Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: Chegada em Brasília com enxoval de bebê

 mensagem postada em 08/12/2014 - 06:12:38hs
 
 

Tiago, acabei de ver o seu relato. Que chato! Eu também fui mandada para o raio-x, mas não vi nenhum raio-x de pessoas, apenas aquele que colocamos as nossas malas. No nosso caso, não fomos taxados. Sabemos que em Brasília eles são extremamente rigorosos, portanto se vc pretende voltar com algum eletrônico e não tem como fazer conexão em outro local, volte com poucas malas. Sei que é nosso direito voltar com 2 malas grandes e 1 de mão, mas quando eles verificam isso, a probabilidade de vc ir para o raio-x é grande.

 


 
Res: Chegada em Brasília com enxoval de bebê

 mensagem postada em 03/12/2014 - 10:12:15hs
 
 

Amigos, chegamos hoje no voo da TAM Miami/ BSB, às 7:30 da manhã. Vou relatar a nossa passagem pela alfândega. Fomos fazer o enxoval do nosso baby. Já dá para ter uma ideia da quantidade de malas e tamanhos. Como relatei em outro post, parte das nossas compras (1 mala com bebê conforto + roupinhas; 1 mala pequena com outros itens do baby, como a babá eletrônica e o nosso MAC BOOK PRO) foram enviados pelos nossos familiares que voltaram pelo RJ. Ninguém passou pelo raio-x e nem foi tributado.
Chegamos em BSB e optamos por pegar logo as nossas malas ( 1 mala tipo sacoleira com o carrinho de bebê apenas; 1 mala de 29 K; 2 malas de médias e 1 mala de mão) e partir para a fila do nada a declarar. Ao nos dirigir para o local já deu para perceber que nós éramos os que estavam com mais malas. Chamávamos mais a atenção, mas não quisemos ficar fazendo hora.
Chegando no fiscal ele nos perguntou de onde estávamos chegando; quanto tempo ficamos e se estávamos juntos. Respondemos que estávamos voltando de Miami; que ficamos 15 dias e que estávamos juntos. Daí ele nos mandou seguir pela linha amarela, enquanto todos os demais seguiam pela linha verde. Na hora comecei a ficar nervosa, pois éramos os primeiros a ser mandados para o raio-x. Além disso, só o nosso carrinho tinha custado bem mais de 500 dolláres. Enfim, chegando no raio-x o fiscal disse que ligaria a máquina e que era para o meu esposo colocar as malas e eu retirar do outro lado. Estou com 5 meses de gestação, mas a minha barriga não é muito aparente, então não retirei as malas alegando que estava grávida. Meu esposo veio e retirou. Ele nos perguntou o que tinha na mala de sacoleiro. Dissemos que era o carrinho. Daí ele nos questionou se trazíamos algum alimento. Foi nessa hora que o meu esposo lembrou que tinha uma maça e um saco de batatas na mala. O fiscal disse para nunca mais trazermos nenhum alimento dos EUA. Que ele estava quase nos mandando para a sala só por conta dos alimentos, acredita? Daí nos liberou.
Bem, o que eu tiro desta experiência (essa é a nossa terceira viagem para a terra da magia) é que a alfândega de Brasília não é esse bicho de sete cabeças. Ela é mais rígida se comparada às demais, porém o alvo deles é fiscalizar eletrônicos. Se vc for fazer o enxoval e voltar com muitas malas, não traga eletrônicos, pois com certeza vão chamar a atenção. Ah... e quanto ao enxoval, vale sim a pena. Basta se planejar e pesquisar antes de ir os preços. Economizamos muito fazendo o enxoval nos EUA, além do prazer da viagem. Espero ter ajudado!

(mensagem de TayaneRibei)



Você viu se em Brasília tem raio x corporal ou detector de metais enquanto as pessoas estão passando as malas no raio x?

 


 
 
Assim que você adentra ao celeiro da atração The Barnstormer at Goofys Wiseacre Farm (Mickeys Toontown) observe a reação das galinhas quando o avião passa zunindo.