Agosto 28, 2009 @ 12:00 am

Dias inesquecíveis nos EUA - Nossa aventura de 2009

 
 

E a aventura começa!

Sempre quis conhecer Nova Iorque desde a minha adolescência. Esse era o meu sonho de menina que consegui realizar agora já um pouco mais velha, mas valeu à pena esperar porque a viagem saiu melhor do que a encomenda e vou dividir cada momento com vocês.

Antes de pensar em ir para Nova Iorque, eu precisava primeiro convencer o Luiz de que este ano deveríamos incluir a cidade que “nunca dorme” nas nossas férias, ainda que fossem alguns poucos dias antes ou depois de Orlando.

Após algumas ponderações o Luiz me convenceu que para ele reduzir o nosso tempo na Terra Encantada seria complicado, pois ele gosta de ir a todos os parques, repetir todos os parques da Disney (coisas de Disneymaníaco), visitar os amigos queridos que moram na Flórida, encontrar os amigos do site que também estão por lá na mesma época, logo não sobraria muito tempo para Nova Iorque e ele queria que eu tivesse oportunidade de realizar o meu sonho com todo o tempo merecido para tanto.

Logo, vi que optar entre um dos dois destinos seria mais complicado do que eu imaginei e talvez Nova Iorque tivesse que ficar no mundo dos sonhos por mais algum tempo, foi quando eu me lembrei de que sempre falamos em ir para Memphis algum dia conhecer a terra do Rei Elvis Presley, afinal além da Disney, o Luiz desde bem pequeno sempre foi fã do Elvis, muito antes até de conhecer Walt Elias Disney e sua obra.

Enfim, eu tinha conseguido unir dois destinos e dois sonhos em uma única viagem e ficamos muito felizes e animados com toda a aventura.

Depois que decidimos os destinos, faltavam os detalhes e quantos detalhes por sinal, pois como a viagem terminaria em Nova Iorque, seria mais lógico ir e voltar por lá, porém Memphis fica quase no meio dos EUA e qual o melhor meio para chegar até lá?!

Primeiro pensamos no avião, mas com a crise econômica os vôos diretos eram poucos, e não deixavam uma margem de tempo tranqüila para a conexão, os outros vôos tinham uma ou duas escalas e assim ao invés de 3 horas e meia, passaríamos mais de 6 horas no avião, e decidindo sobre como chegar até Memphis já foram mais alguns dias.

Como a experiência de dirigir na Flórida foi maravilhosa, pensamos em alugar um carro e aproveitar para conhecer outras cidades durante a viagem, quando verificamos no mapa a distância que iríamos percorrer percebemos que algumas cidades como a Philadelphia e Nashville ficariam para uma próxima aventura por conta de não termos tempo suficiente para encaixá-las no roteiro.

Entre Nova Iorque e Memphis temos aproximadamente 1.600 km, com um tempo estimado de viagem de 18 horas, mas durante os preparativos como já que sabíamos que as estradas americanas são muito boas e que o trânsito em geral é bem organizado, não nos assustamos com a longa jornada que nos aguardava.

Ir de carro até Memphis já estava decido, agora precisávamos encontrar uma cidade legal para passar a noite, e Charlottesville na Virginia se mostrou uma excelente opção por ser uma cidade amistosa, segura e não tão distante de Nova Iorque, o que nos possibilitaria visitar Washington antes.

Enfim, preparativos resolvidos e o dia da viagem chegando, confesso que na semana de embarcamos bateu aquela sensação de que seria uma loucura andar tanto de carro pelos EUA, mas como durante os preparativos acabei convidando a minha sogra e ela topou na hora, acabei tranqüilizando o meu coração, afinal ela como mais idade e juízo do que eu não toparia se a loucura fosse tanta.

Embarcamos no dia 06 de agosto, voando pela Delta, em um Boeing 767 rumo ao aeroporto JFK em Nova Iorque, e lembro que meu coração estava doidinho de tanta emoção, tanto que apesar do vôo ter sido muito tranqüilo do começo ao fim, eu não consegui dormir.

Fazer a imigração em Nova Iorque foi mil vezes mais fácil do que esperávamos e digo até que mais fácil do que no ano passado em Orlando, pegar as malas também foi moleza, afinal a regra de ouro para quem embarca para os Estados Unidos e levar as malas vazias para trazer cheias.

Todos os protocolos de entrada nos EUA cumpridos, estávamos loucos para pegar o carro na locadora e iniciar a nossa jornada, porém antes como o JFK é um dos maiores aeroportos do mundo, tivemos que passear no trem do aeroporto do terminal da Delta até a área das locadoras de veículos.

E finalmente pudemos pegar o carro para seguir viagem, o Luiz que adora dirigir queria um carro diferente do que temos por aqui, mas da categoria de SUV que reservamos só tinha o Tucson disponível.

Carro resolvido, malas no bagageiro, todos acomodados era hora de pegar a estrada naquele lindo sábado de sol e céu azul. Como o cansaço por conta do vôo é inevitável, seria bom fazermos uma paradinha para um café e foi ai que eu conheci o hot dog do Nattans, amei!

Ainda mais que eles capricharam mesmo no chilli e no cheese! As batatas fritas do Nattans se tornaram as preferidas da minha sogrinha! Valeu à pena deixar a dieta de lado! Todo mundo acordado e mais disposto seguimos rumo a Washington.

Não sei se acontece só comigo, mas eu adoro tirar fotos da estrada e com tantos quilômetros que separavam Nova Iorque de Memphis tirei muitas fotos, passamos por diversas pontes, áreas residenciais, mineradoras, indústrias e sempre muito verde cercando a estrada, seria mesmo impossível deixar de registrá-los e de compartilhar com vocês.

Logo contarei a vocês a nossa chegada a Washington!


TAGS:  Nova Iorque   Viajando para Nova Iorque  

publicado por
 

Gre

Deixe um comentário

* não será publicado

Deixe o seu comentário (Facebook)