Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Nós e a vovó na Disney (6)

 mensagem postada em 06/01/2017 - 09:01:39hs
 
 

Tínhamos chegado na sexta-feira e aquele final de semana programamos para ir a Tallahasse, mas antes de pegar a estrada queríamos dar uma passada no Disney Springs (antiga Downtown Disney) para ver como tinha ficado depois da reforma.

Acordamos cedinho, tomamos café e fomos bem felizes achando que de manhã ia ser bem tranquilo. No caminho aproveitamos para comprar um chip para o celular. A T-Mobile tem um pacote de serviços para estrangeiros, achei bem legal, chama-se Tourist plan. Você pode ir numa loja física da T-Mobile, no Walmart ou na Target (algumas lojas físicas não vendem esse pacote, então o mais fácil é ir no Walmart mesmo). Nesse plano eles oferecem até 2GB de Internet 4G, SMS ilimitado para mais de 140 países, incluindo o Brasil, além de 1000 minutos de voz dentro dos Estados Unidos dentro de três semanas por US$ 30. Em se tratando de plano de dados (o que mais interessa para a maioria dos turistas) esse é o plano mais barato que encontrei, também por ser para turista não é preciso fazer cadastro com endereço americano e toda essa burocracia, é só levar um celular desbloqueado e eles colocam o chip pra você.

Em se tratando de sinal, da experiência que tive quando morei lá, é que a companhia com o melhor sinal é a AT&T, viajando nas estradas muitas vezes meus colegas que tinham T-Mobile ficavam sem sinal, mas de todos os buracos que me enfiei por lá eu nunca fiquei sem sinal com a AT&T. Mas dentro das cidades o sinal da T-Mobile é muito bom e esse pacote deles, ao meu ver, é a melhor opção para quem vai de férias. Recomendo. Aqui adiantando uma dica de compras: ter acesso à internet durante as compras, principalmente em mercados, é fundamental nos EUA. Quando vai checar um produto na prateleira confira o preço nos sites dos concorrentes antes de adicioná-lo no seu carrinho de compras. Assim você vai economizar muito. Outra dica é acesse o site da loja antes de ir para o caixa, muitas vezes você consegue cupons de descontos , se você estiver com sorte eles podem ser cumulativos. Sempre economizei muitos nas minhas compras com cupons que pegava na hora. Na maioria das vezes é só abrir no celular e apresentar no caixa.

Chip comprado e operante, seguimos em frente.

Chegamos no Disney Springs às oito horas e agora os estacionamentos estão prontos, porque na última vez estavam em reforma e era uma confusão só. Mas agora eles estão bem sinalizados e os acessos ao distrito comercial da Disney está super bom. Chegamos lá super belos e contentes e......as lojas só abrem às dez!!!!!! Total falha de planejamento!!! Que vergonha para nós. Menos 20 pontos pra Mell.

 


 
Nós e a vovó na Disney (7)

 mensagem postada em 06/01/2017 - 10:01:24hs
 
 

Como estava acostumada que o comércio abre as nove nem me toquei de conferir... E olha que a gafe não foi só nossa...vi várias pessoas chegarem lá cedo e darem com o nariz na porta também. Fazer o que agora tínhamos duas horas para fazer nada.... Assim andamos bem tranquilos sem muito destino, aproveitando o fresquinho da manhã. O dia estava lindo e nós estávamos na Disney.

Sentamos numa mesinha na beira do lago perto do Rainforest Café e ficamos aproveitando papeando até das as dez. Sabe foi uns dos momentos mais gostosos da viagem. Sentar assim sem hora, sem pressa, em família, jogando conversa fora. Porque depois que o sino bateu as dez...minha vó, minha mãe e eu nos transformamos em abóbora! Partiu maratona de lojas da Disney. Era na butique da Disney, era na loja de decoração de natal da Disney, era na loja de cozinha da Disney, era na loja de brinquedo da Disney, era na loja de quadros e estátuas da Disney....Disney, Disney, Disney MuáHaHaHaHa.....

A gente meio que perde as estribeiras lá. Só não compramos toooooda a loja porque os preços são salgadíssimos e com o dólar desse jeito ficam ainda mais apimentados.... Mas é bem difícil se conter. Lógico que na maioria das lojas compramos só com os olhos, mas quando chegou a vez da World of Disney não deu para resistir comprar alguns cacarequinhos. Eu particularmente acho a World of Disney o ponto alto da visita do distrito comercial.

