Compras - Endereços e Sites

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: LICAO DO DIA: GENTILEZA NEM SEMPRE GERA GENTILEZA....

 mensagem postada em 13/11/2014 - 03:11:08hs
 
 

Gente como a Claudia é que faltam no Brasil.

Hoje estive na Harley Davidson de Miami e assisti a um episodio lamentavel.
Um casal de brasileiros de Londrina estavam sendo SUPER bem atendidos por uma senhora, brasileira, vendedora da loja na parte de roupas e acessorios.
Reparei que a mal educada que se chamava Rita mas nao tinha sotaque do Parana estava sendo extremamente grosseira com a vendedora, que se desdobrava em superar a bagunca que a tal mulher estava fazendo na loja. A vendedora, uma senhora de cabelos grisalhos, teve uma paciencia e educacao inimaginavel...
Eu estava esperando que ela terminasse com a tal Rita para que ela pudesse me orientar na compra de algumas pecas e uma listinha que meu cunhado me deu de uns 12 itens.
Bem, na hora de pagar por sua compra, a mulher comecou a pedir desconto, que nao havia, pois na Harley nao existe este tipo de promocao em pecas e acessorios. Nao satisfeita a tal Rita disse que em todas as lojas ela conseguia desconto e brindes.
Dai ela resolveu pedir que a vendedora lhe desse um botton da loja desses de colocar em jaquetas como brinde pois ela nao queria pagar por $ 4.00 mas queria de BRINDE... mas uma vez a vendedora super educada e paciente lhe disse... infelizmente nao posso fazer isso, pois se eu der isto de brinde, saira do meu salario...e ofereceu humildemente a caneta da loja, que retirou do bolso do uniforme...IMAGINEM...a tal da Rita mandou a senhorinha "meter a caneta bem enfiada naquele lugar....GENTE O QUE QUE EH ISSO????
A vendedora, que eu pensei que fosse dar uma resposta a altura, simplesmente deu um sorrisinho, balancou a cabeca e pediu ao marido da barraqueira para assinar o comprovante do cartao de credito E MAIS NADA...
Eu como brasileira me senti ofendida e meu sangue subiu junto com a minha pressao...
Gracas a Deus a barraqueira Rita saiu da loja puxando o marido, que por sinal ficou envergonhado com a atitude da mulher.
Eu seria a proxima a ser atendida e imaginei que a vendedora Claudia fosse desabafar comigo. Ela simplesmente me disse...agora, afinal chegou a sua vez, vamos ver a sua lista? Com um sorriso no rosto, educacao e gentileza. Nao aguentei, tive que comentar com ela o que eu presenciei e sabe o que ela me disse? Nem sempre gentileza gera gentileza, porem sem duvida VIOLENCIA GERA VIOLENCIA...
Fui atendida durante 2 horas pela Claudia na Peterson Harley Davidson e quero deixar registrada aqui minha admiracao por ela. Obrigada Claudia por esta licao de vida...
(mensagem de Astrid)


 


 
Res: GENTILEZA

 mensagem postada em 08/11/2014 - 01:11:00hs
 
 

nem sempre gentileza gera gentileza, porem sem duvida VIOLÊNCIA GERA VIOLÊNCIA... Fui atendida durante 2 horas pela Claudia na Peterson Harley Davidson e quero deixar registrada aqui minha admiração por ela. Obrigada Claudia por esta lição de vida... (mensagem de Astrid)


É Astrid,
Eu também acho que um dos grandes problemas que temos no Brasil é a (falta de ) Educação.
Quando viajamos um pouco por outros países, onde o povo tem mais cultura e "tempo de estrada", vemos o quanto ainda temos que caminhar até chegar lá !

"Quando tiver que escolher entre ter razão e ser gentil, escolha ser gentil. A gentileza gera respeito e o respeito gera atenção; a atenção por sua vez gera diálogo produtivo, e esse diálogo produtivo é capaz de sanar qualquer objeção; e o melhor de tudo, você ainda por cima, além de ser gentil, sempre sairá com a razão, respeito e com total atenção. - Christyan Yury da Silva Matos."

Conheça o criador da frase “gentileza gera gentileza”

Se você for às ruas do Rio de Janeiro e perguntar por José Datrino, certamente, a imensa maioria dos cariocas não ligará o nome à pessoa. Mas experimente procurar pela história do Profeta Gentileza e, em troca, receberá dezenas de sorrisos e lembranças.

Nascido em uma família de 11 irmãos no interior de Cafelândia, São Paulo, desde menino Datrino se destacava por seu comportamento atípico para a idade (13 anos): fazia questão de espalhar na escola e aos amigos que “tinha uma missão na Terra”.

Ele só viraria Profeta Gentileza anos depois, na década de 1960, depois do incêndio do Gran Circus Norte-Americano de Niterói (dezembro de 1961), no qual morreram mais de 500 pessoas – a maioria, crianças. No Natal daquele ano, morando no Rio, Datrino disse ter ouvido “vozes astrais” e dirigiu-se ao terreno do circo para plantar um jardim sobre as cinzas.

Ali morou por quatro anos e trabalhou como “consolador voluntário”, confortando com palavras de bondade às famílias das vítimas da tragédia. Recebeu dois apelidos: “José Agradecido” e “Profeta Gentileza”. O último prevaleceu.

