Alfândega - Cota de Isenção

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

Bens de uso pessoal - Instrução Normativa RFB nº 1.059, de 2 de agosto de 2010 - link - art. 2º., §1º., "Os bens de caráter manifestamente pessoal a que se refere o inciso VII do caput abrangem, entre outros, uma máquina fotográfica, um relógio de pulso e um telefone celular usados que o viajante porte consigo, desde que em compatibilidade com as circunstâncias da viagem."
Além dos produtos enquadrados como de uso pessoal que observa o limite de quantidade, também é concedida a cota de isenção para outros até US$ 500,00.
Naquilo que o valor dos produtos que trouxer da sua viagem exceder a cota incide o imposto no percentual de 50% devendo o viajante preencher a DBA ("Declaração de Bagagem Acompanhada") e entregar na afândega na fila para aqueles que tem "Bens a Declarar".
Aqueles que cientes que os produtos que estão trazendo ultrapassam a cota de isenção e ainda assim optarem por não declará-los (fila "Nada a Declarar") estão sujeitos a multa (50% do valor dos bens que exceder a cota de isenção).
Informações relacionadas:
- Portaria COANA nº. 7.
- Resolução ANAC nº. 255.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Criança e cota isenção

 mensagem postada em 30/09/2009 - 12:09:13hs
 
 

Todo menor de idade (esteja ele acompnhado ou não), TEM direito a cota de 500 dolares. Essa cota não se soma a dos pais.

Existe um entendimento de alguns que os produtos teriam que ser compatíveis com a faixa etária da criança, porém isso é altamente discutível, visto que no próprio site da Receita não existe essa exigência.

Roupas (usadas) e livros não integram a cota.

Uma coisa que não comentam, mas que é MUITO IMPORTANTE.

Caso tenha a bagagem extraviada (batam na madeira tres vezes... xô azar !!!), além de comunicar a Cia aérea e registrar a ocorrência com eles, É INDISPENSÁVEL logo em seguida, informar a Receita Federal, no próprio posto da aduana, EXIGINDO COMPROVANTE DA COMUNICAÇÃO, para que possa posteriormente, quando a mala for encontrada, usufruir da cota. Isto pq bagagem desacompanhada que entrar no Brasil, está sujeita a legislação de importação normal.
O mesmo vale qdo a bagagem não estiver extraviada, mas a Cia Aérea informar que virá em outro voo e chegará atrasada.

Na maioria da vezes a Cia Aérea consegue desembaraçar a mala sem problemas e entregá-la ao viajante, mas caso o viajante seja muito inocente e tenha despachado notebook, games, cameras e outros eletronicos justamente nessa mala, pode ter certeza que a chance da coisa complicar é grande...

Duas regras de ouro:

- Se a mala não for passar com vc pela Aduana, por qq motivo, avise a Receita imediatamente.

- Nunca, nunquinha, de forma nenhuma, despache os itens acima. Olhe a Zica... pq ela está de olho em vc!! Bagagem de mão para os itens eletrônicos e caros = SEMPRE!!!

 


 
 
O Marrocos foi o primeiro país a reconhecer os Estados Unidos como país independente. No seu pavilhão no Epcot, mais especificamente no restaurante Marrakesh você encontra numa parede (área de espera) uma réplica de uma carta trocada entre o sultão Mohammed III e o presidente George Washington.