Dicas Curtas e Rápidas

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Controle Financeiro para os "gastões" - Dolares em espécie

 mensagem postada em 03/04/2013 - 10:04:07hs
 
 

Amigos,

Uma dica bastante útil. Para compras em nosso país, temos o "custo Brasil", o que praticamente dobra o preço dos produtos aqui. Toda vez que vamos aos EUA, ficamos loucos com os preços e a tendência é cairmos na tentação e gastar, gastar, gastar (...) e voltar com os cartões de crédito abarrotados, sem dinheiro....

Como o Bruno não tem limites (fica louco com tudo que vê, quer trazer tudo - e quem não quer?), segue uma dica simples que adotamos para não ficarmos na mão. Fizemos o "sistema de envelopes" e funcionou perfeitamente! E ainda sobrou dinheiro!

Funciona da seguinte forma: separamos diversos envelopes com dólares, cada um destinado para uma coisa e não utilizávamos com outra que não fosse compatível. Usamos envelopes para alimentação, estacionamento dos parques, compras, compras específicas (iPhone neste caso), eletrônicos, enfim, não utilizamos o dinheiro do envelope de estacionamento com alimentação, por exemplo. Cada envelope tem seu propósito.

Como funciona de fato: pesquisamos o que tínhamos intenção de comprar e fizemos uma média de quanto ficaria em cada envelope. Estabelecemos limites diários - para alimentação, por exemplo, supomos um valor de US$ 100,00 para almoço, jantar e lanches para um casal com uma criança de 5 anos. Muitas vezes, não utilizávamos todo o valor, visto que nos parques é permitida a entrada de comida, então, passávamos nos mercados (Walmart, por exemplo) e nos muníamos de biscoitos, sanduíches caseiros de cream cheese + queijo americano + presunto de peru, refrigerantes... compramos uma "geladeirinha", que nos acompanhava diariamente e, na hora do almoço (pós 1 da tarde) comíamos de forma mais moderada, uma vez que nossas barrigas já estavam saciadas. Mas não nos privávamos de nada dentro dos valores estabelecidos (pipoca, sorvetes, batatas fritas, mais refrigerante, ...). O dinheiro não utilizado ia para o envelope "lixo", onde nos dias finais da viagem era revertido a compras.

Os cupons fiscais eram guardados nos seus respectivos envelopes e, ao final de cada dia, o Bruno fazia a contabilidade de quanto tinha sobrado e anotava no corpo do envelope, para que soubéssemos o quanto ainda podíamos gastar em x dias que faltavam.

Uma dica simples e objetiva, mas que deixa você gastar com a consciência tranquila.

Abraços com orelhas,
Bruno e Verônica.

 


 
 
Quantas pedras foram utilizadas para a construção do Cinderella Castle no Magic Kingdom? Nenhuma. Toda a sua estrutura é feita de fibra de vidro ("Fiberglass").