Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 1

 mensagem postada em 07/02/2017 - 04:02:28hs
 
 


Oi Roberval! Não se preocupe, pode perguntar!
Você pagou pelo medicamento? A seguradora te ressarciu depois?
Nós ligamos na operadora do cartão e solicitamos o seguro. Mandamos um email com as passagens e datas da viagem e eles responderam com o voucher de cada passageiro. No voucher vem todas as informações: telefone de contato nos EUA, no Brasil, coberturas, etc.
A ligação foi gratuita e um atendente brasileiro me atendeu. Só depois que a seguradora entrou em contato com a clínica que me ligou uma pessoa (só falava inglês) para confirmar o endereço do hotel, os sintomas do marido e para avisar que o pagamento seria feito diretamente pela seguradora.
Antes desse telefonema da clínica, a seguradora me informou que tentaria fazer todo o trâmite financeiro entre ela e a clínica, mas que talvez fosse preciso pagar ao médico e depois pedir o reembolso. Porém, não foi preciso pagarmos nada na hora. Achei isso excelente.
Se ainda tiver alguma dúvida, estou à disposição.
Abraço,
(mensagem de Sheyla Montella)
.
Oi Sheyla
Muito obrigado novamente!
Sim depois de uns 4 meses a seguradora me ressarciu parcialmente pelo custo do remédio ! Uns $ 70 por cento !
Vou tentar utilizar este seguro do cartão da próxima vez ! Desta vez a passagem foi paga com milhagem, então creio que não tenho direito ao seguro !
Forte abraço!
Roberval




(mensagem de roberval taylor)


Roberval, mesmo sendo com milhas a maioria das bandeiras oferece o seguro porque você paga a taxa de embarque. Liga pra eles!
Abçs, Sabrina

 


 
Res: Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 1

 mensagem postada em 07/02/2017 - 02:02:46hs
 
 


Oi Roberval! Não se preocupe, pode perguntar!
Você pagou pelo medicamento? A seguradora te ressarciu depois?
Nós ligamos na operadora do cartão e solicitamos o seguro. Mandamos um email com as passagens e datas da viagem e eles responderam com o voucher de cada passageiro. No voucher vem todas as informações: telefone de contato nos EUA, no Brasil, coberturas, etc.
A ligação foi gratuita e um atendente brasileiro me atendeu. Só depois que a seguradora entrou em contato com a clínica que me ligou uma pessoa (só falava inglês) para confirmar o endereço do hotel, os sintomas do marido e para avisar que o pagamento seria feito diretamente pela seguradora.
Antes desse telefonema da clínica, a seguradora me informou que tentaria fazer todo o trâmite financeiro entre ela e a clínica, mas que talvez fosse preciso pagar ao médico e depois pedir o reembolso. Porém, não foi preciso pagarmos nada na hora. Achei isso excelente.
Se ainda tiver alguma dúvida, estou à disposição.
Abraço,
(mensagem de Sheyla Montella)
.
Oi Sheyla
Muito obrigado novamente!
Sim depois de uns 4 meses a seguradora me ressarciu parcialmente pelo custo do remédio ! Uns $ 70 por cento !
Vou tentar utilizar este seguro do cartão da próxima vez ! Desta vez a passagem foi paga com milhagem, então creio que não tenho direito ao seguro !
Forte abraço!
Roberval



 


 
Res: Nós e a vovó na Disney 23

 mensagem postada em 07/02/2017 - 01:02:15hs
 
 

Mell! eu e sua vó fomos separadas na maternidade! hahahahaha
Eu peguei o botom de Happy Birthday, pois meu aniversário tinha sido 3 dias antes, mas as pessoas falavam comigo e nem aí....meus filhos que avisavam: Mãe! Estão te dando parabéns! rsrsrsrsrsrs
Adorando seus relatos!!

