Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
MATANDO A CURIOSIDADE

 mensagem postada em 20/12/2007 - 02:12:25hs
 
 

Pelo que vi vou ter que contar sobre a câmera antes. Então lá vai. No domingo dia 8/12- fomos ao Sea Word pela manhã e pra Downtown a tarde. Comemos muito bem no Rainforest, tomamos sorvetes deliciosos em um local ao lado da loja da Disney e fomos pra Disney Quest. Estava jogando qdo meu filho de 16 anos me disse que havia perdido sua mochila qdo foi jogar e um brinquedo e a tirou das costas. Fiquei muito brava com ele pois foi de uma irresponsabilidade enorme. Dei um sermão e disse que não iria comprar outro óculos (um lindo da Guess que ele havia comprado dois dias antes) e nem a outra câmera, que era dele. Disse que não adiantava ficar procurando e que fosse nos achados e perdidos diretamente. Até aí tudo bem, continuei a jogar... foi qdo meu marido me olhou e disse: " você se esqueceu que as fotos da viagem toda estavam dentro da câmera?"
Gente, meu mundo caiu. Literalmente chorei no meio do parque, como uma criança. Estavamos a três dias de voltar...
Um tempo depois a mochila apareceu no achados e perdidos sem o óculos e a câmera. Deixaram as capas de chuva e o rádio de comunicação.
Depois conto como recuperamos algumas fotos.

 


 
CHEGUEIIIIII

 mensagem postada em 19/12/2007 - 07:12:49hs
 
 

Também cheguei, depois de passar por Atlanta e Sampa, conseguimos chegar...ufa! A volta é sempre sem graça, o entusiasmo não existe, as malas são muitas, o pique já era, enfim....voltar é meio chatinho...kákáká. Foi tudo MARAVILHOSO. A Disney continua mágica como sempre, os meninos amaram e não queriam voltar, também quem quer????
Prometo começar meus relatos sexta no máximo...tenho que arrumar as coisas e trabalhar que afinal tem mil contas a pagar.
A volta foi meio tumultuada, meu caçula adoeceu da garganta no vôo de Atlanta prá Brasília e nossa sorte foi que GRU tem um posto de saúde dentro do hospital e ele foi medicado e hidratado lá com toda a atenção, já me imaginava num táxi em Sampa atrás de um hospital. Ainda bem que foi na volta e no Brasil, ele teve que ficar 03 horas tomando soro, plasil e anti-infamatório, nisso nosso país foi de primeiro mundo. Ele começou a passar mal no aivão na hora de descer e na fila da receita federal ele vomitou 2 vezes, prontamente acionaram uma equipe médica que chegou em 03 min. e o levou pro posto.
O que me deixou triste foi que a fila da receita estava quilométrica e expliquei a situação a uma pessoa que estava mais na frente e pedi prá passar, ela e outros deixaram na maior boa vontade mas alguns de mais atrás ficaram reclamando, até que uma pessoa que estava no nosso vôo e viu ele passando mal confirmou que ele estava doente e eles viram mais na frente ele sendo atendido pela equipe e pediram desculpa, será que passa na cabeça que eu iria usar a saúde do meu filhote prá firar fila???? Socorro, né????
Agora ele está um pouco melhor, dormiu, mas vai ter que ir pro hospital de novo.
Bom, essa foi a única parte ruim o resto foi só magia e alegria. Conto prá vcs em breve!!!!!
Bjs

 


 
Coisas perdidas....

 mensagem postada em 19/12/2007 - 10:12:22hs
 
 

