Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
PRIMEIRO DIA - UNIVERSAL 09-07-07

 mensagem postada em 05/08/2007 - 08:08:14hs
 
 

Acordamos cedo e fomos tomar café da manhã que não é aquelas coisas, mas como tudo era diferente, deu para tapear. Os meninos fizeram um waffle cada um e nós comemos torrada, suco e café. Saímos para a Universal. Após nos perdermos um pouqinho, logo nos achamos (tiramos os mapas do carro e esquecemos de colocar de volta). Ao chegarmos na Universal, os olhos dos meninos e os nossos começaram a brilhar. Tudo era novidade. Afinal nossa última vez em Orlando foi em 1988, nem Universal tinha.Muitas fotos. Entramos pegamos o mapa em português e fomos começando pelo TWISTER.
O tempo de fila marcava 20 minutos, mas em 20 minutos fizemos a atração. Os meninos gostaram. De lá fomos ao REVENGE OF THE MUMMY. A fila marcava 20 minutos. Nessa atração não é permitido entrar com mochilas e as deixamos nos lockers ao lado. É grátis por 2 horas. Não esqueçam de guardar os bonés porque eles voam. O negócio é feroz. Mais do que a atração e o que ficamos rindo o tempo todo foi o susto que a Angela tomou. Um personagem da atração numa perna de pau mexeu no cabelo dela e o susto foi grande porque era tudo na penumbra e o mesmo estava escondido atrás de uma parede. Quanto riso quanta alegria. Só gargalhadas. Demorou exatos 20 minutos. Pela fila do single rider é bem mais rápido. Aliás quem não fizer questão, usem e abusem do single rider. Fomos ao JAWS com fila marcando 35 minutos, mas em 25 minutos já tinhamos feito a atração. Nos dirigimos para o ET com fila de 30 minutos. O Gu e o Gui não queriam ir porque não assistiram o filme. Quando passou na televisão dormiram.
Fomos almoçar no RICHTER’S BURGER fica no SAN FRANCISCO – AMITY em frente ao teatro do BEETLEJUICE. Uma delícia! Tem o lanche chamado AFTER SHOCK que é um mega monstruoso lanche com 2 hamburgueres gigantes. Vc ainda pode completar seu lanche num balcão de saladas, com tomate, alface, cebola, picles e molhos. Tem que comer de garfo e faca. Não dá para pegar na mão. Custa por volta de $8,60. Esse restaurante faz parte do Universal Meal Deal. Não aguentava mais o meu. Acompanha fritas.
Após o almoço fomos assistir o show do BEETLEJUICE bem em frente as 3:30PM. É imperdível. Excelente show.
Em seguida fomos ao MIB que marcava fila de 45 minutos. Nem sonhando, vamos no single riders. Guardamos as coisas novamente nos lockers, usamos agora as digitais do Guilherme. Sim as digitais. Para usar os lockers a trava e destrava do armário é a sua digital. Entramos na fila do single riders e encontramos outra família de brasileiros que nos deram as dicas do Universal Meal Deal, compre um e use para toda família. Muito boa a atração.
De lá fomos ao ANIMAL ACTORS, um show com horário. Achamos meio xoxo.
Partimos em direção ao UNIVERSAL HORROR MAKE UP SHOW. Também com horário. Muito bom para dar umas gargalhadas. Existe um interação com a platéia. Tem que entender um pouco de inglês. Mas quando todo mundo ri, ria também. Pelo menos não cria rugas.
Depois fomos ao TERMINATOR 2: 3D que também tem horário marcado, ao SHREK 4D cuja fila era de 25 minutos e acabamos a atração em 30 minutos cravados no total e por último ao JIMMY NEUTRON’S com fila de 30 minutos e demorou os 30 minutos marcados.
Assistimos o show noturno de encerramento, fizemos um lanchinho rápido e fomos embora. Já eram 10:30PM. O Gustavo estava doido para passar na QUIET FLIGHT do CITTYWALK e para lá fomos. Olhamos, olhamos, pesquisamos preços, mas nada compramos. Ele queria levar a loja inteira. Cara maluco. Quando voltávamos para o hotel pela US 192, faltando 1,5 milhas para chegar, a estrada estava fechada para obras noturnas. Tivemos que dar uma grande volta. Ninguém buzina, ninguém fura fila, ninguém pelo acostamento. Oh gente civilizada! Acabamos chegando ao hotel depois da 1AM. Cansadíssimos. E era só o primeiro dia. Acabamos indo dormir 2AM.
Amanhã IOA.
Sabbag’s family

