Bagagem - Cadeados e Lacres

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Malas, lacres, protect bag etc

 mensagem postada em 10/01/2008 - 07:01:05hs
 
 

Eu confundo muito os aeroportos e os procedimentos, pois para mim aeroporto é sinônimo de sofrimento (ainda mais porque eu sou fumante).
Bom o que aconteceu comigo em vários aeroportos dos EUA e da Europa é o seguinte:
Vc faz o checkin e deve deixar a mala em um setor onde a mesma será inspecionada. Se vc quiser esperar, o fiscal passa sua mala no raio-x e dá o ok. Vc pode seguir para a área de embarque tranquilo pq sua mala não vai ser aberta para fiscalização. Caso vc apenas deixe sua mala e o fiscal resolver verificar algo dentro, ele vai abrir.
Se tiver lacre ou cadeado TSA ele abre normalmente.
Se tiver cadeado comum, ele arromba. O mesmo vale para a proteção. Se ele decidir que sua mala deve ser aberta, vc gastou dinheiro à toa com o protec bag.
Eu costumo aguardar o ok do fiscal e nunca tive minhas malas abertas.

Quanto a extravio, uma vez voltava de NY com a Delta e avisaram que o vôo não saíria no horário e eu perderia a conexão em Atlanta.

Como só tinham 3 passageiros para fazer a conexão, eles não atrasariam o vôo ATL-Rio. E pelo atraso ser devido a problemas climáticos, eles não se responsabilizam por hospedagem. Opções: ficar em NY por minha conta e voltar de manhã para o JFK, ficar em Atlanta por minha conta e voltar a tarde para o aeroporto, dormir em algum dos dois aeroportos ou pegar um vôo direto NY-SP, que sairia duas horas depois.
Optei por ir a SP e pagar um ponte-aérea.
Mas as malas seguiram para Atlanta. A Delta entregou na minha residência a minha mala no dia seguite e a da minha acompanhante um dia depois.
Intactadas e com protect bag colocado pela Delta; mas poderiam ter sido abertas pela Polícia Federal, em busca de muamba.

 


 
 
O Marrocos foi o primeiro país a reconhecer os Estados Unidos como país independente. No seu pavilhão no Epcot, mais especificamente no restaurante Marrakesh você encontra numa parede (área de espera) uma réplica de uma carta trocada entre o sultão Mohammed III e o presidente George Washington.