Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Trio em Orlando - Dia 3 - Parte 1

 mensagem postada em 18/11/2015 - 06:11:38hs
 
 

Gente, voltei! ehhe... Meus relatos vão sair meio truncados. Mas é só clicar nas minhas mensagens e reler os passados. heheeh... Me empolguei nesta escrita, então 'bora lá.

Nosso terceiro dia seria enfim de parque! YUPI!!!

Eu sempre dou preferência a começar uma "rota de parques" pelo MK para entrar no clima, deixar a magia entrar em nosso coração e tudo mais. Todavia, por motivos de Festa de Halloween e calendários de previsão de lotação, preferi colocar um na frente. Fomos então ao SEA WORLD.

Ano passado assisti ao documentário BLACKFISH e desde então dei uma consumida meio louca em materiais sobre o parque. Muita coisa falando que o filme distorceu depoimentos e dando vários pareceres. Muita opinião divergente e pontos de vista diversos. Eu realmente fiquei cogitando não ir ao parque, todavia, eu queria muito conhecê-lo novamente (por que, né? 99 nem me lembro de nada a não ser alimentar os golfinhos), e meu foco era a Manta! Antes de qualquer coisa. HAHHA. Decidi ir e tirar minha conclusões com base nas informações todas que havia consumido. Além disso, o parque estava incluso no pacote do Discovery Cove.

Então acordamos não tão cedo assim, por que o parque abria somente as 10h e fomos lá. Do nosso hotel chegamos rapidamente (coisa de 15 minutos). Aconteceu uma coisa engraçada que achamos que acontece sempre. Na hora de selecionar o destino, apenas pesquisamos no Waze "Sea World" e pronto. Eis que o danado nos mandou para a entrada de FUNCIONÁRIOS do parque ao invés da entrada principal. A hora que o noivo desceu do parque para perguntar, o funcionário respondeu antes mesmo de ele dizer um "ah". E essa é uma dica que dou: SEMPRE confirme o endereço que o Waze te deu. Olhe no mapa o lugar final para onde ele está te levando. Caso contrário, você pode acabar em um lugar inesperado. Lembre-se desta dica e, se não acreditar nela, lembre-se que mais para frente no relato vou fazer você acreditar.

Então chegamos com nossos voucher impressos, passamos na catraca (e entramos com nossos alimentos sem problema! Estava com medo por que ouvi gente falando que lá não podia levar comida, mas ninguém falou nada) e aproveitamos para tirar algumas fotos.




Eu queria correr para a Manta e já aproveitá-la, mas a galera estava com medinho. Queria começar light, já que era o primeiro parque. Nada de brinquedo tão radical logo de primeira, disseram. Acatei!

Olhando o mapa, decidi começar pelas atrações mais concorridas que sabia que ficariam lotadas e que naquele momento estavam lindas e vazias. Eu usei o app do UndercoverTourist para ver as lotações de filas (tinha de todas, menos do Busch Garden).

Corremos então para a Antártica. Na verdade não corremos não, pois o parque estava tranquilo, aquelas sombrinhas deliciosas estavam tranquilas e a gente foi na paz. E logo estávamos naquela área linda e toda fingindo ter neve. A fila do brinquedo foi super rápida. Nem 5 minutos (isso sem contar as salinhas que, para mim, já são o próprio brinquedo, ok?). Optamos por ir na opção mais agitada, por que eu TINHA que invejar adrenalina naquela gente! Mas gente, entendi o que todo mundo fala deste brinquedo. Que coisinha mais sem graça!



Primeiro que o negócio acaba em questão de segundos. Segundo que não tem nadica de mais. É fofinho, mas não é extraordinário. Se não fosse por um detalhe ou outro e o 3D de qualidade, poderia ser um brinquedo que estava lá há anos, na minha opinião. O ponto forte é ver os pinguins sem vidro nenhum! <3 <3 Apesar do fedô de peixe, valeu a pena e foi lindo. O frio nem foi tão frio assim. Acho que a fila foi tão rápida que nem deu tempo de tremer de verdade.

 


 
 
Todas as vitrines das lojas existentes em Main Street U.S.A. foram construídas - mais baixo que o normal - pois Walt queria que as crianças também pudessem vê-las facilmente.