 


 
FINALMENTE O RELATO

 mensagem postada em 05/08/2007 - 07:08:59hs
 
 

Finalmente começaremos a escrever nosso relato após uma semana da chegada. Tudo começa no sábado dia 07 de julho de 2007.
Aeroporto do Cumbica:
Chegamos por volta das 19hs para embarcar as 22:45hs. Fomos ao balcão do check-in da AA e tomamos um susto. Quanta gente!Fila enooorrrrme chegando quase até a ASA C. Demos sorte, pois quando entramos na fila uma funcionária da AA começou a separar em outra fila os passageiros com embarque após as 23hs. Isso vai demorar, Guilherme vai com seu avô registrar a máquina fotográfica e filmadora. Andou rápido, aí começamos a ligar para voltarem rápido e lá também estava tumultuado, mas deu tudo certo em 20 minutos chegamos ao pré check-in. Angela, sua carteira de identidade para embarcar. Ficou branca, esqueceu junto com o documento do carro na casa do pai dela. Sorte nossa que não precisou, só o passaporte mesmo e o voucher da passagem. Fizeram tantas perguntas de segurança da bagagem que fiquei cansado. Quem fez as malas, há quanto tempo, onde ficaram, quantas visitas recebeu nesse período, se tinha celular, há quanto tempo, ......, só faltou perguntar se apagamos todas as luzes de casa, se aparamos a grama, se recolhemos a correspondência, se limpamos a piscina, se pagamos o guarda noturno, ...Que saco!
Despachadas a malas (3 cheias mais 2 vazias dentro), fomos fazer um lanchinho e no caminho ficamos de boca aberta com a fila da Polícia Federal. Seja o que Deus quiser. As 20:50hs entramos na fila da PF e 30 minutos depois estávamos dando uma passadinha no duty free para pesquisar os preços. Sala de embarque tranquilos, o alto falante anuncia que o vôo sofrerá atraso de 30 minutos por manutenção da aeronave. Chegando próximo do horário outro anúncio de atraso, dessa vez por falta de tripulação. Que m...Acabou saindo após 1h da manhã. Furou todo nosso esquema. Chegaríamos 6h10 em Miami e iríamos ao KSC logo de cara para aproveitar o dia. Acabamos chegando na imigração as 8:30AM. Três guiches abertos, quando abriu um quarto. Fomos para lá.
Atenção, não tirem fotos nesse setor de imigração. Existem avisos da proibição e um senhor teve a camêra retirada e as fotos deletadas bem na nossa frente.
Imigração tranquila, documentos verificados, o policial brincou com o Guilherme pelo piercing de língua que ele tem na orelha. É um comprimido lilás e branco que chama a atenção. Disse que sua filha de 17 anos tem vários espalhados pelo corpo e perguntou se ele tinha mais algum. Dissemos só orelha e olhe lá! Liberados fomos buscar as malas. Chegaram todas intactas. O Gui foi direto para aquelas máquinas de guloseimas e refrigerante inserir umas moedinhas que trocou com seu avô. Não via a hora de fazer isso. Delirou quando caiu o chocolate que pediu. Vibrou como um gol do Brasil. Fomos no banheiro colocar uma bermuda porque o calor era demais. Ameaçava uma chuva. Pegamos o shuttle da locadora e retiramos o carro sem não antes fazer outro upgrade depois de já ter feito um no Brasil. Pegamos um Gran Cherokee Laredo. Fiquei com receio de não caber as malas na volta. Como já eram 10:30AM resolvemos pegar a Turnpike e seguir direto para o office do Ronaldo retirar os tickets. Conseguimos chegar as 1:30PM e deu tudo certo. Retiramos os tickets, recebemos vários folhetos e dicas e até um suquinho de laranja geladinho de boas vindas. Caiu bem naquele calor de 34C. Fomos almoçar no Burguer King da ID próximo ao Festival Bay e já ficamos impressionados com aqueles copão de refri e o refil a vontade. Barriga cheia, fomos a BestBuy, Circuit City e Compusa verificar o preço dos notebooks. O melhor preço era da CC, mas o vendedor queria empurrar tanto software para funcionar no Brasil que recuamos, não quero isso. Bateu a insegurança e fomos a Compusa e encontramos um vendedor brasileiro (LUIS) que nos indicou um HP e foi esse que compramos. Partimos para o hotel onde chegamos por volta das 6PM, fizemos o check-in e o recepcionista assustou quando viu 18 noites. É isso mesmo! Sim é isso mesmo. Nem o cartão da porta do quarto aguentava tantas noites. Só liberava 14. Internet wireless free sem senha. Deixamos as malas no quarto e fomos ao Wal Mart fazer um reconhecimento. Compramos os itens de primeira necessidade, lanches para comer no quarto e umas frutas. Fomos no Walgreens ao lado do hotel comprar um protetor solar para o dia seguinte e encontramos um de marca própria com 237ml fator 30 por $5,99. Recomendamos, muito bom. Voltamos para o quarto, tomamos uma ducha, lanchamos, desfizemos as malas e fomos dormir. Já eram 2AM. Afinal amanhã iriamos começar os parques pela Universal.
Sabbag’s family

