Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
MAGIC KINGDON - 20/07/07 - PARTE 1

 mensagem postada em 19/08/2007 - 08:08:34hs
 
 

Hoje era o dia mais esperado pelos meninos, afinal de contas não conheciam o MAGIC fKINGDON. Queriam deixar para os últimos dias e assim programamos nosso roteiro. Como de costume, chegamos no horário de abertura do parque as 9am. O estacionamento ainda estava razoavelmente tranqüilo. Paramos no Pluto 14. Pegamos o famoso trenzinho e em seguida o monorail para ganhar tempo. Deixamos para voltar na Ferryboat. Estava tranqüilo sem filas nesse horário. Revistaram nossas bolsas e mochilas, entramos e fomos direto para a SPLASH MOUNTAIN EM FRONTIERLAND. Estava simplesmente sem fila. Rapidinho em 10 minutos fizemos o ride. Ao lado tiramos um Fastpass para a BIG THUNDER MOUNTAIN RAILROAD no horário das 10:15am. Enquanto esperávamos resolvemos levar os meninos para conhecer a TOM SAWYER ISLAND. Pegamos a balsa até a ilha. Demos uma pequena volta e retornamos para fazer a BIG THUNDER MOUNTAIN. Os meninos gostaram muito, tiramos várias fotos e aproveitamos para assistir ao show de ursos COUNTRY BEAR JAMBOREE que a Angela tanto adorou da última vez que estivemos aqui e não parava de falar. Se não assistíssemos ela teria um infarto. Continua praticamente igual com algumas músicas diferentes. Ela achou que no passado as músicas eram mais animadinhas.
De lá partimos no LIBERTY SQUARE RIVERBOAT. Um passeio em volta da ilha do Tom Sawyer. O barco continua o mesmo, igualzinho quando fomos em 1988.
A próxima atração foi o THE HALL OF PRESIDENTS e para variar o Guilherme puxou um ronco. Definitivamente essas coisas não são para eles. O negócio deles é ação e muita ação. Acrescentaram uns presidentes desde nossa última visita e no demais continua o mesmo.
Como a THE HAUNTED MANSION estava em reforma e fechada a espera de novas almas penadas conforme cartaz afixado no tapume fechando a entrada (abrirá em outubro), seguimos para a FANTASYLAND. Tiramos um Fastpass para o 3D do MICKEY’S PHILLARMAGIC para as 1:05pm. Enquanto esperávamos curtimos o IT’S A SMALL WORLD que indicava uma filinha de 20 minutos mas demorou somente 15. Continua igualzérrimo. A música é a mesma, o passeio é o mesmo, mas valeu para recordar.
Fastpass liberado, fizemos novo uso dele tirando um para o PETER PAN’S FLIGHT para as 2:20pm. Enquanto esperávamos fomos curtir o 3D do MICKEY’S PHILLARMAGIC que já tinha dado a hora do fastpass. Muito som, bem agitado e nesse o Gui não dormiu.
Ainda tínhamos tempo antes do Peter Pan e decidimos encarar os 30 minutos de fila do THE MANY ADVENTURES OF WINNIE THE POOH. Conta a história do ursinho Pooh através das páginas do livro.
Voltamos ao Peter Pan que já tinha dado o horário do Fastpass e entramos no carrinho que sobrevoa a terra do nunca. Ainda na FANTASYLAND, seguimos para a MAD TEA PARTY, as famosas xícaras gigantes. O Gustavo queria ir no Dumbo, uma fila enorme, mas se contentou com a xícara sem filas.
Nossa experiência em almoçar nos parques mostrou que quanto mais tarde melhor. Depois das 3pm era mais tranqüilo. Então decidimos assistir a parada das 3pm antes de almoçar. Conseguimos um bom lugar em frente ao Castelo da Cinderela e por lá ficamos. As bailarinas não eram muito novinhas, com uma peruca de dar inveja, 3kg de maquiagem. Acho que eram da parada de 1988. O comentário do Guilherme foi terrível: Mãe parece um traveco! Fica quieto menino. Isso não é comentário que se faça! Demos boas gargalhadas.
Parada terminada fomos almoçar. Optamos pelo PECOS BILL TALL TALE INN AND CAFÉ em FRONTIERLAND. Novamente o hamburger com o buffet de saladas para rechear seu sanduíche a vontade. Colocamos tanto recheio que ele nem fechava. Novamente usamos garfo e faca.
Após o almoço fomos tirar um Fastpass para o JUNGLE CRUISE que saiu para as 5:20pm. Ainda eram 4:20pm e fomos no PIRATES OF THE CARIBBEAN. A fila indicava 30 minutos. Não tem Fastpass nessa atração. Quando demos conta, começou a chegar uma enorme excursão de brasileiros e demos uma acelerada no passo para ficar na frente deles. Já imaginou mais 40 na nossa frente por questão de segundos? Ufa, conseguimos chegar na frente deles. O duro foi agüentar aquela algazarra dos jovens, mas ta no inferno...Tudo é folia e diversão. Notamos uma reforma em relação ao passado, a figura do Jack lá no cenário, mas o passeio igual. Gostamos!
Ainda tínhamos tempo antes do Jungle Cruise e curtimos o THE ENCHANTED TIKI ROOM UNDER NEW MANAGEMENT que de novo não tinha nada. Trata-se de um show com papagaios animatrônicos.
Dada a hora do JUNGLE CRUISE seguimos para lá e mesmo com o Fastpass pegamos uma fila de 10 minutos. Os meninos gostaram da atração, nós já conhecíamos. O barquinho parecia a ONU. A piloto era da França, nós do Brasil, um grupo do Egito e outro grupo dos EUA. Cheio de emoção, o circuito reserva grandes surpresas.
Saindo dessa atração dava tempo de pegar o show DREAM ALONG WITH MICKEY no palco do Castelo as 5:35pm.

