Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Relato em Manaus

 mensagem postada em 16/05/2011 - 11:05:12hs
 
 

Galera, segue meu relato referente ao desembarque em Manaus. Este relato fiz no tópico de Cota de Isenção em Novembro do ano passado, mas vou deixa-lo aqui tb:

Fala galera, chegou minha hora de contribuir com vocês minha experiência na Receita Federal em Manaus. Cheguei dia 21/11/10 domingo por volta das 11 da manhã, onde somente o voo de Miami estava desembarcando. Havia 04 auditores fazendo a checagem para a revista pessoal, onde duas filas são feitas, bens a declarar (50%) e a fila dos desesperados (revista pessoal 100% multa)

Na fila da porta da esperança (nada a declarar) havia somente um funcionário, com idade aproximada de 30 anos, muito receptivo e atencioso com os passageiros. Ele quem decide se vai pra revista ou vai embora... Como passei muito tempo ao lado dele, resolvi puxar papo e ai consegui algumas informações como: Jovens adolescentes são os preferidos para ir para a revista pessoal, pois a probabilidade de estar excedendo a cota é enorme. Já as outras pessoas, com aparencia tranquila e pouca bagagem passam direto. Ele disse que no maximo 10% do voo é parado para checagem.

No meu caso comprei laptop, PS3 e uma porrada de coisas dentro de uma única mala. Disse a ele que ia declarar pois o laptop foi 349,00 dolares e ps3 299,00, entao excedeu 148 dolares (imposto de 74 doletas) isso é o que eu estava imaginando...

Quem vai declarar ou vai para a revista TODOS VÃO PARA O RAIO-X, MASS quem tem a intenção de declarar tem maior boa vontade dos auditores. Foi o que percebi... O auditor anotou o serial dos equipamentos na declaração e passou minha mala no raio-x. Suspense... Ele com calma de monge me pergunta:

Auditor: O que vc comprou nas férias??
EU: Comprei roupas, perfumes, laptop, vídeo game e besteiras.
Auditor: Cara, eu sei tudo que voce comprou, e sei que você tem dois relógios dentro dos tênis. – A tensão aumenta...
EU: Sim claro, esta no meio das besteiras que falei anteriormente.
Auditor: Tudo bem amigo, tens nota fiscal?
EU: Claro! – relógios baratos de 80,00 e 50,00 dolares.
Auditor: Vou colocar na sua declaração porque a nova regulamentação não permite você trazer mais de 01 relogio. Ok? – Ele falou com tanta educação e disposto a esclarecer que só falei ok.

Você não passa por revista pessoal, somente a bagagem.

Em relação as outras coisas na mala como: jogos, dvds, 06 pares de tênis, 05 bolsas femininas, varias coisas ele desconsiderou... Acho que porque estava declarando.

Após calcular o DARF e me entregar vem outro problema, para algumas pessoas... No aeroporto de Manaus (fraco, minha opnião, parece uma rodoviária, Manaus merece coisa muito melhor com certeza) só existe caixa rápido ou Auto atendimento, como queiram, para fazer o bendito pagamento. Bancos: Banco do Brasil, Itaú, Real/Santander e HSBC. Esses foram o que ele me informou... paguei no BB e voltei. Peguei meus equipamentos e fui embora.

Minha opnião é: seja muito educado com os auditores, pois eles serão com você. Se excedeu em eletrônicos, declare! É bem mais confortável pagar uma diferença do que passar por um stress.

Bom pessoal, espero ter ajudado pelo menos um de vocês, pois o fórum do VPO já me ajudou bastante.

 


 
 
O espetáculo Beauty and the Beast-Live on Stage estreou no parque Disney's Hollywood Studios no mesmo dia que o filme de animação estreou nos cinemas americanos, ou seja, em 22 de novembro de 1991.