Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
10o. DIA - 11/06/07-SEGUNDA FEIRA-COMPRAS E VOLTA

 mensagem postada em 16/07/2007 - 06:07:58hs
 
 

Acordei 6:30 hs para continuar a arrumar as malas.

Inicialmente a nossa idéia era acordar bem cedo, para estarmos 9:00 hs no Typhoon Lagoon e 13:00 hs já estarmos de volta no hotel, para 15:00 hs estarmos no aeroporto, nosso vôo saia 17:55 hs. Mas o hotel só deixou a gente ficar até 13:00 hs, e resolvemos terminar de comprar algumas coisas, pois ficaria muito apertado para irmos no Typhoon.

Meu filho maior ficou chateado, pois acabamos não indo a nenhum parque aquático, mas o horário era muito curto, não dava para arriscar.

Meu marido e filhos foram tomar café, não fui para adiantar as malas.

Saimos 9:40 hs , fomos na Yes Brasil, pois não tinha conseguido comprar meu dvd portátil e lá era destravado.

Na Circuity City, só meu marido desceu, pois estavamos com pressa, e já fomos para o Premium. Foi comprar um pen drive.

Chegamos lá já eram 10:45 hs e tinhamos só até 11:45 min.(1 h). Fui com meu maior na GAP, e meu marido foi em outras lojas com meu menor.

Comprei bastante roupas lá, camisetas, regatas, calças, vestido, jardineira, vestido jardineira, meias e até uma sombrinha. Acabei a compra e meu horário tinha acabado. Fui para o carro, meu marido já estava lá.

Voamos para o hotel, mas não sem antes dar uma última passada onde????? NA WALGREENS... Parece piada né? Mas é que no dia anterior vi um produto na tv novo da Revlon (em edição limitada), um tipo de brilho(purpurina) para passar em cima do baton e gloss(chamava Sugar Sugar), e tinha que comprar. Só entrei peguei isso(a vendedora até me conhecia, e me deu um mini perfume de brinde), e voltei para o carro. Ai foi bye bye Walgreens.

Fiquei numa loja de souvenirs que ficava bem na entrada do meu hotel para comprar mais uma mala(fomos com 3, e voltamos com 6). Meu marido e meus filhos foram direto para o Hotel, para ficar um pouco na piscina, pois meu maior ficou morrendo de vontade de ir á alguma piscina. Passei também na Sports Authority (também ficava na entrada do meu hotel), comprar uma bola de futebol americano para meu menor, que viu a que comprei para meu sobrinho e queria uma.

Corri para o hotel e finalizei as malas. Logo meu marido subiu com os meninos, tomamos banho e nos trocamos. Saimos do Hotel eram 13:30 hs.

Imagina a cena, as malas quase não couberam no carro( e olha que o carro era grande - era um Chevrolet Malibu), foi mala no banco de trás e até no meu colo. Todos de calça comprida, pois no avião é bem friozinho, e quando olhamos no painel do carro estava 40 graus e meio. Estava uma estufa.

Paramos para almoçar no Olive Gardens. Almoçamos tranquilamente, inclusive foi uma garçonete brasileira que nos atendeu, super boazinha Sarah. Ficamos distraídos, quando vimos estavamos saindo do restauranet eram 15:20 hs, esse horário era para já estarmos no aeroporto.

Sorte que o aeroporto não é muito longe, mas falei para meu marido, estacione o carro e vamos fazer o check inn comigo, vai que eles perguntem algo que não sei, ou você tenha que estar lá. Dito e feito, a moça começou a perguntar umas coisas que eu não entendi, sorte que meu marido estava lá, o inglês dele é bem melhor que o meu.

Despachamos tudo e fomos para frente do portão que teriamos que entrar, e ele foi entregar o carro, e eu fiquei com os meninos esperando.

Para nosso azar a locadora (Hertz), fica fora do aeroporto, e é muito mal sinalizado, quase meu marido entrou de novo numa rodovia que o retorno era longe e teriamos com certeza perdido nosso vôo.

Bom eu olhava no relógio, eram 17:00, depois 17:20 hs, depois de 17:35 hs, e cadê meu marido? O vôo era 17:55 hs.

