Visto

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Mickkey

 mensagem postada em 09/01/2008 - 02:01:03hs
 
 

Puxa vida, sei que tô te enchendo com minhas dúvidas! Já faz mais de 60 dias mesmo! Será que se eu incluir ele no meu agendamento pelo site, dá pra manter o agendamento individual dele também? Pq caso não aceitem que ele faça comigo, pelo menos ele ainda vai ter o agendamento dele válido. Será que é possível? Será que na pré entrevista ou na checagem dos documentos, antes da entrevista mesmo, alguém não poderia nos dar a informação?

Obrigada mesmo!

 


 
Mariana

 mensagem postada em 09/01/2008 - 01:01:34hs
 
 

A validade é de 60 dias ( se não me engano) da data que vc agendou.
Eu colocaria seu noivo no seu agendamento (vc sendo o principal) e faria em conjunto. Na época que eu fui fazer meu agendamento com a minha mulher, eramos namorados morando juntos e não me negaram a entrevista em conjunto, é fato que moravamos juntos. Mas, ainda sim, eu faria o agendamento em conjunto e levava seu pai como garantia, embora ele talvez não possa ficar lá dentro e tenha que sair, mas a presença dele vai contar. Uma carta ao Consul, feita pelo seu pai, dizendo que está custeando a viagem e que se responsabiliza pela estadia e retorno de ambos também é válida e leve o passaporte com visto do seu pai caso tenha. Do resto, sua documentação está muito boa. Não entendi pq reteram seu passaporte pois o meu estava vencido e me devolveram justamente pq tinha um visto americano. Vale vc fazer um levantamento das suas idas e retornos para os EUA e seus respectivos vistos e informar ao consul na hora da entrevista, mas acredito que este dado ele tenha em sistema.

 


 
Mickkey

 mensagem postada em 09/01/2008 - 01:01:48hs
 
 

Seria ótimo mesmo! Mas agora tem mais um problema... Tentei ligar outro dia pro agendamento e a gravação falou que minha senha não era mais válida. Acho que tem uma validade a partir da data que vc faz o agendamento... agora não sei como descobrir se pode ou não!

 


 
Mariana

 mensagem postada em 09/01/2008 - 01:01:39hs
 
 

Quem disse que noivos não podem fazer a entrevista juntos? Eu ligaria para o agendamento e me certificaria disso, pois a solução está em vcs 02 fazerem em conjunto. Não tem sentido a documentação do seu pai com ele. Eu insisto em dizer que o melhor são vcs 02 entrarem juntos, mas é preciso confirmar pelo agendamento. Com relação a documentação está perfeito na minha opinião.

 


 
Patricia

 mensagem postada em 09/01/2008 - 01:01:35hs
 
 

Sinceramente, acabei de ler seu relato e chorei.
Eu ia de mala e cuia para o consulado, deixava alguém na fila e ele em algum lugar perto, dentro do carro com ar condicionado ligado. Assim que chegasse o horário dele, vc se antecipando, conversaria na entrada explicando a situação e pedindo prioridade no atendimento e isso é possivel. Leva toda a documentação do enfermeiro, diploma, certificado de conclusão, sei lá, tudo que ele tiver, identidade, cpf, uma declaração ao Consul escrita de que ele é enfermeiro dele e uma carta se responsabilizando sobre as custas de viagem (passagens e estadia) e garantindo o seu retorno ao Brasil. Leve os demais documentos necessários.
Acho que vc deveria ligar para o consulado e explicar a situação para ver se ele consegue não ir ou pelo menos ficar o menor tempo possivel dentro do consulado.
Ele vai viajar, ele tem esse direito.

 


 
Mickkey

 mensagem postada em 09/01/2008 - 12:01:19hs
 
 

então mickkey...a situação é a seguinte...ele amava a disney...tinha casa em kissimee pra vc ter idéia...ia pra lá 3 ou 4 vezes por ano, levava todo mundo e eu ia direto com ele (sou a norinha que parece a filha caçula!!)....depois do acidente, principalmente de uns meses pra cá, ele tem ficado muito sozinho, querendo desistir da fisioterapia e tudo mais...acho que percebeu qeu não vai ter grandes avanços apesar do seu esforço. Mas, estávamos em um restaurantes há 2 meses atrás e minha cunhada perguntou se ele não gostaria de ir pra Disney comigo, que sou fã lunática!! E ele abriu um sorriso como há muito tempo não víamos....e desde então tem perguntado dessa viagem....toda a família acha que ele vai passar uma semana mágica, feliz, revendo o que ele tanto amava.....e lógico que temos esperança que ele recobre um pouco da lucidez e memória.... é isso....a viagem pra sp, a burocracia é a parte chata que pode desgatar um pouco, mas com certeza vai compensar pela semana de felicidade que vou proporcionar a ele.
Não precisa se desculpar.........entendo vc!
obrigada!