Abraços
Sheyla

 


 
Res: Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 1

 mensagem postada em 07/02/2017 - 01:02:25hs
 
 

Oi Sheyla,
Muito obrigado mais uma vez !
Bom saber que o seguro "gratuito" do cartão de credito funciona mesmo.
Você teve que ligar lá na operadora do cartão antes da viagem ?
Como obteve o numero de telefone para ligar ? É gratuito ?
Desculpe-me por tantas perguntas mas é que vou tentar utilizar ele na próxima viagem (está bem perto),
e tinha cá minhas duvidas quanto à operacionalidade e segurança deste tipo de seguro de viagem !
De outra vez que precisei utilizar o seguro viagem/saúde, o medico também passou Tamiflu para o meu filho, mas não o forneceu (na clínica).
Tive que adquiri-lo na farmácia e paguei bem caro (cerca de US$ 400 dólares por uma caixa com 5 comprimidos !!).
Se preferir, podemos transferir a resposta a este Post para o tópico de Planejamento - Seguro Saúde / Viagem - aqui do VPO. LINK

Mas estou fazendo estas perguntas publicamente pois creio que poderá ser útil aos amigos aqui do site, pois
vários deles também possuem o cartão de credito que dá direito ao seguro viagem sem custo !

Muito obrigado. Forte abraço a todos,
Roberval.


(mensagem de roberval taylor)


Oi Roberval! Não se preocupe, pode perguntar!
Você pagou pelo medicamento? A seguradora te ressarciu depois?

Nós ligamos na operadora do cartão e solicitamos o seguro. Mandamos um email com as passagens e datas da viagem e eles responderam com o voucher de cada passageiro. No voucher vem todas as informações: telefone de contato nos EUA, no Brasil, coberturas, etc.
A ligação foi gratuita e um atendente brasileiro me atendeu. Só depois que a seguradora entrou em contato com a clínica que me ligou uma pessoa (só falava inglês) para confirmar o endereço do hotel, os sintomas do marido e para avisar que o pagamento seria feito diretamente pela seguradora.
Antes desse telefonema da clínica, a seguradora me informou que tentaria fazer todo o trâmite financeiro entre ela e a clínica, mas que talvez fosse preciso pagar ao médico e depois pedir o reembolso. Porém, não foi preciso pagarmos nada na hora. Achei isso excelente.

Se ainda tiver alguma dúvida, estou à disposição.

Abraço,

Sheyla


 


 
Nós e a vovó na Disney 23

 mensagem postada em 06/02/2017 - 06:02:48hs
 
 

Sorte que o início do show estava próximo e após alguns longos minutos entramos com tudo no ar condicionado congelante. O show do Lion King teve pouquíssimas alterações mas ainda assim eu acho tudo de bom, e lógico, a música sempre maravilhosa. Quando saímos já estávamos quase secos, o céu estava lindo de novo e era hora da foto com o Mikey!!! Tinha agendado FP para toda a família e é claro que só eu e a vó estávamos animadas para ir. Acabamos só nós duas na fila. Na verdade não tinha fila nem ninguém. Estava tudo vazio que nem precisava de FP. Rapidamente pescamos um pente na bolsa para das uma ajeitada na nossa juba lambida da chuva e fomos sorridentes tirar o retrato. Quando virei a esquina levei um susto! O Mickey e a Minnie estavam vestidos com suéteres natalinos de flocos de neve. Esqueci totalmente que no natal os personagens trocam suas roupas de safári por trajes festivos da época! Mas ainda assim foi super legal porque a vó ficou super empolgada e se divertiu um monte e a foto ficou super bonita. Como dessa vez não tínhamos comprado o plano de fotos (foi uma decisão bem difícil porque eu super recomendo o memory maker, mas na época o dólar estava bem complicado) eu sempre pedia para o fotógrafo de plantão tirar a foto com a minha câmera. E deu super certo.

Ainda fomos na atração dos insetos que fica embaixo da árvore da vida. E mesmo que a vó não entenda nadica de nada de inglês a gente se diverte lá. Optamos por não fazer a área dos dinossauros (quem tem crianças não pode perder essa parte!) e aproveitar a tarde para compras. Na saída passei no Guest Relation e peguei três bottons de aniversário: para o pai, para a vó e para mim. Quando usamos os bottons várias pessoas vêm desejar “Feliz Aniversário”, cast members, os personagens e até ocasionalmente outros que estão passeando nos parques. Então expliquei beeeeem direitinho para a vó que o povo ia ver o botton dele e falar “Rapi Burfidei”pra ela que tinha que responder “tanquiu”. Nada feito...o pessoal vinha todo contente felicitar ela e ela nada... nem se dava conta da situação. Eu acabava tendo de agradecer no lugar dela e nas vezes que eu a avisava ela soltava um “Obrigada” bem ligeiro!!!
Então infelizmente fomos para o estacionamento e fomos para as compras. Na próxima vou deixar umas dicas de como agilizar as compras nos supercenters...