Ás 17:40 hs ele chegou, corremos para a fiscalização, tira blusas, tirar sapatos, e o TSA ali do lado, pede para meu marido abrir a mala de mão que estava com o notebook. Sorte que a chave estava fácil na minha bolsa. Pegaram o notebook e os sapatos do meu marido e ficaram passando uma escovinha. Ai pediram para abrir minha bolsa de mão, e lá estava muitos perfumes, um splash body da Victoria Secrets, e 2 bases(que eu na correria de arrumar as malas fechei todas elas e as coisas de banheiro pus na bagagem de mão). Pensei meu Deus, perdi todos meus perfumes que tinha acabado de comprar, 2 meus e 2 do meu marido. Sorte que todos tinham 30 ou 50 ml e as bases também, então eles pacientemente colocaram em zip locks e me devolveram. Menos o Splash Body da Vict.Secrets, pois tinha mais de 230 ml., mas tudo bem, dos males o menor, se bem que fez falta para as lembrancinhas, tive que improvisar uma devido a perda dessa.

Falei para meu marido, vou na frente para segurar o vôo, pois ele tinha que passar de novo no detector. Quando vi tinha que pegar o monorail ainda. Ai meu Deus, não acredito.

Pensei não vou entrar nesse monorail, e se descer no local errado. Esperei meu marido. Pegamos o monorail, quando olhei no relógio 18:00 hs, cinco minutos depois do horário previsto para sair meu vôo.

Quando descemos do monorail, o portão 7 (o do nosso embarque) era o último do corredor. Lei de Murphy lógico.

Saimos voando, quando cheguei no balcão a moça estava falando entre logo senão vai perder seu vôo, quando olhei, meu marido estava voltando para pegar a mochila do meu menor que tinha deixado cair no meio do corredor, e a moça: fale para seu marido que a porta já vai fechar.
Ai eles conseguiram chegar e entramos.

Fomos os últimos a entrar no avião. Já eram 18:05 hs, mas só que estava chuviscando e o vôo ficou esperando para -- palavra censurada -- quase 1 hora. Mas mesmo assim , não poderiamos ter entrado depois da porta fechada, parece que é uma regra da aviação. Mas que sufoco. Na próxima vez almoço no aeroporto.

Chegamos á Huston e ainda faltavam mais de uma hora para sair o vôo para o Brasil. Lá não precisa pegar mala alguma(as malas vão direto para o vôo do Brasil), e nem passar em lugar algum, é só ir ao portão de embarque.

Eu e meu maior fomos nos despedir dos EUA, passando na Starbucks, para tomar os 2 últimos Frapuccinos.

Nosso vôo sairia 21:10, saiu 21:30 hs, foi um vôo super tranquilo, logo que o avião subiu dormi um pouco, só acordei para jantar(meu maior que estava comigo nem acordou), e dormi de novo até o café da manhã. Nunca dormi tanto em avião, foi o cansaço que conseguiu me pegar.

 


 
11o.DIA-12/06/07-TERÇA FEIRA- CHEGADA AO BRASIL

 mensagem postada em 16/07/2007 - 07:07:24hs
 
 

Bom chegamos no horário, 9:00 hs. Meu marido tinha preenchido todos os documentos da alfandega e colocou nos papéis dele o notebook que comprou. E eu nos meus papéis o dvd, o palm, o MP4, que não davam a cota de US$ 500,00.

Passamos no Free Shop, antes de entrar meu marido foi conferir com o fiscal se poderia juntar minha cota com a dele, e o fiscal informou que a cota é individual de US$ 500,00.

Fomos para o Free Shop para as últimas compras, alguns licores e vinhos, algumas roupas da Gap para o meu menor (pois não consegui ir na Gap infantil em Orlando), e para o meu maior já tinha comprado muitas coisas, pois o P de adulto já serve para ele. E uma máquina de waffle(ótima compra já usei muito e todos da famila gostaram muito).

Fomos para a alfandega e passei com meus pequenos no nada a declarar, porque realmente não passavamos nossas cotas. Passamos tranquilos, ainda o fiscal foi super simpático ficou brincando com meus filhos que estavam com boneco do Hulk, sapo de pelúcia, tudo na mão.

Meu marido só estava com o notebook e roupas nossas.

