Montanhas Russas

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Amei todas as MR

 mensagem postada em 20/11/2012 - 05:11:38hs
 
 

fui em todas as MR que pude, ate as mais bestinhas. Para mim as mais radicais foram a Rock it da Universal e a do Bush gardens em tampa.

Segue um rol:

Hollywood Rip Ride Rockit é sem comentários (Universal Studios)


1 - SheiKra no Busch Gardens Florida, em Tampa (61 metros de altura / 112 km/h de velocidade máxima / 971 metros de extensão)
Essa é para quem tem nervos de aço. Você sobe os 61 metros a 90 graus, depois cai a 90 graus e enfrenta ainda um looping com giro simultâneo. Depois vem mais uma queda de 42 metros de altura que desemboca em um túnel subterrâneo e finalmente termina por uma passagem na água. São três minutos de pura agonia.

2 - Incrível Hulk no Islands of Adventure, em Orlando (46 metros de altura / 108 km/h de velocidade máxima / 1127 metros de extensão)
Depois de uma passadinha no laboratório do Dr. Bannera, a emoção começa quando o carrinho vai de 0 a 65 km/h em apenas dois segundos. E isso é só o começo porque a velocidade aumenta e você enfrenta nada mais, nada menos que sete inversões e duas passagens subterrâneas. Com certeza, Hulk esmaga.

3 - Kraken no Sea World, em Orlando (45 metros de altura / 105 km/h de velocidade máxima / 1273 metros de extensão)
Batizada com o nome do mitológico monstro marinho, essa montanha russa possui três trajetos subterrâneos (um deles espirra água em quem está assistindo), já foi a maior montanha-russa em extensão da Flórida, até ser superada pelo Everest da Disney.

4 - Montu no Busch Gardens, em Orlando (45 metros de altura / 96 km/h de velocidade / 1214 metros de extensão)
É uma das mais altas e longas montanhas-russas invertidas do mundo, em que a força G chega a 3,85. E ainda tem um looping vertical de 18 metros de altura.

5 - Kumba no Busch Gardens de Tampa (42 metros de altura / 106 km/h de velocidade máxima / 1212 metros de extensão)
Você despenca e depois mergulha em 34 metros de loopings (um dos maiores dos Estados Unidos) e ainda sentirá a falta de gravidade por três segundos enquanto está girando em espirais de 360 graus. Tudo isso com as pernas soltas.

6 - Manta no Sea World, em Orlando (42 metros de altura / 90 km/h de velocidade máxima / 1023 metros de extensão)
Inaugurada em maio de 2009, você vai deitado, de barriga para baixo, o que faz com que um looping se torne bem ameaçador. E mais, no final do passeio o carrinho ainda encosta em um lago.

7 - Dueling Dragons no Islands of Adventure em Orlando (38 metros de altura / 90 km/h de velocidade máxima / 975 metros de extensão)
É a única no mundo com duas montanhas-russas que se entrelaçam (dois circuitos diferentes) e nos três minutos de passeio, além dos loopings e voltas, a emoção está garantida já que o carrinho de um dos dragões passa a apenas 45 centímetros do outro.

8 - E. Everest no Disney Animal Kingdom em Orlando (34 metros de altura/80 km/h de velocidade máxima/ 1348 metros de extensão)
De um vilarejo no Nepal você pega um trem que entra dentro do Monte Everest e passa a ser perseguido pelo Yeti, o abominável homens das neves. O melhor trecho é quando ao encontrar os trilhos torcidos, você volta de ré no escuro.

9 - Rock\'n \'Roller Coaster no Disney Hollywood Studios, em Orlando (24 metros de altura / 92 km/h de velocidade máxima / 1037 metros de extensão)
O grande barato desta montanha russa indoor (ou seja, coberta) é que você entra em uma limusine para cruzar Los Angeles em direção a um show do Aerosmith, que aliás, faz a trilha do passeio. Não tão radical como as outras, ainda assim, vale a pena pela diversão.

10 - Space Mountain no Magic Kingdom, em Orlando (27 metros de altura / 43,5 km/h / 974 metros de extensão)
Comparada às anteriores, essa aqui é um passeio no parque, mas a tradicionalíssima montanha russa do Tomorrowland, em operação desde 1975, ganhou roupagem nova nos saguões e na área de embarque. O trajeto, porém, permanece inalterado e com um detalhe delicioso: é totalmente no escuro.

 


 
 
Apesar dos 11 países que compõem o World Showcase ocuparem uma vasta área ainda existe espaço para mais 7 pavilhões.