que poderia ter feito pela internet. Mas a desculpa foi por uma boa causa).
Viagem tranquila tanto ida como volte, com os horários rigorosamente cumpridos (Copa).
Fiquei hospedado no Metropolitan Resort (Intl Drive 8444). Atendeu plenamente minhas necessidades. Quarto limpo todos os dias, atendimento muito bom. Neste hotel tem um atendente (Eduardo), super gente fina ( atencioso, educado, prestativo. Sempre pronto para ajudar) A gerente do hotel é uma brasileira.
Minha indicação para eletrônicos : SANS - disparado o melhor preço, apesar da pouca mas não pequena, variedade. A diferença de preço, compensa muito.
Conheci a Ross Dress, na John Young Pkwy , no Shoping que arece que o nome é (b)ool - não lembro da primeira letra, as outras três estão corretas. Indo pela John no sentido Sand Lake para 192, o shoping fica a direita. Vale a pena visitar, tem várias lojas. A Ross até que estava bem organizada. Bem em frente ao Shoping tem uma loja nova da Best Buy )achei os preços altos).
Wal Mart - Sem dúvidas o de melhor preço e variedade é o da 192 esquina com a Bass Road (bem perto do Medieval Times).Na mesma 192, mais adiante (sentido 192 para a John Young) tem umK-Mart - Decepcionante.
Victoria Secret - Estive em várias lojas. Os preços são iguais (loucuuura total). Consegui todas as bolsas que as amigas do site falaram (douradas, prateadas, azul com escrito rosa etc). Faltou braço para carregar....
Muitas promoções da Lancome, Ives e etc.., tanto no Macys como na Dillards e também na Sakes.
Estive em Altamonte - valeu por uma promoção na Macys que não tinha em Orlando ( na -- palavra censurada -- nd os dois produtos custariam +- 230 doletas e na promoção 99 doletas) e por uma loja de cosméticos/etcs.. (tipo -- palavra censurada -- nd), com preços ótimos. Os shampoos da Tigi, recomendados, estavam com o preço muito melhor.
Bem .. qualquer coisa, perguntem... pois é uma das únicas maneiras que tenho como retribuir o auxílio de todos vocês.
Em tempo : desta vez guardei a maioria das notinhas então....
Quem quiser alguma infrmação mais detalhada, pergunte.

 


 
 
A cor vermelha é predominante no pavilhão da China e se presta a atrair sorte, alegria, prosperidade, além de afastar maus espíritos.