Pegamos e um taxi estilo perua(bem grande), e voltamos felizes para casa. Chegando lá (minha secretária do lar), já tinha feito um almocinho fresquinho e caseiro delicioso, arroz, feijão, bife e salada. Foi o único motivo bom de voltar para casa.

Que viagem maravilhosa, mas da próxima vez não fico menos que 13 ou 15 dias, para não deixar nada para trás.

 


 
FINALIZAÇÃO

 mensagem postada em 16/07/2007 - 07:07:27hs
 
 

Pessoal espero não ter sido muito chata com meus detalhes e relatos enormes.

Aguardo anciosa os relatos de quem já foi, e ainda não escreveu, como: Cida e Laura, Márcio e irmão, Tatiana, Ruth Levy, e outros.

E dos que ainda irão: Chris, Moema, Maria Inês,Féres , Cátia, Erika, Waldete, Barbara, Patricia, Dedê, Giselle, Aline, Vanessa, Sérgio e família(escreva de novo com detalhes).

Bjs,

Claudia C.

 


 
Dia 13 junho MK novamente

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:50hs
 
 

Decidimos que o parque que iríamos repetir era o MK, que faríamos só o que mais gostamos e com mais calma e não ficaríamos para a parada e o show de fogos que vimos no primeiro dia. Foi muito gostoso fomos com mais calma, usamos como sempre os fastpass e depois de repetirmos os brinquedos que interessavam a todos nos dividimos. Meu marido e filho forma ver coisas que mais interessavam à eles, e eu e minha filha fizemos o mesmo. Nesse dia encontramos muitos personagens e minha filha pode pegar autógrafos e tirar fotos que não tinha conseguido no primeiro dia. A emoção desses encontros é muito grande! Ela estava realizada, e eu ainda mais por ver ela tão feliz. Almoçamos no córner da Coca-cola na Main Street e fomos fazer umas compras nas lojas dali, em seguida começou a parada das 15 horas que estava linda com todas as princesas. Minha filha quase enlouqueceu! Logo após fomos embora já com saudades! Pegamos o ferryboat pois meus filhos queriam andar e em seguida caiu uma baita chuva. Nossa programação era ir no Disney Quest e trocar os vouchers para o cirque. Tivemos que esperar passar a chuva. Mais ou menos meia hora depois já havia passado e chegamos em Downtown Disney. Rapidamente trocamos os vouchers e fomos para Disney Quest. É um parque interativo de games com quatro andares de jogos. Meu filho adorou, é tipo um fliperama gigante e com alguns jogos simuladores, muito interessante. Em um dos brinquedos você constrói no computador uma montanha-russa e depois entra num simulador para experimenta-la, é muito legal. Você entra em uma cabina que simula todos os movimentos que tiver incluído no computador inclusive os loopings, uma sensação muito real segundo meu marido e meu filho que construíram uma montanha bem radical(eles adoram!). Na saída você pode comprar o dvd da montanha que você construiu, que mostra cenas de dentro da cabine, eles compraram e realmente dá para ver que nas descidas eles chegam a levantar do banco e nos loopings também. Com muita dificuldade conseguimos ir embora depois de quase 4 horas lá dentro!! Fomos na Virgin e em algumas lojas e depois jantamos na ID e hotel e cama!

 


 
Dia 14 de junho Blizzard Beach

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:49hs
 
 

Como a validade de nossos ingressos era de 7 dias precisávamos fazer o BB para não perder. É um parque mais radical que o Typhoon, e portanto com mais subidas, as crianças também adoraram. Tem um teleférico que te leva até o ponto mais alto, mas nas outras atrações as subidas são a pé mesmo e haja perna. Este parque tinha mais gente e claro mais filas, mas foi muito divertido. Saímos por volta de 17 horas e fomos para o Flórida Mall. As crianças desmaiaram assim que entraram no carro e até foi bom para descansarem um pouco. Fizemos um reconhecimento no shoping que é bem grande e fizemos algumas compras, principalmente na Victória Secrets e loja M&M, quando vimos estava fechando. Passamos no Wallmart compramos alguma coisa e fomos jantar no hotel, foi um dos dias que chegamos mais cedo ao hotel por volta de 22 hs. Precisávamos testar o dvd da minha filha que estava sem som e começar a organizar as coisas que já havíamos comprado. Acabamos dormindo por volta da 1 hora da manhã tentando resolver o problema do dvd.

