Notícias - Gripe Suína - AH1N1

 
Tópico Trancado

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Alessandro

 mensagem postada em 10/05/2009 - 09:05:02hs
 
 

Alessandro,

Antes de tudo mando um grande abraço ao meu colega e amigo, e desejo muitas alegrias na sua viagem!! Queria dizer que no seu lugar também iria sem pestanejar, pois por todos os relatos que vejo aqui, a gripe suína hoje não está atrapalhando em nada a rotina dos parques e da cidade de Orlando.

No meu caso, entretanto, é um pouco mais complicado. Eu fecharia um pacote agora para viajar em julho, e decidi cancelá-lo por hora.

Francamente, eu realmente não acho que eu, minha esposa ou filho venha a morrer de gripe suína. Provavelmente as chances de morrermos pela queda de um raio sejam maiores.

Por outro lado, o que me preocupa é que a doença se espalhe nestes dois meses, e que mais tarde isso venha a modificar a rotina dos parques, ou o clima. Observe que pegar a gripe pode não matar ninguém, porém já é o suficiente para ficar restrito a um quarto de hotel por uns dez dias (este é o procedimento que me parece estar sendo aplicado em casos suspeitos). A gripe não mata, porém viajar e ficar doente também não é vantagem nenhuma.

Em que situação não viajaria? Caso houvesse vários casos reconhecidos na cidade de Orlando, e caso já fossem conhecidos vários casos de transmissão de pessoa para pessoa na própria cidade. Caso os parques já tivessem sua rotina modificada, e se o uso de máscaras estivesse já difundido dentre os freqüentadores dos parques.

Como não tem nada disso acontecendo por lá, vai fundo, meu chapa, e boa viagem!!!

Já no meu caso, como não sei o que vai estar acontecendo daqui a dois meses, decidi colocar a viagem “no gelo” por enquanto, porém confesso que continuo acompanhando o noticiário. Chegando mais perto de julho, caso essa questão da gripe esfrie, então rapidamente retomo os preparativos.


Abraços

 


 
 
Walt Disney World Resort emprega mais de 62.000 "cast members". Não por outro motivo é considerada a empresa americanas que mais empregos oferece numa única localidade.