SeaWorld

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Camila - Blackfish

 mensagem postada em 28/10/2013 - 01:10:12hs
 
 

Camila, não estava sabendo desta notícia. Tentei encontrar o filme na net, mas sem sucesso. Só consegui assistir o trailer. Gostaria de ver este filme. Vc poderia me indicar onde baixou o filme?

Obrigada :-( (mensagem de Dafnesaporetti)


Acho que ainda não lançou aqui. Uma amiga minha americana que me mandou por torrent, então não sei como faz.

Mas todo mundo deveria assistir. Fiquei MAL depois de assistir. A baleia (Tilikum, macho, em quem eles focam no filme) que faz os principais shows (e que matou 3 pessoas) foi capturada já grandinha e passou 2/3 da sua vida trancada num espaço que é praticamente do tamanho dela. Quando ele não está preso, ou estão retirando sêmen dele para reproduzir, ou está fazendo show. Eles deixam as baleias sem comida para na hora do show eles fazerem as performances em troca de peixes.

As baleias são animais que vivem em bando e cada bando é uma família e tem sua própria linguagem. As baleias quando nascem ficam sempre com as mães, mesmo depois de adultas. Quando eles capturam uma baleia e levam para os aquários, elas sofrem de saudades da família (eles mostraram como é o cérebro das orcas, e elas tem emoções profundas). A cena que mais me tocou foi a que estavam falando do nascimento da primeira orca no cativeiro deles. O documentário é feito com vários relatos de ex-treinadores do Sea World. A treinadora estava contando que depois que a baleia nasceu, eles fizeram vários comerciais usando isso para chamar as pessoas para irem no parque (eles até mostram o comercial). Mas quando a bebê fez 4 anos, ela não cooperava muito nos shows e resolveram mandá-la para San Diego. Os treinadores e as pessoas que trabalham com as baleias acharam cruel, porque o instinto deles é estar sempre juntos. Mas levaram a baleia bebê embora mesmo assim. E a mãe chorou a noite inteira, gritando de desespero. O treinador disse que nunca viu nada igual. Eles mostram o video e é de cortar o coração.

Além disso, como os humanos, cada família tem sua própria linguagem, e como as baleias do Sea World foram capturadas em diferentes lugares, elas brigam muito entre si, e vivem machucadas (eles mostram vídeos também).

E o pior de tudo: a estimativa de vida de uma baleia livre é de 100 anos para a fêmea e 60 para o macho. No SeaWorld os funcionários são obrigados a dizer aos visitantes que a estimativa de vida de uma baleia no alto mar é de 25 anos, e que lá no parque elas vivem mais por terem "cuidados", podendo chegar aos 35 anos!

Nos últimos anos, acorreram mais de 70 acidentes entre treinadores e baleias, todos abafados. O Sea World se recusa a dar uma palavra sobre os casos e os que foram ao tribunal (como o da treinadora que morreu no meio do show e é o tema do filme), eles o tempo todo colocam a culpa na treinadora e dizem que não são responsáveis, sendo que ela era a treinadora que era conhecida como a "guru da segurança com as baleias". Ou seja, além das pessoas morrerem, eles ainda colocam a culpa de tudo nos que não estão nem mais aqui para se defender.

Ah, e o Tilikum, que atacou e matou 3 pessoas, continua fazendo show diários no Sea World Orlando.

 


 
 
No Magic Kingdom, você pode observar que no início da Main Street U.S.A. os lampiões são a gás e conforme você anda na direção do Castelo da Cinderela eles passam a ter lâmpadas elêtricas, com o objetivo de demonstrar o progresso.