Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Relato de viagem

 mensagem postada em 02/07/2009 - 11:07:44hs
 
 

Pessoal,
Quase não escrevo no site, mas li tudo antes de viajar e me foi muito útil, logo vou dar minha contribuição com o relato de minha viagem.
Lá, nem sinal de que existe uma epidemia de gripe, nenhuma máscara a vista. Só me lembrei disso na volta quando tivemos que preencher um formulário no avião (se tinha algum sintoma, telefone de contato, ...). Acho essa diferença de comportamento muito estranha, aqui todo esse estardalhaço e logo lá que costumam ser super rigorosos, silêncio total.
Fomos em 3, todas com mais de 50 anos e confirmo que é um mundo mágico para qualquer idade. Eu já tinha ido várias vezes, mas para as outras era a primeira vez e elas amaram.
Voamos pela American Airlines (Rio/Miami Miami/Orlando), chegamos a Orlando dia 08/06 e saímos de lá em 22/06, ficamos no All Star Music e achei muito vantajoso, pelos motivos que explico depois. Fomos para o hotel pelo transporte da Disney sem nenhum problema, já tínhamos avisado ao hotel o horário da nossa chegada e eles já estavam esperando pela gente, super prático e eficiente.
Ficamos no último bloco do hotel e era uma boa caminhada até o restaurante e os pontos de ônibus, mas, para compensar, era super tranqüilo e silencioso. Nos blocos mais próximos à entrada era a maior algazarra, as pessoas ficavam na piscina até a madrugada. O preço da comida no hotel é bem puxado, mas como não estávamos de carro e não tínhamos geladeira no quarto, não nos sobravam muitas opções.
Estava um calor danado (e olha que sou do Rio), de não agüentar ficar no parque entre 14:00 e 17:00hs, então voltávamos para o hotel e retornávamos lá pelas 18:00hs. Essa a principal vantagem de estar dentro de um dos hotéis da Disney, íamos e voltávamos rapidinho no ônibus do hotel ( sair e voltar ao mesmo parque no mesmo dia conta só como um ingresso) . Escolhíamos os parques com Extra Magical Hours à noite e pudemos aproveitar bastante, conseguimos andar tranqüilo mesmo nos brinquedos mais disputados.
Na primeira semana ficamos só pelos parques da Disney, logo não precisamos alugar carro. O transporte de ônibus entre os parques é super eficiente, embora nem sempre dê para ir sentado, mas é tudo perto e não chega a ser um problema.
Compramos os tickets de 4 dias com direito a mais 3 de graça. Fomos a todos os parques (AK, DHS, MK e Epcot e repetimos os últimos dois) e também no Blizzard Beach. Em minha opinião não valeu a pena pagar a mais para ter direito ao parque aquático, em comparação aos parques convencionais Disney achei bem fraquinho.
Fizemos algumas comprinhas nas lojinhas dos parques e do hotel e depois achamos várias delas bem mais baratas nos shoppings, principalmente na loja da Disney no Florida Mall. Esse é um problema de deixarmos as compras para depois, acabamos comprando logo algumas lembrancinhas com medo de não acharmos depois.
Na segunda semana já havíamos reservado um carro na Álamo que fica na própria Disney e pedimos na recepção que eles solicitassem para virem nos buscar, uma dica é fazer essa solicitação logo ao acordar; o hotel ligou para lá as 8:30 e a próxima condução era as 10:10hs, tivemos que ficar fazendo hora na portaria até a chegada deles, devíamos ter feito o pedido antes do café da manhã. Para pegar o carro foi tranqüilo, eles queriam empurrar uns itens a mais, como passagem direta pelos pedágios, gasolina sem reposição, ..., mas recusamos e eles não insistiram. Nosso carro tinha GPS padrão da Álamo (com opção para português de Portugal), muito fácil de usar e facilitou bastante nossa locomoção.