 


 
Amigos

 mensagem postada em 04/08/2007 - 12:08:45hs
 
 

Infelizmente fiquei ausente do site um tempo, voltei já tem 20 dias, so que ainda fui com minha filha para Joinville, ela participou do Festival de Dança 2007, por isso ainda não coloquei os meus relatos, este é o meu primeiro final de semana em casa.
Vi muitas dicas, muitas infomações novas, mas ainda não li todas.
Gente, a primeira coisa que quero escrever é "DISNEY continua maravilhosa, fiquei muito emocionada novamente, cada vez que passava pelo Portal eu virava uma criança, meus olhos ficavam cheios de lágrimas, eu adoro tudo que tem por lá.
Vou contar um pouco cada dia.
1- Orlando está bem melhor do que quando eu fui pela primeira vez.
2-O hotel que ficamos atendeu bem as nossa necessidades - Comfort Inn Universal.
3- Ronaldo - é 10, ele atendeu a minha família com uma atenção e nos deu dicas valiosas para andar em Orlando, não nos perdemos nenhuma vez.
4-Apesar de ter ido em junho/julho as filas não estavam tão grandes como eu imaginava, elas giraram em torno de 30 minutos, mas a alegria é tão contagiante que você não vê o tempo passar. Claro os meus filho já são grandes(14 e 19) isso facilita bastante.
5-Todos os parque estão lindos, aproveitamos bastante.
6- Compras...Orlando é D+ para compras, a diferença de preços é enorme.
7-Faça um roteiro, mesmo que você precise mudar quando chegar lá, são tantas coisas para ver que se você não tiver um roteiro ficará perdido.
8-Vá nos jantares noturnos, nós fomos no Medieval e Arabian, os dois são bacanas, um visual bonito e comida saborosa.
9-Miami - não gostei muito, não tem a alegria de Orlando, da primeira vez que eu fui estava diferente, agora muitas construções, prédios enormes, bom para meu gosto não volto mais em Miami - sei que gosto é gosto, por isso deixo so o meu comentário, e se você nunca foi vale o passeio.
Bom no decorrer da semana escreverei o nosso dia a dia.
Abraços para todos.
P.S. As dicas do site Viajando são valiosas, anotem, pois elas ajudam muito, eu levei um caderno que eu montei com todas que achava importante.