Pessoal...
Eu sei que este comentário que faço agora foge um pouco ao tópico mas eu aprendi a ser fã dos americanos. O jeito deles (trabalho, organização, oportunidades) na viagem que fiz ano passado à Florida. Fui bem tratado em todos os lugares que fui, bem atendido em todas as lojas, tanto em Orlando quanto em Miami.
Mas o fato que mais me surpreendeu foi o seguinte: estava vindo de Orlando para Miami quando parei no Sawgrass para conhecer o outlet e fazer umas comprinhas. Pois bem, chegando ao sawgrass, estacionamos o carro (eu e minha esposa) e fomos entrando no shopping. Passamos por várias lojas até que resolvemos entrar no outlet da Nike. Não sei porque, mas quando ia entrar resolvi checar a minha pochete... (sim, eu estava com uma pochete onde guardava minha carteira, chave do carro, passaportes, meu óculos...) e não encontrei a minha carteira. Imagina o desespero... Na carteira estavam meus documentos, todos os cartões de crédito (meus e da minha esposa) e + ou - 1.200,00 dolares, que era o valor que eu tinha reservado para a gente gastar nos 5 dias que iríamos passar em Miami. Falei para minha esposa e ela disse que eu devia ter deixado cair no carro. Voltei correndo para o carro para procurar... e não encontrei nada... Voltei para falar com ela. Ela disse que eu não devia ter procurado direito então foi comigo até o carro para procurar também... Procuramos, ela procurou, e nada... nadinha da carteira aparecer. Eu já quase tendo um ataque do coração e ela já chorando, quando resolvi procurar auxilio com uma segurança do shopping. Relatei o ocorrido e perguntei se alguém tinha informado sobre uma carteira, etc e tal. Ela passou o rádio e nada foi encontrado. Na mesma hora já foi me dizendo que uma carteira, de estrangeiro, com dinheiro dentro, muito dificilmente seria devolvida. Voltei para o carro olhando para as mãos das pessoas, para ver se alguém estava segurando minha carteira... nada !
Pensamos em voltar a um posto que tínhamos parado antes... para ver se tinha caído por lah... Quando estávamos saindo do sawgrass para voltar ao posto, resolvi tentar mais uma vez com a segurança. Quando cheguei, a segurança foi logo me informando que uma senhora tinha encontrado minha carteira, que estava no shopping e tinha deixado seu telefone para eu entrar em contato com ela. Liguei para a senhora e 10 minutos depois lá estava ela devolvendo minha carteira, intacta. Agradeci... tentei recompensá-la... A única coisa que ela me disse foi que estava preocupada, por ter encontado minha carteira e não saber de que forma iria me devolver... como iria me encontrar... disse que estava feliz por estar devolvendo minha carteira e que a recompensa dela seria eu esquecer o ocorrido e me divertir bastante em Miami...
Nossa fiquei super feliz com aquilo...
Voltei para o carro correndo, pulando feito um doido, minha esposa chorando não estava entendendo nada até que eu mostrei a carteira... Sentamos no carro e contei tudo para ela... Descansamos, respiramos um pouco e resolvemos se divertir como a senhora tinha pedido!!!
Resumo da história, eu que tinha perdido mais de 1000 doletas ali, acabei deixando uns 800 no shopping e voltando com algumas comprinhas pra casa!!!
Por isso, aprendi a ser fã dos americanos. Gostaria muito de morar nos EUA.
Pelo menos, todas minhas experiências foram agradáveis.
Abraços a todos,
Luiz Padua

 


 
20/11 Island of Adventure

 mensagem postada em 19/12/2007 - 09:12:08hs
 
 