Mesmo que parece que a loja não era mais como antigamente (a seção de bichos de pelúcia encolheu a meras quatro prateleiras!!!!!! Eu que sou viciada em bichos de pelúcia, tenho como uma das melhores memórias de infância passear por corredores e mais corredores abarrotados de bichos de pelúcia de todo tamanho, espécie e cor). A World of Disney da Califórnia tem uma seção bem melhor. Até a Disney Store de Nova Yorque tem uma seleção melhor. Desabafos à parte...

 


 
Nós e a vovó na Disney (8)

 mensagem postada em 06/01/2017 - 10:01:17hs
 
 

Sempre digo que visitar essa loja exige planejamento, como ela tem doze setores e três portas é bem fácil ficar perdido lá dentro. Assim decidimos que não iríamos nos separar dessa vez (Ainda mais que a vó não sabia bem calcular os preços com todos os impostos e taxas de conversão então tinha que explicar o que era cada produto e o preço em reais para ela. Então o passeio era mais ou menos assim: “Ah olha só esse que bonitinho só custa 20 dólares!!! Vó, vinte dólares mais imposto dá uns setenta reais...É verdade, vamos deixar esse para comprar no Valmarte”).

Gosto de fazer essa loja na ordem, em sentido horário, percorrendo todas os setores e por último o meio da loja. Assim dá para ver tudo sem se perder. Há produtos que são exclusivos da World of Disney, mas são poucos, porque a maioria pode ser encontrado nas lojas dos parques. Sempre dê uma garimpada nas promoções. Esse ano conseguimos uma promoção daqueles gel de mão que vem com a capinha para pendurar na bolsa. Uma graça, tinha várias capinhas, com as orelhinhas do Mickey, com os lacinhos da Minnie. Se não me engano estavam 3 por US$20, o que não estava tão ruim assim e compramos alguns para dar de lembrancinha. (Mais para frente vou falar sobre isso, mas a dica é: não se enterre nas lembrancinhas mega caras das lojas dos parques, é sim possível conseguir boas lembrancinhas oficiais em outros lugares por preços beeeeem mais acessíveis).

Se você está viajando com orçamento limitado selecione muito bem o que comprar, de preferencia um produto que você queira muito e realmente não há outro lugar para comprar. Essa é uma loja que em geral dá para ficar pelo menos de três a cinco horas lá dentro. E obviamente, reserve um tempo para apreciar o teto da loja, mas não assim pá puff. Pare em um lugar estratégico e vá olhando com calma, todos os detalhes...é muito lindo...e claro, para aqueles que procuram há alguns hidden mickeys lá....

Uma loja que eu amooooo de paixão é a Art of Disney, reserve um tempo para apreciar essa loja. Eu também sempre gostei de garimpar a Marketplace Fun Finds. Meios escondida, essa é uma loja tipo ponta de estoque, nela dá para achar vários produtos diferentes com preços interessantes. Ou assim era, dessa vez não vi nada de especial e me pareceu que a maioria da loja tinha os mesmos itens e os mesmos preços das outras lojas. Chegamos a checar vários desse itens, uma pena porque era uma das minha lojinhas favoritas, fiquei bem decepcionada.

Depois de tudo a barriga começou a roncar, afinal já era hora do almoço. Então como dita a tradição da família fomos ao Earl of Sandwich. A visita em Orlando nunca é completa sem um sandwich de lá. Sempre recomendo, lanche super gostoso com um preço razoável. (amo as batatas chips com tempero de vinagre) A limonada deles também é bem famosa. Na hora de se servir de bebida misture metade limonada e metade chá gelado....o sabor fica bem interessante....Para sobremesa gostamos de pegar um sundae da Ghirardelli e dividir, que é bom demais e de tamanho família. Mas estávamos tão cheios que dessa vez tivemos que passar. Então estávamos prontos para pegar a estrada. Próximo destino: Tallahassee.

 


 
Nós e a vovó na Disney (9)

 mensagem postada em 06/01/2017 - 10:01:41hs
 
 

Sou suspeita para falar dessa cidade já que morei lá, mas gosto muito dela. Tallahasse é a capital da Flórida e fica bem ao norte do estado. Cheia de políticos e advogados, já que é o centro político do estado da Flórida. É uma cidade voltada para serviços, tem parques, museus super interessantes e um centro universitário bem agitado, além de vizinhanças muito bem arborizadas.