Abraços da Mell

 


 
Nós e a vovó na Disney 22

 mensagem postada em 06/02/2017 - 06:02:36hs
 
 

Oi gente....gostando da animação, como estou fora de casa está difícil de escrever, mas arrumei um tempinho para dar uma lidinha aqui e matar a saudades e escrever rapidinho....desculpa os erros que não deu muito tempo de corrigir....

Continuando o relato do AK. Andando por lá vimos em alguns lugares repelente de insetos de graça, geralmente perto do banheiro, então aproveita para se lambuzar e ficar protegido durante o dia. Na hora do almoço paramos na praça de alimentação da África, que é super legal, pois parece um mercadinho de vila com as vendinhas e as tendas. Em uma área coberta tem algumas daquelas mesas bem compridas, daquelas que você compartilha com pessoas que nunca viu na vida, e que eu acho super divertido e interessante. Almoçamos nosso tradicional sanduba caseiro acompanhado de chips e cenouras. Para beber compramos alguns refris e experimentamos a limonada rosada, que eu não lembro com o que era misturada. Era esquisita, não ruim, mas diferente, apesar de ter sido a única a curtir o sabor.

Depois de comer passamos numa lojinha e comprei o meu Pumba de pelúcia (um dos meus personagens preferidos. Rei Leão é um dos Melhores Desenhos De Todos Os Tempos!!!!) Foi quando saímos que percebemos que não há muitos lugares para se esconder. O céu enfim desabou, daqueles pé d’água que fica tudo branco e não dá para enxergar meio palmo na frente do nariz. Catei a vó pela mão e saímos correndo e....não tinha lugar para se esconder!!! Tivemos que andar bastante até chegar na fila do Teatro do Rei Leão, parece que todos os que estavam por lá tiveram a mesma idéia e o povo começou a se apertar em baixo da cobertura, mas adivinha do que é feita a cobertura? De Palha! Ou seja não adiantava muita coisa. Nós tínhamos nossas capas de chuva, mas fiquei com pena do povo que se ensopou completamente.

Aqui outra dica: capas de chuva não são úteis apenas quando, obviamente, chove, mas para ficar seco nas atrações que molham, para proteger o fundo da calça quando senta no chão, como casaco para “cortar” o vento quando esfria de repente no show noturno. As capas dos parques são simplesmente os olhos da cara, então dá para comprar antecipadamente no Walmart ou outro lugar mais barato, como naquelas lojinhas de suvenir. Dá para comprar capas do Mickey, coloridas e até vermelha de bolinhas brancas muito fofas da Minnie e levar na mochila. E ainda guardar para levar na próxima viagem ( Nós temos algumas capas antigas amarelo-canário-querida-cheguei super vintage que usamos com todo o orgulho )


 


 
Res: Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 1

 mensagem postada em 06/02/2017 - 11:02:53hs
 
 

Oi Sheyla,
Muito obrigado mais uma vez !
Bom saber que o seguro "gratuito" do cartão de credito funciona mesmo.
Você teve que ligar lá na operadora do cartão antes da viagem ?
Como obteve o numero de telefone para ligar ? É gratuito ?
Desculpe-me por tantas perguntas mas é que vou tentar utilizar ele na próxima viagem (está bem perto),
e tinha cá minhas duvidas quanto à operacionalidade e segurança deste tipo de seguro de viagem !
De outra vez que precisei utilizar o seguro viagem/saúde, o medico também passou Tamiflu para o meu filho, mas não o forneceu (na clínica).
Tive que adquiri-lo na farmácia e paguei bem caro (cerca de US$ 400 dólares por uma caixa com 5 comprimidos !!).
Se preferir, podemos transferir a resposta a este Post para o tópico de Planejamento - Seguro Saúde / Viagem - aqui do VPO. LINK

Mas estou fazendo estas perguntas publicamente pois creio que poderá ser útil aos amigos aqui do site, pois
vários deles também possuem o cartão de credito que dá direito ao seguro viagem sem custo !