Acordamos na mesma hora de sempre e fomos para o IOA. O complexo Universal é muito perto do hotel, menos de 5 minutos já estávamos no estacionamento. Logo de cara já fui na montanha russa do Hulk. Minha mulher amarelou nessa. Eu curti demais, muito boa, como a fila era minúscula, fui 2 vezes. Caso tenham óculos, bonés, acho uma boa idéia tirá-los antes de ir; vi 2 óculos voando no primeiro looping. Pertinho tem o Homem Aranha, sem sombras de dúvidas, o melhor 3D que eu vi por lá, só estando lá para sentir. É sensacional, mas já tinha uma fila de uns 25 minutos, senão ia novamente. Após Dr. Doom: fui 2 vezes em seqüência, a sensação é muito boa, não tinha fila nenhuma, pena que minha mulher também não foi e ficou me esperando.
Caminhamos e paguei 25 centavos para molhar uns gringos no Popeye (depois seria minha vez). Assistimos o show do Sinbad, um teatrinho bem legal. Já estávamos bem cansados dessa dura rotina de acordar cedo, andar o dia todo e comprar a noite, tanto que tirei uns pequenos cochilos nesse teatrinho. Logo após fomos ao Poseidon, também é bom, da pra tirar umas fotos bem legais na entrada da atração.
Resolvemos ir ao Duelling Dragons. Pois então, minha mulher disse que ia encarar, eu já tinha visto que essa montanha era meio pedreira, mas ela estava vendo como era e não falei nada. Quer ir?? Então vamos nessa. Não sei o que eu mais curti, se as quebradas da montanha ou a cara de desespero dela (e como berrava...). Depois dessa fomos obrigados a sentar e fazer um lanchinho para se recompor, tanto que logo após isso, ela resolveu ir ao carrossel (fortes emoções). Depois andamos no Jurassic Park, uma queda muito boa e caminhamos, tiramos fotos, essas coisas.
Já estava no final da tarde e ela cismou que queria ir ao Popeye. Eu não estava com saco de me molhar (molhar não, encharcar), mas fui companheiro nessa. Aqui foi a maior fila do parque todo, uns 50 minutos. Acho que todo mundo deixa para o final e ai pode ir embora molhado (mais uma vez não levamos outra muda de roupa). Ah se o jatinho que as pessoas pagam para te molhar fosse tudo... o barquinho passa embaixo de umas cachoeiras e dependendo da posição, sempre tem uns 3 ou 4 que se encharcam, e a gente foi um desses. Saímos ensopados mas rindo bastante.
Era meu aniversário e estava com a idéia de jantar no Citywalk. Voltamos e colocamos algumas roupas para lavar na lavanderia do hotel e o único problema é que precisou de 2 passadas na secadora e ainda a roupa não ficou 100% seca. Enquanto esperávamos as roupas secarem, passei na liquor shop ao lado do hotel e comprei umas buds. No caminho para o Citywalk, passei na frente do Red Lobster e mudei de opinião. Muito bom esse restaurante, comemos lagosta, salada, caranguejo do Alasca, camarões e ainda tomamos alguns chopps (e a conta não foi cara). Só de lembrar já dá saudades....
Ainda bem que o hotel fica do ladinho, pois já era bem tarde da noite e assim como os outros dias: CAMA!!!!

PS.: Marian, vc pediu algumas dicas de NY. Me mande um e-mail que eu lhe respondo.

 


 
CONTINUANDO...

 mensagem postada em 18/12/2007 - 06:12:39hs
 
 

04/12- Blizzard- inicialmente não estava no roteiro mas, como o clima tá maluco, dava pra curtir um parque aquático para relaxar um pouco. Pra variar, só eu e os meninos fomos nos brinquedos, meu marido é o guardador oficial e o fotógrafo, aliás não temos nenhuma desse parque, estavam nas fotos perdidas....paciência.

05/12 - MK - usei todas as dicas de alimentação nesse parque, inclusive do sorvete com calda de morango. Fizemos no sentido anti-horário e foi ótimo, menos filas ainda do que o normal. Se tivesse uma menininha iria vesti-la de princesa. Tinha de todas as cores e raças, uma graça. Assistimos a parada com luzes. Gente, o que é aquilo? Filmei inteirinha, mas não tenho é claro, estavam também na câmera roubada. Me dói cada vez que lembro. Filme especialmente para mostrar para minha vó, que é fofa e delicada. Aliás seu presente é um castelo de cristal, ela é uma menina crescida. se alguem tiver filmado e puder me passar, eu agradeço. Só pra mostrar a ela. Ô escândalo que é aquele Castelo iluminado. Filmamos tudo, perdemos tb. Mas esse eu tenho, sabem porquê? Voltei lá e filmei e fotografei tudo novamente, só a parada não deu porque não teve no dia que voltamos.


