Nevada - Las Vegas

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
LAS VEGAS - DIA 01 (25-01-2015).

 mensagem postada em 28/06/2015 - 07:06:35hs
 
 


Para Maria Tereza.

Como relatei no tópico da Califórnia, partimos de Lake Tahoe- Califórnia, com um pernoite em Tonopah - Nevada, rumo à Las Vegas.

Viajávamos, eu Carla, 34 anos, meu marido Léo 38 anos, nossos dois filhos Léo e Henrique de 10 e 4 anos, respectivamente, Graci, minha mãe com 55 anos, e minha prima Syssi de 20 anos

Chegamos em Las Vegas por volta de 12h, e seguimos direto para o hotel reservado, Flamingo, na Strip.

Hotel escolhido por uma indicação de uma colega de trabalho do marido e custo-benefício, já que o café da manhã estava incluso.

O GPS nos guiou direitinho, mas na chegada ao estacionamento do Flamingo, ficamos um pouco confusos, pois os hotéis compartilham as garagens, mas perguntando daqui e dali, seguimos para a garagem correta.

Chegamos cedo para o check in, mas por volta de 13h, entramos na enorme fila para registro e o quarto já estava liberado.

O Flamingo é imenso e nos perdemos até para achar o elevador até nosso quarto.
O hotel, na minha opinião tem um bom custo benefício. Nada de luxo, mas bem limpo e sem cheiro de cigarro.

Primeira impressão de Vegas: não tinha muita criança e meu filho mais velho logo notou isso...É, realmente não era lugar para levar criança...

O clima era ameno, por volta de 16 graus.

Depois de deixar as malas nos quartos, saímos todos para almoçar a pé, na strip.

Deixamos ao acaso e optamos por um Outback bem próximo ao Flamingo.

Aliás, fizemos quase tudo a pé. Vc sai de um hotel e até sem perceber já está em outro, pois esse é o grande barato em Vegas, conhecer os hotéis e seus cassinos, lojas e restaurantes.

No caminho já pudemos perceber o clima de festa...muita bebida, mulheres seminuas, eita...fica a dica, nada de crianças em Vegas...

Depois do almoço, as crianças voltaram para o pai para o hotel e fui dar uma volta com a minha prima e com minha mãe.

O Flamingo é bem próximo da roda-gigante High Roller, que dizem ser a maior do mundo. As cabines cabem até dez pessoas e dentro tem TV com videoclipes e drinks. Nós não fomos, mas o passeio dura meia hora e custa 30,00 dólares por pessoa, salvo engano.

Demos uma volta perto da High Roller, fomos até o Venetian Hotel, só bordejando mesmo.

Para quem gosta de bar, boate, festa, é a cidade perfeita (cidade do pecado), mas como sou uma boa menina, rsrs, voltamos para o hotel em seguida.

Ah, lá perto do Venetian tem uma CVS gigante com muitos e muitos souvenirs legais para trazer de presente. Lá dentro também tem a Beer Cave (caverna da cerveja) com cervejas do mundo todo - bem legal.

De noitinha, saímos de carro para ir jantar em um Olive Garden mais distante da região dos hotéis, em uma área mais residencial, tudo por conta dos babies.

Esse foi nosso primeiro dia em Vegas, baby!!!

 


 
Carla - relatos de Las Vegas

 mensagem postada em 10/06/2015 - 09:06:40hs
 
 

Olá Carla

Estou aguardando os seus relatos de Las Vegas. Os da Califórnia estavam excelentes.
Não deixe de colocá-los, com certeza vão ajudar muito a quem não foi, bem como trarão recordações a quem já esteve lá.

Abs,
Maria Teresa

 


 
Res: 1ª viagem a Las Vegas

 mensagem postada em 09/06/2015 - 07:06:16hs
 
 

Cheguei de Las Vegas domingo. A temperatura estava rondando os 42 graus centigrados, porém nada que atrapalhe alguem.

Para as mulheres que reclamam eu sugiro levar uma pequena blusa porque o ar condicionado dos cassinos e malls é muito forte, porém ele tem um desumidicador que não deixar ninguem ficar com o nariz sangrando.

E aproveite.

