Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: Relato da alfândega de Brasília

 mensagem postada em 08/12/2014 - 01:12:01hs
 
 

Sou novo no fórum porém tem 3 anos que viajo e acompanho relatos aqui, vamos lá...
primeira vez que cheguei por são paulo, sempre cheguei no RJ... achei o tratamento de SP melhor, se bem que ano passado cheguei, pegamos nossas malas e seguimos direto para alfândega, ninguém na fila ainda, 2 malas de 32 cada um, eu e minha esposa. fiscal muito cordial e mandou direto para o raio-x. mas minha irmã viaja muito, conhece bem como funciona a lei, trabalha na justiça e de uns 3 anos pra cá, ela achou que os fiscais do RJ mudaram muito no sentido educação. em dia de muitos vôos eles ficam muito estressados.

É minha opinião ok, acho até que a alfândega pega leve demais, porque se o fiscal seguir a regra, todo mundo volta com muito mais de 500 dólares de compra.

Meu relato sobre guarulhos dia 04/12, passei no raio-x, fiscal muito educado. trouxe comigo um air 2, minha gopro 4 na mochila de mão e outros itens... não mandou abrir a mala e mandou eu seguir para saída. minha esposa tmb, passou no raio-x e saiu direto. Não existe isso de mala grande, 1 ou 2 malas. eu por ex. passei com uma mala com 26kg e minha esposa com 2 com mais ou menos 28kg cada e os dois foram para o raio-x e não passamos tão junto assim... fiscal não perguntou nada, só mandou pra fila do raio-x.

nunca ouvi falar de raio-x de corpo. aliás difícil alguém ser enquadrado pra ser revistado.

Sempre ouvi falar que BSB é mais complicado. sugiro até pagar um pouco mais, chega em outra cidade e depois faz voo interno para BSB.

sobre taxar relógio, na boa... inacreditável. fiscal rigoroso demais. gopro então nem se fala... todo mundo leva essas câmeras, pessoas normais, atletas etc...

cara a melhor coisa é ser honesto, mas nesse caso, coloca no bolso e pronto.

fui comprar meu cel em miami, várias pessoas na fila falando que voltaria com ele no bolso.

de ruim nessa viagem só o problema com a Cia área. 4 objetos furtados na mala e uma mala destruída. fiz boletim de ocorrência na mesma hora que cheguei no RJ e também mandei a Cia consertar a mala, que não tem conserto.

essa semana entro na justiça contra a Cia aérea e depois conto o resultado. vou entrar não só pelos 4 objetos furtados, mas pelo falta de atendimento quando cheguei, mostrei minha mala com ziper destruído e sem cadeado. só mandaram eu me dirigir para o SAC da Cia aérea.







Fala pessoal,

Pelo segundo ano consecutivo eu tive a "sorte" de ser parado pela Receita Federal em Brasília.

Eu e minha esposa formos parados e mandados para o raio-x e nos fora perguntado se estávamos com algum eletrônico, sendo que informados que sim.

Depois de toda a inspeção na mala, foi retirado para imposto:

- MacBook Air 11';
- iPad Air 2;
- GoPro Hero 3+;
- 2 Perfumes;
- 2 Relógios (um Casio e um Tommy);
- Itens gerais (pílulas de cálcio).

O valor total da brincadeira foi de R$2600, sendo que informei que a câmera era de uso pessoal e, por possuir a função filmadora e fotográfica, poderia ser enquadrada como fotográfica, mas o fiscal não aceitou e multou mesmo assim.

Muita gente foi parada, sendo mais de 15 e havia um senhor que provavelmente trabalha com vendas, que recebeu uma multa de R$10.000.

Alguém possui material jurídico que enquadre a GoPro como câmera isenta de tributação??

(mensagem de Bruno C)


Esqueci de te perguntar uma coisa, qual foi o horário do teu voo? veio direto dos eua?
Pelo que eu me lembre se vc jogar gopro no google, aparece câmera fotográfica e filmadora... ele ter taxado foi muito palha mesmo
(mensagem de Thiasgo)


 


 
Res: Relato da alfândega de Brasília

 mensagem postada em 08/12/2014 - 02:12:47hs
 
 

Fala pessoal,

Pelo segundo ano consecutivo eu tive a "sorte" de ser parado pela Receita Federal em Brasília.

Eu e minha esposa formos parados e mandados para o raio-x e nos fora perguntado se estávamos com algum eletrônico, sendo que informados que sim.

Depois de toda a inspeção na mala, foi retirado para imposto:

- MacBook Air 11';
- iPad Air 2;
- GoPro Hero 3+;
- 2 Perfumes;
- 2 Relógios (um Casio e um Tommy);
- Itens gerais (pílulas de cálcio).

O valor total da brincadeira foi de R$2600, sendo que informei que a câmera era de uso pessoal e, por possuir a função filmadora e fotográfica, poderia ser enquadrada como fotográfica, mas o fiscal não aceitou e multou mesmo assim.

Muita gente foi parada, sendo mais de 15 e havia um senhor que provavelmente trabalha com vendas, que recebeu uma multa de R$10.000.

Alguém possui material jurídico que enquadre a GoPro como câmera isenta de tributação??

(mensagem de Bruno C)


Esqueci de te perguntar uma coisa, qual foi o horário do teu voo? veio direto dos eua?
Pelo que eu me lembre se vc jogar gopro no google, aparece câmera fotográfica e filmadora... ele ter taxado foi muito palha mesmo

 


 
 
O nome original em inglês do Castelo da Cinderela se escreve Cinderella Castle e não Cinderella's Castle.