Como já tínhamos ido a 7 parques seguidos, demos uma folga e fomos às compras(4 dias inteirinhos). Fomos a todos outlets (inclusive o Lake Buena Vista, que li a dica aqui no site e achei que valeu a pena, não tão grande quanto os outros, mas muito mais vazio, só devem estar atentos porque ele fecha as 21:00hs e não as 23 como os outros, chegamos tarde e tivemos que voltar no dia seguinte para finalizar a gastança) e também ao Florida Mall.
Pessoalmente, entre os outlets, prefiro o Premium, é mais compacto e tem quase todas as lojas, o que facilita bastante para a primeira jornada de compras (ou seja um montão de coisas), deixei os outros outlets para os itens que ficaram faltando.
No Prime o destaque era a loja da Victoria Secret que embora não tivesse todos os produtos (aliás para ser sincera, quase nenhum), serviu para trazer os cremes para presente, cada um saiu a 3 dólares. Tinha oferta de sutiãs por 9 dólares e um monte de camisolinhas em oferta, fiz a festa para minha filha (21 anos) que adorou. Tem também a loja da 5ft Avenue, calças 7 e Diesel por 129 dólares (caro, mas por aqui passa de R$1.000,00), ainda bem que comprei logo porque no Florida Mall quase não tinha opção de tamanho e modelo.
No Florida Mall compramos nas lojas que não tem nos outlets (Apple, Abercrombie, Sears, Macys...) e logicamente na Vitoria Secret para o que ficou faltando.
No Wallmart, as mesmas coisas de sempre, isso não quer dizer que não valha a pena ir... o grande destaque são os remédios, tinha uma encomenda de um tal de Cramberrie que aqui o frasco com 100 comprimidos é RS$150,00, lá foi 7 USD. Tem também aqueles mais comuns, como vitaminas, antigripais,..., por excelentes preços. Minha mala veio parecendo uma farmácia.
Não sei exatamente o preço de cada coisa, mas se quiserem saber algo específico e só perguntar que procuro nas notinhas. Fui com uma mala dentro da outra com 26 quilos, voltei com 2 malas com 31 quilos cada uma, notinhas é o que não falta.
Alguns itens que lembro são:
.Camisetas de manga curta Pólo Ralph Lauren feminina e masculina por 13 USD no Premium;
.Camisetas de alcinha na GAP por 4 USD no Lake Buena Vista (essa era uma super oferta, comprei uma de cada cor para minha filha e ainda trouxe algumas para dar de presente);
.Relógios Timex por 9 USD (esqueci o nome da loja, mas é uma relojoaria em frente à Fóssil) no Premium;
...
Nos 3 dias que faltavam fomos a Universal, Island e Sea World, deixamos o Bush Garden de fora, achei que era um pouco demais pras quinquentonas.
Devolvemos o carro no dia da volta (mesmo esquema, levamos o carro a Álamo e eles nos trouxeram para o hotel) e fomos para o aeroporto no ônibus da Disney.
O vôo, tanto na ida quanto na volta, foi excelente, embora eu tenha verdadeiro pavor de avião, não tive o reclamar.
O freeshop estava uma porcaria, pouquíssimos perfumes e bebidas. Fiquei arrependida de não ter trazido os perfumes dela, fiquei com medo de quebrarem na mala, mas da próxima vez vou arriscar.
Sem problema algum na alfândega, passamos todas direto, embora dessa vez não tivesse nenhum item tachável.
Bom, em resumo, Orlando continua tudo de bom, acho mais proveitoso ir com uma temperatura mais amena (nas outras vezes fui em janeiro e confesso que foi bem mais agradável e a disposição maior) e recomendo ficar (se conseguir pegar uma promoção, como no nosso caso) nos hotéis Disney.
Se tiverem alguma dúvida é só perguntar e no mais, já estou começando a planejar a próxima viagem!!!

 


 
 
As figuras que se parecem com leões na porta de entrada do restaurante Be Our Guest - Magic Kingdom - foram denominadas "golions" pela equipe de design da Disney, uma combinação de cabra e leão. Já as figuras acima das portas de entrada, águias com caudas de serpentes, são denominadas "sneagles".