 


 
Oi Pessoal

 mensagem postada em 17/12/2007 - 11:12:46hs
 
 



Assim como algumas pessoas do site, não sei contar dia após dia as minhas férias. Foi tudo tão intenso e maravilhoso que, para mim, os dias passaram voando.
Passei alguns preços de Orlando porque tinha medo de esquecer do que comprei, já que os tickets são muito abreviados. Guardei todas as notinhas, coisa que não faço nem no Brasil. Comprei lençóis, perfumes, cremes da Victoria Secret e algumas roupinhas a mais. Bem, meu marido está um bagaço de tanto que andamos, mas até ele reconhece que valeu a pena. Estou tentando colocar a vida em ordem, se é que é possível, mas estamos ainda saboreando aquele gostinho dos dias que usufruímos da melhor maneira possível. Já estamos nos preparando para a próxima. Hoje vi que o dólar aumentou em relação ao real - isso não se faz. Espero que as coisas continuem estáveis para que possamos nos programar para outra dose.
Fiquei no Ramada Inn, e apesar de ser um hotel simples, tem tudo que se precisa para descansar. Tinha até uma cafeteira que a gente fazia um café ao nosso modo para não gastar tudo no Starbucks, que é uma delícia!
Amei o Flórida Mall! Comprei cremes na Walgreens da ROC, porque os da La Roche não encontrei. Fui à CVS e comprei um aparelho de pressão de pulso para minha mãe por US$ 39,90. Foi o mais barato que achei. Outra coisa que achei muito barato foi o medidor de glicose, que achei na Walgreens por US$ 9,00.
Gente, mais uma vez tenho de agradecer a vcs meninas e meninos das dicas e informações. Estou à disposição, podem contar comigo, pois eu continuo viciada no site!

 


 
19/11 Magic Kingdom e Compras

 mensagem postada em 17/12/2007 - 10:12:53hs
 
 

Mesma novela dos outros dias, acordar cedo, weather channel, café da manhã que já estava começando a enjoar, o waffle já não tinha o mesmo gosto, o suco também não, mas ainda estava bom. Ainda bem que já estava fazendo calor, muito melhor do que o primeiro dia.
As 09:00 já estávamos saindo do carro no MK. Uma coisa que a gente fazia, que eu peguei a dica aqui, era tirar uma foto de uma placa do estacionamento. Entramos e rapidamente já estávamos no Splash Mountain, zero fila e apenas um banho logo de cara (esquecemos de levar outra roupa), Railroad e Hounted Mansion e às 10 horas já tínhamos ido a todos esses brinquedos. Ainda bem, porque logo o parque encheu.
Piratas do Caribe sem fila também. O parque é muito grande e eu pensei que ainda existia o teleférico. Estive lá 10 anos atrás e me lembrava que a gente pegava perto do Small World. Fui lá e não tinha mais. O Mickey Phillarmagic é muito legal, Swiss Family Tree eu achei sem graça. Andamos pelo parque todo, Indy Speedway, Stich Great Scape, história da família americana (que minha esposa cochilou) pegamos o fast pass para a Space Mountain e nos preparamos para assistir a parada das 3 horas. Ah, antes que eu me esqueça, comemos aquele turkey leg que é muito gostoso. Logo após a parada, pegamos o Tomorrow Transit Autority e na passagem pela Space Mountain, vimos que ela estava toda acessa e com os carrinhos parados no meio. Não deu outra, fomos lá e ela estava fechada por tempo indeterminado. Como consolo ficamos com o fast pass de recordação. Estávamos cansados e tínhamos muitas compras pra fazer, então por volta das 16:00 caímos fora. Tudo bem, tinha o show das 21:00, mas não estávamos afim de esperar esse tempo todo. Sei lá, acho que foi o parque que menos curtimos. Torramos uma boa grana na Nike Factory, Reebok e mais um pancadão na Tommy do Premium, além das outras tradicionais compras, como perfumes, óculos, essas coisas. Mais uma vez, sugiro para imprimirem os coupons on line do Premium. Além de todo o desconto, ainda tinha coupons que davam 20%, 25% e até 30% no valor total da compra. Um coupon da Reebok dava 40% de desconto em qualquer item. Vale muito a pena ir fazer compras por lá. A diferença de preços é um absurdo. Até agora não encontrei uma explicação para isso. Só um porém: ficar nesses outlets, malls é um perigo sem tamanho. Quando você percebe torrou toda a grana. Tem que tomar muito cuidado para não comprar o que você não precisa com o dinheiro que não tem. Ainda tive que passar na Orange Blossom para comprar outro notebook, para o meu cunhado. Fiz um caminho diferente e chegamos lá rapidinho. Passamos no Wal-mart para abastecer o frigobar e comprar (já estava cansando desse verbo) umas bobagens. Já era tarde e passei de novo no KFC. Que decepção, tinha boas lembranças que logo foram apagadas por um frango muito sem graça e um ambiente meio sujo.
Só pra variar, chegamos no hotel no bagaço: banho e cama.

