Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 01:10:52hs
 
 

Falar de empresa aérea não é algo tão divertido assim, mas ajuda quem esta planejando uma viagem, então vamos lá, só um atento vou falar tanto da ida como da volta e também da imigração, ok!!!

Comecei a pesquisar com muita antecedência, normalmente só conseguimos comprar com uns nove ou dez meses de antecedência, mas o que ajuda a se preparar para uma viagem é ter uma noção de valores, condições de pagamentos, utilizar pontos do cartão de crédito, voos com ou sem escalas e saber mais a respeito de determinadas empresas e etc.

Era quase certo que voltaria a voar de Delta, mas surgiu uma promoção da Azul que não tinha como recusar e o melhor era voo direto então fechei com eles.

As datas ficaram assim:

• Ida: saída de VCP às 11:00 – chegada MCO às 19:00

• Volta: saída de MCO às 21:45 – chegada VCP às 7:00

O atendimento da Azul foi muito bom, se você viaja com criança pequena tem um cardápio infantil que eles passam pra você escolher e é servido antes dos demais passageiros. Para utilizar este serviço é só ligar para eles e reservar. Atenção que você precisa ligar tanto na ida, como na volta.

Check-In

Tudo de bom, como chegamos cedo devido a ansiedade de todos, foi bem tranquilo em Campinas. O legal de VCP é que bem vazio então nem rola correria, o ruim é que o terminal novo não tem nada para fazer e aquelas salas das empresas ou cartão de crédito ainda não funcionam, tem somente uma e custa 90 dilmas para ficar coçando, então achei bem desnecessário. Na volta também foi muita de boa, sem nenhum tipo de problema e o Aeroporto de Orlando é tudo de bom, dá para passar o dia lá.

Voo

Voar de dia é um saco, nunca tínhamos feito uma viagem longa com o Heitor durante o dia, sempre optamos por viajar a noite, mas como a promoção era boa vamos experimentar. O fato é que o voo lotado a molecada começa a ficar insana e corre de um lado para o outro.
O Heitor é muito bonzinho (não costuma reclamar), mas quando ainda faltavam umas 3 horas de viagem, a bateria do iPad foi pro saco, ele ficou de saco cheio e começou a perguntar se faltava muito para chegar (meio que sacaneando a gente), tipo o Burro do Sherek. Então se tiverem a opção de viajar a noite, nem pensem duas vezes.

Na volta foi tranquilão, só de boa tentando achar uma boa posição para dormir, quem tem mais de 1.85m sofre na classe econômica.
O serviço de bordo nada de sensacional, na ida comida descente e alguns tripulantes mal humorados. Na volta comida horrível (serviram um escondidinho que foi a coisa mais horrível que comi, sem gosto, sem sal, sem nada) e tripulação mais atenciosa.

O que não gostei da Azul:

- A aeronave na ida estava suja, assentos, chão, se eles falarem pra mim que limparam, então limparam muito meia boca.
- Entretenimento, na boa uma porcaria, as telas que ficam na poltrona não funcionavam então deram um multimídia para ficar assistindo com poucas opções e é um saco ficar segurando aquele troço, quando você esta comendo.

Imigração

Foi super tranquilo, tirando o fato de estar muito cheia, o processo é bem fácil e quando chegou a nossa vez, tive a oportunidade de conhecer o americano mais legal de todos os tempos, meu amigo Jeff.

Explico porque, quando chegou a nossa vez de apresentar os documentos, o Jeff olhou os da Debora, olhou o do Heitor, brincou com ele, super simpático.

Quando chegou a minha vez, ele olhou para o meu passaporte depois olhou pra mim, depois fez isso mais duas vezes e me disse: “Nossa como você emagreceu, nem parece você!!!”.

Ganhei o dia, depois de um ano de dieta, um ano sem tomar coca cola ou comer qualquer lanche do McDonalds, depois de caminhadas e corridas no Parque da Água Branca, depois de horas de viagem, meu amigão do peito, meu irmão camarada falou aquilo, fiquei feliz, meu novo amigo!!!*

*Esclarecimento: quando fui em 2013, estava louco para ir na Hollywood Rip Ride Rockit!, quando chegou a minha vez a trava fechou naquelas, só que eu não respirava!!! Tentei outro carrinho e não rolou, decepção total. Prometi que quando voltasse eu iria naquela montanha russa de qualquer jeito se consegui ou não eu falo mais pra frente.