 


 
PRIMEIRO DIA: DOWNTOWN DISNEY E MAGIC KINGDON

 mensagem postada em 30/07/2007 - 03:07:36hs
 
 

Acordamos bem cedo, tomamos um café bem reforçado, e fomos para o Salão de Beleza das Princesas em Downtonw Disney, pois minhã filha era só alegria não parava de falar, parecia uma tagarela, quando chegamos lá, me bateu um panico pois o número da reserva que eu havia feito no Brasil co bastante antecedência imaginem vcs, eu tinha esquecido, mas meu "portunhol" me ajudou e pelonome da minha princesa a recepcionista localizou, ainda bem, ufa!!!
Me deram um aparelho para segurar, que eu podia circular por lá e quando chegasse a minha hora e aparelhinho ia vibrar e me chamar, ok foi o que fiz, aproveitei par vestir a roupa de princesa na minha filha, andamos conhecemos e logo fomos chamadas pelo aparelho, que é o máximo.
Bem logo na entrada a fada madrinha vem nos recepcionar e colocam a criança sentada de costas para o espelho, ela escolhe o modelo do penteado, a cor do esmalte e o tom da maquiagem, depois disso começa a trasformação.
No final de 30 min a fada madrinha coloca uma faixa na criança e fala umas palavriahas mágicas solta um pouco de purpurina na criança e vira a cadeira para o espelho, e foi aí que eu não aguentei chorei muito, muito, pois minha filha falou "mamãe sou eu mesma, me belisca para ver se eu estou sonhando" .
É tudo perfeito, fomos ao caixa pagar, e elas me entregaram uma sacolinha com os vidros de esmalte, o estojo de maquiagem e o pente, ou seja tudo que usaram na minha filha.
Saimos de lá fomos direto para Magic Kingdon!
Mais uma choradeira, pois desta vez foi com minhã mãe, na hora que ela viu o castelo ca Cinderela os olhos dela não conteram as lágrimas e eu tb, pois estava realizada em poder proporcionar esta alegria para ela.
Minha filha toda de princesa andando pela Main Street, foi simplesmente um sonho tanto para ela como para mim, ver minha filha com aquele brilho nos olhos já valeu todo meu esforço!
Acho que todos que estão indo e tem filha, deveriam ir neste salão de beleza porque é mais do que um sonho é mágico!!! Uma recordação que ela jamais esquecerá nunca vai esquecer, porque a gente esquece de algumas coisas, mas disso jamais!
Passamos o dia curtindo tudo nos mínimos detalhes, não ficamos para o final porque preferimos deixar para a volta pois fariamos outra vez o parque.
Amanhã contarei mais.
Vou postar minha lista de compras tb.

 


 
Voltamos

 mensagem postada em 29/07/2007 - 01:07:44hs
 
 

Chegamos após 19 dias de passeios a 13 parques. Voltamos via Miami. Tivemos que comprar mais 2 malas, fomos com 3 cheias, 2 vazias dentro delas e mesmo assim não deu. Aquela Turnpile dá um sono lascado e ainda bem que tinha um Starbucks naqueles Plazas. Estava 38C e não teve jeito, tomei um Frappucino de Mocha para acordar e para refrescar. Uma delícia! Chegamos ao aeroporto por volta das 7PM e nosso vôo era para as 11:30PM. Ao chegar no balcão da AA com o voucher e assentos reservados, surprise honey, sua reserva foi alterada pela agência. Bateu o pânico, pois já tinha devolvido o carro e a única coisa que a atendente poderia fazer é embarcarnos via Buenos Aires as 11:20PM e pegar uma conexão da British Airways as 12:25 chegando em Guarulhos as 15hs. A Angela ficou revoltada, queria pular o balcão e dar uns safanãos na véia, mas a acalmei e não teve jeito, aceitamos a proposta. Voltamos até Buenos Aires com um 777 e de Buenos Aires com um jumbo 747 400 com escala em São Paulo e destino a Londres. Acho que foi melhor, pois chegamos com a alfândega vazia, duty free vazio ambos sem aquela muvuca de vôos de Miami e fiscais em cima. Entrei no corredor de bens a declarar para não ter problemas com o notebook que passou da cota de $500. O fiscal abriu a bolsa, olhou o bichinho, pediu a nota e disse:"Se quiser legalizar a entrada vc terá que pagar uma Darf de $125, se não quiser eu libero como dentro da cota". Estávamos em 4 pessoas e acho que esse foi o motivo da liberação, ou não ,sei lá. Não tive dúvidas, vamu embora. Meu cartão já tem muitos dólares para pagar. Fora esse imprevisto do vôo foi tudo maravilhoso.
Ronaldo agradeço todo suporte e dicas e em especial a sua presença no jantar de confraternização. Essa semana a Angela estará postando o relato dia a dia para vcs curtirem.
Obs: Pantoja, posso abrir o nome da operadora que fez essa -- palavra censurada -- conosco após já termos embarcado? Antes de sair do Brasil ligamos para a companhia aérea e estava tudo confirmado. Eles alteraram 4 dias após chegarmos a Orlando.
Abraços a todos,
Sabbag's family