 


 

Warning: strpos(): Empty needle in /srv/users/serverpilot/apps/viajandoparaorlando/public/includes/bb2html.php on line 40

 mensagem postada em 16/12/2007 - 11:12:18hs
 
 

Voltei dia 13 e estou aqui para pedir desculpas a todos, mas não conseguirei fazer os relatos da forma como estão fazendo, em ordem cronológica, com detalhes, etc. Sei que ficarei em falta, pois usufrui muito das informações que foram passadas, entretanto não consigo econtrar tempo para escrever, estarei viajando novamente dia 21 e preciso colocar as coisas em ordem no trabalho. Além disso, conforme está passando o tempo, não consigo me lembrar da viagem em detalhes.
Tentarei narrar conforme der, ok?

Ficamos de 30/11 a 12/12 - no Hampton Inn South Universal ( muito bom, café da manhã bem legal).Voamos com AA (o tempo da conexão da ida foi curto e a imigração lenta, assim, perdemos o voo. Na volta, 2 horas parados dentro do avião para troca de pneus). Fizemos todos os parques (vazios, usamos só 2 vezes o fast pass, mesmo assim pra garantir repetição. De forma geral pudemos ir a todos os brinquedos que estavam dentro da nossa faixa etária, repetindo os principais 3 ou 4 vezes) da Disney, Universal, Sea W, B Gardem e um aquático. Contratamos transfer privativo (ótimo), comemos no Olive Garden, Rainforest, Planet H, Crabe House ( não me lembro se escreve assim) e numa pizzaria onde um brasileiro comanda tudo, o Carmelas (tb não lembro se é esse mesmo o nome).
De uma maneira geral achei que a decoração de Natal podia ser melhor, ou talvez eu esperasse mais, com exceção, é claro do Castelo que é um verdadeiro escândalo de luzes e beleza.
Roubaram uma das câmeras com quase 500 fotos dentro. Isso a 4 dias de voltarmos, e contarei mais detalhadamente depois, pois serve como alerta.
Aliás, 2 acontecimentos marcaram nossa viagem.Um muito ruim que foi a perda das fotos, e o outro muito bom, que me trouxe uma imensa alegria: A Elaine Gagliardi nos fez uma surpresa e foi nos encontrar em Cumbica para se despedir, além de ficar na fila pra nós, pois a Marginal literalmente estava parada e chegamos bem tarde. Jantamos juntos no aeroporto e batemos um gostoso papo. Ela, o Roberto e os meninos foram de
uma simpatia impar.

Agora vamos lá.
01/12 - EPCOT, sendo que o 1º brinquedo foi o Mission Space, fichinha, tranquilinho, me assustaram a toa. Me entupi de doce na França e adorei o hamburger dos EUA, e olha que não sou muito de carne. O Ilumi........ foi lindo, como todos aqui já disseram.
02/12 – A K – fizemos rapidinho, estava muito vazio. O Everest é muito bom, tranqüilo e divertido.
03/12 – MGM – nesse parque encontramos a Cláudia (Cláudia e família), aqui do VPO. Foi muito bom esse encontro. Iniciamos uma linda amizade.



