Visto - Formulário DS-160

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Pensão + Salário

 mensagem postada em 29/06/2010 - 10:06:24hs
 
 

Olá
Minha sogra recebe salário e pensão do meu sogro.
Como ela faz para colocar o valor dos dois juntos? Já que a renda dela são os dois.

E meu namorado trabalha com o pai dele (loja própria do pai). Ele deve informar o rendimento que está no IR? Pq no fim das contas acaba sendo sempre um valor acima que ele recebe por mês.

 


 
Para Luana e Juliana

 mensagem postada em 29/06/2010 - 10:06:25hs
 
 

Luana Gonçalves
e
Juliana de Sousa

Muito obrigado pelas dicas.

Juliana, no seu caso, como eu ainda não fiz entrevista, prefiro não opinar. Meus dois vistos anteriores são pré-onze de setembro, logo tudo era providenciado via despachante. Não tenho experiência anterior de visto. Desculpe.

Minha entrevista é dia 12 de julho. Se der certo, conto aqui tudo com riqueza de detalhes.

Obrigado!

 


 
Marlon

 mensagem postada em 29/06/2010 - 08:06:03hs
 
 

Olá Marlon,

realmente acredito que você não deva deixar em branco a renda no formulário. Tirei meu visto semana passada em Brasília e vi uma menina na cabine ao lado tendo o visto negado por não conseguir comprovar renda.

Quando estava preenchendo o meu formulário li aqui no fórum que uma pessoa tinha colocado a renda familiar, porém agora não consigo achar o depoimento.

Ainda estou com dúvida, não sei o que colocar na renda no formulário de minha mãe.

Abraços

 


 
MAIS DÚVIDAS

 mensagem postada em 28/06/2010 - 11:06:27hs
 
 

No preenchimento do DS-160 da minha filha de 7 anos, o que coloco no espaço que pede o CPF ou o RG, já que ela ainda não tem nenhum dos dois ? Does not apply ou o número da certidão de nascimento ?
Ela tb é considerada "principal applicant" ?
Gerei o formulário família e as perguntas estão exatamente iguais, é isso mesmo ?
Obrigada MAIS uma vez...

 


 
Para Marlon

 mensagem postada em 28/06/2010 - 11:06:02hs
 
 

Oi Marlon!
Não sei se eles lêem o formulário antigo ou só o novo que vc enviar, mas se perguntarem pq vc mudou vc fala a verdade, que não tinha entendido a questão sobre renda pois era autônomo e depois que se informou preencheu de novo.
Acho que ajuda sim, pois vc já teve o visto, foi e voltou. Eu tb já tinha um visto vencido.
O que te aconselho é sempre falar a verdade, pois na entrevista as perguntas são feitas pra ver se vc cai em contradição.
Abraços

 


 
Para Luana Gonçalves

 mensagem postada em 28/06/2010 - 10:06:59hs
 
 

Oi Luana. Obrigado pela dica.

Acho que então vou enviar um novo formulário, pois eu já tinha enviado o meu.

Vou colocar minha renda e colocar também que meu pai será meu financiador só para garantir. É o jeito.

O que vc acha?

Não sei se vc viu, mas eu tenho dois vistos anteriores: um de 1995 (3 meses) e de 1997 (10 anos, expirou em 2007). Isso ajuda?

Obrigado.

 


 
Para Marlon Machado

 mensagem postada em 28/06/2010 - 10:06:05hs
 
 

Oi Marlon! Desculpa me meter na sua conversa com a Juliana, mas tenho situação parecida com a sua. Sou dentista autônoma e como vc não tenho um salário mensal. Na hora de preencher a renda eu não deixei em branco (concordo com a Neusa, não basta provar vínculos, tem que ter renda!). Como declaro imposto de renda (que vai servir como um comprovante na hora da entrevista)fiz uma média do valor anual que declaro. Por exemplo: IR R$12.000 anual, coloquei no formulário a média, ou seja, R$ 1000,00 mensal. Não tive problemas e meu visto foi concedido e não pediram nenhum comprovante na hora da entrevista.
No meu caso tb fiquei com medo da minha renda ser baixa, então coloquei além da minha renda mensal, que meu pai iria custear a viagem e levei além dos meus documentos os do meu pai.
No caso da sua irmã não sei se quem tem loja declara imposto de renda, mas se sim, ela pode fazer a mesma coisa e tb se for junto com o marido usar as duas rendas juntas ou tb dizer que ele vai custear a viagem dela.
Acho que é isso. Não sei se alguém pensa diferente, mas o que te aconselho é não deixar renda em branco!
Qualquer dúvida se eu puder ajudar...
Abraços!