 


 
Dia 15 de junho Sea World

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:52hs
 
 

Decidimos ir até o Wallmart tentar trocar o dvd, já tínhamos colocado a caixa fora, mas tínhamos a nota. Explicamos o problema e trocaram sem problemas, testamos lá mesmo para não ter mais problemas. Fomos então para o Sea World, chegando por volta de 9:30. não sabia que tinha show de encerramento e nos arrependemos um pouco de não ter ido mais tarde para ficar até a noite. Acho que dá para chegar perto do meio-dia e ficar até á noite. Estava muito calor!! Fomos ver os golfinhos mas a fila para dar comida já era grande, além de caro!! Acabamos ficando bastante tempo ali pois meus filhos queriam passar a mão nos golfinho e demorou até conseguirem, mas ficaram radiantes! De fato são animais muito cativantes, que encantam. Seguimos para Journey to Atlantis e minha filha não nos acompanhou, a fila estava rápida e o brinquedo é muito bom, ainda bem que não ficamos na frente pois as pessoas saíram encharcadas, nos molhamos um pouco, mas com o calor que estava foi muito bom.Meu marido foi na Kraken, depois seguimos Shark Encounter, Penguin Encounter, Manatees, Anheuser-Busch com uma cerveja Budweiser bem gelada(grátis) e nos dirigimos para o estádio da Shamu para o show. Não é possível descrever a emoção desse show, impossível conter as lágrimas(só de lembrar dá um nó na garganta). Imperdível, nossos filhos sentaram na área molhada e saíram realmente muito molhados, até a pipoca que comiam ficou encharcada! Já tínhamos feito praticamente tudo que tínhamos planejado no parque, faltando o show dos golfinhos. Meu filho decidiu ir na Kraken e foram para a fila, estava bem grande(40min). Perto da vez deles a montanha parou, como estava na hora do show eles saíram e fomos para o show. Também muito lindo, mas não tão emocionante quanto o da Shamu. Eles resolveram voltar e conseguiram ir na Kraken praticamente sem fila, meu filho adorou! Quando foram repetir a fila era de 30 min e desistiram. Andamos mais um pouco no parque e já eram 19 hs. Como o encerramento era só as 22hs decidimos ir embora, ainda queríamos voltar ao Premium para últimas compras e deixamos os fogos para a próxima.

 


 
Dia 16 junho IOA e Cirque du Soleil

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:20hs
 
 

