Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Sea World

 mensagem postada em 13/03/2007 - 02:03:13hs
 
 

10o dia – 11/jan – quinta-feira = Sea World: escolhi esse parque mais tranqüilo para fechar com chave de ouro a programação de Orlando. Que dó, já estava com saudades!
O parque é lindíssimo, fica difícil dizer qual é o parque mais bonito de Orlando, cada um tem sua peculiaridade.
Stingray Lagoon : enquanto esperava na fila para comprar a sardinha dos golfinhos (US$ 5,00 a porção com 3), meu filho divertia-se brincando com as arraias.
Dolphin Cove: nossa, os golfinhos são lindos, espertos, fofos... Muitas fotos e emoção! Paguei 2 micos: um, por sacudir a sardinha no alto, na tentativa de ver um show estilo Flipper, levei uma advertência... O segundo puxão de orelha foi pq dividi a sardinha para economizar e demorar bastante na alimentação dos golfinhos, he, he... Isso não pode ser feito!!!! Tudo vale a pena para o momento ser inesquecível!
Underwater View: assistir aos golfinhos nadando é lindo!
Blue Horizons: show com golfinhos, pássaros...
Manatee Rescue: ver e aprender sobre peixe-boi.
Journey to Atlantis: estava fechado...
Kraken: única montanha-russa do parque, estava cheio!
Penguim Encounter: nunca imaginei ver tanto pingüim junto, parecia o filme Happy Feet!
Shark Encounter: encontro com tubarões num túnel subaquático, show!
Almoçamos no Sharks Underwater Grill: recomendo, vale muito a pena, o restaurante é delicioso e vc fica rodeado por tubarões! Chega de fast food!
Clyde and Seamore: show cômico com morsa, leão-marinho...
Dolphin Nursery: berçário de golfinhos, engraçadinhos e espertos.
Wild Artic: um simulador bem legal em que você “voa”até o Pólo Norte e, na saída, sente-se no próprio Pólo Norte!!! Muito show, principalmente o urso polar.
Believe: atração escolhida para fechar não só este parque, mas marcar o encerramento desta viagem em Orlando. Como o próprio show da baleia Shamu diz, devemos acreditar nos nossos sonhos. Por isso, estamos aqui, nesse mundo mágico!

 


 
 
No pavilhão da Itália (Epcot), note como os tijolos do campanário que ficam embaixo são muito maiores do que aqueles que ficam no alto (diminuem progressivamente), mais um exemplo da utilização da "perspectiva forçada".