Planejamento - Viajando com Criança

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
VIAGEM COM BEBÊ

 mensagem postada em 03/02/2009 - 09:02:33hs
 
 

Fui agora em Janeiro com minhas duas filhas 11 meses e 8 anos. Posso dizer que pelo menos comigo nas devidas proporções foi super tranquilo.No meu caso, levei um esterilizador de mamadeira da chicco bem compactado próprio para viagens. Lavava no quarto com água quente e detergente que comprei no wal mart.Antes disso, minha esposa colocou um pouco de detergente num recipiente de 100 ml para utilizar durante a viagem em caso de necessidade e para quem não tem o esterilizador , é só usar o microondas do hotel(POP) na praça de alimentação.
Quanto ao leite em pó, tanto no Brasil quanto nos EUA no raio X, eu passei com três potes com divisórias (dava para 9 mamadeiras), só não levei a lata aberta. Levei 7 mamadeiras vazias . Antes do raio x tirava da bolsa e mostrava dentro do ziploc ao funcionário que era leite em pó. Quanto a água, não pode passar pelo raio x com nenhuma quantidade. Lá nos EUA (aeroporto de Orlando), não se preocupe, depois de passar pelo raio x , tem várias lojas e lugares que vende água.No avião (TAM)pedia para a aeromoça tb.Na Tam , eles tinham até leite em pó, só não sei que tipo. Tinham muitas mães que iam pedir água quente para aeromoça e acabei descobrindo.
REFEIÇÃO BORDO BEBÊ: solicitei a reserva de refeiçao pelo telefone e antes de viajar confirmei novamente. Na ida veio uma mamadeira vazia e 2 papinhas da nestle (doce e salgada) e na volta veio uma mamadeira cheia de leite (não sei pois não usei, pois minha filha toma somente um leite específico) e as duas papinhas.
Quanto ao leite em pó, levei 9 latas dividido nas malas e não tive problemas.
ALFÂNDEGA E IMIGRAÇÃO: nos EUA não sei dizer se tinha preferência pois desci do avião bem rápido e não peguei fila na imigração que por sinal ficou enorme depois. No Brasil como estava com bebê, tive preferência em todas as filas: Polícia Federal, e alfândega (filas enormes - muitos voos chegando na parte da manhã 6:30 mas estavam indo rápido, não sei lá dentro) que por sinal me enviou direto para a saída sem precisar passar sequer pela alfândega. Detalhe: nisso vinha cunhada e sobrinho tudo junto como família.
Quanto à papinha , levei algumas da nestle em caso de emergência e lá comprei algumas da gerber. Gostou somente de 1 ou 2 , o restante dava uma colher e não comia mais.A doce da gerber ela comia. Pelo que vi, no supermercado que vendia produtos brasileiros não tinha da nestle. Mas como minha filha fica mais no leite do que na papinha não me preocupei muito com isso. No raio x dos EUA na volta a papinha tb passou sem problemas.
CARRINHO BEBÊ: No aeroporto, caso vc não queira embarcar com o seu próprio carrinho, solicite um da própria TAM. No caso de carrinho próprio, antes do embarque a aeromoça coloca uma etiqueta e te entrega na chegada. O meu carrinho comprei um da chicco pela amazon e foi entregue na recepção do POP sem custo de armazenamento.Na volta como não sabia que podia ir até o embarque com ele, acabei despachando mas acabou chegando tudo ok.Usei os da Tam , mas dependendo do aeroporto é demorado para se conseguir, principalmente em Cumbica e Orlando.
Alguém que tiver alguma dúvida, pode me escrever ou enviar e-mail que no que for possível vou tentar ajudar tb.

 


 
 
Em Libery Square você encontra um enorme carvalho ("Liberty Square Tree" - "Árvore da Liberdade") onde existem 13 lanternas que representam as 13 colônias independentes americanas.