Bagagem - Cadeados e Lacres

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Cadeados e Lacres

 mensagem postada em 18/12/2011 - 03:12:50hs
 
 

Oi Pessoal

Saí de Orlando dia 15/12 e cheguei em Brasília dia 16/12 pela AA. Trouxe 4 malas: em 3 delas coloquei cadeados sem chave que já vêm com segredo próprio. Comprei-os naquelas lojas de 1 dólar (Dollar Tr..). Comprei também uma embalagem com lacres grandes e pequenos na mesma loja, claro, por 1 dólar, já que minha intenção era fazer exatamente o que a Deniserolo faz por causa do vídeo que recebi: http://www.extremos.com.br/forum/index.php?/topic/38-como-abrir-uma-mala-mesmo-com-cadeado/.O zíper é aberto com a ponta de uma caneta e fechado sem que a mala seja danificada. Vc nunca vai saber como sumiu alguma coisa da sua mala já que o cadeado está intacto e a mala perfeitinha.





Em 3 malas fiz isso mesmo: prendi os zíperes com o cadeado e o cadeado com o lacre na alça da mala, já que o cadeado é curtinho e não chega na alça. Na 4ª mala o cadeado não cabia no buraquinho do zíper, então só lacrei os zíperes com a alça da mala. Como já tinha ouvido relatos como o do Alan de ter cadeados TSA arrombados, inclusive com objetos furtados, pensei: já que o cadeado e o lacre vão ser rompidos mesmo, vou colocar esses bem baratinhos... Para minha surpresa, as 3 malas chegaram com os cadeados intactos, sendo que 2 com os lacres rompidos. Ainda estamos desfazendo as malas, mas aparentemente não notamos falta de nada. A outra mala chegou com o cadeado e o lacre intactos e a mala que só estava com o lacre porque o cadeado não coube chegou com o lacre intacto. Acho que tivemos muita sorte porque a gente já ouviu cada história... Mas acho que o importante é levar todos os objetos de valor nas sacolas de mão; só isso vai garantir que chegarão em segurança.

 


 
 
O Marrocos foi o primeiro país a reconhecer os Estados Unidos como país independente. No seu pavilhão no Epcot, mais especificamente no restaurante Marrakesh você encontra numa parede (área de espera) uma réplica de uma carta trocada entre o sultão Mohammed III e o presidente George Washington.