Flórida - Key West

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
EM KEY WEST

 mensagem postada em 21/11/2012 - 12:11:05hs
 
 

Segunda feira, 19, saimos de Fort Lauderdale em direção a Key West. Trajeto tranquilo, porém movimentado, com velocidade média de 55 milhas/h. Chegamos por volta das 1:30PM e fomos direto para o hotel, Authors of Key West. Na verdade é uma pousada, bem charmosinha que fica na White St. Dá para ir caminhando até a Duval St e demais atrações. Deixamos o carro no amplo estacionamento do hotel (3 vagas), mas pode parar na rua que nessa região não se paga, mas na região mais movimentada, tem parquimetro ou estacionamento publico a $2/h. Fizemos o tradicional passeio de trenzinho, fomos ver o por sunset em Mallory Square as 5:38 PM em ponto. Engraçado, todos sabem o horário, todos ficam esperando, antes tem uns artistas de rua tentando defender o seu com suas especialidades. Tinham 2 navios de passageiros enormes ancorados, o que gerou um pouco de aperto para encontrar o melhor ponto. Existem passeios de $35/pessoa para ver o sunset a bordo de veleiros. Fomos então caminhar pela Duval, jantamos no Hard Rock. Curtimos um pouco a noite e voltamos para o hotel. Ontem continuamos o roteiro por Key West visitando o southernmost point, o rainbow pier em Higgs beach e o Historic KeyWest Seaport. Muitos barcos para se fazer deep sea fishing e pegar o swardfish. Briga boa. Não podiamos deixar de provar a tradicional lime pie. Gostosinha. $3,95/slice. Degustamos alguns molhinhos fantasticos na Kermit`s, mesma da tortinha. Fica na 200, Elisabeth St, tem também na 802 da Duval. Almoçamos no Sloppy Joe`s Bar da Duval. Bar preferido de Hemingway. Cheio. Escolhe um lugar e vai sentando. Comemos frutos do mar. Tudo visto, pegamos o caminho para Deerfield Beach, ex moradia de Antonio Crescenti, onde pernoitamos para agora seguir para Orlando. Vamos fazer o trajeto pela A!A depois de 24 anos feito.
Abs.,
e até Orlando.
Féres

 


 
 
O Marrocos foi o primeiro país a reconhecer os Estados Unidos como país independente. No seu pavilhão no Epcot, mais especificamente no restaurante Marrakesh você encontra numa parede (área de espera) uma réplica de uma carta trocada entre o sultão Mohammed III e o presidente George Washington.