Primeiras compras em Orlando

 
Julho 15, 2009 @ 12:00 am
  por Gre
 
 
 

A primeira loja que visitei quando chegamos em Orlando foi o Walmart Super Center, na John Young Parkway (veja as orelhinhas do Mickey no semáforo - foto ao lado), logo no dia da nossa chegada.

Eu estava cansada do vôo e das atividades ao longo do dia, mas tínhamos que abastecer a geladeira do hotel e comprar itens importantes como um talkabout e outras coisas que já estavam na minha listinha.

Quando me deparei com o tamanho daquele lugar não conseguia acreditar nos que os meus olhos viam, milhares e milhares de corredores e uma infinidade de itens que só de olhar eu ficava ao mesmo tempo empolgada e ainda mais cansada. Foi uma mistura de emoções espetacular, afinal quando estamos em Orlando tiramos forças não sei de onde para vencer o cansaço e aproveitar cada minutinho.

A parte de frutas e vegetais era bem variada e os preços nem tão absurdos assim, havia também uma quantidade grande de saladinhas prontas e fresquinhas, e também as tão famosas Michelinas, que são pratos prontos congelados, com uma enorme variedade em seu cardápio, muito gostosas, práticas para aqueles dias corridos depois dos parques, custam por volta de U$1,00.

Quando vi os pacotes de salgadinhos não também acreditava, as porções são enormes, lembrei-me na hora da minha irmã que adora salgadinhos, para manter a “dieta” troca fácil um almoço por um dos nossos pacotinhos de salgadinhos. Lá nos EUA, um pacote deles renderia a ela o almoço de quase uma semana.

Mudando um pouco de seção, quando entrei no corredor dos aspiradores de pó, pensei comigo que não era bom nem xeretar muito, pois se eu me encantasse por algum deles, como fazer para trazer na mala. Era cada aspirador um mais moderno que o outro, pareciam vassouras voadoras turbinadas e que ainda limpam a casa.

Neste mesmo dia, me deparei com os corredores de cosméticos, de um lado a Revlon e do outro a L´oreal, fora as outras marcas. O preço do gloss da Revlon que eu adoro, o Super Lustrous, quase caí para trás, paguei no Brasil R$55,00 e lá estava por volta de U$5,00.

Já passava da 01h:00min quando meio dormindo e meio acordada, em um dos corredores dos aparelhos para cozinha, vejo que só tem brasileiro neste corredor, por conta do sono, parecia que eu estava sonhando e nem sabia mais se eu estava realmente em Orlando ou no Brasil.

Durante os 20 dias de nossa viagem fomos diversas vezes ao Walmart e a cada dia era uma nova descoberta. Até uma luminária de lava bem grande acabei comprando, afinal por U$15,00 como eu poderia deixá-la por lá.

A parte de medicamentos, suplementos alimentares e artigos para saúde tanto do Walmart, quanto do Target, pode fazer uma pessoa demorar mais de 20 minutos para escolher uma simples caixinha de Band-aid, como foi o meu caso.

Cheguei a contar por cima o número de modelos, tamanhos e cores destes curativos e quando passei dos 30 resolvi parar de contar.

Praticamente 70% das coisinhas que eu procurava nas outras lojas, como um telefone Voip, acabava encontrando no Walmart.

Acredito que fiquei tão encantada com o Walmart por conta desta variedade enorme de produtos e marcas e porque a cada visita eu achava que já tinha encontrado de tudo, mas sempre me surpreendia com algum novo achado.

Logo mais vou falar do impacto no meu lado consumista ultra feminino causado pela primeira vez que me vi dentro da Sephora! Se o Walmart parecia o paraíso, não tenho palavras para descrever o deslumbramento de estar lá.

 

Comentários

Voltar