Estava ficando difícil acordar as crianças cedo e acabamos saindo quase 9 hs do hotel. Como era perto chegamos rápido, mas o estacionamento é bem longe do parque e talvez tenhamos demorado mais uns 15 min andando do estacionamento até o parque. Fomos direto ao Spider Man que já tinha fila de 25 min. Sensacional!! Um simulador como nenhum outro, sem dúvida um dos melhores brinquedos de Orlando. Pensamos em repetir mas a fila já era de 45min. Parque muito cheio, não compramos o Universal Express que estava custando U$ 30,00 por pessoa, achamos caro. Sempre acabamos lembrando que o fastpass da Disney é gratuito, e incomoda pensar que precisamos pagar por isso na Universal. Enfim seguimos adiante, meu marido foi para a Hulk e eu e as crianças fomos para Seuss Land; nos encontramos depois e ele disse ter adorado a Hulk, mas meu filho não se encorajou. Rumamos para o Lost Continent e entramos na fila do Poseidon, mas acabamos desistindo pois ficamos com medo de que as crianças pudessem se chatear por não dominar o inglês. Mas pelo que vi em alguns relatos parece que era legal, fica para a próxima. Chegamos a Dueling Dragons meu marido e meu filho foram, enquanto eu e minha filha ficamos filmando e fazendo algumas compras na loja em frente. Eles foram nas duas e adoraram ambas, a parte em que elas se encontram é emocionante segundo eles. Depois fomos no Flyin Unicorn e as crianças repetiram mais duas vezes sozinhas. Nos dirigimos para a área do Jurassic Park, fomos no Discovery Center e as crianças se divertiram nas estações interativas, enquanto descansávamos um pouco. Já passava das 13 hs e precisávamos sair por volta de 16 hs do parque pois assistiríamos ao Cirque du Soleil às 18 hs. Chegamos no Jurassic Park e a fila marcava 75 min, fomos adiante até e área Toon Lagoon, mas ambos brinquedos marcavam filas de 75 min, com muita gente no parque. Nessa hora sentimos o cansaço acumulado ao longo dos dias, desanimamos por imaginar que não conseguiríamos fazer mais nenhum brinquedo. Decidimos escolher apenas um e encarar a fila de 75 min. Meus filhos escolheram o Popeye & Bluto’s e esperamos um pouco mais do que os 75 min. Mas no final o passeio é bem divertido e saímos completamente molhados. Resolvemos comer alguma coisa e ir embora, no fundo um pouco decepcionados com o parque. Filas de 75 min, são difíceis de encarar, e é inevitável a comparação com a Disney e seu fastpass que facilita muito. Ainda tentamos comprar uma Turkey Leg num carrinho do parque mas depois de 10 min na fila desistimos era só uma pessoa atendendo, ela ficou sem troco e teve que deixar o carrinho para buscar o troco. Foi a gota d’água para nossa irritação. Mas depois de um banho no hotel fomos para o Cirque e todo esse sentimento ruim passou com a maravilhosa apresentação que vimos. Considero imperdível, já havia assistido outro espetáculo em Las Vegas e comprovei que todos são excelentes. Andamos um pouco por Downtown Disney, que estava muito lotado. Fizemos algumas compras na loja do Lego, que tem preços incomparáveis!! Quando vou a alguma loja no Brasil lembro com saudade dos preços dos que pagamos em Orlando. Pena que a maioria dos brinquedos era de menino, minha filha não encontrou nada para ela. Não conseguimos jantar no Rainforest pois não havíamos feito reservas e a espera era de quase 3 horas. Sugiro que façam reservas antecipadas(O Ronaldo faz) se quiserem jantar.
Jantamos no Golden Corral, achei médio, meu marido e filho que estavam com saudades de uma carne(como bons gaúchos) gostaram bastante. Tivemos que passar num Walmart e comprar mais uma mala, pois nossas compras não cabiam nas malas que havíamos trazido, e olha que levamos 3 malas, sendo que 1 vazia e outra praticamente vazia. Acabamos saindo de lá 1 hora da manhã,e exaustos fomos para o hotel.

 


 
17 de junho Universal Studios

 mensagem postada em 23/07/2007 - 02:07:26hs
 
 

Nosso último dia de parque e novamente não saímos muito cedo do hotel, mas nos surpreendemos pois a quantidade de pessoas era bem menor do que no dia anterior. Isso nos animou muito. Já na entrada encontramos o Shrek , foto e autógrafo. Iniciamos com o Shrek 4D, muito divertido. Depois fizemos o Jimy Nêutron e fomos para a Kid Zone onde estavam vários personagens e minha filha conseguiu muitos autógrafos e fotos. Fomos no ET que é sempre um passeio muito gostoso e as crianças andaram várias vezes na montanha-russa do Pica-Pau. O parque estava agradável com pouca gente. Seguimos até o MIB, Jaws, Earthquake . A fila maior foi no Jaws de +- 30 min. Almoçamos no Kid Zone e fomos no Terminator 3D, minha filha ficou um pouco assustada com os tiros e eu não achei grande coisa, para mim outros 3D são melhores. Depois disso minha filha não quis ir em mais nenhum brinquedo, e então meu filho e meu marido fizeram o Twister, e meu marido foi sozinho na Revenge of The Mummy. Aproveitou a fila single e andou bem rápido. O parque estava bem mais cheio á tarde. Andamos um pouco mais pelo parque tiramos mais fotos com personagens, fizemos algumas compras e decidimos ir embora por volta das 16:30 satisfeitos com o parque e já com uma ponta de saudade de tudo aquilo. Fomos até uma Toy’s R’us e na Sports Authority que ainda não tínhamos conseguido ir. Preços ótimos e algumas promoções em artigos de inverno infantis muito boas. Passamos ainda no Target e fomos para o hotel tentar colocar todas as coisas nas malas!!