 


 
Palpite

 mensagem postada em 28/06/2010 - 07:06:38hs
 
 

Oi!
Já vi, pessoalmente, visto negado porque a pessoa não tinha renda, não basta provar as raizes você tem de demonstrar que tem recursos para viajar para lá ou provar que vive as expensas de alguém que vai custear a viagem.
Nossa entrevista foi dia 24.06, achamos que como renovação não seriamos entrevistados, engano nosso.
Levamos uns 50 minutos para preencher o primeiro DS-160 e o segundo uns 15 minutos, ficamos com prática.
Chegando lá, fomos barrados na porta, um dos formulários tinha sido impresso no formato paisagem, horizontal, não aceitaram, só serve na vertical, é mole? Em frente ao Consulado, moramos em São Paulo, tem vários despachantes que cobram R$ 50,00 e levam 10 minutinhos para fazer tudo, escanear a foto, preencher, imprimir, etc É bom levar, além da confirmação, o questionário impresso para facilitar.
O despachante estava lotado, pois muita gente teve problemas, o mais comum era a impressão do código de barras, que a leitora do Consulado não lia.
Pegamos uma senha e fomos na pré-entrevista, primeira pergunta para meu marido, você é descedente de árabe? (acho que pelo nariz maiorzinho, ele identificou). Meu marido falou que era, mas que os pais eram brasileiros, só os avós é que eram sirios, mas bastou para ficarmos no maior stress. Depois de uma hora fomos chamados para tirar as digitais e em seguida para uma entrevista, estavamos super nervosos, mas só perguntaram para onde íamos, o que iamos fazer lá e se era a primeira vez, estranho pois eles pedem e retem o passaporte com o visto antigo, falamos que já tinhamos ido umas 16 vezes, ai ele disfarçou e falou, "ah é renovação, né? o visto está concedido". Levamos comprovante de tudo, imposto de renda, escritura, holeriti, etc, mas não mostramos nada.
É muito bom viajar para lá, mas pedir o visto é uma situação muito humilhante, né?

 


 
Pergunta para Juliana de Sousa

 mensagem postada em 28/06/2010 - 06:06:13hs
 
 

Olá Juliana de Sousa,

Acho que minha dúvida é parecida com a sua.

Sou advogado autônomo, não tenho vínculo empregatício.

Nessa parte da "renda" no formulário, eu deixei em branco. E justifico: deixei em branco porque o formulário pede, salvo melhor juízo, "salário mensal, se empregado". Ora, eu não estou empregado, pois não tenho vínculo empregatício, mas posso demonstrar "minhas raízes com o Brasil" de outro modo (veja minhas mensagens de hj dia 28/06 lá no tópico "Visto").

Eu estou na dúvida, porque moro com meus pais. Se pudesse colocar a renda familiar, eu apontaria a minha renda, somada a renda do meu pai e da minha mãe.

Essa é a mesma dúvida da minha irmã que é casada e é empresária. Como ela é empresária, dona de loja de roupas, não tem salário mensal, logo não tem emprego, mas tem condições de demonstrar suas raízes de outra forma.

Vamos debater esse assunto aqui ou lá no tópico sobre Visto, pois ele é relevante.

Alguém mais poderia ajudar?

Obrigado

 


 
PARA FABIO LIPORACE

 mensagem postada em 28/06/2010 - 06:06:13hs
 
 

FABIO, NAO SEI O QUE SERIA DE NÓS SEM VOCÊ !
PUXA VIDA, QUE CARA LEGAL... ME AJUDOU MUITO COM AS DICAS NA MINHA VIAGEM DO ANO PASSADO (QUE DEU SUPER CERTO) E ME AJUDA AGORA NA RENOVAÇÃO DO MEU VISTO, QUE VENCERÁ NO DIA 21/08. OBRIGADA MESMO.
NA VERDADE NÃO TENHO INTENÇÃO DE VIAJAR DE NOVO TÃO CEDO (PENA...), VOU ESPERAR UM OU DOIS ANOS PRA IR DE NOVO. ESTOU SÓ RENOVANDO O VISTO ANTES DE VENCER, ACHO MAIS FÁCIL.
MAS COLOQUEI O HOTEL QUE FICAMOS EM OUTUBRO, O ALL STAR MUSIC.
TEM TB UMA PERGUNTA QUE ME DEIXOU EM DÚVIDA. PERGUNTA SOBRE O TRABALHO NOS ÚLTIMOS 5 ANOS. SOU PUBLICITÁRIA MAS DESDE QUE MINHA FILHA NASCEU (HÁ 7 ANOS) NÃO VOLTEI A TRABALHAR, PORTANTO SOU DONA DE CASA. COLOQUEI "DOES NOT APPLY". SERÁ QUE TUDO BEM ?
VALEU, AMIGO.
ABRAÇOS.

 


 
 
A atração Space Mountain foi concebida originalmente para a Disneyland durante os anos 60, mas a tecnologia necessária não estava disponível. Inaugurado o parque Magic Kingdom em 1971 os convidados estavam ansiosos por uma atração mais radical, uma montanha-russa e por isso o projeto foi reativado. Do conceito original até a sua criação passaram-se 11 anos.