Nos domingos tem feira de artesanato e produtos orgânicos e artesanais no centro. É uma cidade cheia de lojinhas interessantes, aliás eu gostava de passear nos centros comerciais do centro. Uma que eu amava ir era a Smashing Olive, que vendia azeite de oliva e vinagres aromatizados, tinha de diversos sabores desde ervas até cereja e chocolate. Isso mesmo vinagre com sabor de chocolate. Você pode entrar na loja e ir fazendo misturas e experiências. Minhas saladas ficaram muito mais criativas. Não tive tempo de procurar, mas creio que em Orlando deve existir alguma loja assim também.

Não é uma cidade grande, mas tem tudo o que você precisa. Shoppings bons e todas as lojas de departamento imagináveis. A única coisa que eu não sou muito fã de lá é o calor no verão...úmido e insuportável. Tallahasse fica perto da divisa da Georgia, e para quem gosta de lojas de antiguidades vale a pena visitar Thomasville (uma cidade super charmosa e pequenininha que vive das inúmeras e interessantíssimas lojas de antiguidades e produtos especiais. Também fica perto da divisa do Alabama, um estado lindíssimo que é totalmente e erroneamente desprezado pelo pessoal. Assim como está perto das praias lindas e maravilhosas do golfo do México (mar verde e areia branca).

Tallahasse fica mais ou menos quatro horas de carro de Orlando. Uma estrada maravilhosa de dirigir, como em geral são as interestaduais americanas. Só que é uma viagem cansativa como de Miami a Orlando já que a estrada é reeeeeeta e não tem paisagem nenhuma. Fora isso Tallahasse tem um cantinho do meu coração.

Nós passamos o final de semana lá visitando a família e os amigos e retornamos a Kissimmee no domingo, porque segunda era dia de Universal!!!!

Até lá...

Abraços da Mell

 


 
Res: Nós e a vovó na Disney (9)

 mensagem postada em 07/01/2017 - 07:01:50hs
 
 

Olá Mell

Adorei esse relato.
Você matou minha saudade de Tallahasse.
Sua descrição foi excelente.

Abs,
Maria Teresa
(mensagem de Maria Teresa L dos Santos)


Obrigada
Tenho muitas saudades de lá...

Abraço da Mell

 


 
Nós e a vovó na Disney 10

 mensagem postada em 13/01/2017 - 11:01:52hs
 
 

Nossa gente....que morto que está esse tópico

Então chegou a segunda-feira, dia de Universal!

E ainda que tenha muitas atrações é obvio que a primeira coisa que vem à nossa mente é: Harry Potter. Como seria a primeira visita da vó nas áreas temáticas resolvemos fazer uma maratona dos filmes antes da viagem para ela não ficar muito perdida por lá. Não creio que tenha surtido muito efeito, pois lá pelo quarto filme ela vira pra mim com uma dúvida muito pertinente: “Mas esse tal de Harry não conheceu os pais dele?”
Introduções à parte, dessa vez decidimos fazer os dois parques no mesmo dia e pegar o ingresso park-to-park para poder atravessar de um lado ao outro no expresso de Hogwarts. Chegamos bem cedinho, para a abertura dos parques, com o objetivo de aproveitar as primeiras horas que são, em geral, muito tranquilas. Como a nova atração do King Kong foi inaugurada recentemente, resolvemos começar pelo Island of Adventure, pegar essa atração bem cedinho sem filas e passar o dia explorando a área do Harry Potter. Dez para as nove estávamos já nos portões e suando bicas.....o sol já estava fervendo e o clima abafado e úmido prometia um dia de verão tropical.

No nosso rumo para a Skull Island Reign of Kong (é preciso pegar o caminho da esquerda e atravessar a parte da Marvel) paramos na montanha-russa do Hulk. Na última vez que nós fomos eu tinha ficado bem dolorida e machucado a minha orelha porque os carrinhos chacoalhavam muito, então não estava muito animada de ir novamente. Mas minha irmã queria muito ir e como não iríamos voltar para aquela área mais tarde acabei cedendo e indo. O que foi muito bom! Eles andaram mexendo na montanha-russa e parece que os carrinhos não chacoalham tanto. Acabamos indo duas vezes porque não tinha fila nenhuma, era só chegar e entrar nos carrinhos que iam praticamente vazios.