Ainda continua...

 


 
MGM - 19-07-07 - PARTE 2

 mensagem postada em 18/08/2007 - 11:08:58hs
 
 

Entramos no WALT DISNEY ONE MEN’S DREAM. Uma narração e exposição da vida de Walt Disney. Em seguida o THE MAGIC OF DISNEY ANIMATION. Começou a chover. As capas não ficaram no carro, estavam na mochila. Até que enfim conseguimos usa-las. Não agüentava mais carregá-las. Já quase 8pm, resolvemos ir para a fila do FANTASMIC que já ocupava boa parte da Sunset Boulevard. Uma fina garoa caia, mas ninguém se mexia. Todos lá firmes. Enquanto ficamos na fila os meninos foram fazer uma boquinha e compraram umas batatas fritas e refri. Liberaram a entrada somente as 8:50pm e aí amigos, aquela correria para pegar um bom lugar. Chegando no teatro ao ar livre, os bancos todos molhados, mas fazer o que, ta no inferno com chuva, abraça o capeta com capa. Muitas, mas muitas excurções de brasileiros. Contamos mais de 6 grupos e dos grandes. Coitados dos argentinos que estavam lá num pequeno grupo. A gozação foi grande pela vitória do Brasil na Copa América. Ola que vai, ola que vem e não parava. Tanto que os alto falantes pediram para parar a bagunça para começar o show. Falaram até em português. O show é simplesmente um luxo! Super produção. Luzes, fogos, imagens, água. É fantástico. Recomendamos.
Encerrado o show, pegamos o caminho da saída e fomos para o hotel, banho e cama.

Amanhã MAGIC KINGDON

Sabbag’s family

 


 
MGM - 19-07-07 - PARTE 1

 mensagem postada em 18/08/2007 - 11:08:06hs
 
 

