Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: Isso é um roubo!!/Ayrton

 mensagem postada em 08/01/2015 - 12:01:53hs
 
 

Sandra, é exatamente este o entendimento, está corretíssimo, não sei se você citou tudo ironicamente, mas é exatamente isto sim, se comprou produtos aqui no Brasil, como bolsas de marca e afins, tem que levar as notas a tira colo, isso mesmo, tudo que você comprou no Brasil e for levar pra lá, se for caro é bom ter a nota, caso contrário será taxada, revoltante, mas o seu entendimento é exatamente o correto.

E tem mais, se você comprou uma bolsa da Chanel a tipo uns 3 anos atrás e naquela época você pagou o imposto, não se espante, se você voltar mês que vem e não comprovar que pagou o imposto três anos atrás, creia, eles vão te taxar novamente........




Oi Ayrton,
Esse fato aconteceu há 1 ano exatamente e coloquei pq fiquei indignada e queria q servisse de alerta. Quer dizer q tenho q andar com nota fiscal de tudo q comprei no exterior, inclusive objetos comprados há muito tempo atrás ? Como assim? Já fiz várias viagens para o exterior e sempre compro alguma coisa e é claro que não guardo nota fiscal de 1, 2, 3. Etc anos atrás ! Quer dizer q temos q viajar com um arquivo com notas fiscais? E se não tivermos as notas não podemos levar nosso objetos? É isso mesmo? Esclareça por favor, pois viajarei daqui já 30 dias e tinha plano de levar peças compradas no exterior em viagens passadas.
Obrigada desde de já,

Sds,
Sandra

Gente,
Leiam esse relato abaixo. Não é possível que temos q passar por tudo isso sem q nada possa ser feito. É isso mesmo???
LINK (mensagem de sandra regina maia)


Sandra,

Creio que a brasileira que foi objeto da reportagem estava mal informada.
Todos nós sabemos que, quando vamos para o exterior, se estivermos de posse de algum bem importado, devemos portar a nota fiscal (caso este bem tenha sido adquirido no País) pois do contrário, estaremos sujeitos a ser taxados na alfândega, já que o fiscal não terá como saber se o bem foi anteriormente adquirido no Brasil ou no exterior !
Aquela senhora vem com duas bolsas importadas (dizendo que adquiriu na DASLU, mas sem estar de posse das notas fiscais) com valores de US$ 2.500 (dois mil e quinhentos dolares) e não queria ser taxada ? Ora para que então levou as tais bolsas ?
Bom, se a história for verdade, é só voltar na loja onde ela adquiriu, pedir a segunda via da nota fiscal (ou cópia) e entrar com o devido processo de restituição de valor pago em dobro, do imposto de importação, que ela será ressarcida.
Esta reportagem é boa pois serve de alerta para quem for viajar ao exterior e estiver levando itens caros e importados !!
Abraços a todos,

(mensagem de Ayrton Horikawa)



(mensagem de sandra regina maia)


(mensagem de JAIR LEDSON FERREIRA DE MORAIS)


Acho que não deveriam ter acabado com aquele serviço que nos dava uma declaração que estávamos saindo daqui com nossos pertences. Penso que as coisas mudam SEMPRE em prejuízo a nós, brasileiros , que trabalhamos e pagamos cada vez mais impostos.

 


 
Res: Isso é um roubo!!/Ayrton

 mensagem postada em 06/01/2015 - 01:01:49hs
 
 

Oi Airton,
Não estava sendo irônica, se fui, estava sendo com o governo. Só me diga mais uma coisa, os objetos que comprei no exterior há alguns anos atrás correm o risco de ser taxado na próxima viagem caso estejam na mala e sem as notas? Se for sim, só posso dizer que a fiscalização não passa de bandidos legalizados e que tenho nojo desse pais !!!
Desculpa o desabafo e obrigada mais uma vez,

Sds,
Sandra

 


 
Res: Isso é um roubo!!/Ayrton

 mensagem postada em 06/01/2015 - 10:01:48hs
 
 

Sandra, é exatamente este o entendimento, está corretíssimo, não sei se você citou tudo ironicamente, mas é exatamente isto sim, se comprou produtos aqui no Brasil, como bolsas de marca e afins, tem que levar as notas a tira colo, isso mesmo, tudo que você comprou no Brasil e for levar pra lá, se for caro é bom ter a nota, caso contrário será taxada, revoltante, mas o seu entendimento é exatamente o correto.

E tem mais, se você comprou uma bolsa da Chanel a tipo uns 3 anos atrás e naquela época você pagou o imposto, não se espante, se você voltar mês que vem e não comprovar que pagou o imposto três anos atrás, creia, eles vão te taxar novamente........




Oi Ayrton,
Esse fato aconteceu há 1 ano exatamente e coloquei pq fiquei indignada e queria q servisse de alerta. Quer dizer q tenho q andar com nota fiscal de tudo q comprei no exterior, inclusive objetos comprados há muito tempo atrás ? Como assim? Já fiz várias viagens para o exterior e sempre compro alguma coisa e é claro que não guardo nota fiscal de 1, 2, 3. Etc anos atrás ! Quer dizer q temos q viajar com um arquivo com notas fiscais? E se não tivermos as notas não podemos levar nosso objetos? É isso mesmo? Esclareça por favor, pois viajarei daqui já 30 dias e tinha plano de levar peças compradas no exterior em viagens passadas.
Obrigada desde de já,

Sds,
Sandra

Gente,
Leiam esse relato abaixo. Não é possível que temos q passar por tudo isso sem q nada possa ser feito. É isso mesmo???
LINK (mensagem de sandra regina maia)


Sandra,

Creio que a brasileira que foi objeto da reportagem estava mal informada.
Todos nós sabemos que, quando vamos para o exterior, se estivermos de posse de algum bem importado, devemos portar a nota fiscal (caso este bem tenha sido adquirido no País) pois do contrário, estaremos sujeitos a ser taxados na alfândega, já que o fiscal não terá como saber se o bem foi anteriormente adquirido no Brasil ou no exterior !
Aquela senhora vem com duas bolsas importadas (dizendo que adquiriu na DASLU, mas sem estar de posse das notas fiscais) com valores de US$ 2.500 (dois mil e quinhentos dolares) e não queria ser taxada ? Ora para que então levou as tais bolsas ?
Bom, se a história for verdade, é só voltar na loja onde ela adquiriu, pedir a segunda via da nota fiscal (ou cópia) e entrar com o devido processo de restituição de valor pago em dobro, do imposto de importação, que ela será ressarcida.
Esta reportagem é boa pois serve de alerta para quem for viajar ao exterior e estiver levando itens caros e importados !!
Abraços a todos,

(mensagem de Ayrton Horikawa)



(mensagem de sandra regina maia)

 


 
 
Compete a uma equipe especial de cast members polir a atração atração Prince Charming Regal Carousel (anteriormente denominada Cinderella's Golden Carrousel) todas as noites.