 


 
Res: Aluguel de carro

 mensagem postada em 09/06/2015 - 07:06:08hs
 
 

Monte Charleston em dezembro está cheio de neve e vale a pena percorrer os 56 km de ida e 56 km de volta. A Freemont Street pode ser visitada a qualquer hora sempre atentando que existe um estacionamento conveniado logo no começo da rua perto da Strip onde você deixa o carro e pega um carimbo em qualquer grande cassino.

 


 
Res: Los Angeles - Las Vegas de carro

 mensagem postada em 31/05/2015 - 06:05:18hs
 
 

Oi gente. Estou com uma dúvida, se eu fizer o percurso Los Angeles - Las Vegas de carro (e na volta pretendo parar uma noite no Death Valley National PArk), tem algum toll no caminho? É possível pagar esse toll com dinheiro?
Abraços!
(mensagem de Cristina Boaz)


Não tem pedágio. Você deverá utilizar a rodovia numero 15 e depois a 95.
SDS,
Roberval.

 


 
Los Angeles - Las Vegas de carro

 mensagem postada em 31/05/2015 - 01:05:03hs
 
 

Oi gente. Estou com uma dúvida, se eu fizer o percurso Los Angeles - Las Vegas de carro (e na volta pretendo parar uma noite no Death Valley National PArk), tem algum toll no caminho? É possível pagar esse toll com dinheiro?

Abraços!

 


 
Res: Aluguel de carro

 mensagem postada em 25/05/2015 - 02:05:03hs
 
 

Galera, estou indo passar uma semana em Vegas em Dezembro, pretendo alugar um carro por 3 dias somente para fazer compras, ir ao Mont Charleston e visitar a Freemont. Consigo alugar fácil um carro na Strip? Vou ficar no Hotel Harrah´s. Obrigado. (mensagem de cesar parenti)


César,
a maioria das locadoras tem suas garagens e escritórios de locação no aeroporto internacional de Las Vegas (Mc Carran)
Veja mais informações neste LINK

SDS,
Roberval.

 


 
Aluguel de carro

 mensagem postada em 25/05/2015 - 10:05:00hs
 
 

Galera, estou indo passar uma semana em Vegas em Dezembro, pretendo alugar um carro por 3 dias somente para fazer compras, ir ao Mont Charleston e visitar a Freemont. Consigo alugar fácil um carro na Strip? Vou ficar no Hotel Harrah´s. Obrigado.

 


 
Res: EUA Trip Las Vegas - 4 dias

 mensagem postada em 22/05/2015 - 07:05:08hs
 
 

Bruna, quase fui ao Insanity na Stratosphere, cheguei a sentar e ir para fora, mas tivemos que sair antes de girar, pois estava ventando muito e paralisaram o brinquedo por questão de segurança. Era à noite também e fazia muito frio (início de janeiro) e fiquei um tempão na fila à toa. Só consegui ir naquele do carrinho que "despenca". Continue com os relatos, adorando!!!

 


 
EUA Trip Las Vegas - 4 dias

 mensagem postada em 22/05/2015 - 05:05:16hs
 
 

Dia 25/12: quem for algum dia para lá nesta data, esteja preparado pois estava tudo fechado, inclusive as lojas nos hotéis e os outlets. E nós ainda não estávamos acostumados com o clima de Las Vegas, pois acordamos muito cedo e estava tudo muito vazio.
Começamos pelo Bellagio, que inclusive foi o que estava com a decoração mais bonita de Natal. Aliás, eu esperava encontrar decorações de cair o queixo, mas me decepcionei um pouco nisso.
Neste dia, além do Bellagio, fizemos Caesar Palace e Forum Shop, e então que vimos a Roda Gigante High Roller no The Link, compramos os ingressos bem pertinho dela, e enquanto esperávamos ela abrir (falei que acordamos cedo né rsrs) visitamos o The Link e Flamingo, correndo na rua pq estava um vento gelado de matar e agradecendo aos céus quando tinha uma máquina daquelas que fica com fogo para dar uma esquentada.