Acordamos bem cedo e fomos tomar nosso café no quarto. Pretendíamos chegar logo na abertura do parque MGM para aproveitá-lo ao máximo. Não conhecíamos. Chegamos as 9am. Os meninos foram direto para o Guest Relations retirar o Disney Pin de primeira visita. Seguimos então direto para a THE TWILIGHT ZONE TOWER OF TERROR sem não antes tirar várias fotos daquele hotel abandonado. Até PhotoPass entrou na parada. Tiramos um Fastpass logo de cara para as 10:15am e fomos curtir a ROCK `N` ROLLER COASTER – STARRING AEROSMITH. Antes de optar por qual tirar o Fastpass verificamos qual tinha o menor tempo de fila. Então tiramos da Torre do Terror e na Aerosmith fomos de single rider com fila zero. Nenhuma espera. Rapidinho. Depois das rollers do Busch Gardens essa foi fichinha. O visual é bonito, mas o sonzinho da música achamos meio manero. Pensei que iria estourar os tímpanos. Nada disso. É só um fundinho musical.
Andamos pela SUNSET BOULEVARD para tirar umas fotos. Fomos ao STAR TOURS que mostrava 10 minutos de fila. Encaramos o simulador de vôo que achamos bem interessante. Realmente parece que vc está numa nave. Chacoalha bem.
Em seguida fomos tirar outro Fastpass para o INDIANA JONES EPIC STUNT SPECTACULAR. Conseguimos um para as 11am. Só que o intervalo para entrar na atração era de apenas 15 minutos, ou seja, das 11 às 11:15am. Voltamos para a Torre do Terror para curtir essa tão comentada atração. Apesar de estar com o Fastpass na mão, pegamos uns 10 minutos de fila. Puxa, o cenário é simplesmente um luxo. Aquilo sim é a reprodução de um hotel assombrado. Cada detalhe muito bem planejado. Até os cast member parecem assustadores, realmente com cara de fantasma. O ride é sensacional. Aquele elevador sobe e desce, sobe e desce e depois sobe e desce. Quando abre a porta para desembarcar tem um...nao vou contar senão perde a graça. Chegou a hora de assistir ao INDIANA JONES. O horário casou certinho. Se tivesse planejado não daria certo. O teatro já estava bem cheio e bastante quente. E gente chegando e mais gente chegando. Os cast member trabalhando muito para arrumar lugar para todos e a famosa frase não parava de ser pronunciada: “Go all the way down, pleeeeassssseee.” Os efeitos especiais são bastante interessantes e o show prende a atenção de todos.
Em seguida, com um Fastpass liberado, fomos em direção a VOYAGE OF THE LITTLE MERMAID tirar um Fastpass que saiu para as 1:15pm. Enquanto esperávamos dar a hora, assistimos um pouco do HIGH SCHOOL MUSICAL, para desespero do Gustavo que simplesmente odeia. Ficava enchendo para ir embora, vamu pai, vamu pai. Até que não agüentamos a encheção e fomos para a Little Mermaid. Trata-se de um show teatral musical com duração aproximada de 17 minutos. Essas coisas mais infantis o Guilherme não resisti e dorme. Puxou um ronquinho e só acordou no final assutado com um efeito especial do show.
O estömago começou a reclamar e fomos almoçar no ABC COMMISSARY. Pegamos uma fila enorme. Várias excursões de brasileiros. A caixa era tão devagar que se tivesse duas tartarugas para pintar elas sairiam rajadas. Nossa, acho que demorou uma meia hora até pedir. Já eram 2:20pm e pretendíamos ir no LIGHTS, MOTORS, ACTION as 2:45pm. Se não der tempo vamos no próximo as 5:30pm. Conseguir sentar e fomos comendo. Faltava o Gui acabar seu lanche. Quando deu 2:35pm falei: Dá tempo! Vamos. Limpamos a mesa e saímos em disparada para o show. O Gui pegou o que faltava comer e beber e acompanhou. Chegando na atração a cast member já estava com a corda na mão para fechar. Quando passamos fechou. Ufa! Conseguimos. Agora novo desafio. Encontrar um lugar para sentar. Inacreditavelmente lotado, lotadaço. Subimos todas as escadas e estávamos dispostos a ficar encostados na mureta, quando ouvimos: “Pleeeeaaaasseeee, go all the wqy down!!”. Localizamos um super lugar e fomos nos sentar.O show é o máximo da ação e emoção. Incrível show de carros. Nesse o Gui não dormiu. Não percam essa atração! Aproximadamente 33 minutos de pura adrenalina.
Saindo desse show demos de cara com a banda MULCH, SWEAT & SHEERS – LIVE IN CONCERT tocando simplesmente BORN TO BE WILD. Pessoal, lembrei do Kildare. Cadë vc cara! Curtimos um pouco a música e seguimos para o MUPPET VISION 3D. Bastante interessante. Vale a pena. Passeamos em algumas lojinhas e fomos assistir ao show da BEAUTY AND THE BEAST (A Bela e a Fera). O show é bonito, mas o Gui dormiu de novo. Eles não gostam muito de musicais.
THE GREAT MOVIE RIDE foi nossa próxima atração. Pegamos uma filinha razoável. A duração é de 22 minutos, o ride é legal com algumas cenas de ação. SOUNDS DANGEROUS em seguida. Um show de áudio com alguns momentos de completa escuridão.

CONTINUA...

