Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Trio em Orlando - Dia 2: Comprinhas e passeio (P1)

 mensagem postada em 23/08/2016 - 10:08:39hs
 
 

Como havíamos nos cansado bem no dia anterior e dormir era necessário para manter a beleza do ser, dormimos até umas 09 horas e corremos para tomar o café da manhã do hotel. Como citarei melhor na resenhinha do hotel, o café da manhã era bem simples, mas servia ao propósito. Era, na realidade, mais próximo ao nosso café do que o americano.

Devidamente ajeitados, partimos para o rolê de boa do dia: comprinhas!

Como comprar litros não está rolando, decidi pegar o primeiro dia para começar de leve, visitar as lojinhas mais baratex, fazer aquela compra de mercado e aproveitar a cidade um pouco. Assim a gente já teria noção de preços mais baratos, vendo o que realmente valia e o que não nos outlets.

O hotel fica DO LADO do outlet Premium e daquele centro de lojinhas que têm Ross, TJ MAX, Dollar Tree e Bed Bath and Beyond. Em menos de 5 minutos de carro estávamos lá. Começamos da direita para a esquerda. Fizemos a festa na Dollar Tree (muita coisa inútil, mas coisas legais como utensílios de cozinha, saquinhos ziplock para levar lanches para os parques, potinhos, velas e afins) e passamos pela Ross e TJ Maxx. Eu tenho um pouco de preguiça destas lojas, por que você tem que estar disposto para caçar coisas. Eu não estava muito, mas comprei um vestido LIN-DO da Antropology por 20 dólares. Em outro dia acabei tendo mais sucesso, mas neste dei uma olhadona por cima.

A BBB é um lugar legal para você achar coisas diferentes para o dia-a-dia, mas a loja não é barata. Com o dólar atual, não achamos nada que compensasse comprar lá. Todavia, se você busca algo específico, você achará.

Do centrinho, partimos para a Best Buy. Não achei absolutamente nada do que eu procurava lá. Queria comprar um celular, um microfone de lapela e uma lampada para a minha câmera. O celular estava esgotado em tooooodo o mundo (nem no site tinha mais!), o microfone de lapela só em outra loja e a luz também. Chateada. No fim, acabei comprando um roteador mais potente para o lar e o chromecast que meu tio me deu dinheiro para comprar. Minha mãe comprou um telefone sem fio com ramal.

Como eu tinha ido sem celular, perguntei para o vendedor se havia algum lugar onde eu talvez pudesse achar o aparelho que queria. Ele sugeriu ir no Florida Mall e procurar por lá. No fim, não achamos foi nada. Gente, como assim só existe a BestBuy de loja de eletrônicos? Fiquei chocada e chateada. Lágrimas de sangue. Mas, né? Fazer o que.

Pegamos o carrinho e corre para o Walmart. Aqui sim já fizemos uma grande festa! E amo fazer festa no Walmart, por que você consegue comprar muita coisa que precisa e não gastar muito. Óbvio que você sempre tem que pensar que "passar para comprar 1 coisinha rapidinha" praticamente não existe neste lugar, ok? Só se você for MUITO objetivo mesmo (como acabamos sendo em um outro dia). Assim, ficamos mui-to tempo lá. Já estávamos ficando verde de fome quando decidimos que era hora de partir.

 


 
Trio em Orlando - Dia 1: Chegada (pt2)

 mensagem postada em 23/08/2016 - 10:08:52hs
 
 

A hora que descemos para o estacionamento estava uma chuva RUDE. Com raios, trovões e aquela sensação de que o tio Vitor (assistidores de Castelo Ra-tim-Bum lembrarão) estava bravo. Enfiamos as malinhas no porta malas e fizemos aquilo que todos dizem para não fazer: partimos para Orlando.

Como nosso voo foi diurno, achamos melhor partir logo para Orlando e já estar devidamente instalados no dia seguinte. Eu tinha contado um tempo para todo o procedimento até o carro, mas lógico que demorou mais. Acho que só por volta das 20horas estávamos saindo. E aquela chuva tensa.

A viagem foi bem tranquila. Isso depois de uma sofrência básica descobrindo onde ficava o farol, onde ficava o limpador de para-brisas e de quase começar a usar o GPS do carro por que a internet não pegava no Waze. Mas tudo deu certo no fim. Minha mãe aprendeu a setar a velocidade automática do carro e depois de uma paradinha em uma das plazas pelo caminho nosso pique melhorou, ficamos mais dispostos e nem deu vontade de dormir (citando apenas mamãe e eu, por que o boy coitado, estava acordado desde o voo do dia anterior!).