 


 
Dia 18 de junho - Voltando : (

 mensagem postada em 24/07/2007 - 03:07:35hs
 
 

Terminamos de arrumar tudo e depois do café fomos nos despedir de Ronaldo e sua turma, ainda queríamos fazer as últimas compras no Flórida Mall. Ele nos aconselhou a deixar as malas em seu escritório pois elas ficavam aparentes dentro do carro e ele achava que nào deveríamos correr este risco. Sim, ele nos disse que arrombamentos também acontecem em Orlando e que nào valia a pena arriscar no último dia. Deixamos nossas malas e fomos até o Flórida Mall, tínhamos menos de 2 hs e corremos bastante para comprar o que ainda queríamos. Nosso vôo saía às 16: 30 e Ronaldo nos aconselhou a chegar com 3hs de antecedência. A entrega do carro foi muito fácil e o checkin levou 1 hora. Almoçamos e com muita tristeza deixamos esse lugar mágico já fazendo planos de voltar, talvez quando o parque do Harry Potter estiver pronto. Ou antes se possível!!

Quero finalizar meu relato parabenizando o Luiz Carlos pelo site maravilhoso que foi essencial na preparação e no desenrolar da nossa viagem. Agradecer também ao Ronaldo, Frank e Ravena pelo seu atencioso atendimento e dicas importantes e podem saber que quando voltarmos para Orlando novamente vamos contar com vocês. E por fim a todos os amigos do site com suas dicas, indicações e disposiçào em ajudar a tirar as dúvidas que temos antes de realizarmos esse sonho. E também que dividiram sua emoção com todos através de seus relatos. Com certeza continuarei visitando o site, talvez numa frequência menor, mas me coloco a disposiçào também através de e-mail para informar o que for possível. Um grande abraço à todos, meu e-mail está no tópico recados.

 


 
17 de junho Universal Studios

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:26hs
 
 

Nosso último dia de parque e novamente não saímos muito cedo do hotel, mas nos surpreendemos pois a quantidade de pessoas era bem menor do que no dia anterior. Isso nos animou muito. Já na entrada encontramos o Shrek , foto e autógrafo. Iniciamos com o Shrek 4D, muito divertido. Depois fizemos o Jimy Nêutron e fomos para a Kid Zone onde estavam vários personagens e minha filha conseguiu muitos autógrafos e fotos. Fomos no ET que é sempre um passeio muito gostoso e as crianças andaram várias vezes na montanha-russa do Pica-Pau. O parque estava agradável com pouca gente. Seguimos até o MIB, Jaws, Earthquake . A fila maior foi no Jaws de +- 30 min. Almoçamos no Kid Zone e fomos no Terminator 3D, minha filha ficou um pouco assustada com os tiros e eu não achei grande coisa, para mim outros 3D são melhores. Depois disso minha filha não quis ir em mais nenhum brinquedo, e então meu filho e meu marido fizeram o Twister, e meu marido foi sozinho na Revenge of The Mummy. Aproveitou a fila single e andou bem rápido. O parque estava bem mais cheio á tarde. Andamos um pouco mais pelo parque tiramos mais fotos com personagens, fizemos algumas compras e decidimos ir embora por volta das 16:30 satisfeitos com o parque e já com uma ponta de saudade de tudo aquilo. Fomos até uma Toy’s R’us e na Sports Authority que ainda não tínhamos conseguido ir. Preços ótimos e algumas promoções em artigos de inverno infantis muito boas. Passamos ainda no Target e fomos para o hotel tentar colocar todas as coisas nas malas!!

