Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: 04/09/2015 e 15/09/2015 – Islands Of Adventure – Bye, bye Hulk e tonto com o Spider - Parte 01

 mensagem postada em 29/10/2015 - 03:10:48hs
 
 

Ricardo, incrível seus relatos!
Acho muito legal essa ligação sua com seu filho, igual Cláudio e os filhos dele.

Quanto a área do Dr. Seuss, realmente é algo muito mágico e especial, aquelas cores, formas, detalhes, são impecáveis. Uma pena não ser tão apreciada por brasileiros pela falta de conhecimento da tematização e conceito que tem por trás da "estranheza" do local.

Quanto a Pteranodon Flyers confesso que sempre quis ir, inclusive penei para explicar ao Lucas ano passado que não poderíamos ir pois era só para crianças (e adultos acompanhando crianças) rs foi engraçado. Nem chegamos a tentar pois eu já sabia (lendo diversos relatos aqui no VPO) que não poderíamos, mas que da vontade de tentar, isso dá! rs Parece incrível mesmo sendo bobo e simples, mas a vista deve ser bem legal.

Continue seus relatos! Estão ótimo!

 


 
04/09/2015 e 15/09/2015 – Islands Of Adventure – Bye, bye Hulk e tonto com o Spider - Parte 01

 mensagem postada em 29/10/2015 - 12:10:32hs
 
 

Até que enfim vou falar sobre os parques, e nada melhor que começar pelo Islands of Adventure. Pela nossa programação iriámos visita-lo mais para frente, mas quando soube que Incredible Hulk Coaster seria fechada para reforma, tive que ajustar as datas, afinal de contas não perderia uma volta no monstro verde por nada neste mundo.

O IOA é um dos parques que mais gostamos de Orlando, aliás, os dois parques da Universal são sensacionais. Eu, a Dé e o Heitor, amamos aquele lugar é um parque fácil de andar e dá para aproveitar muito em dias vazios e foi o que aconteceu conosco. Nós fomos ao IOA em dois dias, um no dia 04/09 antes do fechamento do Hulk e outro no dia 15/09.

A primeira parada foi no The Amazing Adventures of Spider-Man, este era um brinquedo que estávamos muito ansiosos em ir por dois motivos:

1 – O Heitor venera o Spider Man, não sei o que deu neste menino, mas desde que ele tinha dois anos de idade e viu aquele cara com a roupa vermelha e azul, soltando teias, pulando de um lado para o outro, o moleque pirou.

2 – Em nossa primeira viagem o pequeno não tinha altura para a atração então decidimos que só iriamos com ele e que quando voltássemos seria a primeira.



Posso dizer que valeu a pena esperar, este brinquedo é simplesmente sensacional, é muito bem feito, todos os detalhes da ride são loucos, desde a fila imitando a redação do jornal até a atração em si. Estávamos um pouco apreensivos, pois o Heitor não curte muito escuridão, mas ele foi mesmo assim, afinal não poderia perder aquela oportunidade.

No começo ele ficou um pouco assustado, mas depois curtiu e muito, posso dizer que somando os dois dias de parque, nós fomos umas 14 vezes (a Debora foi umas cinco, pois tem labirintite), e eu o meu molequinho fomos umas cinco vezes seguida, bom demais, mesmo saindo tonto.

Na sequencia era a vez de se despedir da criatura verde, nesta fui sozinho, pois a patroa não curte montanhas russas e o Heitor ainda não tem altura suficiente. Diferentemente da primeira viagem, utilizei e muito as filas single ride e valeu muito a pena, só tive tempo de fazer a caminhada até o carrinho, praticamente nem esperei, acabei indo três vezes seguidas.

Na sequencia (eu um muito tonto) caminhamos em direção à área do Dr. Seuss, nós temos um carinho muito grande por esta área, o projeto é muito lindo, lúdico, as formas, as historias, os personagens, é sensacional passa uma sensação tão boa aquele lugar, mostra como é bom ser criança e ainda tem a musiquinha do One Fish, Two Fish, Red Fish, Blue Fish que é sensacional. Acho que eu e a Debora gostamos mais que o Heitor, fomos a todos os brinquedos menos no Caro-Seuss-el, pois meu filho falou que era para bebes rsssss. Depois de explorar todo local fomos em direção à área do Jurassic Park.



O moleque adora dinossauros, ele assistiu a todos os filmes do Jurassic Park e vimos juntos o Jurassic World, mas ele amarelou na hora do Jurassic Park River Adventure. Como ele tinha visto um vídeo de como era a atração ele ficou com medo e tentamos mudar a opinião do baixinho, mas não rolou.

Aqui eu deixo a minha dica por experiência, muitas vezes nós os pais queremos que os pequenos aproveitem tudo e acabamos forçando um pouco a barra e isso não é legal, nós chegamos a entrar no barco, mas ao ver a tensão que ele estava pedimos para sair e para não estragar o passeio e deixar para uma próxima oportunidade. Depois acabei indo sozinho, mas com todos juntos seria muito mais divertido e enquanto isso eles foram ao Camp Jurassic.

Na sequencia fomos até o Pteranodon Flyers, o moleque simplesmente pirou, a Debora acabou indo com ele e fiquei na parte de baixo para tirar as fotos, eles foram duas vezes seguidas e se esbaldaram.

Uma coisa engraçada que rolou nesta ride era a quantidade de adultos que gostariam de ir, como é uma atração só para crianças pequenas, ela possuí restrição de altura e os maiores só podem ir acompanhando os pequeninos. Então era um festival de marmanjo sendo barrado, o engraçado é que tem uma placa enorme informando e mesmo assim o povo queria passar.

Em seguida fomos até a área do Toon Lagoon, passamos em frente à construção da atração do King Kong a Skull Island Reign of Kong. Vou falar uma coisa, sinistro o lugar, acho que vai ficar muito louco, mais um motivo para voltar em 2018.

Obs: Não resolvi meu problema do cartão então mais fotos da net só para ilustrar.

Continua.....

 


 
 
Na fila da atração Piratas do Caribe você encontra dois esqueletos jogando xadrez, as peças do tabuleiro foram corretamente colocadas de forma que o jogo parece estar em um impasse que irá durar pela eternidade. Trata-se de uma marca registrada do Imagineiro Marc Davis que é apaixonado pelo jogo de xadrez.