Muito obrigado. Forte abraço a todos,
Roberval.

 


 
Res: Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 1

 mensagem postada em 06/02/2017 - 09:02:06hs
 
 

Oi Sheyla,
Parabéns pelos relatos e pela viagem !
Por favor, Poderia detalhar um pouco mais como foi o atendimento do seguro de viagem ? Se o médico forneceu o remédio ou se teve que adquiri-lo em alguma farmácia mediante prescrição ? Se ele falava português ou espanhol, ou somente inglês ? Se possível poderia informar qual o seguro que contratou e se ficou satisfeita com o atendimento ? Muito obrigado e vamos torcer pela próxima viagem né ? Abraços ao Guto e crianças !! (Duda e Marcello).
Sds
Roberval



(mensagem de roberval taylor)


Oi Roberval! Tudo bem?

Então, como compramos as passagens com o cartão visa, contratamos o seguro que eles oferecem, sem custos.
O atendimento inicial, pelo telefone, foi bem demorado. Foram 40 minutos de espera, ouvindo musiquinha, mas depois que me atenderam foi bem agilizado.
O médico, Dr. T, chegou em 30 minutos. Trouxe uma mala com remédios e equipamento para exames. Depois de constatado que era viral, ele nos entregou um vidro com Tamiflu.
Toda parte financeira foi feita entre a clínica do Dr. T e a seguradora, não pagamos nada, nem a medicação.
O médico é porto-riquenho, mas mora nos EUA desde criança. Fala algumas palavras em espanhol o que ajudou muito na hora de falarmos sobre o histórico médico. O restante foi em inglês mesmo.
Eu contrataria novamente, sim. Não sei como seria em caso de internação ou algo mais grave, mas para o que precisamos, foi ótimo.
Ah! No dia seguinte, a seguradora entrou em contato para saber se tinha corrido tudo bem e para reforçar que todo o pagamento seria feito por eles.
Espero ter ajudado.
Abraço,

Sheyla


 


 
Res: Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 1

 mensagem postada em 06/02/2017 - 08:02:18hs
 
 

Oi Sheyla,
Parabéns pelos relatos e pela viagem !
Por favor, Poderia detalhar um pouco mais como foi o atendimento do seguro de viagem ? Se o médico forneceu o remédio ou se teve que adquiri-lo em alguma farmácia mediante prescrição ? Se ele falava português ou espanhol, ou somente inglês ? Se possível poderia informar qual o seguro que contratou e se ficou satisfeita com o atendimento ? Muito obrigado e vamos torcer pela próxima viagem né ? Abraços ao Guto e crianças !! (Duda e Marcello).
Sds
Roberval


 


 
Relato 4 - Magic Kingdom - Parte 2

 mensagem postada em 06/02/2017 - 07:02:01hs
 
 

Saindo de lá, vimos que o Stitch estava fechado...que pena, adoramos aquele allien falando “Hello, Cinderela”. Fomos no People Mover, naqueles carrinhos que as crianças dirigem sozinhas e na Space Mountain. Essa estava cheia e não tínhamos fastpass+. Foram 60 (isso mesmo!) minutos na fila! Mas, valeu a pena. As crianças nunca tinham ido e adoraram. Eu ainda acho que ela sacode muito...tô ficando velha para alguns brinquedos!

De lá, fomos para New Fantasyland. Fomos na xícara, Ariel, Phillarmagic e entramos na atração da Bela e a Fera pela primeira vez. Eu achei que fosse conseguir ver algum pedacinho do Be Our Guest, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Trata-se de um teatrinho em que contam como a Bela se apaixonou pela Fera. Eles escolhem algumas pessoas para viver alguns “papéis”. A Duda foi escolhida para ser o pai da Bella, Maurice. Ela segurava uma grade e sacudia quando mandavam, pois o Maurice queria muito sair da prisão. Depois, a Bela entra e entrega um marca texto para todos os participantes. Chamou a Princess Maria (Maria Eduarda = Duda) e tirou uma foto com ela. Eu pedi para a cast member e ela deixou eu tirar uma foto também. Adorei!

