Segurança

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Res: Res: Res: Res: Uso de cartão

 mensagem postada em 07/07/2013 - 06:07:25hs
 
 

Carolina,

Infelizmente a clonagem de cartões é algo que vem crescendo no mundo por conta da evolução da tecnologia.
Nesse caso eu digo que o VTM, Cash Passport, Global Travel e o Cartão de Crédito estão no mesmo barco. A única diferença é que o cartão de crédito pelo fato do dinheiro não "sair da sua conta no momento", pelo fato de muitos terem uma boa central de atendimento e pelo fato da central de autorização deles realmente funcionar e dar segurança, o cartão. Crédito se torna muito mais seguro.
Um conselho que dou a todos: sempre contratem um seguro que cubra a clonagem do seu cartão, você vai gastar uns 100/150 reais ano, mas nunca será lesado por esse tipo de situação.
Em todos os casos que acontecem em lojas tem m funcionário ligado ao esquema, alguém lá está enviando as informações para as quadrilhas de falsificadores!

Fiquei espantado com essa situação, pois algo que antes só acontecia em lojas pequenas e desconhecidas passou a acontecer em lojas grandes e de nome.
Mas... Temos que nos proteger. Precisamos sempre ficar de olho nos cartões e onde eles são passados. Se um atm estiver com o "chupa cabras" instalado dificilmente vamos conseguir perceber.
Pra quem não conhece esse dispositivo guarda as informações do cartão e posteriormente ele passa as informações pra outro cartão que será utilizado pois nos EUA não se pede senha pra compras. Aqui no Brasil existem versões mais complexas desse dispositivo, algumas com câmeras digitais conectadas para gravar a senha das pessoas.
Que bom que nesse caso nossa amiga consegui se safar de tudo, mas nunca deixem isso pra lá! Se cuidem, se protejam, não usem os cartões em qualquer lugar!
Abs

 


 
 
Observe enquanto você assiste o vídeo que antecede a atração Soarin (Epcot) o número do vôo 5505. Trata-se de uma homenagem a data da sua inauguração oficial que ocorreu em 05 de maio de 2005.