Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
10º. DIA – 14/04/2007 – MIAMI e A VOLTA.

 mensagem postada em 27/04/2007 - 11:04:30hs
 
 

:-((

Como tudo que é bom dura pouco, chegou o dia de irmos embora. Ainda que pese a questão de que voltar para casa é maravilhoso e nossa estada sido tão intensa, queríamos ficar mais lá nos States. Só que não dava. Eu só tinha 10 dias de férias e as crianças estavam em aula. Então não dava para prolongar. Nosso vôo sairia as 20:50h. E de verdade Miami é bonita só que não tem nem de perto a magia de Orlando. Em Orlando, mesmo sendo visualmente uma cidade grande, você tem a impressão de estar numa cidade de interior, tem um acolhimento interessante, enquanto que em Miami é aquela coisa de megalópole. Parece uma São Paulo, sei lá. Bonita, moderna, cheia de avenidas e autopistas enormes! Rica!

Na noite anterior havíamos combinado com as crianças que Eu e a Silene iríamos ao Kmart e ao Wall Mart pela manhã riscar mais alguns itens da “listinha” de compras, enquanto eles ficariam dormindo no quarto do hotel. E ficaram.

Fomos e fizemos mais compras. Meu Deus, a essa altura eu já tinha perdido o controle do cartão de crédito e os travelers estavam acabando. Passamos no drive-thru do BK, pegamos café da manhã, e voltamos para arrumar as malas. No BK tem um lanche parecido com nosso misto quente e um chocolate gelado da Hershey’s (tipo toddynho) que é muito bom!

No hotel eu havia pedido um late check-out até as 14h, mas arrumamos as malas e decidimos sair antes mesmo. Eu ainda queria ir no Dolphin e no International Mall só para eles darem uma olhadinha, e passar na Toys’R’us. E também tinha que achar um Target para comprar uma máquina de suco que a minha mãe havia pedido. Aqui está custando R$ 900,00 e lá estava por apenas US$ 100. Só para parentes e amigos importei mais de US$ 1.000. hahaha

Programei a Filó para o Target mais próximo e a burra me levou para um lugar que não tinha nada a ver. Quando ela avisou que chegamos ao destino, cadê o Target? Fiquei p. da vida com a Filó. Xinguei ela de novo. Reprogramei torcendo para dar certo. E deu, mas andamos umas 15 milhas e finalmente chegamos no Target e compramos a bendita máquina de suco. Eu a Si combinamos que na próxima viagem não vamos mais trazer nada pra ninguém. Dá muito trabalho né....

Almoçamos num MC Donald’s da US-1.... Um lixo. Fomos mal atendidos e por pouco não briguei com a atendente. Tava tão mal-humorada que o lanche ficou até ruim. Fomos então ao Dolphin Mall mas já estava tarde e então só entramos na Toys’R’us do International.

A Toys é uma atração à parte. As crianças ficam bobas. Como eu havia dado o MP4 para o Felipe comprei um CD Player da Barbie para a Camila e um travesseiro do High School Musical que é “sonoro”. Você conecta ele no CD player e dorme ouvindo músicas. Muito legal. O Felipe comprou uma lancha de controle remoto com a mesada dele e a Camila comprou outras porcariadas de meninas.

Mas o mais divertido foi a situação em que ficou o carro. Nós já tinhamos feito as malas e então fomos colocando os pacotes adicionais nos bancos dos de trás do carro e na frente junto com a Si. Eu tive que tirar fotos. Muambeiros demais!!! Na foto as crianças e a Si quase nem aparecem. Só os pacotes!!!

Bom fomos devolver o carro na Hertz antes, onde tivemos que refazer duas malas. E aí aquela maratona para ir até o aeroporto. Com seis malas grandes, três bolsas de mão e mais uma mochila nas minhas costas. Ah, e ainda mais três grelhas elétricas enormes da Black&Decker (que paguei US$ 20 em cada uma!!!) que trouxe para casa e para dois amigos. No aeroporto fizermos um “wrap” das grelhas com aqueles stretchs de mala e então ficamos com praticamente 7 bagagens despachadas e mais quatro de mão. Muito mais do que o dobro de volumes de quando saímos do Brasil.

O nosso vôo atrasou um pouco pois um passageiro não havia embarcado mas a mala estava no avião. Tiveram que tirar a mala do cidadão, mas depois o bendito apareceu e toca achar a mala dele e embarcar de novo. O vôo foi tranquilo. Comida pior do que a da ida. Camila e Felipe dormiram praticamente o vôo inteiro.

Chegamos no Brasil e ainda gastamos mais um pouco no Duty Free (praticamente só encomendas). Fomos para a fila do “nada a declarar”, com aquele monte de malas, e passamos tranquilos. Nem raio-x.

Voltamos de Caprioli de Guarulhos até Campinas e ao chegar em casa minha mãe tinha feito almoço para nós. ARROZ, FEIJÃO, BIFE, SALADA DE ALFACE.... QUE DELÍCIAAAAAAA!!!

Nossa viagem foi maravilhosa, com minha família excepcional e naquelas cidades lindas que são Orlando e Miami..... MAAAASSSSSS...

É MUITO BOM ESTAR DE VOLTA AO BRASIL!!!

 


 
 
Quantas pedras foram utilizadas para a construção do Cinderella Castle no Magic Kingdom? Nenhuma. Toda a sua estrutura é feita de fibra de vidro ("Fiberglass").