Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: GIG 13/06

 mensagem postada em 30/06/2015 - 09:06:06hs
 
 

Isso tem cara de historinha!!! duvido que tenha falado assim durante o procesimendo de fiscalização. Independente de sua posição você estava ali como passageiro e todos são iguais, eu, que não sou funcionário público, tenho as mesmas prerrogativas que você, equirado ou não a fiscal, como você disse.

Outro ponto. O Auditor Fiscal (não existe caro de Fiscal simplesmente, conforme consulta no site da Receita) está exercendo seu trabalho naquele momento, você não. Ele tem o direito de questionar o que for necessário para avaliar se você traz consigo mercadorias proibidas, drogas, contrabando, dinheiro etc. Não é porque você é um mero funcionário público, assim como ele, mas no caso dele EM SERVIÇO, que terá prerrogativa que os demais passageiros não tem. Muito menos dá voz de prisão a pessoa que está fiscalizando, certamente quem sairia preso dali é VOCÊ.

 


 
Res: GIG 13/06

 mensagem postada em 20/06/2015 - 03:06:04hs
 
 

Também já passei por essa situação de ver os fiscais da Receita se achando deuses ou superiores a todas as pessoas.

Na primeira vez que eu fui parado, o fiscal falou que eu tinha de chamá-lo de "Senhor", pois ele era autoridade no local. Disse a ele que, pela equiparação de cargos públicos, ele quem deveria me chamar de "senhor" já que eu tenho cargo público de mesma hierarquia de um Auditor da Receita Federal, pois ele era fiscal e não Auditor e, assim, ele ficou ainda mais nervoso!! Ele já havia feito a notificação e a GRU (Guia de Recolhimento) e, caso ele tentasse refazê-la com o intuito de me prejudicar, avisei que daria voz de prisão nele, pois o enquadraria como abuso de autoridade.

Infelizmente temos pessoas que tentam estar acima das leis e, por vezes, quando o cidadão de bem desconhece a norma jurídica, as atitudes deles tendem a piorar.

Eu, como sou bastante sortudo, também fui selecionado na minha segunda viagem aos EUA e tive de pagar novamente os impostos, sendo que, dessa vez, o Fiscal foi extremamente educado e eu entendia que estava à margem da Lei e, assim, deveria pagar os impostos.

 


 
 
Em Tomorrowland no Magic Kingdom entre o Mickey's Star Traders e o Cosmic Ray's Starlight Café é possível encontrar uma lata de lixo motorizada que foi batizada como PUSH.