Bagagem - Alimentos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: duvidassss

 mensagem postada em 21/07/2014 - 08:07:44hs
 
 

Será que posso levar na mala despachada os itens: arroz, feijão, leite em pó e nesqkic de morango pra minha filha que é chata pra comer? em 2012 ela passou a nuguets e batata frita, pipoca e cachorro quente...almoçamos no Camila´s pra comer comida de casa... dessa vez irei ficar na casa de um amigo, e terei a opção de cozinhar, e também porque minha filha está seguindo uma dieta por orientação médica....por isso pergunto se posso levar esses itens? grata -
(mensagem de Rosana Mary)


Rosana,
Não é permitida a entrada de alimentos "in natura" nos EUA (e nem no Brasil, na volta). Esta prática serve para evitar o trânsito de pragas nas respectivas culturas agrícolas dos países.
Se vc levar e sua mala for aberta na alfândega, vão confiscar, e ainda podem lhe aplicar uma multa.
Lá em Orlando existe um mercadinho brasileiro (na ID) onde vc encontra esses itens para comprar (arroz, feijão, café, etc.)
O leite em pó também pode ser encontrado facilmente em qualquer supermercado.
SDS,
Ayrton.



(mensagem de Ayrton Horikawa)


Eu conheço esse mercado, fica ao lado do Camila's Restaurant... mas o nesckiq de morango la em Orlando não tem... vou ter de levar pois minha filha não bebe leite com chocolate...

 


 
Res: Junior: Trazer produtos alimenticios para o Brasil

 mensagem postada em 21/07/2014 - 08:07:55hs
 
 


Li recentemente que a esposa de um rapaz teve um baita problema na entrada dos EUA pq tinha uma banana que detalhe: não trouxe dos Brasil, ela guardou do avião para comer depois.
Ocorre que as condições de outros países não só climáticas não são iguais ao de país de origem, um produto pode nas condições de lá desenvolver micro-organismos que podem se tornar uma praga para eles, com ocorreu aqui "vassoura de bruxa", no caso foi apenas uma plantinha, mas poderia ser outra coisa que poderia até infectar humanos, por mais bobo que pareça é muito complicado transportar alimentos principalmente grãos.
(mensagem de Pamela Damasio)


E só lembrando: A vassoura de Bruxa dizimou toda a produção de cacau do Brasil (que era um dos maiores produtores mundiais) e arrasou com a economia cacaueira do norte e nordeste do Brasil. Agora que as pesquisas descobriram uma cultivar mais resistente para tentar recompor a nossa lavoura e começar praticamente do zero !! SDS,
Ayrton.

 


 
Res: duvidassss

 mensagem postada em 21/07/2014 - 08:07:11hs
 
 

Será que posso levar na mala despachada os itens: arroz, feijão, leite em pó e nesqkic de morango pra minha filha que é chata pra comer? em 2012 ela passou a nuguets e batata frita, pipoca e cachorro quente...almoçamos no Camila´s pra comer comida de casa... dessa vez irei ficar na casa de um amigo, e terei a opção de cozinhar, e também porque minha filha está seguindo uma dieta por orientação médica....por isso pergunto se posso levar esses itens? grata -
(mensagem de Rosana Mary)


Rosana,
Não é permitida a entrada de alimentos "in natura" nos EUA (e nem no Brasil, na volta). Esta prática serve para evitar o trânsito de pragas nas respectivas culturas agrícolas dos países.
Se vc levar e sua mala for aberta na alfândega, vão confiscar, e ainda podem lhe aplicar uma multa.
Lá em Orlando existe um mercadinho brasileiro (na ID) onde vc encontra esses itens para comprar (arroz, feijão, café, etc.)
O leite em pó também pode ser encontrado facilmente em qualquer supermercado.
SDS,
Ayrton.


 


 
duvidassss

 mensagem postada em 21/07/2014 - 08:07:01hs
 
 

Será que posso levar na mala despachada os itens: arroz, feijão, leite em pó e nesqkic de morango pra minha filha que é chata pra comer? em 2012 ela passou a nuguets e batata frita, pipoca e cachorro quente...almoçamos no Camila´s pra comer comida de casa... dessa vez irei ficar na casa de um amigo, e terei a opção de cozinhar, e também porque minha filha está seguindo uma dieta por orientação médica....por isso pergunto se posso levar esses itens? grata -

 


 
Res: Junior: Trazer produtos alimenticios para o Brasil

 mensagem postada em 18/07/2014 - 11:07:52hs
 
 


Li recentemente que a esposa de um rapaz teve um baita problema na entrada dos EUA pq tinha uma banana que detalhe: não touxe dos Brasil, ela guardou do avião para comer depois.

Ocorre que as condições de outros países não só climaticas não são iguais ao de país de origem, um produto pode nas condições de lá desenvolver microorganismos que podem se tornar uma praga para eles, com ocorreu aki "vassoura de bruxa", no caso foi apenas uma plantinha, mas poderia ser outra coisa que poderia até infectar humanos, por mais bobo que pareça é muito complicado transportar alimentos principalmente grãos.

 


 
Res: Levando alimentos

 mensagem postada em 16/07/2014 - 08:07:39hs
 
 

Se voce preferir comprar o feijao no Walmart procure pela marca GOYA. O feijao preto deles parece muito com o brasileiro, porem tem que refogar. O arroz voce pode comprar de pacotinho para microondas. Precisa temperar depois de pronto. Quebra galho.
Po de cafe mais proximo ao brasileiro compre o Cafe Bustello. Essas marcas todas voce encontrara em qualquer supermercado e nao corre o risco de ter problemas na sua chegada. E com certeza alem do formulario que voce preenche no aviao eles perguntarao novamente a voce...
Boa viagem !




