Dicas Curtas e Rápidas

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Carineas

 mensagem postada em 30/03/2012 - 02:03:04hs
 
 

Olá,

bom, como a colega falou aí embaixo, existem algumas peculiaridades de cada parque - se você souber utilizar essas peculiaridades em seu favor, com certeza irá se beneficiar bastante.

Creio que existem dois caminhos que você pode seguir e, considerando a época que vai - com parques mais tranquilos e com ainda uma certa antecedência, recomendo seguir o primeiro, que é o de um planejamento mais detalhado.

Assim, sugiro que entre nos sites que fornecem as previsões de lotação dos parques (recomendo o TouringPlans e, pesquisando no Google, acha-se outros, até para os parques da Universal Orlando). Dessa forma, você pode organizar melhor os dias de cada parque, você terá uma segurança maior ao decidir que naquela terça, por ex., você vai ao HS e não ao EC. Atente-se, porém, aos dias que têm os shows noturnos, pois acredito que isso irá influenciar na sua escolha. É recomendável que você assista o show no dia que estiver no parque. Por ex.: escolha assistir o Fantasmic no dia que estiver no HS. Pode parecer óbvio - e é mesmo - mas, em alguns casos, vale a pena fazer o inverso. Por ex.: se você tiver que escolher o HS e tem dois dias disponíveis para tanto, sendo que o dia que não tem o Fantasmic estará bem mais vazio que o dia que terá o show, pode valer a penas escolher o mais vazio e, por ex., sair do AK (no seu dia do AK - o parque geralmente fecha mais cedo que os outros) e ir para o HS apenas para ver o show. Isso vai depender do horário do fechamento do parque e de apresentação do show. Para fazer isso, não precisa adicionar o Park Hooper, mas apenas escolher um dia a mais na compra dos ingressos (se você pretende ir 4 dias em parques da Disney, pegue um 5 Days Base Tickets, pois terá uma entrada "extra" para utilizar nesse dia do show - creio que pagará, por isso, cerca de 10 dólares). Mas, claro, essa apenas é uma solução emergencial - o ideal mesmo é ir em determinado parque e no seu respectivo show.

Bom, voltando da divagação, essa é a primeira dica que eu te dou: pesquise a previsão de lotação dos parques e ajuste o seu roteiro de acordo com isso.

Mas, se você não tiver tempo ou paciência pra isso, vá pelo segundo caminho, que é utilizar umas "regras básicas" dos parques para montar o seu roteiro. São essas regras que eu (EU!) acho mais importantes:

- BG é melhor nas segundas e no início da viagem, porque é mais cansativo. Se possível, não coloque ele junto de outros parques maiores (EC e AK). Pode utilizar o dia seguinte para compras, acordando assim um pouco mais tarde.

- Deixe os fins de semana para parques aquáticos, SW e AK, nessa ordem. Aqui, faço uma ressalva, pois na época que fui na última vez (Novembro), como já era mais frio, os parques aquáticos ficavam mais vazios. Pode ser que nessa época eles encham e aí é necessário rever essa regra, priorizando, para os fins de semana, SW e AK antes dos aquáticos. Se for no Discovery Cove, reserve para um fim de semana, pois, como há um limite de pessoas, ele vai ter quase a mesma lotação sempre - é melhor, então, ir em um dia em que os outros parques estejam mais cheios.

- EC é um parque, além de grande, muito "variado", exatamente por existirem as atrações (Future World) e os países (World Showcase). Para ver tudo em um dia só, tem que dar uma acelerada.

- Os parques da Universal (US e IA) são, via de regra, mais tranquilos que os da Disney.


Com isso, talvez seja possível montar um roteiro um pouco mais seguro. Mas, repito, é bem melhor gastar um tempo agora com um roteiro detalhado do que perder tempo em filas lá, mesmo nessa época.

Existem, também, algumas dicas para otimizar o seu tempo lá dentro dos parques:

- Chegue cedo, cedo, mesmo. O ideal é chegar por volta de 40 minutos antes da abertura do parque, pois assim terá tempo para estacionar, tirar as fotos da entrada, passar pela revista de sacolas e entrar no parque no momento em que ele esteja abrindo. Chegar cedo te possibilita aproveitar as atrações mais concorridas em seu melhor momento. A diferença entre entrar no parque 9:00 ou 10:00, por ex, pode ser ir nas duas melhores atrações logo, com fila menores. Essa antecedência é especialmente importante no MK, parque que tem o trajeto carro - entrada mais longo, por causa do Ticket And Transportation Center.

- Use e abuse do FastPass (sabe como funciona?). Saber usar o FastPass significa uma boa economia de tempo e de caminhada. Nos parques da Universal e nos do Sea World , existe um ingresso diferenciado (Express Plus Pass e Quick Queue, respectivamente), em que se paga um valor maior e é possível entrar nas atrações por uma fila diferenciada (o Express Plus Pass permite apenas uma "entrada diferenciada" em cada atração participante - o Harry Potter and the Forbidden Journey e a Rock It não entram; não sei como é o funcionamento detalhado do Quick Queue).

- Procure almoçar antes das 11:30 ou depois das 13:30. Nesses horários, perderá mais tempo no almoço e deixará de aproveitar as atrações um pouco mais tranquilas. O mesmo raciocínio serve para as paradas e shows - se não fizer questão de ver, as atrações estarão mais vazias (ou menos cheias) nesse horário.

Creio que seja isso...

Como, para mim, os principais motivos para ir em Orlando são os parques, eu sempre chego bem cedo e saio no fim, no encerramento. Isso cansa, claro, mas creio que valha a pena. Ainda assim, o Sea World e a Universal Studios são parques que você pode fazer mais rápido.

Sobre os shows noturnos, recomendo assistir todos.

Mas, claro, algumas coisas só quem pode decidir é você, a depender das suas prioridades.

Boa viagem!

 


 
 
Com a expansão da área de Fantasyland (Nova Fantasyland) o projeto original que tinha 10 hectares dobrou de tamanho passando a ter 21 hectares.