Enquanto isso, eu aproveitava o wifi do parque para ter notícias do marido e verificar o tempo das filas no app da Disney (funciona bem demais!). Marido não melhorava de jeito nenhum...

Na viagem anterior, havíamos pego um mapa na adventureland que nos levava a diversos pontos com vídeos para que descobríssemos um mistério. As crianças haviam adorado e queriam fazer o mapa do Mago Merlin dessa vez.

Na entrada do parque, à direita, perto dos bombeiros, tem uma casinha com uma placa Merlin’s Sorceress. Nos cadastramos, recebemos nossos mapas, cartas mágicas e tivemos uma aula de como deveríamos proceder. Diferentemente do anterior, esse jogo acontece no parque quase TODO (menos adventureland) e você pode levar até 8 horas para finalizá-lo. Cada dica te levará para o próximo ponto. Você passa a magic band cadastrada e começa um vídeo, explicando contra qual vilão você irá duelar e o motivo. No momento certo, você deve escolher uma das cartas mágicas e apontar para o vilão para anular a maldade que ele está prestes a cometer. Se usar o feitiço certo, tudo volta ao normal e você é mandado para o próximo desafio. Muito legal! Ficamos duas horas indo e vindo pelo parque e terminamos a primeira rodada em todas as lands, mas não acabamos o jogo...vamos ter que voltar!!

Já era início da noite quando resolvemos parar de jogar e fomos comer no Casey’s Corner. Simplesmente amo esse cachorro quente com chili e cheddar! Alimentados, aproveitamos para voltar à Fantasyland e terminar os brinquedos por lá. Quando vimos, já era 19h00, hora do nosso fastpass+ para a Seven Dwarfs. Corremos pra lá e entramos. Muito legal!

Seguimos para a Main Street e já estava lotada!! Estava começando o show de imagens no castelo. As crianças estavam exaustas e eu preocupada com o marido. Resolvemos ir embora sem ver o wishes . Eu ia andando rumo à saída e olhando para trás. Mas, foi uma decisão acertada. saímos tranquilamente e sem tumulto algum. Aí, tivemos que fazer algo inédito: pegar um taxi para voltar pra casa. E tem taxi? Tem, sim!
Perguntei a uma cast member e ela me informou que quando saíssemos do monorail, era só pegar a esquerda que veríamos os taxis. Perguntei a ela se era seguro e ela disse que era muito seguro. Achamos super fácil! No monorail começamos a ouvir os barulhos dos fogos...o coração apertou!

Pegamos o taxi e, quando estávamos passando pelo Hollywood Studios, começamos a ver os fogos do Fantasmic! A parte de trás do show! Eu apontava para as crianças verem e o motorista viu minha empolgação e abaixou os vidros. Gente! Era tanto fogo de artifício em cima de nós e o barulho dos fogos e da música. Amei!! Muito legal.

Chegamos no hotel por volta das 20:30. Marido mal e chamei o médico. Fomos dormir bem tarde nesse dia e no dia seguinte tínhamos Holywood Studios. Essa é uma das desvantagens de ficar poucos dias. O planejamento fica apertado e não é possível alterá-lo. Se tivéssemos mais dias, com certeza teríamos ficado no hotel no dia seguinte, mas se não fôssemos ao parque, perderíamos o dia e o ingresso. Difícil, viu?

Bom, depois de tudo isso fomos dormir!

Vou tentar postar fotos mais tarde! Ainda nem as baixei, mas vou tentar!

Abraços,

Sheyla

 


 
 
Você sabia que em 1971 o ingresso do Magic Kingdom custava apenas US$ 3.50 para adultos, US$ 2.50 para menores com idade entre 12 e 17 anos; e, US$ 1.00 para menores com idade entre 03 e 11 anos. Diferentemente do sistema atual, com esse ingresso os visitantes tinham direito a brincar em apenas duas atrações e se quisessem participar de outras tinham que adquirir outros ingressos.