Civilidade nos parques

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Adolescentes desacompanhados

 mensagem postada em 01/08/2008 - 06:08:57hs
 
 

Estive entre 12 e 23 de julho em Orlando e nossa viagem foi feita com uma operadora, dessas conhecidas. Mas como nosso pacote era para 5 dias em Cancun e outros 11 em Orlando, não havia adolescentes nele.

Também me deparei e me decepcionei muito com o comportamento de brasileiros nos parques. Até comentávamos com a guia responsável pelo nosso pequeno grupo de 13 pessoas e ela nos disse que isso não muda. Que na alta temporada, devido ao excesso de grupos de adolescentes desacompanhados vê-se muita falta de educação. E como os grupos têm cerca de 40 pessoas, fica difícil para elas tomarem conta de tudo.

Além dos fatos já descritos abaixo, como furar fila e berrar, fiquei chocada com o comportamento das meninas em relação aos garotos, principalmente de outros grupos.

No Magic Kingdom, enquanto esperávamos o desfile das 15h, vimos um grupo de adolescentes brasileiras "avançar" num grupo de argentinos. Elas colocaram dois meninos no centro de uma roda e umas 12 delas ficavam revezando e beijando os meninos enquanto os outros batiam palma e gritavam.

Minha filha de 6 anos ficou olhando e rindo. Era engraçado. Eu fiquei meio espantada e até disse pra uma das meninas que os pais dela deviam estar pensando que ela estaria tirando foto com a Minnie naquele momento.

Depois, nem me lembro em qual parque, ví outra cena que me mostrou que o mundo tá mudado. Numa fila pra comprar refrigerante havia umas 6 meninas que descobriram que o rapaizinho atrás delas era argentino, pois ele falava espanhol no celular. Na hora começaram a "assediá-lo". Pediram telefone, tiraram foto com ele pelo celular, marcaram de se encontrar no lobby do hotel dele, que nem era o mesmo delas. Pareciam moscas no açúcar. Muito triste.

Achei importante falar dessas passagens pra avisar quem pretende enviar os filhos desacompanhados.

Enfim, acho que maior problema com civilidade nos parques está relacionado à faixa etária e não à nacionalidade. Pois não ví família brasileira fazendo fuzarca.

 


 
 
No pavilhão americano (Epcot) note que o número romano "IV" do relógio da torre está representado como "IIII" da mesma forma como era empregado na época colonial.