 


 

Warning: strpos(): Empty needle in /srv/users/serverpilot/apps/viajandoparaorlando/public/includes/bb2html.php on line 40

 mensagem postada em 16/12/2007 - 11:12:26hs
 
 

07/12/2007 – Epcot,/Walmart/Bestbuy

É gente, rapadura é doce mas não é mole não. Amanhã a gente vai embora e tem que arrumar as malas. Acordamos cedo e nos mandamos pro Epcot Center. Fizemos o Future World pela manhã. No Mission Space fiquei enjoada, escolhi a laranja e me fuuuu... Mas foi só na hora e passou. O Nemo é bonitinho, mas sem graça. O parque estava cheio, era sexta-feira e todo mundo resolveu ir fazer pique-nique no parque. Andamos muito e só não fechamos o espaço por conta do Soarin que tinha longas esperas de 60 minutos. Pegamos o fastpass e fomos almoçar lá mesmo no espaço do The Land. As plantações são interessantes. O teatro do Rei Leão – The Circle of Life – me emocionou porque eu gosto daquela música...ái que linda música, não é mesmo? O Tast Treck é.....bonzinho, mas achei que fosse mais. E o Soarin...hum...é lindo demais né.....supra-sumo mesmo o cheiro da laranja (Aline – lembrei do seu relato). Eu estava de tênis e tirei o sapato , conforme o relato de uma outra VPO. Foi muito bom. Que sensação boa de voar. Meu segundo brinquedo preferido (o primeiro continua sendo o do Aerosmith na MGM). E fomos no showcase. O noivo não queria ficar lá no parque muito tempo. Estávamos cansados. Não tínhamos terminado as compras...mesmo falidos, precisávamos terminar de comprar o que tínhamos em mente de levar e arrumar as malas. Mas ainda fomos no México, na França eu comi o Napoleon....dilícia.....gente.....gostinho de baunilha.....tiramos fotos do PhotoPass perto do Reino Unido e...quero falar sobre o Photopass. Fiz um mal negócio ao comprar ele antecipado. Não usei, tiramos 41 fotos apenas. Não achei os fotógrafos facilmente. Era difícil achar um, na minha opinião foi um dinheiro mal gasto. Só acho que irei aproveitar porque tenho uma prima q está indo passar o Natal lá, e combinei de repartir os gastos que eu tive com ela. Isso se ela também conseguir tirar fotos né? Mas então fica aqui registrado o meu descontentamento quanto ao uso do photopass. As poucas fotos ficarão boas. Mas...
Fomos embora as 3 hs da tarde e perdi os fogos q aconteceriam as 9 e meia da noite. O Cleiton estava querendo terminar de fazer as compras e preferiu deixar para vermos no ano que vem. Será??? Saindo de lá fomos no Walmart e depois no Best Buy. Voltamos para o hotel e fomos arrumar a mala. Ainda saímos para dar uma última volta e depois voltamos para o hotel de vez para dormir.

08/12/2007 – Orlando/Miami/Panamá

Saímos cedo do hotel e fomos para Miami pra pegar o vôo as 14:50. Ainda deu tempo de passear pela orla. Ver um pouquinho de Miami Beach e depois entregar o carro. Foi tudo muito rápido e simples. Chegamos no aeroporto. Achei ruim por não ter Duty Free, mas iríamos ao Panamá. Legal....lá tem de monte. Chegando ao Panamá, passamos rapidinho pela imigração e...kd as malas? Ficamos aguardando cerca de 30 minutos até as malas aparecerem. Demorou e pegamos o tranfer que já havíamos pago no Brasil. A primeira impressão foi: trânsito cheio, cidade bagunçada, e era dia da mães lá. Feriado e muito trânsito. Fomos para o hotel: Country Inn, Bonzinho, acabamento ruim, mas camas confortáveis. Jantamos no restaurante embaixo do Hotel. O Fridays, estava cheio de família comemorando “El dia de lãs madres”. Acessamos a internet e fomos dormir.