 


 
Nós e a vovó na Disney 11

 mensagem postada em 13/01/2017 - 11:01:32hs
 
 

Então passamos meio rápido pela seção da Marvel, mas quando passamos na frente do simulador do Homem-Aranha a fila estava em cinco minutos. Bora aproveitar né.....nunca tínhamos pego menos de vinte minutos. Também era uma ótima atração para a vó ir acostumando e pegando o ritmo. Depois de explicar beeeeeeem detalhadamente como era a atração. Que era só sentar o carrinho e o carrinho andava, não não é montanha-russa, então o carrinho, não ele não faz loop, e o carrin..., não não é violento, pode ir numa boa. Você só põe um óculo 3D e se achar que está caindo é só de mentirinha viu, não precisa se assustar que você não está caindo não....em último caso é só tirar os óculos.... Depois de toda a explicação que durou toooodo o percurso até o carrinho do simulador ela estava mais ou menos convencida, mas curtiu o simulador...até deu uns gritinhos animados junto com a galera. Vovó pronta e afiada para as próximas atrações: checked!

Próxima parada: Ilha do Kong. Essa foi uma atração super falada então estávamos animados para testá-la. A ambientação é super legal...já andando pelo meio da vegetação dá para ver os enoooormes portões que guardam a ilha misteriosa. A fila é super legal começa numa gruta cheia de esqueletos por todas as paredes, dá um clima macabro bem legal para ir entrando no espírito do simulador. Único problema: a gruta é meio na penumbra...e a vó simplesmente não conseguia enxergar nada vezes nada....nós conseguíamos ver por onde andar mas a pobre da vó estava ceguinha como morcego lá dentro.

Tive que pegar nos braços dela e ir guiando beeeeeeem devagarinho, deixando o pessoal passar por nós. Mas ela ficou até sem equilíbrio coitada, eu não sabia se ria ou gargalhava....ainda bem que ela levou tudo na esportiva e também estava rindo. Agora a coisa ficou preta quando no meio de uma curva super apertada de um corredor bem escuro ela precisou para um pouquinho para tentar recuperar o equilíbrio e do nada: UUUUOOOOEEEAAAAHHHHH.....um braço saiu com tudo do meio da parede quase acertando minha cara em cheio........ levamos um suuuuper susto....hahahahahaha. Depois ainda ficamos ali um pouquinho rindo do povo que levava susto também. Aí meu meio que terminei de arrastar a vó pelas catacumbas até chegar numa parte que é mais clara. Depois ela tirou de letra.

 


 
Nós e a vovó na Disney 12

 mensagem postada em 13/01/2017 - 11:01:22hs
 
 

Então sobre essa atração: ela é super bem desenvolvida tecnologicamente, é de tirar o chapéu! Você entra num jipão, põem o óculos 3D e vai para a ilha numa expedição que acontece umas coisa bem malucas, do tipo perder a chefe da expedição para um pterodáctilus, ser perseguido por dinossauros e salvos por um gorila gigante! Mas de quem foi a idéia de misturar dinossauro com gorila gigante!?! Me senti numa mistura de Jurassic Park com Godzila e George o Rei da Floresta. Foi uma coisa meio sinistra... O interessante (tem pessoas que acharam legal tem pessoas que não gostaram) é que as projeções são de todos os lados. Para qualquer lado que você olhe há alguma coisa acontecendo, o que faz com que você fique perdido sem saber bem para onde olhar. Mas eu acho que isso faz parte da experiência sabe...numa remota situação parecida, do tipo em que seu carro cair do precipício e ficar pendurado pelos cipós, ou na hipótese de você ser perseguido por antílopes mutantes você também se sentiria assim, meio perdido sem saber para onde olhar. Assim achei o simulador legal pela tecnologia que ele proporciona, mas ainda estou meio traumatizada com o roteiro desse filme.....

Ilha misteriosa desvendada era hora de seguir para Hogsmeade.....Infelizmente o simulador do castelo de Hogwarts estava fechado para atualização.........................muitas lágrimas internas vertidas. Mas a boa notícia é que eles estão modernizando o simulador e vai ficar melhor ainda...então quem tem viagem programada para depois da reabertura tem que contar para a gente....Particularmente achava aquele um dos melhores simuladores...Mas dava para fazer o tour por dentro do castelo o que foi legal, pois estava praticamente vazio e andamos bem devagar realmente apreciando a decoração e achando um monte de coisa que não tínhamos visto da primeira vez. Vale muito a pena fazer o tour devagar, deixa o povo passar na frente e aproveite o momento. E ainda que nós estávamos bem empolgados, a vó com bastante frequência deixava transparecer na cara um ar de tédio. Não adianta, aos olhos dela o castelo do tal Harry-que-não-conheceu-os-pais nunca vai ser páreo para o da Cinderela!!!!

Como o simulador estava fechado, depois da sala comunal da Grifinória eles desviaram o tráfego por uma porta e umas escadarias muito legais que davam para uma sala com os quadros dos quadro fundadores de Hogwarts e é bem legal ficar ouvindo eles brigarem entre si e xingarem quem está passando por lá...

