Alimentação - Custo

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Kids eat free

 mensagem postada em 26/02/2014 - 12:02:54hs
 
 

Alguém já utilizou o cartão Kids eat free? Realmente vale a pena? Vou eu, meu marido e meus dois filhos de 7 e 9 anos. Obrigada. (mensagem de Cristiane Amorim)

Cristiane, comprei uma vez para minha filha e confesso que até agora não tenho certeza se vale a pena.

Vou dizer algumas caracteristicas e você reflete.

1-) Vários restaurantes que fazem parte do cartão tem as mesmas promoções nas revistinhas que a gente pega em qualquer hotel, loja, restaurante, etc.

2-) Para ganhar a refeição de criança é preciso comprar uma de adulto, ou seja, obrigatoriamente terão que pedir dois pratos de adulto, o que em alguns restaurantes é coisa para caramba.

3-) Sugiro ir no site e no item de menu "restaurantes", onde aparecerão todos os restaurantes que fazem parte da promoção. Veja se a relação dos mesmos corresponde aos programados no roteiro de vocês. Se comprarem o cartão possivelmente podem ficar reféns desses restaurantes somente para fazer valer a pena.

4-) Nos restaurantes a la carte, o que as crianças terão direito geralmente é o Kids Menu. Na grande parte deles esse menu restringe-se a Nuggets com fritas, ou hambúrguer / chessburguer com fritas, macarrão com queijo (esse vai ter em todos!!) ou pizza brotinho. Se essa é a refeição deles, tudo bem, mas às vezes ela queria alguma coisa do cardápio e com pena acabávamos abrindo mão do Eat Free. Ainda no site, lendo a descrição dos restaurantes, vários deles falam o que as crianças podem comer.

Vale a pena também considerar quantos dias vão ficar e quantas refeições farão fora dos parques para ver a quantidade de vezes pretendem usar o cartão.

Quando compramos, o Vittorios fazia parte, mas não vi no site hoje, então não sei se saiu, só por causa dele valia a pena, pois dois dias no Vittorios praticamente pagava o cartão. Sem ele não sei se vale a pena não.

 


 
 
No pavilhão da Itália (Epcot), note como os tijolos do campanário que ficam embaixo são muito maiores do que aqueles que ficam no alto (diminuem progressivamente), mais um exemplo da utilização da "perspectiva forçada".