09/12/2007 – Panamá

Fomos ao Canal do Panamá – conhecer o sistema de eclusas. Muito interessante. Depois o guia nos levou a uma ponta de terra q leva ao mar, onde existem restaurantes e uma grande loja de Duty Free. Legal, mas achei os preços muito próximos de Orlando. Depois ele nos deixou em um shopping. Andamos muito, almoçamos por lá e depois retornamos ao hotel. Ainda demos uma volta pela orla e vimos muitos prédios bonitos, projetos de prédios a serem construídos. Acho que daqui a 10 anos ficará um local legal. Bom, jantamos num restaurante japonês, muito lindinho, próximo ao hotel e depois fomos numa loja de construção chamada “Do it”, muito legal. E depois hotel e cama. Impressão sobre o Panamá: valeu pela visita. Valeu por conhecer. Mas não bateu aquela vontade de voltar não. Foi legal pelo motivo da parada lá pela escala do vôo. Resolvemos ficar mais um dia pra conhecer. Acho que depende do espírito aventureiro de cada 1. Dizem que existem praias bonitas a 1 hora e meia de lá e uma Zona Franca a 30 minutos de lá. Sobre isso não posso dizer, pq não fui. E não tive a menor vontade de conhecer.

10/12/2007 – Panamá/Manaus/Brasília/Goiânia

Saímos as 9 horas do hotel em direção ao aeroporto. Lá fizemos umas ultimas comprinhas para acabar com os dólares restantes. O vôo saiu pontualmente e chegamos a Manaus. Lá eu achei a imigração muito lenta e a Polícia Federal muito chata. Estava revistando todos. Achei muito chato isso. Como não havia levado nada de eletrônicos passei livre, mas vi muita gente ficando. E um senhor acabou ficando sem o laptop dele por não ter declarado e ter q pagar uma taxa alta. Então acho melhor evitarem Manaus. Não gostei muito de lá não. Aí tivemos uma longa e cansativa espera pelo nosso vôo de regresso a nossa casa.
Bom, acabou, espero que tenham gostado. Estou pronta pra esclarecer as dúvidas e qualquer pergunta que quiserem fazer.

As minhas fotos foram postadas no: http://gipeixoto.multiply.com

Muito obrigada a todos do VPO, por me ajudar. E se tudo der certo, ano que vem irei passar a lua-de-mel por lá. Eu não imaginava que a disney iria contagiar até meu noivo. Abraços!

 


 
Dia 11/12 - Dia de voltar pra casa

 mensagem postada em 15/12/2007 - 02:12:29hs
 
 

Tiramos as malas do quarto e fomos passear em Celebration, mas antes, uma ida ao Walgreens. Almoçamos no Dennys e voltamos pro hotel pra pegar as malas. Resolvemos pesá-las na balança do hotel. Que horror... as malas da minha tia ultrapassaram as 70 libras. As minhas chegaram bem perto. Uma ficou com 69,5 e a outra 65. Achei até melhor passar algumas coisas de uma mala pra outra. E pra colocar no minúsculo chevrolet aveo... outro parto. Mas no fim, coube tudo. Fomos pro aeroporto, entregamos o carro e fizemos o check in. E fomos pra sala de embarque. Depois passa mala de mão no raio x, tira lap top, tira wii, sapato, e tudo mais, e espera o avião. Foi pontual, e depois do trajeto Orlando - Houston - São Paulo, cheguei no Rio. E, não teve jeito, fim da viagem. Qdo colocar as fotos na internet, eu passo o endereço.

 


 
 
Ao longo de toda a extensão do Magic Kingdom existem túneis denominados de "Utilidors" localizados abaixo do parque que servem para que os funcionários - "membros do elenco" - da Disney se locomovam rapidamente sem serem notados pelo público. Na realidade tais túneis não foram construídos debaixo da terra, mas sim na superfície. Contudo, pelo fato do Magic Kingdom ter sido edificado sobre eles se tem a nítida impressão de que são subterrâneos.