Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
A viagem - parte III Final

 mensagem postada em 16/11/2007 - 02:11:22hs
 
 

Já no busão da Disney, eles colocam um clipezinho pra vc ver e aí já começa a entrar no clima. Quando vai chegando perto de entrar no WDW Resorts, o motorista, felizão, já avisa que tamo chegando. Aí, meu amigo, se vc for fraquinho, já começa a chorar antes mesmo de chegar, afinal é muita expectativa e é muito emocionante também.
Ao chegar no Pop Century, fomos fazer o ckeck-in e aí veio um problema: como meu “ingrês” não é a oitava maravilha do mundo, a moça pediu o cartão de crédito e perguntou sobre check-out Express, e eu disse YES sem nem saber o que era: ele pegam seu cartão e já vão debitando tudo no cartão, no dia de ir embora eles colocam uma carta na porta do quarto dizendo que vc não tem débitos e que pode ir embora direto sem passar pelo check-out. Legal, né? Não, não é legal, afinal vc não fica sabendo quanto gastou, pois nem nota fiscal eles te dão, quando vc chega no Brasil, ta lá na fatura do cartão e nem se lembra do que era, se ta direito, qual é o gasto. Entendeu? Então se alguém mencionar check-out Express diga NO e vai lá conferir se ta tudo certo na hora de vir embora. Os caras cobraram 187,00 dólares por 14 minutos de ligação para o Brasil (é isso mesmo, não tá errado não!). Tive que ligar para minha agência de viagens no Brasil, tendo vista sérios problemas que tive com eles, e paguei esta baba. Se liga, nos hotéis da Disney, o minuto de ligação custa U$ 13,00 meu amigo, não é brincadeira não. Então vai outra dica: assim que vc chegar no aeroporto, já faça a primeira ligação nos telefones públicos, não precisa nem comprar cartão. Prometo que com U$ 2,00 vc faz ligação internacional e fala por 10 minutos com a parentada no Brasil. Mas este telefone, especificamente, só tem no aeroporto, nos parques da Universal e no City Walk. Fiz três ligações que não custaram nem U$ 4,00, sendo que numa delas falei por sete minutos com a minha mãe por U$ 1,25. Não tô brincando não! As instruções são fáceis, por isso não se preocupe que dá tudo certo, basta ter no bolso, moedas de U$ 0,25.
Aí, feito o check-in vc recebe o cartão que é a chave do quarto do hotel, cada pessoa tem o seu, porque ele funciona como cartão de crédito e também como a entrada nos parques Disney, assim vc não precisa ficar andando com aquele monte de tickets, entendeu? Coloca o bichinho na catraca e manda ver.
Fomos para o quarto e é legalzinho, nada de mais, ar, direção, vidro...Ops, ar condicionado, duas camas de casal, tv, banheiro e secador de cabelos, é isso aí mulherada! Ta achando que é legal né! Deixa eu te contar uma coisa: antes de viajar fiz escova progressiva no cabelo, achando que ia pagar de gatinha na Disney de cabelo liso. Só que a porcaria da água de Orlando tem mais sal que no mar, shampoo e sabonete não fazem nem espuma, sacou? Ou seja, minha escova foi por água abaixo, literalmente, e eu voltei com o cabelo de vassoura piaçava, entendeu? Portanto, minha amiga, não faça esta besteira que é dinheiro perdido. Deixa de vaidade, mete um rabo de cavalo nesse pixaim e deixa pra fazer a escova quando vc voltar!
Bom, tudo certo, eram umas 17hs resolvemos ir para o Downtown Disney. Pegamos o busunga no hotel (aliás, muito bom o sistema de transporte da Disney, os ônibus são bons e passam a cada 15 ou 20 minutos e funcionam até meia-noite) e chegamos no Downtown. Muito lindo, já na entrada do Marketplace, à esquerda tem a loja de enfeites de Natal. Fofa, é aí que começa a coçar a mão pra comprar. Gente, tudo é lindo, maravilhoso, deslumbrante, MADE IN CHINA e ....caríssimo! Se vc ta achando que vai montar sua árvore de natal lá, querida, tá enganada, fia! Deixa pra comprar na 25 de março. Os enfeites, bolas e tudo o mais, custam, no mínimo, U$ 15,00. Se vc é gente normal feito eu ($$$$), compra uma boberinha só pra não dizer que não comprou nada e coloca num lugar especial e bem visível da sua árvore, já satisfaz....!!!
Passeamos, entramos na maioria das lojas até que encontrei a “Tudo por menos de 10 Dólares”. Se vc também ta pensando que é tipo, um outlet da Disney, se enganou de novo! Na realidade, é uma loja que os caras colocam as coisas que custam menos de 10 dólares, sacou? Vc vai encontrar os mesmos produtos em outras lojas da Disney, mas lá fica parecendo que é pechincha. Coisa pra gringo ver. No máximo, tem uns Mickeys vestidos de astronauta (astronauta?!!) que custa uns 10 dólares. Dá pra trazer de presente pra sobrinhada, afinal não deixa de ser Mickey, de pelúcia, da Disney e feito na China!
Continuamos andando, é muito legal viu, vc se sente, sei lá, numa praia, é fofo demais, aí vi aquela bola reluzindo: Planet Holywood (tá faltando uma letra, tá não?). Pensei: “legal, vou comer um hamburgão no planet, encher a pança e ir dormir”. Olha, o lugar é muito bonito, vale à pena conhecer, mas comer... Gastei U$ 50,00 (com gorjeta) em um hambúrguer com fritas e uma costela suína, que mais parecia a costela de um dinossauro de tão grande que era. Resultado, o pão tava seco, a carne tava seca e a costela esturricada. Horrível, não consegui dar três mordidas no meu lanche. Gastei 50 pratas pra nada. Não sei se foi azar meu, mas se não foi, ce já ta sabendo como é.
Já eram quase 23hs e a gente tava cansado, fomos para o ponto pegar o busão e cama, afinal amanhã tem o Magic Kingdom!!!


 


 
 
A Space Mountain é a única atração que fica localizada fora do perímetro da Walt Disney World Railroad (ferrovia do Magic Kingdom)