Essa é a máquina. Não sei o nome disso Olha o sorriso do marido que ficou quentinho

High Roller Las Vegas (roda-gigante): super legal, a cabine é imensa e não balança, e também é fechada, portanto, nada de frio. Como fomos bem cedo, estava super vazia e ficamos com uma cabine só para a gente. A vista é belíssima, dá para ver bem como LV fica no meio do deserto. Demora cerca de 40 minutos a volta.
Durante a noite o ingresso é mais caro, mas curtimos muito ir durante o dia.



Depois da roda-gigante, pegamos o carro e fomos ao Venetian e Palazzo. O bom de estar com carro é que evita andar demais, é só sair de um estacionamento para o outro.
Eu fiquei apaixonada pelo Venetian, mas essa questão dos hotéis é muito particular, acho que tem que visitar o máximo de hotéis que conseguir.
À noite tb fomos no Cosmopolitan, que é super animado, o cas* é incrível.

26/12: Walmart e compras nos outlets. Tanto faz o Outlet Sul ou Norte, o Norte realmente é maior. O ideal é consultar se tem as lojas do seu interesse. No outlet Sul fiz ótimas compras na Columbia para o frio, inclusive roupa térmica.

27/12:
Red Rock Canyon - Ainda no fuso horário brasileiro, acordamos cedo e fomos ao Red Rock Canyon, fica a cerca de 40 minutos de LV, paga-se uma entrada de U$ 7 por carro e vc segue um mapa que eles te dão na entrada, de carro mesmo, e vai parando nos mirantes. O parque é lindo e tem uma estrutura maravilhosa, tudo muito bem pavimentado e acessível. Em cada mirante, vc pode optar por fazer algumas trilhas, algumas são curtas, ou só ficar por ali curtindo o visual.
Mesmo indo no Grand Canyon, achei que o passeio vale, é perto, diferente e muito bonito.
http://www.redrockcanyonlv.org/

Um pouco da estrada do Red Rock

Stratosphere - Sim, eu fui naqueles brinquedos malucos. Amo brinquedos radicais, vou em TODOS, mas saí traumatizada do Insanity, que faz jus ao nome. Para quem não sabe, é aquele que vc fica rodando fora do prédio de cara para o chão. Mas até agora estou na dúvida se congelei de medo ou de frio mesmo, pois me faltou forças para gritar. Os outros achei tranquilo.


Sorrisinho antes do Insanity

Já que tínhamos ido na roda-gigante de dia, deixamos o Stratosphere para a noite para podermos apreciar a vista de LV, só que ele fica bem mais cheio, por isso esperamos muito para cada brinquedo, e, apesar de estar agasalhada, eu nunca passei tanto frio na minha vida como naquelas horas em cima daquele prédio. Eu estou falando muito do frio né? Mas não é para assustar ninguém não, até pq não deixei de fazer nada por causa disso, é pq foi engraçado mesmo ficar pulando enlouquecidamente na fila.

Depois do trauma, ainda deu tempo de visitar o Mandala Bay, Luxor e Excalibur.
Dica para quem tem filhos: o Excalibur tem uma parte com brinquedos e jogos só para crianças, onde eu e meu marido nos divertimos horrores e ainda tivemos nossa única vitória de Vegas:


Hello!

Dia 28/12: Fomos ao Paris, Ballys, Mgm e New York. A cada hotel uma coisa nova que se vê, cada um mais incrível que o outro, tudo muito lindo, diferente, divertido.
Ainda demos uma passadinha na Ross para gastar uns obamas.
Só para não ficar sem dica nesse dia, vale dizer que a maioria dos hotéis tem praças de alimentação com os fast-foods da vida, mesmo nos hotéis mais luxuosos.
Mais um detalhe: as vezes vc olha na rua um hotel que queira visitar e pensa que vai andar pouco, mas não se iluda: tudo é muito grande e longe.

No próximo relato começa a viagem ao Grand Canyon South, com direito a maior aventura que já passamos na vida.

 


 
 
Originalmente havia sido concebida uma montanha-russa para o pavilhão japonês (Epcot), cujo exterior representaria o Monte Fuji. Contudo, o projeto não foi levado a frente por conta de falta de verba e porque o patrocinador - Kodak - não gostaria de que o nome Fuji estivesse de alguma forma vinculado ao pavilhão.