 


 
Dia 16 junho IOA e Cirque du Soleil

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:20hs
 
 

Estava ficando difícil acordar as crianças cedo e acabamos saindo quase 9 hs do hotel. Como era perto chegamos rápido, mas o estacionamento é bem longe do parque e talvez tenhamos demorado mais uns 15 min andando do estacionamento até o parque. Fomos direto ao Spider Man que já tinha fila de 25 min. Sensacional!! Um simulador como nenhum outro, sem dúvida um dos melhores brinquedos de Orlando. Pensamos em repetir mas a fila já era de 45min. Parque muito cheio, não compramos o Universal Express que estava custando U$ 30,00 por pessoa, achamos caro. Sempre acabamos lembrando que o fastpass da Disney é gratuito, e incomoda pensar que precisamos pagar por isso na Universal. Enfim seguimos adiante, meu marido foi para a Hulk e eu e as crianças fomos para Seuss Land; nos encontramos depois e ele disse ter adorado a Hulk, mas meu filho não se encorajou. Rumamos para o Lost Continent e entramos na fila do Poseidon, mas acabamos desistindo pois ficamos com medo de que as crianças pudessem se chatear por não dominar o inglês. Mas pelo que vi em alguns relatos parece que era legal, fica para a próxima. Chegamos a Dueling Dragons meu marido e meu filho foram, enquanto eu e minha filha ficamos filmando e fazendo algumas compras na loja em frente. Eles foram nas duas e adoraram ambas, a parte em que elas se encontram é emocionante segundo eles. Depois fomos no Flyin Unicorn e as crianças repetiram mais duas vezes sozinhas. Nos dirigimos para a área do Jurassic Park, fomos no Discovery Center e as crianças se divertiram nas estações interativas, enquanto descansávamos um pouco. Já passava das 13 hs e precisávamos sair por volta de 16 hs do parque pois assistiríamos ao Cirque du Soleil às 18 hs. Chegamos no Jurassic Park e a fila marcava 75 min, fomos adiante até e área Toon Lagoon, mas ambos brinquedos marcavam filas de 75 min, com muita gente no parque. Nessa hora sentimos o cansaço acumulado ao longo dos dias, desanimamos por imaginar que não conseguiríamos fazer mais nenhum brinquedo. Decidimos escolher apenas um e encarar a fila de 75 min. Meus filhos escolheram o Popeye & Bluto’s e esperamos um pouco mais do que os 75 min. Mas no final o passeio é bem divertido e saímos completamente molhados. Resolvemos comer alguma coisa e ir embora, no fundo um pouco decepcionados com o parque. Filas de 75 min, são difíceis de encarar, e é inevitável a comparação com a Disney e seu fastpass que facilita muito. Ainda tentamos comprar uma Turkey Leg num carrinho do parque mas depois de 10 min na fila desistimos era só uma pessoa atendendo, ela ficou sem troco e teve que deixar o carrinho para buscar o troco. Foi a gota d’água para nossa irritação. Mas depois de um banho no hotel fomos para o Cirque e todo esse sentimento ruim passou com a maravilhosa apresentação que vimos. Considero imperdível, já havia assistido outro espetáculo em Las Vegas e comprovei que todos são excelentes. Andamos um pouco por Downtown Disney, que estava muito lotado. Fizemos algumas compras na loja do Lego, que tem preços incomparáveis!! Quando vou a alguma loja no Brasil lembro com saudade dos preços dos que pagamos em Orlando. Pena que a maioria dos brinquedos era de menino, minha filha não encontrou nada para ela. Não conseguimos jantar no Rainforest pois não havíamos feito reservas e a espera era de quase 3 horas. Sugiro que façam reservas antecipadas(O Ronaldo faz) se quiserem jantar.
Jantamos no Golden Corral, achei médio, meu marido e filho que estavam com saudades de uma carne(como bons gaúchos) gostaram bastante. Tivemos que passar num Walmart e comprar mais uma mala, pois nossas compras não cabiam nas malas que havíamos trazido, e olha que levamos 3 malas, sendo que 1 vazia e outra praticamente vazia. Acabamos saindo de lá 1 hora da manhã,e exaustos fomos para o hotel.

