Enquete - Você tem receio de voar?

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Rafaela

 mensagem postada em 09/06/2011 - 03:06:13hs
 
 

Sabendo como agir, turbulência nao derruba avião mesmo não. A queda brusca, a ascensão brusca e os movimentos laterais são todos devido as mudanças bruscas do fluxo de ar.
Porém, existem limites.

São basicamente 2 tipos de turbulência:
Turbulências q são detectadas pelo radar meteorológico (dentro de grandes formações de nuvem) podem e devem ser evitadas.
Turbulências de céu claro não são detectadas por nenhum instrumento de bordo do avião, e os pilotos só sabem dela atráves de outras aeronaves q passaram naquela área antes, sofreram e reportaram.

Se a turbulência é inevitável, o correto é logicamente ligar o aviso de cintos e reduzir a velocidade do avião pra minimizar o esforço estrutural sofrido. Mudanças de altitude podem servir como manobra evasiva, porém nem sempre dá certo. Um esforço MUITO grande pode sim derrubar um avião, uma vez q a falha estrutural pode ser grande a ponto de partir a asa de um avião.
Num Boeing 737, a velocidade máxima de penetração em turbulência é de 280 knots (520km/h). Esse limite de velocidade ainda assim é guarnecido por uma grande margem de segurança, o q não significa q se estiver a 281 knots vai quebrar!

Pra exemplificar melhor, imagine q a turbulência é como um quebra-molas no céu. O avião, assim como o carro, reduzem a velocidade pra passar por ele, pois se passarem "a milhão" vão quebrar o amortecedor!

 


 
 
A atração Expedition Everest do parque Disney’s Animal Kingdom (61 metros de altura) é a mais alta do Walt Disney World Resort, seguida pelo The Twilight Zone Tower of Terror do Disney’s Hollywood Studios (60 metros de altura), Cinderella Castle do Magic Kingdom (57 metros de altura), Spaceship Earth do Epcot (55 metros), Space Mountain do Magic Kingdom (54 metros de altura) e The Tree of Life do Disney’s Animal Kingdom (44 metros de altura).