Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Bebendo ao redor do mundo (ou o dia que a gente não sabe como saiu do Epcot) - Final

 mensagem postada em 01/09/2015 - 09:09:25hs
 
 

Acho que esse foi de fato o relato mais engraçado que já li aqui no fórum!
Parece ter sido mega divertido o drinking around the world!
Parabéns! hahaha
Já lancei o desafio pro meu namorado.. curiosa para ver o resultado! hahaha

 


 
Bebendo ao redor do mundo (ou o dia que a gente não sabe como saiu do Epcot) - Final

 mensagem postada em 28/08/2015 - 03:08:16hs
 
 

Achávamos que íamos pedir uma cerveja escura de cara, mas já tínhamos bebido duas, chega né? Vimos cidra no menu, era isso mesmo que íamos pedir. Escolhemos a Strongbow Cidra e gostamos muito. Um copão que bebemos inteiro, mesmo depois de tanto álcool ingerido. Bebemos sentados na calçada mesmo, vendo as pessoas tirando foto com a Mary Poppins.



Do Reino Unido pulamos lá pro Japão, onde cometemos um erro gravíssimo: pedimos um saquê qualquer sem antes perguntar em qual copo ele viria. Minha gente, saquê puro não é pra qualquer um e eu não sou uma dessas pessoas abençoadas que bebe isso sem antes transformar em um caipisaquê. O negocio veio num copo gigante, e pra uma bebida com todo aquele teor alcoólico, ele era quase a mug do hotel. Se amassar um moranguinho e misturar ali com gelo eu bebo até 10 copos daquele, mas puro foi um momento muito tenso do nosso dia. Nota mental para a próxima vez que fizermos o Drinking Around the World: quando chegar ao Japão, peça o saquê que vier no menor copo.


Olha a minha cara de “meu deus do céu me ajuda”

Pega a reta do Marrocos e em segundos escolhemos nossa bebida, simplesmente porque achamos o nome engraçado (levando em consideração que já tínhamos bebido bastante): Habibi Daiquiri. Foi uma das que mais gostamos, era morango, rum e uma água com laranja que resultou numa mistura muito boa. No Marrocos também foi onde postamos as hastags mais engraçadas do nosso tour e que denunciavam como já estávamos.



Depois de expor nossa figura na medina com muito ouro e queimar no mármore do inferno, partimos para a última parada do tour: França! Esse também não pensei duas vezes e pedi logo um Kir Royal, que é uma bebida que já conheço e gosto. E olha o sorriso de quem já está falando francês sem perceber. Sentamos na fonte e brindamos à nossa viagem e ao natal. Acabou! Bebemos tudo e não morremos! Entramos na boulangerie pâtisserie e comemos nossos merecidos doces. Vive la France!



E ai gente, eu não lembro mais o que aconteceu. Minha memória sofreu um apagão de horas. Sei que nosso dia terminou com uma ceia de natal no Earl of Sandwich em Downtown Disney, porém não fazemos a menor ideia de como nos deslocamos do Epcot até lá, tampouco o que aconteceu entre nossas sobremesas na França e aqueles sanduíches maravilhosos. Minha última lembrança do parque naquele dia ainda era com sol forte, e a memória seguinte era noite e estava muito frio. Fica ai umas 3 ou 4 horas de mistério que assombrarão minha vida pra todo sempre.

Na próxima vez que fizer esse tour, acho que incluirei um de doces típicos também. Quem sabe assim não acontece um apagão?

 


 
 
Originalmente a entrada principal do pavilhão mexicano (Epcot) era pela lateral direita da pirâmide, mas foi alterada para frente, pois os visitantes confundiam-se.