Posso dizer que todo processo de chegada como saída dos EUA foi muito tranquilo, comprei uma espada do novo vilão do Star Wars para o Heitor e não tive problemas em passar com ela, mesmo sem a embalagem (valeu Claudião).

Depois de tudo era só pegar o carro na Alamo direto pelo totem sem pentelhação de atendente, correr para uma lanchonete, tirar o atraso de um ano sem coca e sem big mac e depois descansar no Blue Tree.
Mas sobre o hotel eu conto amanha!!!

Abração meus amigos!!!

 


 
Res: 02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 01:10:27hs
 
 

Mais um ótimo relato...e cias. aéreas é isso mesmo...sempre a mesmice, a falta de conforto, a comida quase intragável e lotada!

Sobre o sabre, não falei que conseguiria passar numa boa!

E que venham os próximos e quero fotos!!!
Abração.

p.s.: imagino a satisfação da primeira golada de Coca depois de um ano...

 


 
Res: 02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 02:10:39hs
 
 

Ricardo, estou adorando os relatos!
Mal termino e já quero o próximo hahaha tente agilizar isso ai, por favoooor!

Na imigração fizeram alguma pergunta a vocês?
E na alfândega como foi?

Continue, continue!

 


 
Res: 02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 02:10:20hs
 
 

Thiago,

Na imigração perguntaram o básico, onde iríamos ficar, quantos dias bem tranquilo e educado.

Na alfândega, os caras estão fazendo vista grossa, mas tem uma galera que perde meio a noção, no dia que chegamos haviam duas mulheres com umas cinco malas gigantes, foram direto para o raio x. Nós não tivemos nenhum problema, mas enquanto andávamos deu para ver uma galera sendo direcionada. Acredito que eles levam em conta o número de pessoas e a quantidade de dias que você ficou fora.

Claudião, ainda não resolvi o problema do cartão, mas as que eu consegui baixar serão postadas meu amigo.

Abrs

 


 
Relato 16 – 10/05/2015 – Downtown Disney – É a vez dos dinossauros

 mensagem postada em 22/10/2015 - 06:10:00hs
 
 

Hoje como era dia de Downtownd Disney, dormimos até um pouco mais tarde.
O local está em obras e então o acesso ficou um pouco mais difícil, mas nada alarmante. Estacionamos, de graça, vejam só, e fomos passear pela área.
Entramos nas lojas, olhamos e então chegamos na loja da Lego.







A Gabriela montou três minifiguras lego e colocou numa caixinha de plástico. Custou U$ 9,99. Ainda compramos 2 envelopes de minifiguras dos Simpsons por U$ 3,99 cada; chaveiro do Darth Vader por U$ 4,99; um Lego Friends por U$ 29,99. Comprei também tipo um puzzle 3D com peças que montam um monumento. O do Big Ben custou U$ 29,99 e da Seattle Space Needle, U$ 19,99.
Depois fomos até a loja da Disney. O negócio é enorme e tem de tudo lá. Como são mais caras que em outro local, verificamos se tinha algum item diferenciado, pois os mais tradicionais (caneta, caneca, chaveiro) podíamos comprar em outro local. Compramos um cofre em forma do Castelo da Cinderela por U$ 17,95; um chaveiro que pode ser colocado o nome U$ 9,95 e um puzzle 3D de metal do R2D2 por U$ 16,95.



Então fomos para o T-Rex pois tínhamos uma reserva para o almoço. O ambiente é muito legal com dinossauros, reproduzindo vários habitats. Eu e a Beatriz pedimos hambúrguer que acompanha fritas e a Gabriela ficou no macarrão com queijo. Não me lembro quanto gastamos, pois perdi o recibo.