 


 
Chris

 mensagem postada em 18/08/2007 - 07:08:25hs
 
 

Que legal que começou a escrever seus relatos, apesar de já saber de um monte de coisas, mas é muito legal ler e ver todos os detalhes.

Escreva logo...Ah, estão muito bem detalhados, do jeito que todos nós aqui do site gostamos.

 


 
Féres

 mensagem postada em 18/08/2007 - 07:08:23hs
 
 

Peru centopéia foi demais...Fiquei até imaginando ele aqui na minha cabeça...Muito engraçado.

Agora o Fast Pass, são para todas pessoas que compram ingresso para os parques da Disney, não importa o tipo de ingresso.

 


 
GATORLAND/COMPRAS/MEDIEVAL - 18/07/07 - PARTE 2

 mensagem postada em 16/08/2007 - 11:08:34hs
 
 

Nosso jantar estava marcado para as 8:15pm. Trocamos os ingressos na bilheteria e nos foi entregue a coroa do setor vermelho. Era a cor do cavaleiro para o qual torceríamos. Ficamos um tempo no hall de entrada, apreciamos as coisas da lojinha até que foi liberada a entrada para a arena. O cenário e o enredo continuam praticamente iguais ao de 1988.
Logo que sentamos começaram a servir a sopa, a bebida (refri ou cerveja), pão, depois veio o frango, a ribs e a batata. No final a sobremesa, uma massa folhada recheada de maçã. Enquanto vc vai comendo, bebendo e gritando torcendo pelo seu cavaleiro, o show vai se desenrolando. Tem alguns efeitos especiais com luzes e fumaça e a produção é muito bem montada. As fantasias são muito bonitas e a fisionomia dos personagens faz lembrar a época. A duração é de quase 2 horas. Saímos de lá roucos de tanto gritar. Os meninos tiraram fotos com o cavaleiro para o qual torcemos, comprarem camisetas do MEDIEVAL e fomos dormir e chega por hoje.

Amanhã MGM.

Sabbag’s family

 


 
GATORLAND/COMPRAS/MEDIEVAL - 18/07/07 - PARTE 1

 mensagem postada em 16/08/2007 - 11:08:00hs
 
 

Hoje foi um dia em que acordamos um pouco mais tarde. Saímos depois das 9am para ir ao GATORLAND. Já tínhamos informação de que o local havia se incendiado no começo desse ano. O parque fica na Orange Blossom Trail. Tínhamos visitado esse parque em 1988. Na época fizemos algumas filmagens do local e o Gustavo e o Guilherme estavam com uma grande expectativa de assistirem aos mesmos shows com enormes saltos dos gators. Chegando lá a primeira decepção. O incêndio destruiu a entrada principal e aquela enorme boca de crocodilo da recepção. Ainda está em construção a nova boca. A entrada estava improvisada pela lateral do estacionamento. Nossa intenção era ficar no máximo 3 horas no parque. Entramos e de cara fomos assistir ao GATOR WRESTIN’ SHOW. Trata-se de um domador de crocodilos com até 2,8m de comprimento e 82 afiadíssimos dentes que usa e abusa do bichinho. O dia que a fera se voltar contra o domador nem quero ver o estrago. Puxa o coitado pelo rabo, vira de ponta cabeça, segura a boca do danado com o queixo e no final passa uma fita adesiva na boca do animal e oferece ao público a oportunidade de tirarem uma foto sentado sobre a fera. Até aí tudo bem! O porém é que se paga $10 só para sentar e ficar 3 segundos. Tem que ser rápido no gatilho. Esse show começa as 10am, mas depois tem outros ao longo do dia. O show dura mais ou menos 30 minutos. Tínhamos 15 minutos antes do próximo show e fomos dar uma voltinha pela lojinha do parque e pelas jaulas dos animais. Tem cada um de meter medo. Eram 10:45am horário do próximo show UPCLOSE ENCOUNTERS. Mais feras nos aguardavam. Cobras, escorpiõesm, aranhas, insetos e pássaros exóticos. Existe uma interação com o público e todos se divertem. Acabou o show, o calor era intenso e fomos tomar uma raspadinha italiana. O Guilherme estava com uma tremenda vontade de dar o que comer para os gators e compramos algumas salsichas que são vendidas exatamente para isso. A disputa entre os animais era grande. Um subia por cima do outro para ganhar a sua parte da salsicha. Alimentação concluída, procuramos uma sombrinha para o próximo show, o GATOR JUMPAROO SHOW que começaria as 11:30am. É um tanque repleto de gators enormes. Esse era o momento mais esperado pelos meninos que se decepcionaram porque os gators não saltavam mais como antigamente com tanta destreza. Acho que ficaram velhos. Também depois de 19 anos. O show é diferente e bem mais curto que no passado. Mas haja frango para dar as feras.
Terminado o show fomos dar uma volta pelo parque. Lamentamos dizer que o parque parece bem abandonado. Percorremos todo o trajeto em volta do parque, subimos na torre de observação e fomos embora.

