Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: 02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 10:10:06hs
 
 

Olá Ricardo

Parabéns pelo relato bem detalhado a respeito da cia aérea.
Aqui em casa só eu gosto de viajar de dia, sou voto vencido. Também, sou a única que não consegue dormir a bordo. Prefiro chegar e dormir a noite toda já no hotel do que chegar de manhã grogue de sono. O pior é quando não dá para fazer logo o check in.
Pelo que vejo, não há motivação maior para um regime do que querer andar nas montanhas russas. Você não foi o primeiro a fazer isso. Parabéns!

Abs,
Maria Teresa

 


 
Res: 02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 02:10:39hs
 
 

Ricardo, estou adorando os relatos!
Mal termino e já quero o próximo hahaha tente agilizar isso ai, por favoooor!

Na imigração fizeram alguma pergunta a vocês?
E na alfândega como foi?

Continue, continue!

 


 
02/09/15 - A ida, um pouco da volta e um americano legal.

 mensagem postada em 22/10/2015 - 01:10:52hs
 
 

Falar de empresa aérea não é algo tão divertido assim, mas ajuda quem esta planejando uma viagem, então vamos lá, só um atento vou falar tanto da ida como da volta e também da imigração, ok!!!

Comecei a pesquisar com muita antecedência, normalmente só conseguimos comprar com uns nove ou dez meses de antecedência, mas o que ajuda a se preparar para uma viagem é ter uma noção de valores, condições de pagamentos, utilizar pontos do cartão de crédito, voos com ou sem escalas e saber mais a respeito de determinadas empresas e etc.

Era quase certo que voltaria a voar de Delta, mas surgiu uma promoção da Azul que não tinha como recusar e o melhor era voo direto então fechei com eles.

As datas ficaram assim:

• Ida: saída de VCP às 11:00 – chegada MCO às 19:00

• Volta: saída de MCO às 21:45 – chegada VCP às 7:00

O atendimento da Azul foi muito bom, se você viaja com criança pequena tem um cardápio infantil que eles passam pra você escolher e é servido antes dos demais passageiros. Para utilizar este serviço é só ligar para eles e reservar. Atenção que você precisa ligar tanto na ida, como na volta.

Check-In

Tudo de bom, como chegamos cedo devido a ansiedade de todos, foi bem tranquilo em Campinas. O legal de VCP é que bem vazio então nem rola correria, o ruim é que o terminal novo não tem nada para fazer e aquelas salas das empresas ou cartão de crédito ainda não funcionam, tem somente uma e custa 90 dilmas para ficar coçando, então achei bem desnecessário. Na volta também foi muita de boa, sem nenhum tipo de problema e o Aeroporto de Orlando é tudo de bom, dá para passar o dia lá.

Voo

Voar de dia é um saco, nunca tínhamos feito uma viagem longa com o Heitor durante o dia, sempre optamos por viajar a noite, mas como a promoção era boa vamos experimentar. O fato é que o voo lotado a molecada começa a ficar insana e corre de um lado para o outro.
O Heitor é muito bonzinho (não costuma reclamar), mas quando ainda faltavam umas 3 horas de viagem, a bateria do iPad foi pro saco, ele ficou de saco cheio e começou a perguntar se faltava muito para chegar (meio que sacaneando a gente), tipo o Burro do Sherek. Então se tiverem a opção de viajar a noite, nem pensem duas vezes.

Na volta foi tranquilão, só de boa tentando achar uma boa posição para dormir, quem tem mais de 1.85m sofre na classe econômica.
O serviço de bordo nada de sensacional, na ida comida descente e alguns tripulantes mal humorados. Na volta comida horrível (serviram um escondidinho que foi a coisa mais horrível que comi, sem gosto, sem sal, sem nada) e tripulação mais atenciosa.

O que não gostei da Azul:

- A aeronave na ida estava suja, assentos, chão, se eles falarem pra mim que limparam, então limparam muito meia boca.
- Entretenimento, na boa uma porcaria, as telas que ficam na poltrona não funcionavam então deram um multimídia para ficar assistindo com poucas opções e é um saco ficar segurando aquele troço, quando você esta comendo.

Imigração

Foi super tranquilo, tirando o fato de estar muito cheia, o processo é bem fácil e quando chegou a nossa vez, tive a oportunidade de conhecer o americano mais legal de todos os tempos, meu amigo Jeff.

Explico porque, quando chegou a nossa vez de apresentar os documentos, o Jeff olhou os da Debora, olhou o do Heitor, brincou com ele, super simpático.

Quando chegou a minha vez, ele olhou para o meu passaporte depois olhou pra mim, depois fez isso mais duas vezes e me disse: “Nossa como você emagreceu, nem parece você!!!”.

Ganhei o dia, depois de um ano de dieta, um ano sem tomar coca cola ou comer qualquer lanche do McDonalds, depois de caminhadas e corridas no Parque da Água Branca, depois de horas de viagem, meu amigão do peito, meu irmão camarada falou aquilo, fiquei feliz, meu novo amigo!!!*

*Esclarecimento: quando fui em 2013, estava louco para ir na Hollywood Rip Ride Rockit!, quando chegou a minha vez a trava fechou naquelas, só que eu não respirava!!! Tentei outro carrinho e não rolou, decepção total. Prometi que quando voltasse eu iria naquela montanha russa de qualquer jeito se consegui ou não eu falo mais pra frente.

Posso dizer que todo processo de chegada como saída dos EUA foi muito tranquilo, comprei uma espada do novo vilão do Star Wars para o Heitor e não tive problemas em passar com ela, mesmo sem a embalagem (valeu Claudião).

Depois de tudo era só pegar o carro na Alamo direto pelo totem sem pentelhação de atendente, correr para uma lanchonete, tirar o atraso de um ano sem coca e sem big mac e depois descansar no Blue Tree.
Mas sobre o hotel eu conto amanha!!!

Abração meus amigos!!!

 


 
 
Originalmente a entrada principal do pavilhão mexicano (Epcot) era pela lateral direita da pirâmide, mas foi alterada para frente, pois os visitantes confundiam-se.