Saímos de DD cedo, então resolvemos passar na Burlington, que fica próxima ao Florida Mall. A Loja é bem grande com muita roupa e demais artigos, estilo Ross. Está difícil perceber na NF, o que compramos, mas algumas coisas foram:
- Conjunto com 3 cintos infantis com glitter – U$ 3,99
- Mochilinha da minie com rodinhas – U$ 11,99
- Camisola da Frozen – U$ 5,99
- Boneca Baby Alive – U$ 14,99
- calça de crochê infantil – U$ 7,99
- Camisa Microfibra feminina – U$ 9,99
- Bermuda Masculina – U$ 9,98
- Camisa Masculina – U$ 11,99

Depois disso, para continuar o espirito gastadeiro, fomos até o Walmart. Lá compramos:
- Shampoo/condicionador Aussie – U$ 2,97
- Mala grande – U$ 79,00
- Relógio masculino – U$ 15,88
- Camisa masculina gola polo – U$ 7,88
- Amassador de alho – U$ 4,97
- Camiseta masculina – U$ 4,97

Saímos da Walmart quase 11 horas da noite. Então foi chegar no hotel, banho, janta e dormir, pois no dia seguinte tínhamos que acordar cedo.

 


 
Res: Relato 16 – 10/05/2015 – Downtown Disney – É a vez dos dinossauros

 mensagem postada em 22/10/2015 - 09:10:38hs
 
 

Olá Hilton

Bateu saudade das "comprinhas" em Orlando.
Com o dólar mais favorável, era muito bom. Mesmo agora creio que ainda deve valer a pena.
Fui 2 vezes na Burlington para comprar casacos, excelentes por sinal.
Obrigada pelos detalhes das suas mensagens.

Abs,
Maria Teresa

 


 
Res: 02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 10:10:06hs
 
 

Olá Ricardo

Parabéns pelo relato bem detalhado a respeito da cia aérea.
Aqui em casa só eu gosto de viajar de dia, sou voto vencido. Também, sou a única que não consegue dormir a bordo. Prefiro chegar e dormir a noite toda já no hotel do que chegar de manhã grogue de sono. O pior é quando não dá para fazer logo o check in.
Pelo que vejo, não há motivação maior para um regime do que querer andar nas montanhas russas. Você não foi o primeiro a fazer isso. Parabéns!

Abs,
Maria Teresa

 


 
Res: Voltei! 1º dia: Epcot Center

 mensagem postada em 22/10/2015 - 10:10:51hs
 
 

Olá Luciana

Que bom que o seu filhote melhorou logo e conseguiu aproveitar o dia no Epcot.
Criança surpreende mesmo, num instante já se recupera.
Estou aguardando os seus relatos.

Abs,
Maria Teresa

 


 
Res: Relato 16 – 10/05/2015 – Downtown Disney – É a vez dos dinossauros

 mensagem postada em 23/10/2015 - 09:10:38hs
 
 

Olá Hilton

Bateu saudade das "comprinhas" em Orlando.
Com o dólar mais favorável, era muito bom. Mesmo agora creio que ainda deve valer a pena.
Fui 2 vezes na Burlington para comprar casacos, excelentes por sinal.
Obrigada pelos detalhes das suas mensagens.

Abs,
Maria Teresa
(mensagem de Maria Teresa L dos Santos)


Maria Teresa

Obrigado pelos retornos.
Na época que fui, o dólar estava cotado a R$ 3,20 e achava muito caro. Vendo como está hoje, nem acho mais isso.
Mas mesmo com essa alta, tem muita coisa que vale a pena comprar, como roupas e brinquedos.
Como na época que fui já estava chegando o verão, não encontrei peças de frio, por que queria ter comprado casaco lá.

abraços

 


 
Relatos

 mensagem postada em 23/10/2015 - 10:10:22hs
 
 

Bom dia a todos!!! AMEI esse site, as trocas de informações são maravilhosas!!! Vou para a Disney em 13/11/15 com meu esposo e não vejo a hora! Já fomos em 2013 mas os relatos estão nos mostrando várias pontos que deixamos passar e com certeza dessa vez não deixaremos!!!! Muito obrigada!

 


 
 
Quantas pedras foram utilizadas para a construção do Cinderella Castle no Magic Kingdom? Nenhuma. Toda a sua estrutura é feita de fibra de vidro ("Fiberglass").