A próxima parada foi o Florida Mall. Tínhamos um voucher impresso aqui no BR para trocar por um book de descontos. Procuramos o Guest Service e trocamos. Os meninos queriam comprar o IPOD na loja da APPLE e os óculos escuros na loja da OAKLEY. Só compramos o IPOD. A segunda decepção do dia foi descobrir que os óculos estavam 25% mais caros que na Quiet Flight. Não compramos. Também precisamos agradar as meninas e fomos ao VITTORIA’S SECRET atrás dos cremes. A promoção do dia era de 3 cremes ou splash por $11,99. Pegamos 21. Alguns para presente e alguns para a Angela. Passando no caixa perguntamos para a moça quantos tinham, pois eu já tinha perdido a conta. Respondeu: 20 sir! Então pega mais um e completa os 21. Chegando no hotel, nossa conta estava certa e a do caixa errada. Ganhamos um na faixa. Tinham 22 cremes/splash na sacola. Na CHAMPS, encontramos duas araras na porta liquidando tudo por $2,99. Pegamos moletons e camisetas nessa arara. Os meninos estavam desesperados para voltar na Quiet para compras os óculos. Nem conseguimos olhar o shopping por inteiro de tanto que pertubavam. Estomâgo roncando fomos fazer uma boquinha. Optamos pelo CHARLEY’S GRILLED SUBS. Uma delícia de sanduíches quentes de carne, frango ou BBQ na baguete. Aí não teve jeito, voltamos na Quiet da ID. O vendedor uma lesma morta. Não sabia preço de nada, não sabia onde estava nada. Tudo perguntava ao outro. Haja paciência. Pediram os óculos que queriam. Só que para achar no estoque....Haja mais paciência. Ta inferno abraça o danado. O GUI queria um tênis que viu na loja do CITY WALK e não tinha seu número, mas não vimos no mostruário. E para explicar o que queríamos. Uma dificuldade para ele entender. Até que pegamos uma caixa da mesma marca e mostramos. Sorry, we do not have! Fomos embora e na esquina encontramos uma BRAND SHOES onde entramos. Depois de olharem muito compraram uns tênis da PUMA. Começou a desabar o mundo, chovia, chovia, mas chovia muito. Não dava para enxergar nadinha de nada. Mas precisávamos ir embora, pois tínhamos jantar marcado no MEDIEVAL TIMES.
A chuva parou e chegando no hotel parecia que nem havia chovido. Tomamos aquela ducha e saímos para o MEDIEVAL TIMES.

Sabbag's family

 


 
EPCOT CENTER - 17/07/07 - PARTE 2

 mensagem postada em 15/08/2007 - 11:08:11hs
 
 