Nessa hora o vilarejo já estava bem cheio de gente, e as lojinhas bem abarrotadas. Deixamos os pais e a vó cuidando das mochilas no corujal e fomos para a Dragon Challenge. Eu nunca tinha visto tanta excursão de adolescentes nos parques como dessa vez. Eram hordas e mais hordas de camisetas coloridas padronizadas. Na entrada da montanha-russa tinha um dos responsáveis juntando toda a galera e sem brincadeira, o cara deve ter levado mais de vinte minutos para organizar os adolescentes, se fiz a conta em que a cada atração se perde meia hora antes dá pra fazer umas bem poucos e quase não se aproveita o parque!!!! Mas nós corremos bem a tempo de entrar antes que eles e nem pegamos fila lá dentro.

 


 
Nós e a vovó na Disney 13

 mensagem postada em 13/01/2017 - 11:01:56hs
 
 

Tinha uma fila mais ou menos para os primeiros lugares, como é de praxe, mas os carrinhos iam metade vazios. Como sempre precisávamos ir nos dois lados, utilizando claro o atalho de re-ride (saindo da caverna pelo lado direito há uma plaquinha meio escondida com uma escada de pedra meio escondida que leva novamente à fila sem que você precise sair lá fora e começar tudo de novo). Na terceira vez minha irmã queria muito ir no primeiro lugar e por sorte no lado azul (que eu gosto mais) não tinha muita gente, encaramos a fila. Para calcular mais ou menos o tempo é só dar uma contada em quantas pessoas tem, cada fileira do carrinho tem quatro lugares, então é só contar de quatro em quatro. Só cuidado que às vezes o povo está de turma e acaba indo só três ou algo assim. Nós levamos sorte porque depois de entrar na fila começou a entrar muuuuuuita gente atrás de nós e a fila ficou enoooorme em questão de poucos minutos.

Então já era hora do almoço, e nós munidos dos nossos lanches naturais (só que não tanto assim) feitos em casa. Para acompanhar batata chips e cenouras....isso mesmo...uma das coisas que mais comprava por lá eram as baby carrots (ceunouras bebês), que são pequenininhas e já vem descascadas prontas para consumo. O pessoal usa muito lá para lanche tanto para adultos quanto para as crianças. Então nós compramos no mercado e levávamos porções em snacks ziplocks (aqueles sacos plásticos com fecho, que tem de vários tamanhos, geralmente eu compro ou no Wlamart ou na Dollar Tree). Dica de compras: Compro dos grandes para guardar frutas, legumes e verduras na geladeira, compro dos menores para guardar tudo quanto é tipo de cacareco. Gosto de levar passaportes e documentos importantes nesses sacos, mesmo que a mochila molhe os papéis ficam protegidos. Também uso para organizar as malas e as bolsas, um saco para cabos de eletrônicos, um saco para produtos de higiene, um saco para comidinhas, etc, fica tudo bem organizado, protegido e fácil de achar na bolsa. O tamanho “snack” é super prático tanto para os lanchinhos quanto para objetos miúdos diversos.

Outra super dica de compra: Eu amava comprar chips de vegetais. Isso mesmo, são diversos vegetais tipo batata doce, nabo, beterraba e outras raízes em chips, em geral assados. São deliciosos e super saudáveis. Comprava no Publix, há várias marcas, mas eu gostava da marca Terra, vinha em um saco grande preto com a marca escrito bem grande em branco. Eu compro até para trazer para o Brasil, super recomendo mesmo. Dica de ouro essa.

E assim passamos nossa manhã de segunda no Island of Adventure.

Abraços da Mell

 


 
Res: Nós e a vovó na Disney 13

 mensagem postada em 15/01/2017 - 08:01:04hs
 
 

Olá Mell

Não fique desanimada com o fato do tópico estar tão parado. Continue com seus deliciosos relatos. Se outros membros do VPO colocassem seus relatos, esse tópico bombaria novamente.
Acho os relatos muito úteis, tanto ajudam a quem ainda não foi, como também servem para matar as saudades de quem já foi. Sempre tem novidades por lá.
Suas dicas estão ótimas.

Abs,
Maria Teresa

 


 
 
No restaurante Be Our Guest, a delicada Rose Gallery, decorada com toques rosa, pinturas e tapeçarias, possui uma imensa caixa de música central, com mais de 2 metros de altura com a figura giratória da Bela e da Fera.