 


 
Dia 15 de junho Sea World

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:52hs
 
 

Decidimos ir até o Wallmart tentar trocar o dvd, já tínhamos colocado a caixa fora, mas tínhamos a nota. Explicamos o problema e trocaram sem problemas, testamos lá mesmo para não ter mais problemas. Fomos então para o Sea World, chegando por volta de 9:30. não sabia que tinha show de encerramento e nos arrependemos um pouco de não ter ido mais tarde para ficar até a noite. Acho que dá para chegar perto do meio-dia e ficar até á noite. Estava muito calor!! Fomos ver os golfinhos mas a fila para dar comida já era grande, além de caro!! Acabamos ficando bastante tempo ali pois meus filhos queriam passar a mão nos golfinho e demorou até conseguirem, mas ficaram radiantes! De fato são animais muito cativantes, que encantam. Seguimos para Journey to Atlantis e minha filha não nos acompanhou, a fila estava rápida e o brinquedo é muito bom, ainda bem que não ficamos na frente pois as pessoas saíram encharcadas, nos molhamos um pouco, mas com o calor que estava foi muito bom.Meu marido foi na Kraken, depois seguimos Shark Encounter, Penguin Encounter, Manatees, Anheuser-Busch com uma cerveja Budweiser bem gelada(grátis) e nos dirigimos para o estádio da Shamu para o show. Não é possível descrever a emoção desse show, impossível conter as lágrimas(só de lembrar dá um nó na garganta). Imperdível, nossos filhos sentaram na área molhada e saíram realmente muito molhados, até a pipoca que comiam ficou encharcada! Já tínhamos feito praticamente tudo que tínhamos planejado no parque, faltando o show dos golfinhos. Meu filho decidiu ir na Kraken e foram para a fila, estava bem grande(40min). Perto da vez deles a montanha parou, como estava na hora do show eles saíram e fomos para o show. Também muito lindo, mas não tão emocionante quanto o da Shamu. Eles resolveram voltar e conseguiram ir na Kraken praticamente sem fila, meu filho adorou! Quando foram repetir a fila era de 30 min e desistiram. Andamos mais um pouco no parque e já eram 19 hs. Como o encerramento era só as 22hs decidimos ir embora, ainda queríamos voltar ao Premium para últimas compras e deixamos os fogos para a próxima.

 


 
Dia 14 de junho Blizzard Beach

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:49hs
 
 

Como a validade de nossos ingressos era de 7 dias precisávamos fazer o BB para não perder. É um parque mais radical que o Typhoon, e portanto com mais subidas, as crianças também adoraram. Tem um teleférico que te leva até o ponto mais alto, mas nas outras atrações as subidas são a pé mesmo e haja perna. Este parque tinha mais gente e claro mais filas, mas foi muito divertido. Saímos por volta de 17 horas e fomos para o Flórida Mall. As crianças desmaiaram assim que entraram no carro e até foi bom para descansarem um pouco. Fizemos um reconhecimento no shoping que é bem grande e fizemos algumas compras, principalmente na Victória Secrets e loja M&M, quando vimos estava fechando. Passamos no Wallmart compramos alguma coisa e fomos jantar no hotel, foi um dos dias que chegamos mais cedo ao hotel por volta de 22 hs. Precisávamos testar o dvd da minha filha que estava sem som e começar a organizar as coisas que já havíamos comprado. Acabamos dormindo por volta da 1 hora da manhã tentando resolver o problema do dvd.

 


 
 
Mais de 1.6 milhões de pernas de peru - as famosas "Turkey Legs" - são consumidas anualmente nos parques temáticos do Walt Disney World Resort: Magic Kingdom, Epcot, Disney’s Hollywood Studios and Disney’s Animal Kingdom.