Achei o sistema de plaza bem bacana. A Ju já havia comentado no relato dela, mas eu não tinha compreendido. É realmente bastante prático ela ficar no meio da estrada e evitar que você tenha que realizar retornos e afins. Nossa estréia alimentícia foi um lanche do Wendy's. Gostei bastante do sabor, só me arrependi de ter pedido um lanche de frango apimentado (demais!) ao invés de um Baconator. Mas depois a gente come esse quilo de bacon. O mocinho do caixa entendia mais ou menos português e saiu elogiando meu inglês, o que foi ótimo para tirar aquela barreira inicial de "DEOS, vou falar tudo errado neste país!". HAHAHAH... Eu falo inglês bem, mas sempre rola aquela tensão, né?

Enfim chegamos em nosso lar provisório pelos próximos dias.

Ficamos no SUPER 8 da American Way. Falarei mais do hotel em uma "resenhinha" só dele, mas já antecipo que olhando as fotinhos dele eu não ficaria lá. Todavia, uma amiga do trabalho havia visitado Orlando em Novembro e disse que o hotel era digno e justo e seguro. Dada a situação do dólar e o cenário inexplicável onde TODOS os Rosen Inn estão sempre esgotados em todos os lugares (gente, por que isso, me expliquem!), resolvi reservar lá mesmo. Tinha uma indicação de confiança e sabia que eles não cobraram nada de taxa de resort.

Fizemos o check-in rapidamente (recepção funcionando mesmo de madrugada), tomamos banho e capotamos lindamente. Ansiosos para o nosso primeiro dia de verdade ((:

 


 
Trio em Orlando - Setembro/16 - Dia 1: Chegada

 mensagem postada em 23/08/2016 - 10:08:12hs
 
 

Oi pessoal,
já está fazendo quase 1 ano da minha última viagem a Disney. E essa proximidade me estimulou a terminar meus relatos.
Ainda faltam alguns, mas já tenho vários escritos, então, 'bora lá. Espero que gostem. Acho que já havia postado o começo dessa viagem há mui-to tempo, então vou postar tudo de novo.

Enfim, depois de planejamento, escolhas e horas lendo conteúdo sobre a Disney (aquela linda!), o grande dia havia chegado. Ou mais ou menos, apenas para um dos integrantes. Meu noivo acabou tendo que ir antes de nós por motivos de: comprou a passagem muito depois, se danou.

O ponto de ir sozinho nem era tão problemático. Era mais a aventura que ele viveria depois de chegar, pois teria que nos esperar por 12 horas (mas depois peço para ele fazer um relato sobre a experiência!).

Então, dia 19, por volta das 18 horas levamos o boy para o aeroporto. Aproveitamos para fazer uma ondinha, ver o novo terminal lindo de Guarulhos e ele comeu um lanche antes de partir. No dia seguinte, lá estávamos novamente, bem pela manhã para pegar nosso aviãozinho.

Voamos de TAM. O voô foi tranquilo, a comida foi aquela comida de avião, o entretenimento foi ok. Aquela coisa de classe econômica, né? Triste. Não demos sorte e um cara sentou na terceira poltrona, logo, sem espaço extra desta vez Mas fomos tranquilo e sem problemas.

Nosso voô foi GRU-MIA, direto e sem escalas.Chegamos um pouquinho antes do previsto e corre para a imigração. Gente, que fila, DEOS! Nunca peguei uma fila tão grande, nem em New York. Acho que esperamos uns bons minutos (acho que deu mais de 1 hora). O policial nem perguntou nada, só carimbou o passaporte, pediu a digital e já era.

Pegamos nossas malas (já fora da esteira, só esperando) e 'bora maratona. Gente, sério. Eu fico pensando como era esse aeroporto antes do MiamiMover. Se com este trenzinho você já anda como um condenado, sem ele as pessoas faziam como? Será uma estratégia do aeroporto para que a circulação das suas pernas voltem com sucesso? Porque, olha. Nem as esteiras rolantes ajudaram (principalmente por que estávamos sem carrinho, já que custava 5 dólares e 20 reais não está dando para jogar fora assim, e tivemos que puxar a mala no muque mesmo).

Enfim, chegamos a área de locadoras de carro. Esperamos um pouco, tentamos entrar no WIFI do aeroporto (que, achei um absurdo, só dura 30m) e tudo mais para falar com meu boy, mas ele logo apareceu, já todo trabalhado no pique praia.

