Acessibilidade - Portadores de Necessidades Especiais

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O presente tópico serve para que possamos trocar informações a respeito da acessibilidade aos portadores de necessidades especiais.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Para Daniela

 mensagem postada em 20/04/2010 - 06:04:17hs
 
 


Olá Daniela!!
Eu estou bem e vc?

Olha, sinceramente, eu não sei.

No ano passado quando viajei, ao desembarcar em SP, minha cadeira não estava lá na "porta" do avião. Pegaram uma do aeroporto mesmo p/ me levar até o saguão pq era bem longinho para caminhar.... e essa cadeira que usaram era beeeem grande...

Depois dessa viagem, fiz outra logo em seguida e na ida, no avião, me deram uma poltrona em um lugar e a da minha amiga em outro....
Antes de entrar no avião, conversamos com uma pessoa (a que fica pegando as passagens rs) e conseguiram trocar. Fiquei na última, do lado do banheiro e com a minha amiga. Apesar de ser a última poltrona, que quase nao reclina, foi até bom, pois eram 3 lugares para nós duas! rs
Na volta, ficamos na primeira fileira, onde o espaço eh um pouco maior.
Se vc não conseguir nada antes da viagem, acredito que na hora eles dão um jeito...

Fiz uma pesquisa rápida agora e achei isso:

Cadeiras de Rodas do Avião
Os auxiliares de vôo ajudarão os passageiros a sair de seus assentos, levá-los ao banheiro do avião e devolvê-los aos assentos durante o vôo utilizando as cadeiras de rodas que se encontram a bordo. Cada avião tem uma cadeira de rodas dobrável, projetada especialmente para ser utilizada dentro dos aviões. Os passageiros devem estar em uma condição semi-ambulatorial e deverão ser capazes de subir e descer dessas cadeiras.


Banheiros Acessíveis
Todos os aviões de corpo largo (dois corredores) tem pelo menos um banheiro com acesso para cadeiras de rodas a bordo. Todos os aviões Boeing 737 contam com dois banheiros acessíveis.

Ah, tb vou em outubro!! \o/
bjs

 


 
 
No pavilhão da Itália (Epcot), note como os tijolos do campanário que ficam embaixo são muito maiores do que aqueles que ficam no alto (diminuem progressivamente), mais um exemplo da utilização da "perspectiva forçada".