Pessoal,

Pretendemos levar alguns alimentos na viagem deste ano para Miami/Orlando, na bagagem despachada. Algum problema em levá-los? Preciso declarar (dizendo ou assinalando algum formulário) que os estou levando ou só toco no assunto se me perguntarem?

- leite em pó e achocolatado para o nosso filho pequeno
- pó de café
- feijão (desses que vendem em caixa, semi-prontos, é só refogar)
- arroz


(mensagem de Andre Luis Dantas)


Você precisa declarar que está com o café e o arroz, por serem produtos in natura. Especialmente o pó de café eu não recomendo levar por conta de ser um artifício utilizado por traficantes para disfarçar o cheiro da droga. Antes que venha um milhão de pessoas que falando que elas próprias, as amigas, a tia-avó foram e entraram com isso ou aqui sem problemas, devo reiterar que NÃO PODE ENTRAR devido a restrições sanitárias e que querer dar jeitinho brasileiro pode trazer enormes dores de cabeça. Então, sem brasileirice, pessoal. Esses produtos são encontrados facilmente em qualquer supermercado por lá. Abçs.


(mensagem de Gabriela Sarti)


 


 
Res: Levando alimentos

 mensagem postada em 14/07/2014 - 02:07:12hs
 
 

Pessoal,

Pretendemos levar alguns alimentos na viagem deste ano para Miami/Orlando, na bagagem despachada. Algum problema em levá-los? Preciso declarar (dizendo ou assinalando algum formulário) que os estou levando ou só toco no assunto se me perguntarem?

- leite em pó e achocolatado para o nosso filho pequeno
- pó de café
- feijão (desses que vendem em caixa, semi-prontos, é só refogar)
- arroz


(mensagem de Andre Luis Dantas)


Você precisa declarar que está com o café e o arroz, por serem produtos in natura. Especialmente o pó de café eu não recomendo levar por conta de ser um artifício utilizado por traficantes para disfarçar o cheiro da droga. Antes que venha um milhão de pessoas que falando que elas próprias, as amigas, a tia-avó foram e entraram com isso ou aqui sem problemas, devo reiterar que NÃO PODE ENTRAR devido a restrições sanitárias e que querer dar jeitinho brasileiro pode trazer enormes dores de cabeça. Então, sem brasileirice, pessoal. Esses produtos são encontrados facilmente em qualquer supermercado por lá. Abçs.

 


 
Levando alimentos

 mensagem postada em 13/07/2014 - 10:07:39hs
 
 

Pessoal,

Pretendemos levar alguns alimentos na viagem deste ano para Miami/Orlando, na bagagem despachada. Algum problema em levá-los? Preciso declarar (dizendo ou assinalando algum formulário) que os estou levando ou só toco no assunto se me perguntarem?

- leite em pó e achocolatado para o nosso filho pequeno
- pó de café
- feijão (desses que vendem em caixa, semi-prontos, é só refogar)
- arroz

 


 
Res: Junior: Trazer produtos alimenticios para o BrasilRes: Junior: Trazer produtos alimenticios p

 mensagem postada em 07/06/2014 - 06:06:49hs
 
 

Importante comentar que estas regras não existem apenas para a entrada no Brasil, todos os países possuem algo similar para protege-los.
Países como o Japão verificam praticamente todas as malas dos viajantes à procura de produtos in-natura, material não-permitido para menores de 18anos (o site bloqueia a palavra) e cigarros. Eu já ouvi histórias de brasileiros levando mortadela embrulhada como ovo de páscoa para entrar no japão.
Os produtos industrializados como chocolate passam sem problemas mas mortadela, salame, plantas, etc.. não passam por esta \"peneira\".

 


 
Junior: Trazer produtos alimenticios para o Brasil

 mensagem postada em 07/06/2014 - 05:06:24hs
 
 

Esse caso posso falar por experiência propria, mas não em uma viagem pra Disney e sim pra Argentina, a Gabi trouxe dois potes de doce de leite e quando passamos na receita "JÁ ERA" pegaram os dois potes falaram que não podia trazer e jogaram um produto nele e logo depois lixo.
E complicado e acho que nesse caso e bem parecido com eletrônico, vc NAO PODE mas vai da sorte do cara parar ou não, a tia da Gabi voltou no dia seguinte e o dela passou, mas realmente eu não arrisco mais. (mensagem de Junior e Gabi)



Junior,
compreendo perfeitamente o seu Post, mas acredito fortemente que, muito mais do que ter sorte ou azar na revista da alfândega, devemos lembrar o que está por tras da norma !!
Só para vc ter ideia, o Brasil era um dos maiores produtores (mundiais) de cacau. Aí os outros países produtores trouxeram para cá uma inocente plantinha, chamada de "vassoura de bruxa", e deixaram na Bahia. Essa plantinha (que não existia no Brasil) simplesmente dizimou toda a nossa lavoura de cacau, deixamos de ser exportadores e hoje importamos cacau de outros países. Várias fazendas faliram, vários agricultores ficaram desempregados e na miséria ... Agora que a Embrapa desenvolveu uma cultivar resistente a essa praga e estamos voltando a produzir cacau (ainda timidamente) para atender ao mercado interno. Então o negocio é sério !! Abraços para vocês,
Ayrton.

 


 
 
Com a expansão da área de Fantasyland (Nova Fantasyland) o projeto original que tinha 10 hectares dobrou de tamanho passando a ter 21 hectares.