Tentei usar o totem da Hertz para pegar o carro, PORÉM, ele não é um totem, ele é um atendimento telefônico. E este atendimento é só para quem NÃO TEM reserva. Logo, se já estiver com tudo fechado, espere na fila mesmo. Não gaste tempo como eu! Reservei o carro pela -- palavra censurada -- e não tive problemas. Tudo o que está prometido na hora da contratação foi cumprido. Não me forçaram nenhuma contratação.
(...)

 


 
Res: Maria Teresa L. dos Santos

 mensagem postada em 22/07/2016 - 03:07:18hs
 
 

Maria Teresa, boa tarde!
Será que você poderia me enviar tambem? Vou deixar meu e-mail no tópico correto.
Obrigada

Prezada Maria Teresa L. Santos

Vi, em um tópico sobre a Califórnia, que vc tem um material com dicas/roteiro e eu agradeceria muito se pudesse me enviar. Embora tenha uma certa experiência em Orlando, estaremos indo pela primeira vez para a Disneylandia e estamos completamente perdidos. Deixarei meu e-mail no tópico mensagens. Grat
(mensagem de Vail Altarugio Filho)


Olá Vail

Terei o maior prazer em enviar o material que eu organizei a respeito da California , mas eu não fui a parques. Priorizamos as belezas naturais de lá.
Coloque o seu e-mail no tópico Relatos e bate-papo que eu envio para você.
Quando você vai? Em agosto eu vou voltar para lá, mas tirando S. Francisco, vou para lugares diferentes: Lake Tahoe, Sacramento, Yosemite, Napa Valley, etc.
Quando voltar vou colocar mais relatos no tópico correspondente.

Abs,
Maria Teresa
(mensagem de Maria Teresa L dos Santos)


 


 
Oi Ale! Res: Res: ALE! O MELHOR VÍDEO DE TODOS OS TEMPOS!

 mensagem postada em 05/07/2016 - 02:07:44hs
 
 

Vídeo de 2014

Resumo Orlando 2014 Youtube

Resumo Orlando 2014 Vimeo

====================================================================



Que bom q vc está de volta!
Vc acredita que ate hoje não organizei minhas filmagens e fotos e estou indo de novo!

 


 
Res: Maria Teresa L. dos Santos

 mensagem postada em 03/06/2016 - 09:06:55hs
 
 

Prezada Maria Teresa L. Santos

Vi, em um tópico sobre a Califórnia, que vc tem um material com dicas/roteiro e eu agradeceria muito se pudesse me enviar. Embora tenha uma certa experiência em Orlando, estaremos indo pela primeira vez para a Disneylandia e estamos completamente perdidos. Deixarei meu e-mail no tópico mensagens. Grat
(mensagem de Vail Altarugio Filho)


Olá Vail

Terei o maior prazer em enviar o material que eu organizei a respeito da California , mas eu não fui a parques. Priorizamos as belezas naturais de lá.
Coloque o seu e-mail no tópico Relatos e bate-papo que eu envio para você.
Quando você vai? Em agosto eu vou voltar para lá, mas tirando S. Francisco, vou para lugares diferentes: Lake Tahoe, Sacramento, Yosemite, Napa Valley, etc.
Quando voltar vou colocar mais relatos no tópico correspondente.

Abs,
Maria Teresa

 


 
Maria Teresa L. dos Santos

 mensagem postada em 01/06/2016 - 11:06:59hs
 
 

Prezada Maria Teresa L. Santos

Vi, em um tópico sobre a Califórnia, que vc tem um material com dicas/roteiro e eu agradeceria muito se pudesse me enviar. Embora tenha uma certa experiência em Orlando, estaremos indo pela primeira vez para a Disneylandia e estamos completamente perdidos. Deixarei meu e-mail no tópico mensagens. Grat

 


 
Res: Hollywood Studios. 4 de abril. Relato 1. parte 2.

 mensagem postada em 29/05/2016 - 11:05:50hs
 
 

Ernani! Que bom que você voltou com seus relatos!
Eu acho que o Hollywood Studios vale muuuuito a pena! É o meu parque preferido da Disney!!
Concordo com você, o Fantasmic é tão lindo quanto o Wishes! Lembro que a primeira vez que o assisti pensei: O preço do ingresso vale pelo show e ainda ganhei um dia inteiro no parque!! rsrsrsrsrs

Obrigada por compartilhar!