 


 
Dia 18 de junho - Voltando : (

 mensagem postada em 24/07/2007 - 03:07:35hs
 
 

Terminamos de arrumar tudo e depois do café fomos nos despedir de Ronaldo e sua turma, ainda queríamos fazer as últimas compras no Flórida Mall. Ele nos aconselhou a deixar as malas em seu escritório pois elas ficavam aparentes dentro do carro e ele achava que nào deveríamos correr este risco. Sim, ele nos disse que arrombamentos também acontecem em Orlando e que nào valia a pena arriscar no último dia. Deixamos nossas malas e fomos até o Flórida Mall, tínhamos menos de 2 hs e corremos bastante para comprar o que ainda queríamos. Nosso vôo saía às 16: 30 e Ronaldo nos aconselhou a chegar com 3hs de antecedência. A entrega do carro foi muito fácil e o checkin levou 1 hora. Almoçamos e com muita tristeza deixamos esse lugar mágico já fazendo planos de voltar, talvez quando o parque do Harry Potter estiver pronto. Ou antes se possível!!

Quero finalizar meu relato parabenizando o Luiz Carlos pelo site maravilhoso que foi essencial na preparação e no desenrolar da nossa viagem. Agradecer também ao Ronaldo, Frank e Ravena pelo seu atencioso atendimento e dicas importantes e podem saber que quando voltarmos para Orlando novamente vamos contar com vocês. E por fim a todos os amigos do site com suas dicas, indicações e disposiçào em ajudar a tirar as dúvidas que temos antes de realizarmos esse sonho. E também que dividiram sua emoção com todos através de seus relatos. Com certeza continuarei visitando o site, talvez numa frequência menor, mas me coloco a disposiçào também através de e-mail para informar o que for possível. Um grande abraço à todos, meu e-mail está no tópico recados.

 


 
Voltamos

 mensagem postada em 29/07/2007 - 01:07:44hs
 
 

Chegamos após 19 dias de passeios a 13 parques. Voltamos via Miami. Tivemos que comprar mais 2 malas, fomos com 3 cheias, 2 vazias dentro delas e mesmo assim não deu. Aquela Turnpile dá um sono lascado e ainda bem que tinha um Starbucks naqueles Plazas. Estava 38C e não teve jeito, tomei um Frappucino de Mocha para acordar e para refrescar. Uma delícia! Chegamos ao aeroporto por volta das 7PM e nosso vôo era para as 11:30PM. Ao chegar no balcão da AA com o voucher e assentos reservados, surprise honey, sua reserva foi alterada pela agência. Bateu o pânico, pois já tinha devolvido o carro e a única coisa que a atendente poderia fazer é embarcarnos via Buenos Aires as 11:20PM e pegar uma conexão da British Airways as 12:25 chegando em Guarulhos as 15hs. A Angela ficou revoltada, queria pular o balcão e dar uns safanãos na véia, mas a acalmei e não teve jeito, aceitamos a proposta. Voltamos até Buenos Aires com um 777 e de Buenos Aires com um jumbo 747 400 com escala em São Paulo e destino a Londres. Acho que foi melhor, pois chegamos com a alfândega vazia, duty free vazio ambos sem aquela muvuca de vôos de Miami e fiscais em cima. Entrei no corredor de bens a declarar para não ter problemas com o notebook que passou da cota de $500. O fiscal abriu a bolsa, olhou o bichinho, pediu a nota e disse:"Se quiser legalizar a entrada vc terá que pagar uma Darf de $125, se não quiser eu libero como dentro da cota". Estávamos em 4 pessoas e acho que esse foi o motivo da liberação, ou não ,sei lá. Não tive dúvidas, vamu embora. Meu cartão já tem muitos dólares para pagar. Fora esse imprevisto do vôo foi tudo maravilhoso.
Ronaldo agradeço todo suporte e dicas e em especial a sua presença no jantar de confraternização. Essa semana a Angela estará postando o relato dia a dia para vcs curtirem.
Obs: Pantoja, posso abrir o nome da operadora que fez essa -- palavra censurada -- conosco após já termos embarcado? Antes de sair do Brasil ligamos para a companhia aérea e estava tudo confirmado. Eles alteraram 4 dias após chegarmos a Orlando.
Abraços a todos,
Sabbag's family

 


 
 
Main Street U.S.A. foi inspirada na cidade de Marceline, Missouri, EUA, onde Walt Disney passou parte da sua infância.