 


 
Mickkey

 mensagem postada em 09/01/2008 - 12:01:34hs
 
 

Vou explicar mais detalhada a situação:
- a entrevista é no mesmo dia e mesma hora, porém, são 2 agendamentos diferentes ( nós dois pagamos a taxa de r$ 38,00); porque pelo que notei, apenas parentes em 1º grau podem agendar juntos, e nós não somos casados ainda.
- meu pai vai financiar a viagem dos dois, mas só um de nós vai conseguir levar os documentos do meu pai originais, o outro vai ter que levar as cópias ( passaportes, vistos , holerites, etc...será que vamos ter problemas? Quem leva os originais? Eu, que já fui para os EUA 4 vezes, ou meu noivo, que apesar de " ainda não ser parente do meu pai", nunca viajou para fora?
- Meu noivo trabalha, tem carta da empresa onde diz que estara em periodo de férias, tem moto em seu nome, mora com os pais e tem comprovante de matricula da faculdade ( porem com data de outubro, pois ele terminou agora no final do ano ). Tem uma boa quantia na conta corrente, mas não declara imposto. E também estará viajando comigo que tenho 4 entradas no país, mas meus passaportes com os carimbos foram retidos na polícia federal qdo fui tirar o novo.
- Eu também trabalho, tenho carta da empresa, carro em meu nome, estou como dependente do meu pai no IR dele. Já obtive visto B2 e J1 . Moro no apto em nome do meu pai, com meus irmãos.
- Meu pai declara imposto, já viajou 3 vezes aos EUA, tem cidadania Espanhola, carros e aptos em seu nome. Ele não vai viajar junto...iremos só os dois.

Espero que tenha esclarecido e MUUUUUITO obrigada pela ajuda!

 


 
Patricia

 mensagem postada em 09/01/2008 - 11:01:36hs
 
 

Ressalto que a melhor opção seria vc conversar com o consulado americano e explicar seu caso.
Mas estão isentos pessoas acima de 80 anos o que não é o caso. Seu sogro está indo para algum tratamento nos EUA ou ele está indo para Orlando?
Vou ser um pouco duro com vc, mas por favor, entenda que estou postando a fim de dirimir qualquer dúvida. Se vc diz que será um grande desconforto para ele ir até o Consulado, a viagem em si, a permanencia dele lá não será um grande incomodo? Sinceramente, fico sensivel a situação mas não sei como trabalhar esse problema.

 


 
mickkey

 mensagem postada em 09/01/2008 - 11:01:12hs
 
 

Olá mickkey, mais uma vez vou pedir sua ajuda... com relação ao visto do meu sogro e seu enfermeiro, está tudo certo e agendado, mas será que pelo fato dele ter 68 anos, deficiência física (cadeira de rodas) e neurológica (perda de memória recente, confusão no raciocínio)ele precisa ir ao consulado passar pela entrevista?? Despachante nesse caso não faria o tramit? Com relação ao enfermeiro, é só um visto temporário, apenas para acompanhar seu paciente...é que na verdade eu estou achando trabalhoso para ele ficar na fila, viajar, esperar para a entrevista....mas lógico que se não tiver outra opção faremos tudo direitinho....
obrigada mais uma vez

 


 
Fernanda Oliveira

 mensagem postada em 09/01/2008 - 10:01:39hs
 
 

Acho que pode ser impactante, mas logo em seguida vc pode demonstrar que no seu trabalho o uso de arma de fogo é comum, então vc é uma pessoa preparada e habilitada para o uso, pois este é seu trabalho. Uma ceta vez vi uma confusão em Miami entre brasileiros e a policia apareceu, um dos brasileiros era policial e foi atendido com muito respeito pela policia americana. Se seu I.R. estiver dentro dos padrões, acho que não haverá problemas. Por outro lado, se vc opta em não colocar o uso da arma de fogo e se no seu contracheque mostrar sua função, acredito que vai ficar meio sem lógica. Agora, se vc trabalhasse nas Forças Armadas é possivel ser militar sem o uso de uma arma, o que não é seu caso.

 


 
 
Na atração Carrossel do Progresso você encontra o cão Rover - tão querido por Walt - que também pode ser visto na Mansão Mal-Assombrada, junto do zelador e também nos Piratas do Caribe, com as chaves a boca, próximo a alguns prisioneiros.