Em seguida a NORUEGA. O MAELSTRON era nosso objetivo. A fila marcava 30 minutos e falamos para o Gustavo que seria melhor tirar um Fastpass que também era para daqui a 30 minutos. Enquanto isso passeamos pela Noruega. Não arredou pé. Queria ficar na fila e guardar o Fastpass de recordação. Não sei pra que. Ficou lá na fila e eu, Angela e Guilherme fomos dar uma volta pelo país. Passeamos pela loja, tiramos fotos, comemos um Pretzel de amêndoas, uma delícia. Dados os 30 minutos, voltamos e por -- palavra censurada -- , tirei mais um Fastpass que já estava liberado para dar ao Gustavo. Encontramos com ele na apresentação do filme sobre a Noruega. Toma mais recordação, disse. Saímos juntos da atração. Próxima parada CHINA. Chegamos bem na hora da apresentação dos acrobratas e contorcionistas. Como se torcem, parecem de borracha. Assistimos ao filme 360. Muito interessante. Agora a ALEMANHA. Demos uma olhadinha, tiramos algumas fotos, compramos um chocolate para adoçar a boca e fomos para a ITALIA. Estavam encenando um teatro ao ar livre, mas com já havia começado, olhamos um pouco e fomos fazer o que? Tirar mais fotos. Na fonte tiramos foto do PhotoPass e pedimos em inglês para tirar uma com a nossa máquina. Quando devolveu a máquina, a Angela comentou: ele é brasileiro! Dito é feito. Identificamos pela bandeirinha no crachá. O rapaz era de BH. Mineirinho. Batemos um papinho rapidinho e saímos em direção aos EUA. Entramos e assistimos ao THE AMERICAN ADVENTURE. O Guilherme aproveitou o escurinho e tirou um bela soneca. Foram 30 minutos bem aproveitados por ele. Saindo bem em frente tem uma barraquinha que vende pipoca e perna de peru. O Gui queria experimentar uma e pediu a sua. Aliás, o que tem de gente comendo essa perna de perú! Vou te contar! Eles devem criar “peru centopéia”, porque haja perna de peru para tanta boca.
Enquanto comiam a perna do bicho, aproveitamos para dar uma passada na loja do JAPÃO. Entramos e saímos logo, estava bem cheia. Seguimos então para o MARROCOS. Estava sendo apresentado um show musical na entrada do país. Assistimos um pouco e fomos dar uma volta pelo Marrocos. Já estava escurecendo e demos uma passada rapidinha pela FRANÇA e fomos assistir ao ILLUMINATIONS em cima da ponte. Muito bonito, vale a pena segurar as pontas e ficar até a queima de fogos. Terminado o show passamos pelo REINO UNIDO, tiramos mais fotos, andamos pela lojinha, e foi rapidinho porque já estava quase fechando. Quando chegamos no CANADA, só tiramos fotos do lado de fora porque já havia fechado. Passava da 9:45pm.
Estávamos super cansados e decidimos ir embora.
Hotel, banho e cama.
Amanhã GATORLAND E COMPRAS.

Sabbag’s family

 


 
EPCOT CENTER - 17/07/07 - PARTE 1

 mensagem postada em 15/08/2007 - 11:08:21hs
 
 

