Embarque - Desembarque - Formulário I-94

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
DUVIDAS - PREENCHIMENTO

 mensagem postada em 13/12/2011 - 06:12:03hs
 
 

Oi,gente

Estou aqui tentando fazer uma colinha para o preenchimento dos formulários mas tive algumas dúvidas.Alguém pode me ajudar?

Formulário I-94

Item 2 : Meu nome é composto, devo colocá-lo por inteiro ou não?
Item 4 :Brazil, né?Mas com z msm?
Item 7: Farei conexão em washington, devo colocar o voo de chegada em washington ou da ida de washington para Orlando?

Só devo preencher os itens 1-9 , 12 , 13 e 14-17,certo?Só isso ,né?

O da familia

Item 8: Farei conexão em washington, devo colocar washington, então?
Item 9 : Qual dos voos devo colocar, o que estou chegando na conexão(washington) ou o de washington para orlando?
Item 15 : Devo preenche-lo?

Devo preenche-lo até o item 9 e depois apenas marcar No, certo?

Estou indo com minha irmã, qualquer uma pode preencher ou existe uma preferÊncia?

Desde já agradeço pessoal

Abcs

 


 
LIMITE DÓLARES

 mensagem postada em 08/12/2011 - 11:12:08hs
 
 

Boa Tarde,

O formulário individual é onde declaramos os valores que cada um esa entrando no país. No formulário único para família, é necessário tb declarar os valores, ou seja, os $ 10.000,00.
Dúvida porque levareis 2 sobrinhos e não sei qto em $ eles levarão, seria bom eu saber exato os $?
Obrigado pela ajuda

carlos

 


 
Eduardoeadriana

 mensagem postada em 02/12/2011 - 05:12:35hs
 
 

Formulario I-94 e INDIVIDUAL, voce tera que preencher para SUA FILHA e SEU ENTEADO em separado.

Nao sei se vc esta confundindo com CUSTOMS DECLARATION.... Esse sim pode se 1 formulario para todos. Nao interessa se sobrenome e diferente. Mesmo pq so pede o NUMERO DE ACOMPANHATES que esta viajando contigo.

 


 
Formulário do enteado

 mensagem postada em 02/12/2011 - 05:12:01hs
 
 

Oi pessoal,
estou indo para Orlando com minha filha de 6 anos e meu enteado de 16 anos.Posso colocar todos no mesmo formulário?Lembrando que meu enteado não tem o mesmo sobrenome que eu...e aí?
Obrigado
Eduardo

 


 
Dilaisa - Ipad

 mensagem postada em 19/11/2011 - 08:11:27hs
 
 

Dilaisa

lendo meu texto vi que não fui claro rsrsrs. Eu declarei na RF quando o comprei, pagando o imposto. A Guia, desde então, levo junto em todas as viagens por se me pararem.

Há cerca de 02 semanas, um colega meu voltou com o IPad usado dele e fizeram pagar o imposto, já que ele não havia declarado anteriormente. MESMO SENDO USADO...

E não adianta dizer que esqueceu a Guia, pois o número de série fica registrado no sistema da RF... Claro... depende SEMPRE do bom humor do fiscal...

Com relação à máquina, desencana. Ela está liberada.

Abs

 


 
Carlos Augusto

 mensagem postada em 15/11/2011 - 12:11:22hs
 
 

Muito obrigada pelas dicas!

Nunca tive problemas com alfândega, mas sempre fico apreensiva, afinal fazem um bicho.
O chato eh fazer cobrança de imposto por um produto que já tinha sido adquiroutras outras viagens.

Enfim, a pessoa da receita que me falou o que escrevi antes eh da parte da aduana.

Nao tenho o que fazer, além de explicar que eu já tinha o iPad, pois nao tenho documentos que comprove.

Muuuuito obrigada!!

Dilaisa

 


 
Marcelo

 mensagem postada em 15/11/2011 - 12:11:39hs
 
 

Marcelo, obrigada pela orientação.

Mas me diz uma coisa: você falou que declarou seu iPad mesmo tendo comprado anteriormente?

Eu comprei meu iPad em outra viagem em Abril. Mas nao tenho documento nenhum que prove essa aquisição. Assim, tambem a maquina fotográfica profissional. Nao tenho como provar que eh antiga.

Valeuuuu!

Dilaisa

 


 
Dilaisa - Declaração

 mensagem postada em 15/11/2011 - 10:11:41hs
 
 

Dilaisa,

sempre digo aqui que nunca tive problemas com a alfândega em minhas chegadas ao Brasil.
Sempre compro bens no exterior e também sempre levo laptop e câmera fotográfica, no mínimo, e ambos comprados no exterior e que não possuo as notas fiscais.
O laptop, tens facilmente como comprovar que é usado: pelo aspecto externo, sempre com algum desgaste por causa do manuseio e também pelos arquivos armazenados. Um laptop usado possui literalmente milhares de arquivos. O mesmo vale para a câmera fotográfica.

Nesta minha recente viagem, não trouxe eletrônicos de expressão a menos da câmera fotográfica indicada pelo amigo Bier. Mas minha filha que viajou antes, trouxe 2 tablets e outros eletrônicos. Nenhum problema.

Viaje tranquila e deixe as preocupações com a nossa burocracia alfandegaria de lado. Aproveite.

 


 
Dilaisa - Declaração

 mensagem postada em 15/11/2011 - 09:11:26hs
 
 

Dilaisa

sem querer te desanimar essa "estratégia" não cola... Senão seria simples levarmos um pen drive com fotos antigas e jogar no Ipad ou note quando comprarmos por lá.

Eu declarei o Ipad que trouxe (sim, sou caxias rsrsrs) e levo o comprovante sempre que viajo ao exterior. Essa é a única "proteção" legal para efeito de fiscalização. Estar novo ou usado vai depender muito mais do bom humor do fiscal que qualquer coisa. Se ele encrencar, sim, você vai pagar a multa... Mesmo usado, riscado, etc...

Abraço e boa sorte!

 


 
Achei a resposta - Bens para o exterior

 mensagem postada em 07/11/2011 - 10:11:55hs
 
 

Pessoal, boa noite

Achei a resposta para a minha pergunta, e de muitas pessoas.

Entrei em contato com uma pessoa da Aduana na Receita Federal para perguntar sobre os bens que levamos para o exterior, adquiridos de outras viagens.
Ele disse que hoje em dia não tem mais o formulário de declaração de saída de bens, e inclusive eles estão tendo dificuldade de controlar isso. Pois não tem como realmente provar que aquele bem é novo ou usado.
A dica que ele mesmo deu é a seguinte: se voce levar computadores, ipads, etc... e for parado e questionado, é simplesmente mostrar arquivos anteriores a viagem e provar que voce tinha o bem antes da viagem.
Agora, se você estiver trazendo mais de um produto, por exemplo, o bem já adquirido e um outro comprado nos EUA nesta viagem, você precisa sim, declarar e pagar o imposto, se exceder os 500,00.

Espero ter ajudado!!

Dilaisa

 


 
 
Os imagineiros da Disney utilizam com freqüência uma técnica de construção denominada "Forced Perspective" ("Perspectiva Forçada"). Todos os prédios de dois andares no Magic Kingdom foram construídos com a utilização desta técnica, em Main Street U.S.A., é possível notar que os prédios parecem ter 03 andares, quando na realidade tem apenas 02.