Sheyla
(mensagem de Sheyla Montella)


Pois é... são tantas informações que as vezes nos perdemos. O Hollywood Studios é um parque muito legal. Vale a pena o ingresso.
O Fantasmic é um showzão, imperdível mesmo. Mas nos meses de alta estação eu recomendo o VIP, que precisa ser agendado no site da Disney, agenda um dos três restaurantes participantes da promoção do ingresso VIP, e quando você vai pagar a conta do restaurante o garçon traz os ingressos que somente com eles você tem acesso à área especial, que além de ser centralizada, garante um local para sentar.
O tempo que passei em Orlando, em abril, não choveu nenhum dia, o clima estava excelente. De dia fazia calor, e a noite esfriava, mas nem um pouco de chuva.

 


 
Res: Hollywood Studios. 4 de abril. Relato 1. parte 2.

 mensagem postada em 28/05/2016 - 07:05:43hs
 
 

Ernani! Que bom que você voltou com seus relatos!
Eu acho que o Hollywood Studios vale muuuuito a pena! É o meu parque preferido da Disney!!
Concordo com você, o Fantasmic é tão lindo quanto o Wishes! Lembro que a primeira vez que o assisti pensei: O preço do ingresso vale pelo show e ainda ganhei um dia inteiro no parque!! rsrsrsrsrs

Obrigada por compartilhar!

Sheyla

 


 
Hollywood Studios. 4 de abril. Relato 1. parte 2.

 mensagem postada em 27/05/2016 - 06:05:38hs
 
 

Então já estava na hora do almoço no Mama’s Rose, com o ingresso VIP para o Fantamisc! A comida é boa, e o restaurante também é legalzinho, mas o melhor foi o ingresso VIP. (tem que ser agendado no site oficial da Disney) Depois falo do Fantasmic. Eu pedi uns mariscos com molho de tomate de entrada que acompanhava um pão gostoso, prato principal, pedi um macarrão com frango e brócolis que estava bem bom, e a sobremesa foram várias miniaturas das sobremesas da casa. Minha esposa pediu um atum selado, e um macarrão com camarão (ela não gostou de nada, mas eu gostei muito de tudo e provei o prato e entrada dela). A conta deu em torno de 80 dólares com a tips.
Depois do almoço, fomos no simulador do Star War, que é muito legal, e está atualizado, no Toy Story, que é legal, no Muppets. No Indiana Jones e Na Bella e a Fera. O horário dos shows são diversos, mas se a pessoa não for bastante organizada com a hora, vai perder o show.
Esse parque é pequeno, mas tem muitas atrações. E apesar das inúmeras obras pelo parque (estão fazendo uma área para o Stars War) vale bastante a pena!
Já falei que o parque estava lotado? Estava bem cheio, e foi enchendo com o passar das horas... Final da tarde estava uma loucura, ombro a ombro.
Lá pelas 18:30 horas, eu já comecei a me posicionar próximo a entrada do Fantasmic. E já havia uma grande fila, principalmente para o fast pass (?????) estranho... Então quando liberaram a entrada, eu com meu ingresso VIP, entrei e foi aí que vi que valeu a pena... O Fantasmic acontece dentro de um anfiteatro a céu aberto, e simplesmente as arquibancadas estavam lotadas, muito lotadas, só no VIP que havia vaga.
Gente... eu falei que estava lotado? O anfiteatro estava lotado mesmo, não havia mais vaga... No VIP tinha vaga, mas mesmo assim, foi enchendo com o passar do tempo... A hora do Fantasmic é 20h, e até lá ficamos sentados mexendo do celular e comendo (dentro tem lanchonete e carrinhos de churros e pipoca, limonada, etc)
O show do Fantasmic é belíssimo... para mim compete com o wishes do Magic Kingdom (não me batam! :P) Mas é bem no clima Disney, muita música, muito laser, muita luz e muitos personagens.
Quando acabou o show, fomos saindo e tentamos mais uma vez ir na Torre do Terror, mas estava uma fila grande, então desistimos, e começamos a nos dirigir para a Avenida principal onde finaliza o dia com o show de fogos do HS. Bem legal... muito legal mesmo...
Gente... esse relato ficou sem foto, mas prometo que nos próximos haverá fotos para ajudar na ilustração.
E dizem que o HS não vale a pena... acho que não... vale muito a pena!
Depois fomos para o hotel, extasiados com esse primeiro dia de Orlando.

 


 
 
Em Main Street U.S.A. encontra-se um quartel de bombeiros "Fire Station n.71". Porque n.71? É o ano em que o Magic Kingdom foi inaugurado 1971.