Hoje nosso dia seria todo dedicado ao EPCOT CENTER. Chegamos bem cedo no horário de abertura do parque as 9AM. Conseguimos parar bem próximo da bilheteria de entrada que nem precisou pegar o trenzinho. Fomos andando mesmo. Quando vc chega e dá de cara com a SPACESHIP EARTH começa a bater aquela emoção, “estou aqui mesmo?”. Já sabíamos que essa atração estaria fechada para reforma. Os meninos ficaram decepcionados, queriam saber o que tinha lá dentro, como era o negócio. Infelizamente não vai dar para saber e não vamos contar, fica para a próxima. Logo na entrada já puxamos a máquina e começamos a tirar várias fotos. Mapa na mão, começamos a procurar o SOARIN no THE LAND, uma das mais concorridas. Chegando lá já tinha 20 minutos de fila e não tivemos dúvida: Tira um Fastpass! Saiu para as 10:12am e liberado para tirar outro as 10:12am. Enquanto isso fomos conhecer o LIVING WITH THE LAND, o qual estava absolutamente sem fila. O passeio de barco é muito interessante e praticamente igual ao que vimos em 1988. Apreciamos a visão daqueles legumes e frutas gigantes, flores exóticas, tanques de peixes, etc. Quase nada mudou. Aproveitamos para conhecer também o the CIRCLE OF LIFE que fica no mesmo prédio. Trata-se de um filme sobre o meio-ambiente com os personagens do rei Leão, também sem fila e somente a espera para a próxima sessão.
Agora finalmente o SOARIN. As 10:12am em ponto entregamos o ticket ao cast member e ele não acreditou. Olhou no relógio para conferir e disse: go ahead guys! Uma pequena espera e chegou nossa vez. O simulador é muito interessante, fantástico, maravilhoso, simplesmente um luxo. Só indo para ver e sentir essa maravilhosa sensação. Valeu cada minuto da espera.
Ainda encantados pelo Soarin seguimos em direção ao TEST TRACK e tiramos outro Fastpass, dessa vez para as 1:15pm. A fila normal tinha espera de 60 minutos. Eram apenas 10:50am. A liberação de outro Fastpass somente para daqui a 2 horas. Enquanto isso, fomos ao MISSION SPACE. A fila para o More Intense marcava 120 minutos, um absurdo. Mas a fila do Less Intense apenas 30 minutos. Na entrada os cast members explicam com é cada tipo de viagem. Chegamos a um consenso e decidimos ir na fila mais curta. Entramos e em 15 minutos já estávamos no simulador. Nos divertimos com os comandos e gostamos bastante. Não tivemos nenhum tipo de mal estar.
A próxima da fila foi o UNIVERSE OF ENERGY. Uma apresentação sobre as fontes de energia e depois um passeio com carrinhos que passam por vários bonecos animatrônicos.
Seguimos para o HONEY, I SHRUNK THE AUDIENCE. Praticamente sem filas, somente a espera para entrar na sessão. Trata-se de um 3D sobre uma experiência onde ocorrem imprevistos. Demora uns 15 minutos. Achamos interessante, mas não chega aos pés do IT’S THOUGH TO BE A BUG do Animal Kingdon.
Já era 1:30pm e resolvermos voltar ao TEST TRACK para fazer uso do Fastpass. Já não havia mais Fastpass disponível, pois estavam esgotados para esse dia. Muito bom mesmo. Pena que a fila estava enorme e não dava para repetir. Até no Fastpass tinha uma espera. Tinha a opção de single rider, mas a espera também era grande. São 7 diferentes testes pelo qual o veículo passa. Muito bom. Na saída aqueles carros maravilhosos. Meninos e meninão babaram. Fotos pra cá, fotos pra lá, entre e sai dos carros, Uma loucura. Passando os carros tem um lojinha e aí me perdi de novo. Não saí de lá’sem uma camiseta do HUMMER.
Comecei a sentir alguém resmungando e quando olhei para baixo: Oi, sou seu estômago! Lembra-se de mim? Vc precisa me dar de comer, senão não vai agüentar até o Illuminations.
Fomos comer no ELECTRIC UMBRELLA. Comemos o de sempre. Pena que não tinha o buffet de saladas para completar o hamburger. Somente o refil de refrigerante. Atendido o pedido do estômago, seguimos para o JOURNEY INTO IMAGINATION WITH FIGMENT. Eram 3:30pm e não tinha fila alguma. Uma aventura pelo mundo da imaginação explorando os sentidos. Na saída encontramos o próprio e logo fomos tirar umas fotinhos com ele. Quando os meninos era menores brincavam com um de pelúcia que trouxemos da última vez.
Rumamos agora para o THE LIVING SEAS. Um passeio pela vida marinha. Fomos ao THE SEAS WITH NEMO & FRIENDS. A fila foi o tempo de entrar e ir andando, andando, andando, andando e andando até chegar a conchinha que nos leva a procurar o Nemo.
Demos uma passadinha pelo CLUB COOL e provamos os diferentes tipos de refrigerantes fabricados pela Coca-cola no mundo. Horrorosos para nosso gosto. Não gostamos de nenhum.
Findado o FUTURE WORLD, iniciamos o WORLD SHOWCASE.
Começamos pelo MÉXICO. Entramos e como não podia deixar de ser, fotos com sombreiros. Passeamos no barquinho, sem fila alguma.

Sabbag's family

 


 
ANIMAL KINGDON - 16/07/07 - PARTE 2

 mensagem postada em 13/08/2007 - 10:08:59hs
 
 

Gustavo e Guilherme queriam dar mais uma voltinha na EVEREST e para lá fomos. Foram no single rider. Demoraram uns 15 minutos enquanto eu e a Angela tiramos mais algumas fotos. Já eram quase 7PM e decidimos pegar o caminho da roça. Passamos no RAINFOREST CAFÉ para conhecer aquela arquitetura exótica. Bem colorido e diferente. Apreciamos as coisas da lojinha, mas nada compramos. Tinha fila para o restaurante então decidimos pegar uns congelados no SUPER TARGET mesmo. Fomos embora. O parque fechava as 8PM e estava quase na hora.
Pegamos umas comidinhas congeladas, umas frutas e algumas guloseimas e fomos comer no hotel.
Mais um dia estava se encerrando.
Amanhã EPCOT CENTER

Sabbag’s family

 


 
 
Na atração Piratas do Caribe, o Pirtata que fica sentado na ponte, possui pêlos verdadeiros em suas pernas e sujeira no seu pé porque ele é o único pirata que os visitantes podem ver bem de perto e os Imagineiros o fizeram de forma bem realística.