Na década seguinte, Gentileza passou a percorrer as ruas da capital fluminense para levar sua palavra de amor, bondade e respeito ao próximo. Era assim em ônibus, praças, pontes, praias, calçadões e até nas apinhadas barcas da travessia Rio-Niterói. Nem todos entediam a mensagem do Profeta. Os mais exaltados o chamavam de “maluco”. Para estes, a resposta estava sempre na ponta da língua: “Sou maluco para te amar e louco para te salvar”.

Após uma rápida passagem por Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais, Gentileza voltou ao Rio, nos anos de 1980, para dar início ao seu legado: em 56 pilastras do viaduto da Av. Brasil, entre o Cemitério do Caju e o Terminal Rodoviário do Rio de Janeiro, Gentileza preencheu muros com seus escritos sobre o mal-estar da civilização. Para uns textos proféticos, para outros, poesia, as mensagens em tons de azul, verde e amarelo nunca passaram despercebidas. Foram cantadas por músicos como Gonzaguinha e Marisa Monte, citadas em filmes, novelas e trabalhos acadêmicos.

Nos anos de 1990, um susto: os dizeres de Gentileza foram cobertos erroneamente com tinta cinza pela Prefeitura do Rio, que se desculpou. A recuperação só veio em 1999.

Profeta Gentileza na Sapucaí
O Profeta morreu em Mirandópolis, São Paulo, cidade de seus familiares, aos 79 anos, em 1996. Mas seu legado só se expandiu. Em 2000, o professor do Departamento de Arte da Universidade Federal Fluminense (UFF) e coordenador do Movimento Rio com Gentileza, Leonardo Guelman, lançou o livro Brasil: Tempo de Gentileza (Editora da Universidade Federal Fluminense). Em 2009, publicou Universo Gentileza (Ed. Mundo das Ideias).

Em Mirandópolis, foi criada a primeira ONG da cidade: Gentileza Gera Gentileza, fundada por parentes e amigos do Profeta, e cuja missão é difundir educação e cultura em toda a região.

Em 2001, o Profeta foi homenageado na Sapucaí pela Escola de Samba Acadêmicos do Grande Rio, com direito a desfile de autoria de Joãozinho Trinta. No enredo, a mensagem principal do Profeta: “Gentileza gera gentileza, amor”.

SDS.


Conhecido por carregar um estandarte com as mensagens pintadas à mão, o Profeta Gentileza recebeu este apelido depois de consolar familiares das vítimas de um incêndio, nos anos 1960, no Rio.

 


 
LICAO DO DIA: GENTILEZA NEM SEMPRE GERA GENTILEZA....

 mensagem postada em 08/11/2014 - 12:11:09hs
 
 

Hoje estive na Harley Davidson de Miami e assisti a um episodio lamentavel.
Um casal de brasileiros de Londrina estavam sendo SUPER bem atendidos por uma senhora, brasileira, vendedora da loja na parte de roupas e acessorios.
Reparei que a mal educada que se chamava Rita mas nao tinha sotaque do Parana estava sendo extremamente grosseira com a vendedora, que se desdobrava em superar a bagunca que a tal mulher estava fazendo na loja. A vendedora, uma senhora de cabelos grisalhos, teve uma paciencia e educacao inimaginavel...
Eu estava esperando que ela terminasse com a tal Rita para que ela pudesse me orientar na compra de algumas pecas e uma listinha que meu cunhado me deu de uns 12 itens.
Bem, na hora de pagar por sua compra, a mulher comecou a pedir desconto, que nao havia, pois na Harley nao existe este tipo de promocao em pecas e acessorios. Nao satisfeita a tal Rita disse que em todas as lojas ela conseguia desconto e brindes.
Dai ela resolveu pedir que a vendedora lhe desse um botton da loja desses de colocar em jaquetas como brinde pois ela nao queria pagar por $ 4.00 mas queria de BRINDE... mas uma vez a vendedora super educada e paciente lhe disse... infelizmente nao posso fazer isso, pois se eu der isto de brinde, saira do meu salario...e ofereceu humildemente a caneta da loja, que retirou do bolso do uniforme...IMAGINEM...a tal da Rita mandou a senhorinha "meter a caneta bem enfiada naquele lugar....GENTE O QUE QUE EH ISSO????
A vendedora, que eu pensei que fosse dar uma resposta a altura, simplesmente deu um sorrisinho, balancou a cabeca e pediu ao marido da barraqueira para assinar o comprovante do cartao de credito E MAIS NADA...
Eu como brasileira me senti ofendida e meu sangue subiu junto com a minha pressao...
Gracas a Deus a barraqueira Rita saiu da loja puxando o marido, que por sinal ficou envergonhado com a atitude da mulher.
Eu seria a proxima a ser atendida e imaginei que a vendedora Claudia fosse desabafar comigo. Ela simplesmente me disse...agora, afinal chegou a sua vez, vamos ver a sua lista? Com um sorriso no rosto, educacao e gentileza. Nao aguentei, tive que comentar com ela o que eu presenciei e sabe o que ela me disse? Nem sempre gentileza gera gentileza, porem sem duvida VIOLENCIA GERA VIOLENCIA...
Fui atendida durante 2 horas pela Claudia na Peterson Harley Davidson e quero deixar registrada aqui minha admiracao por ela. Obrigada Claudia por esta licao de vida...

 


 
 
No pavilhão do Marrocos, logo na entrada do Tangerine Cafe, você encontra algumas palavras escritas em árabe que traduzindo significa: "informações para turistas", ou seja, nada relacionado ao café como sugere.